Resumo olímpico da semana

Maratona Aquática

O CRƒDITO DA FOTO ƒ OBRIGATîRIO: Satiro SodrŽ/SSPress/CBDA

Victor Colonese, Ana Marcela Cunha, Viviane Jungblut e Allan do Carmo. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Neste domingo, na abertura do Troféu Brasil de natação (antigo Troféu Maria Lenk), Ana Marcela Cunha e Allan do Carmo venceram a prova de 10km, disputada na praia de Copacabana, repetindo o mesmo trajeto da prova olímpica. Foi a 1ª vez que a prova de maratona entrou no programa oficial do Troféu Brasil.

Ana Marcela (Unisanta) venceu a prova em 2:04:04, deixando a campeã olímpica Sharon van Rouwendaal (Unisanta) em um longínquo 2º lugar com 2:07:10. Completou o pódio Viviane Jungblut (GNU) com 2:09:37, que garantiu vaga pro Pan-Pacífico de Tóquio ao lado de Ana Marcela.

Na prova masculina, Allan do Carmo (ACEB) completou em 1:57:57, deixando em 2º lugar Victor Colonese (Unisanta) por apenas 1s. Ambos estarão no PanPac. Luiz Gustavo Barros (GNU) fechou o pódio com 1:58:00.

Handebol

not_grd_0000033564

De maneira invicta o Brasil foi campeão do Pan juvenil feminino, disputado em Buenos Aires. Disputado no esquema todos contra todos, a seleção brasileira venceu os 5 jogos. Na estreia, teve um pouco mais de dificuldade com o Chile, mas venceu por 26-23.

Depois fez 35-15 no Uruguai, arrasou o Peru com 48-12, fez 21-16 na Argentina e fechou com 31-23 no Paraguai. Na última rodada, o Chile venceu a Argentina 20-11 para ficar com a prata e deixar as donas da casa com o bronze. As 3 equipes que subiram ao pódio se classificaram para o Mundial Juvenil, que será disputado em agosto na Polônia.

Este foi o 12º Pan da categoria. O Brasil venceu todos e jamais deixou de ganhar um jogo.

Ciclismo Mountain Bike

Henrique Avancini venceu a Copa Internacional de MTB em Araxá, seguido do campeão pan-americano Luiz Cocuzzi. No feminino, a americana Chloe Woodruff venceu com 14s de vantagem sobre Raiza Goulão.

Com os ótimos resultados recentes do brasileiros, Henrique subiu 3 posições e é o 5º do ranking mundial. Cocuzzi subiu 16 posições e aparece em 37º. Por equipes, o Brasil subiu 2 posições e já a 7ª no ranking de nações. Vale ressaltar que a 7ª colocação garantiria duas vagas olímpicas para o Brasil, mas o ranking será apenas o de maio de 2020. No feminino, Raiza segue em 9º lugar no ranking individual e o Brasil aparece em 13º, que daria apenas 1 vaga olímpica.

Outros Esportes

– Finalista no Mundial indoor este ano, Gabriel Constantino marcou ótimos 13.38 (1,9) nos 110m com barreiras em prova na Flórida. Foi a 4ª melhor marca da história de um brasileiro e o melhor tempo na prova desde 2005!

– Em prova em Cuiabá, Mirieli Estaili conquistou o índice pro Mundial Sub-20 de atletismo. Ela marcou 13,45m no salto triplo, 40cm a mais que o índice mínimo. É a 4ª melhor marca do ano na prova na categoria.

– Diego Araújo do Nascimento terminou a qualificação mundial da canoagem pros Jogos Olímpicos da Juventude em 18º lugar geral no C1 masculino em Barcelona. Ele ficou em 6º na prova de velocidade e em 36º na de obstáculos. A vaga veio por ele ser o 2º melhor das Américas. Maria Eduarda Schlikmann, que disputou o K1 e o C1, e João Victor Vieira, no C1, ficaram longe das outras vagas.

– Adilson da Silva terminou em 14º no Zanaco Masters, na Zâmbia, 1ª prova do Sunshine Tour 2018-19 de golfe. Ele somou 282 tacadas, 8 a mais que o campeão, e somou 1,37 ponto pro ranking mundial. Pelo Tour PGA Latinoamericano, Rodrigo Lee foi 6º no Abierto OSDE, no Chile, 7 tacadas a mais que o campeão.

– Bruna Takahashi, Eric Jouti e Thiago Monteiro chegaram à chave principal do Aberto da Croácia de tênis de mesa, mas apenas Bruna venceu uma partida. Ela caiu na 2ª rodada para romena.

