Resumo do fim de semana

Judô

70pod35

Pódio em Baku. Foto: IJF Media

Na Grand Slam de Baku, no Azerbaijão, apenas 2 medalhas brasileiras para 11 judocas. Única a não medalhar no Pan, Maria Portela chegou à final da categoria 70kg, após vencer 3 judocas inexpressivas por ippon. Na final, caiu para a espanhola Maria Bernabeu, então 14ª do ranking, por ippon.

A única outra medalha veio com David Moura no +100kg, com o bronze. Rafael Silva perdeu nas 4as, após sentir lesão e nem foi disputar a repescagem. A categoria segue indefinida pros Jogos, com Rafael agora em 8º no ranking e David Moura em 10º.

Luta

Como esperado, nenhuma nova vaga veio pelo 2º pré-olímpico mundial disputado em Istambul.

fs_65kg_lukacs_hun_df-_messias_moreira_dos_santos_bra

Paulo Victor Santos, na categoria 96kg da luta livre

11 lutadores tentaram vagas, mas apenas 2 venceram uma luta. Nos 86kg da luta livre, Adrian Jaoude venceu por 10-0 atleta de Samoa Americana, mas perdeu por 11-0 para canadense na 2ª rodada. Nos 97kg, Paulo Victor Santos obteve uma vitória apertada por 8-7 com encostamento sobre japonês, mas perdeu na 2ª rodada por 10-0 romeno.

No feminino, nos 48kg Susana Almeida caiu nas 8as para uzbeque e nos 53kg Giulia Penalber caiu por 11-0 para russa. Na luta greco-romana, 4 derrotas na estreia. Davi Albino, único a medalha no Pan em 2015, novamente decepcionou e perdeu por 6-2 para alemão.

Outros Esportes:

– 4 novos índices olímpico no fim de semana. A grande surpresa veio de Altobeli Santos da Silva que completou em São Bernardo os 3.000m com obstáculos em 8:28.56, melhor tempo de um brasileiro desde 1998! Mahau Suguimati fez 49.26 nos 400m com barreiras em Kawasaki (JPN) e também estará no Rio-2016. Foram mais 2 índices na maratona, ambos em Praga. Vagner da Silva Noronha fez 2:18:45 e Cruz Nonata 2:41:09. Agora são 13 homens e 7 mulheres com índice na maratona.

– Ainda sem índice, Wagner Domingos bateu o recorde brasileiro no lançamento de martelo com 75,60m, em prova em Zagreb, Croácia. o índice para a prova é 77,00m.

– Na 3ª etapa da Copa do Mundo de BMX, Renato Rezende chegou à semifinal da prova, não passando para a final, terminando em 11º no geral. No feminino, Bianca Quinalha e Priscila Carnaval pararam nas 4as. Vitórias do bicampeão olímpico, o letão Maris Strombergs, e da holandesa Laura Smulders.

– Rubens Donizete venceu prova de mountain bike no Chile faturando 30 pontos para o ranking mundial. No momento, o Brasil é 13º no ranking olímpico e com isso garantiria 2 vagas na prova masculina.

Yane Marques terminou em 14º lugar na final da Copa do Mundo de pentatlo moderno nos EUA a 78s da campeã, a alemã Lena Schoneborn. Yane foi mal na esgrima, com apenas o 16º lugar, se recuperou na natação com o 7º tempo e teve uma prova de hipismo quase limpa. Largou em 3º na combinada, mas sofreu novamente na corrida. Yane segue para o Mundial da modalidade, no final do mês em Moscou.

Adilson da Silva foi vice no Aberto da Suazilândia de golfe, que faz parte do Sunshine Tour com 22 abaixo do par, contra 26 abaixo do sul-africano Titch Moore. Com o vice, Adilson sobe 70 posições no ranking para 275º lugar, se garantindo nos Jogos Olímpicos.

– Em etapa esvaziada, brasileiros ficaram perto do pódio na Copa do Mundo de triatlo em Huatulco, no México. Danilo Pimentel foi 4º, Anton Ruanova 5º e Diogo Sclebin 6º. Danilo ficou a 19s do pódio. A vitória foi para o francês Etienne Diemunsch, com 1:58:23.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s