– No Aberto Juvenil e Cadete do Paraguai de tênis de mesa, Guilherme Teodoro foi o destaque vencendo a chave juvenil masculina. Na decisão, ele venceu por 4-0 o tailandês Yanapong Panagitgun.

– Maria Ieda Guimarães foi a única brasileira no Mundial Sub19 de pentatlo moderno em Portugal. Com 890 pontos, ela ficou em 28º no Grupo B e ficou fora da final.

Anúncios

Resumo olímpico da semana

Ciclismo

O Brasil foi ouro nas duas principais prova do Pan-Americano de mountain bike.

Raiza Goulão e Luís Cocuzzi

Luis Cocuzzi venceu no masculino com 1:24:53, 43s na frente do costarriquenho Carlos Arroyo. 4º no último Mundial, Henrique Avancini decepcionou e ficou em 7º, 59s atrás do campeão, e Guilherme Muller foi 4º, fora do pódio por 29s. No feminino, Raiza Goulão conquistou pela 1ª vez o título continental ao completar a prova em 1:26:50, 24s melhor que a americana Chloe Woodruff.

Na categoria Eliminator, que é um cross-country no formato de baterias, Juliano Cocuzzi foi prata e Edmilson Macedo bronze.

Esgrima

Com uma grande equipe, o Brasil disputou o Mundial Juvenil/Cadete de esgrima, em Verona (ITA).

No masculino, o destaque foi Alexandre Camargo na espada júnior. Após uma ótima fase de poules, ele chegou às 16as de final, perdendo de 15-13 para sul-coreano, terminando em 22º no geral. Na espada por equipes, o Brasil fez ótima campanha. Após passar de bye na 1ª rodada, venceu a Espanha na 2ª, mas perdeu nas 8as para a forte It[alia por 45-34. Nos combates de ranqueamento, venceu 3 confrontos: 37-36 na Alemanha, 45-41 na Noruega e 45-40 na Polônia, terminando em um ótimo 9º lugar.

No feminino, o destaque no júnior foi Mariana Pistoia no florete. Ele ficou em um excelente 15º lugar no spoules, venceu 2 combates até perder nas 8as para a italiana Martina Favaretto por 15-11 e terminar em 11º. No sabre cadete, Pietra Chierighini também chegou nas 8as, onde perdeu de 15-9 para russa e acabou em 15º lugar.

Rugby

Por mais uma temporada o Brasil ficará fora da Série Mundial de Rugby 7s feminino. Na disputa do torneio de Hong Kong, único torneio qualificatório pra próxima temporada, o Brasil não conseguiu a única vaga em jogo. Na 1ª fase, venceu 38-0 Hong Kong e 22-10 o Cazaquistão, mas perdeu por 31-5 para a China. Nas 4as, vencia a Bélgica por 12-10, quando bobeou e levou um try faltando 6s pro fim e perdeu por 17-12. O título e a vaga pra temporada 2018-19 ficou com a China.

Tênis

Na maior decepção da semana, o Brasil perdeu para a Colômbia pela final do Zonal Americano da Copa Davis. Thiago Monteiro começou com vitória fácil 61 62 sobre Santiago Giraldo, mas Guilherme Clezar levou virada de Daniel Elahi Galán 36 62 61. Nas duplas, Marcelo Melo e Marcelo Demoliner venceram 76(5) 64 a forte dupla de Juan Sebastian Cabal/Robert Farah.

Nas partidas finais de simples, Thiago perdeu 63 63 para Galán e João Pedro Sorgi entrou no lugar de Clezar, mas perdeu 63 76(0) para Alejandro González. Com isso, o Brasil segue no Zonal Americano em 2019.

Outros Esportes

Valéria Kumizaki foi ouro na Premier League de Karatê em Rabat (MAR). Ela venceu 5 lutas incluindo a final por 2-0 sobre a inglesa Carla Burkitt. Nos 60kg masculino, Douglas Brose ficou com o bronze. Ele perdeu na semifinal para turco por 3-0, mas venceu por 4-0 cazaque na disputa da medalha.

– Eric Jouti e Gustavo Tsuboi chegaram na final do Aberto da Eslovênia de tênis de mesa. Eles perderam para os poloneses Marek Badowski/Patryk Zatowka por 3-0 (11-9 12-10 11-7).

– Érica Sena abandonou prova de Marcha 20km em Rio Maior, Portugal, na altura do 12º km. José Alessandro Bagio fez índice pra Copa do Mundo nos 20km com 1:23:23.

– Juliana de Menis Campos bateu o recorde brasileiro sub23 no salto com vara com 4,40m, melhorando a marca em 10cm em torneio no ABC paulista. No lançamento de dardo, Eloah Scramin também bateu o recorde brasileiro sub-23, com 58,50, melhorando em 65cm. Em prova nos EUA, Lorraine Martins marcou 23.79 nos 200m e conseguiu índice pro Mundial Sub-20, em julho. Também fizeram índice pro Mundial Sub20 Alison Brendom dos Santos nos 400m com barreiras (51.10) e Luiz Maurício Dias da Silva no dardo com 70,20m.

– Em torneio internacional de badminton na Argentina, Fabrício Farias ficou com o título no masculino ao vencer 21-19 21-18 o italiano Giovanni Toti. No feminino, Jaqueline Lima foi campeã com 21-15 21-18 na americana Ruhi Raju na decisão. Nas duplas mistas, Fabrício e Jaqueline também levaram o título com 21-19 21-15 sobre dupla americana na final.

– Sem Isaquias na prova, Jacky Jamael Godmann foi o destaque na Copa Brasil de canoagem, vencendo os C1 1.000m, C1 500m e os C1 200m sênior. No feminino, Valdenica do Nascimento também venceu o C1 nas três distâncias.

– Jorge Zarif ficou em 5º no Troféu Princesa Sofia de vela na Classe Finn com 113 pontos após 11 regatas. Ele foi o único barco brasileiro a chegar na regata da medalha.

– Ingrid Oliveira foi o destaque do Troféu Brasil de Saltos Ornamentais, disputado no Rio de Janeiro. Na plataforma feminina, ela venceu com 300,30 pontos e foi a única atleta de toda a competição a atingir índice A para o Grand Prix da FINA.

– No GP de Antalya de judô, Sarah Menezes nos 48kg e Alexia Castilhos nos 63kg ficaram com a medalha de bronze, as únicas do Brasil na competição.

– Daniel Xavier ficou em 4º lugar na Copa Merengue de tiro com arco, em Santo Domingo (DOM). Na semifinal ele perdeu de 6-5 (10-9 na flecha de desempate) para dominicano e na disputa do bronze de 6-4 para guatemalteca.

– No qualificatório mundial pros Jogos Olímpicos da Juventude de Taekwondo, Sandy Macedo ficou com o bronze nos 55kg e conquistou a única vaga pro Brasil na modalidade no YOG, que será disputado em outubro em Buenos Aires.

Resumo olímpico da semana

Tênis

TENNIS-DAVIS-DOM-BRA

João Pedro Sorgi

Com equipe desfalcada, o Brasil sofreu para vencer a República Dominicana no Zonal Americano por 3-2.  Começando com João Pedro Sorgi, o Brasil perdeu o 1º jogo por 62 46 76(3) para José Hernandez-Fernandez. Na 2ª partida Thiago Monteiro sofreu para vencer Roberto Cid Subervi, 468º do ranking da ATP, por 67(6) 75 62. Nas duplas, Marcelo Melo e Marcelo Demoliner passaram com 63 64 sobre Nick Hardt e José Olivares. Nos jogos reversos de simples, Thiago perdeu 64 76(4) para Hernandez-Fernandez e o confronto chegou a 2-2.

No jogo decisivo, Sorgi, que é hoje o 364º do mundo obteve a vitória mais importante da carreira com 67(8) 61 64 sobre Cid Subervi e o Brasil venceu, marcando encontro com a Colômbia em abril, fora de casa.

Atletismo

Thiago Braz disputou na cidade alemã de Karlsruhe a 1ª etapa do novo circuito indoor da IAAF, mas queimou as 3 tentativa em 5,45m, terminando sem marca válida. A vitória foi do alemão Raphael Holzdeppe, com 5,88m.

Em Torneio Indoor em São Caetano do Sul, Talles Silva foi o destaque ao bater o recorde brasileiro indoor do salto em altura com 2,26m. Darlan Romani fez 21,06m no arremesso de peso e confirmou o índice pro Mundial Indoor. Já Vitor Hugo dos Santos fez 6.67 nos 60m e ficou a 0.04 do índice.

Gilberto Silvestre Lopes e Jenifer do Nascimento Silva venceram a Copa Brasil de Cross-Country, em Bragança Paulista e foram convocados para o Campeonato Pan-Americano, que será na outra semana em El Salvador. Também foram convocados os vices Valério de Souza Fabiano e Maria Aparecida Ferraz e os campeões da prova Sub-20 Francisco Perrout Lima e Raquel de Carvalho Xavier.

Tiro

n1542_002

Felipe Wu (centro). Reprodução

Felipe Wu disputou 3 provas da pistola de ar 10m no torneio Intershoot, na Holanda, saindo com 2 medalhas. No 1º dia ficou com o ouro após 576 na quali e 242,2 na final contra 239,8 do japonês Matsuda Tomoyuki. No 2º dia, fez os mesmo 576 pontos na quali, mas na final acabou em 5º após alguns tiros ruins. No 3º dia de prova, foi o 2º melhor na quali com 586 e na decisão perdeu pro veterano português João Costa por 241,7 a 241,4.

Esgrima

Atual 5º do ranking mundial juvenil na espada, Alexandre Camargo perdeu na 4ª rodada da Copa do Mundo juvenil em Sabac, na Sérvia e terminou na 28ª posição. Depois de passar pela fase de poules, ele foi bye na 1ª rodada, venceu belga por 15-9, norueguês por 15-8 até perder por 15-14 para francês Arthur Philippe. Por equipes, o Brasil fez uma boa campanha. Venceu na estreia 45-43 a Ucrânia e perdeu nas 8as 45-36 pra Hungria. Nos combates classificatórios venceu 42-40 a Romênia e 45-33 a Espanha, perdendo na disputa do 9º lugar 45-33 pra Suíça. Um bom 10º lugar.

Ana Beatriz Bulcão disputou a Copa do Mundo adulta de florete feminino em Alger, na Argélia, perdeu na 1ª rodada preliminar de 15-7 para australiana e terminou em 101º lugar.

Outros Esportes:

Raphaela Galacho foi prata no US Open de taekwondo, em Las Vegas. Cabeça 1, ela venceu 3 americanas e pegou mais uma na decisão, que precisou abandonar por conta de uma lesão para a americana Madelynn Gorman-Shore. Os brasileiros ganharam mais duas medalhas na categoria Jr e 3 no parataekwondo.

img-20180204-wa0005

Garipov no pódio em Zagreb. Foto: CBW

Marat Garipov, cazaque naturalizado brasileiro, foi medalha de prata no Grand Prix de Zagreb de luta greco-romana. Ele venceu duas lutas e perdeu na decisão pro turco Dogus Ayaczi por 8-0.

Ane Marcelle Santos e Lugui Cruz venceram a seletiva de tiro com arco para as etapas de Antalya (TUR) e Salt Lake City (USA) da Copa do Mundo. Eles foram os únicos a atingirem os índices no round duplo-70m nas duas tentativas. Ane Marcelle fez 648 no domingo (índice era 629) e Lugui fez 651 também no domingo (índice 650).

Adilson da Silva não passou pelo corte do Maybank Championship, na Malásia, válido pelo Tour Europeu e Asiático de golfe.

– A seleção de Rugby XV do Brasil derrotou por 16-14 o Chile na abertura do Campeonato das Américas, jogando fora de casa. Com a vitória, o Brasil subiu para 25º lugar no ranking mundial masculino, sua melhor colocação da história.

Resumo olímpico da semana

Vela

jorge-zarif-mais-uma-vez-termina-no-top-5-na-copa-do-mundo-de-miami-boatshopping

Jorge Zarif

Jorge Zarif foi o melhor brasileiro na 2ª etapa da Copa do Mundo 2017-18 de vela, em Miami. Depois de um começo razoável na Classe Finn, ele foi melhorando, mas acabou em 4º no geral com 61 pontos, 7 a menos que o medalhista de bronze. O britânico Gilles Scott venceu com apenas 19 pontos perdidos em 10 regatas. Carlos Lorente e Marco Grael na 49er foram os únicos além de Zarif a pegarem regata da medalha, terminando em 8º no geral.

Entre os top20 também tivemos: Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan ficaram em 12º na 470 feminina, Samuel Albrecht e Bruna de Mello em 13º na Nacra 17, João Bulhões e Gabriela de Sá em 14º também na Nacra 17 e Geison Dzioubanov e Gustavo Thiesen em 16º na 470 masculina.

Atletismo

Thiago Braz retornou às competições após 6 meses afastado por lesão. O campeão olímpico do salto com vara foi prata no meeting indoor de Berlim com 5,70m, ficando atrás do polonês Piotr Lisek, que venceu por 5,83m. A sua última competição havia sido na Diamond League de Rabat, no Marrocos, em julho de 2017. Thiago segue na Europa treinando com o técnico russo Vitaly Petrov de olho no Mundial Indoor de Birmingham, em março.

Em provas nos EUA, Almir Cunha dos Santos venceu o salto triplo em Geneva, Ohio, com 16,90m. No Texas, Rosângela Santos foi prata nos 60m Houston com 7.25.

Esgrima

Alexandre Camargo avançou para a chave final da Copa do Mundo de espada masculina em Heidenheim, na Alemanha. Depois de uma fase de poules ruim com 2 vitórias e 4 derrotas, ele venceu 15-9 australiano, 15-13 sueco e 15-14 estoniano para chegar na chave principal, mas acabou enfrentando o número 2 do mundo, o sul-coreano Jung Jinsun e perdeu de 15-11, terminando em 63º. Por equipes, o Brasil perdeu na estreia, mas fez um bom combate contra a Ucrânia perdendo por 45-38, terminando em 27º.

Na Copa do Mundo de florete feminino juvenil, em Zagreb, Mariana Pistoia ficou em 36º. Na fase de poules ela venceu 5 dos 6 combates, depois venceu 15-4 romena perdendo de 15-7 para russa na rodada de 64.

Outros Esporte:

Douglas Brose foi o destaque brasileiro na Premier League de Paris de karatê. Ele venceu 5 lutas até perder na decisão de 2-1 para o cazaque Darkhan Assadilov na categoria 60kg. Valéria Kumizaki nos 55kg e Vinícius Filgueira nos 67kg perderam nas 8as.

Raiza Goulão venceu a Costa Blanca Bike Race de mountain bike, na Espanha. Em prova de duplas, a brasileira competiu ao lado da australiana Rebecca Henderson. Após 4 etapas, elas venceram com 9h42min43, mais de 20min de vantagem.

Felipe Wu disputou 2 provas da pistola de ar 10m em torneio na Alemanha, terminando em 12º (579 pontos) e 27º (575)

– Na seletiva nacional de canoagem pros Jogos Olímpicos da Juventude, em Muzambinho, Diego Nascimento, João Victor Vieira e Maria Schilkmann se classificaram para o pré-olímpico mundial em Barcelona, que dará vagas para os Jogos.

Adilson da Silva não passou do corte no Aberto de Myanmar de golfe, válido pelo Tour Asiático, por 2 tacadas.

Resumo olímpico da semana

Tênis

esporte-marcelo-melo-kubot-20180112-001

Marcelo Melo e Lukasz Kubot

Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot começaram a temporada de 2018 com título no ATP250 de Sydney. Eles venceram na decisão o alemão Jan-Lennard Struff e o sérvio Viktor Troicki por 6-3 6-4 e faturaram o 9º título juntos. Foi também o 29º título da carreira do Marcelo, que segue liderando o ranking mundial empatado com seu parceiro.

No ATP250 de Auckland, Rogério Dutra Silva, depois de furar o quali, perdeu na estreia 6-3 6-2 para o canadense Denis Shapovalov e Marcelo Demoliner e o filipino Treat Huey perderam na estreia 6-3 6-4 para Santiago Gonzalez e Juan Peralta. Já no WTA de Hobart, Bia Haddad Maia venceu na estreia 6-3 6-2 a australiana Lizette Cabrera e perdeu na 2ª rodada 6-4 6-4 para a belga Elise Mertens, que viria a ficar com o título.

Rugby Sevens

Na 2ª etapa do Campeonato Sul-Americano de Rugby Sevens, em Viña del Mar, Chile, o Brasil terminou na 8ª posição. Na 1ª fase, empatou em 14-14 com a Irlanda, venceu 29-21 o Paraguai e empatou novamente em 14-14 com uma equipe sul-africana. Precisando vencer para buscar a vaga pra Copa do Mundo de Rugby Sevens, o Brasil perdeu de 14-7 para o Uruguai. Já sem chances de conquistar a vaga, ainda perdeu de 12-5 para a Alemanha e de 26-12 pro Chile, terminando em 8º.

Após as duas etapas, Uruguai e Chile se classificaram para a Copa do Mundo e para o Hong Kong Sevens, que serve como classificatório pra Série Mundial.

Outros Esportes:

– Única brasileira no Grand Slam Champions de taekwondo, em Wuxi, na China, Iris Tang Sing perdeu ainda na estreia por 6-1 para a sul-coreana Min-ah Há na categoria até 49kg.

Almir Cunha dos Santos fez 17,06m no salto triplo em prova indoor nos EUA, superando em 1cm o índice pro Mundial Indoor em fevereiro. Está também é a melhor marca do mundo este ano em competições indoor.

Ygor Coelho perdeu na estreia do Masters da Tailândia de badminton. Cabeça de chave número 5 da competição, ele foi derrotado por Pham Cao Cuong, do Vietnã. Ele joga esta semana no Masters da Malásia.

– No ranking mundial de mountain bike divulgado na semana passada, Henrique Avancini, 4º colocado no último mundial, subiu 2 posições e aparece na excelente 5ª colocação, a frente de grandes nomes como o campeão olímpico de 2012, o checo Jaroslav Kulhavy. No ranking de nações, o Brasil está em 10º.  No feminino, Raiza Goulão entrou pela primeira vez no Top-10 do ranking e é hoje a 9ª do mundo.

Mariana Pistoia terminou na 71ª posição na Copa do Mundo de florete feminino em Katowice, na Polônia. Ela passou pela fase de poules, venceu polonesa por 15-8 e perdeu na última rodada preliminar 15-5 para francesa. Em torneio satélite de espada masculina em Estocolmo, Gabriel Bonamigo foi 12º, Fabrizio Lazaroto 15º e Leopoldo Gubert 18º.

– CBDA convocou 26 atletas para a primeira edição da Copa UANA de natação, em Coral Springs, na Flórida. Foram convocados nadadores das categorias petiz, infantil, juvenil e júnior 1. A lista completa está aqui.

Adilson da Silva terminou na 20ª posição no BMW SA Open, válido pelo Sunshine Tour de golfe, na África do Sul. Ele somou 279 tacadas, 12 a mais que o campeão, o inglês Chris Paisley, com 267. O brasileiro somou 1,76 ponto no ranking

Resumo olímpico da semana

Vôlei de Praia

Captura de Tela 2018-01-10 às 00.54.37

Foto: FIVB

Mal começou o ano e já teve uma etapa 4 estrelas do circuito mundial em Haia, na Holanda. Com 6 duplas (4 femininas e 2 masculinas), o Brasil levou apenas uma medalha. Maria Elisa e Carol chegaram na decisão após 5 vitórias e sem perder um único set, mas na final foram superadas pelas americanas Alix Klineman e April Ross por 21-12 21-15. Klineman jogava até o ano passado no Praia Clube e este foi o seu 1º torneio do circuito mundial da carreira! Ela se torna a 3ª mulher na história a vencer uma etapa em sua estreia internacional. Também foi a 3ª vez na história no feminino que uma dupla venceu vindo do country-quota, um pré-qualifying. E pela 1ª vez na história a final foi disputada entre duas duplas vindas do qualificatório!

Bárbara /Fernanda perderam nas 4as para as campeãs, Ágatha e Duda caíram nas 8as para dupla suíça e Elize Maia/Taiana perderam nas 16as para russas. No masculino, Pedro Solberg/George e Guto/Vítor caíram nas 8as. A vitória da etapa ficou com letões Martins Plavins/Edgars Tocs.

Tênis

Bruno Soares e o britânico Jamie Murray ficaram com o vice do torneio ATP250 de Doha, perdendo na decisão para o austríaco Oliver Marach e pro croata Mate Pavic por 62 76(6). Esta foi a 52ª final no circuito do Bruno na carreira e a 12ª da dupla Soares/Murray. O brasileiro esta com 26 títulos e 26 vices e a dupla tem 6 títulos e 6 vices. Desde que formaram a parceria em 2016, ela sempre chegaram a uma final nos torneios preparatórios pro Australian Open.

No ATP250 de Brisbane, na Austrália, Marcelo Demoliner e o neozelandês Michael Venus perderam nas 4as para os argentinos Leonardo Mayer e Horacio Zabellos. No ATP250 de Puna, na Índia, Thiago Monteiro passou pelo qualificatório, venceu na estreia e abandonou nas 8as para o sul-africano Kevin Anderson quando perdia de 76(4) 32 com dores no tornozelo esquerdo. E no WTA de Auckland, Bia Haddad Maia caiu na estreia por 62 46 62 para a polonesa Agnieszka Radwanska.

Rugby

bra_x_uru_7_punta_2_large

Foto: CBR

A seleção masculina de sevens disputou a 1ª etapa do campeonato sul-americano em Punta del Este e terminou na 6ª posição. A competição contou com 6 equipes convidadas (EUA, Canadá, África do Sul, Irlanda, França e Alemanha). Na 1ª fase, o Brasil perdeu de 26-20 pra França, depois venceu 17-12 o Uruguai e 29-5 a equipe americana. Mas nas 4as enfrentou novamente a França e perdeu por 28-12. Depois venceu 17-12 a Irlanda e perdeu 24-12 pra Alemanha na disputa do 5º lugar. O título ficou com a equipe sul-africana ao vencer por 21-5 o Chile.

A 2ª etapa será nesta semana em Viña del Mar e serve como qualificatório pra Copa do Mundo de Sevens. São apenas 2 vagas pra América do Sul restantes e, no momento o Brasil está na 3ª posição entre os não classificados.

Outros Esportes

Mariana Pistoia ficou em 35º lugar na etapa de Udine (ITA) da Copa do Mundo juvenil de florete feminino, perdendo na estreia da chave final para húngara por 15-11. Na espada masculina também em Udine, Gabriel Bonamigo foi o melhor brasileiro terminando em 25º. Ele venceu bielorrusso na 1ª rodada por 15-11 e perdeu na 2ª rodada de 15-5 para francês. Fabrizio Lazaroto também chegou na chave final, perdeu na estreia para italiano e acabou em 58º.

Resumo olímpico de inverno

Esqui Alpino

Kjetil Jansrud (NOR)

Os homens foram para o Lake Louise, no Canadá, para 2 provas de velocidade. No 1º downhill da temporada, o suíço Beat Feuz venceu com 1:43.76 contra 1:43.85 do austríaco Matthias Mayer. O norueguês Aksel Lund Svindal completou o pódio com 1:44.08. No Super-G no domingo, foi a vez do norueguês Kjetil Jansrud vencer com 1:30.76, 0.28 melhor que o austríaco Max Franz. Foi a 20ª vitória e o 42º pódio de Jansrud em Copas do Mundo. Ele também assumiu a liderança na classificação geral.

Já as mulheres competiram novamente em provas técnicas, em Killington, EUA. A alemã Viktoria Rebensburg venceu no sábado novamente o slalom gigante (2ª vitória em 2 etapas) com 1:57.63, colocando 0.67 na americana Mikaela Shiffrin. Já no domingo, Shiffrin deu mais um show no slalom. Tricampeã mundial e atual campeã olímpica, a americana fez 1:40.91 contra 1:42.55 da eslovaca Petra Vlhova. Com apenas 22 anos, Shiffrin chegou a sua espetacular 32ª vitória em Copas do Mundo!

Classificação Masculina (após 3 de 37 eventos): 1) Kjetil Jansrud (NOR) 145; 2) Beat Feuz (SUI) 122; 3) Aksel Lund Svindal (NOR) 105

Classificação Feminina (após 4 de 39 eventos): 1) Mikaella Shiffrin (USA) 305; 2) Petra Vlhová (SVK) 221; 3) Viktoria Rebensburg (GER) 200

Esqui Nórdico

A cidade finlandesa de Ruka recebeu a abertura da Copa do Mundo com o tradicional evento triplo, com um sprint, uma prova de saída em intervalos e uma perseguição. O norueguês Johannes Klaebo venceu o sprint e os 15km, ambos no estilo clássico. Na perseguição, vitória do francês Maurice Manificat, mas Klaebo ficou com o título do mini-torneio. No feminino, a sueca Stina Nilsson venceu no sprint. Nos 10km, o mito Marit Bjoergen venceu pela 139ª na carreira na copa do Mundo. Wow! Já na perseguição, vitória de Ragnhild Haga, da Noruega. Mas o título geral ficou com a sueca Charlotte Kalla.

Classificação Masculina (após 3 de 28 eventos): 1) Johannes Klaebo (NOR) 300; 2) Martin Johnsrud Sundby (NOR) 230; 3) Alexander Bolshunov (RUS) 192

Classificação Feminina (após 3 de 28 eventos): 1) Charlotte Kalla (SWE) 311; 2) Marit Bjoergen (NOR) 247; 3) Ragnhild Haga (NOR) 204

A Copa do Mundo de combinado nórdico também rolou em Ruka, com 3 etapas e 3 vencedores diferentes. Na abertura, na prova de HS142/5km na sexta-feira, 1ª vitória da carreira do norueguês Espen Andersen de apenas 24 anos. No sábado, agora com 10km no cross-country, vitória do japonês Akito Watabe e no domingo, também com 10km, título pro alemão Johannes Rydzek, sua 19ª vitória no circuito.

Classificação Masculina (após 3 de 23 eventos): 1) Akito Watabe (JPN) 184; 2) Espen Andersen (NOR) 176; 3) Johannes Rydzek (GER) 172

Fechando o fim de semana animado em Ruka, o esloveno Jernej Damjan venceu a prova de saltos com 301,4 pontos, contra 298,6 do norueguês Johann Ander Forfang. Péssima prova do austríaco Stefan Kraft, apenas 13º. Na prova por equipe, vitória da forte equipe da Noruega com 1184,2 contra 1116,9 da Alemanha e 1108,2 do Japão.

Classificação Masculina (após 2 de 23 eventos): 1) Junshiro Kobayashi (JPN) 126; 2) Jernej Damjan (SLO) 100; 3) Daniel-André Tande (NOR) 95

Patinação Artística

Lake Placid recebeu a última etapa do GP da ISU antes da grande final. No masculino, os americanos fizeram dobradinha em casa com Nathan Chen com 275,88 e Adam Rippon com 266,45. O russo Sergei Voronov completou o pódio com 257,49. Já no feminino, a dobradinha foi japonesa com Satoko Miyahara com 214,03 e Kaori Sakamoto com 210,59. Aliona Savchenko e Bruno Massot, que representam a Alemanha, venceram nos pares com 223,13 e na dança artística vitória dos irmãos Maia e Alex Shibutani com 194,25.

Satoko Miyahara (JPN)

Com isso, tivemos as definições dos patinadores e duplas classificados para a Grande Final na semana que vem em Nagoya. Nathan Chen foi o único a vencer duas etapas e terá a companhia do seu compatriota Rippon, dos russos Mikhail Kolyada e Sergei Voronov, do japonês Shoma Uno e do chinês Jin BOyang. O espanhol Javier Fernandez venceu a etapa francesa, mas o 6º lugar na chinesa o tirou da Grande Final. No feminino, teremos 3 russas (Evgenia Medvedeva, Alina Zagitova e Maria Sotskova), a veterana italiana Carolina Kostner, a canadense Kaetlyn Osmond e a japonesa Wakaba Higuchi.

Trenós

Em Whistler, Canadá, na 3ª etapa da Copa do Mundo de bobsled, Chris Spring venceu em casa o trenó de duplas com 1:44.17 com Justin Kripps fazendo a dobradinha canadense a apenas 0.02 e o letão Oskars Melbardis em 3º a 0.09. No trenó para 4, vitória do russo Alexander Kasjanov com 1:41.89, dias antes de ser desclassificados dos Jogos de Sochi-2014, quando ficou em 4º lugar tanto no trenó de 2 como no de 4. O britânico Lamin Deen ficou em 2º em seu 1º pódio da carreira em Copas do Mundo. Primeiro pódio de um trenó britânico desde dezembro/2013! No feminino, vitória da canadense Kaillie Humphries com 1:46.67, com boa vantagem em casa sobre a americana Jamie Greubel com 1:47.15.

Classificação Duplas Masculinas (após 3 de 8 eventos): 1) Justin Kripps (CAN) 612; 2) Chris Spring (CAN) 577; 3) Nico Walther (GER) 545

Classificação Quartetos Masculinos (após 3 de 8 eventos): 1) Johannes Lochner  (GER) 601; 2) Nico Walther (GER) 577; 3) Justin Kripps (CAN) 562

Classificação Duplas Femininas (após 3 de 8 eventos): 1) Kaillie Humphries (CAN) 660; 2) Jamie Greubel Poser (USA) 627; 3) Elana Meyers Taylor (USA) 610

No skeleton, o sul-coreano Yun Sung-bin venceu em Whistler a 2ª etapa com 1:44.34 contra 1:45.09 do russo Nikita Tregubov enquanto Martins Dukurs ficou apenas em 6º. No feminino, 3ª vencedora diferente este ano em 3 etapas. Agora foi a vez da alemã Jacqueline Lölling com 1:48.38 a frente da canadense Jane Channell com 1:48.61.

Classificação Masculina (após 3 de 8 eventos): 1) Yun Sung-bin (KOR) 660; 2) Martins Dukurs (LAT) 611; 3) Tomass Dukurs (LAT) 568

Classificação Feminina (após 3 de 8 eventos): 1) Jacqueline Lölling (GER) 585; 2) Tina Hermann (GER) 554; 3) Elisabeth Vathje (CAN) 546

No luge, na pista alemã de Winterberg, o italiano Kevin Fischnaller foi a surpresa da 2ª etapa ao vencer no masculino com 1:45.528 contra 1:45.595 do alemão Felix Loch. Kevin é primo de Dominik Fischnaller, bronze no último mundial. Na prova de sprint, vitória de Felix Loch. No feminino, mais uma vitória de Natalie Geisenberger, sua 40ª na carreira! A alemã fez 1:53.484 contra 1:53.832 da compatriota Tatjana Hüfner. No sprint, dobradinha americana com Emily Sweeney e Summer Britcher. Nas duplas, Toni Eggert e Sasche Benecken venceram com 1:27.340 contra 1:27.577 de Tobias Wendl e Tobias Arlt. No sprint, eles inverteram a posição.

Classificação Masculina (após 3 de 14 eventos): 1) Felix Loch (GER) 255; 2) Semen Pavlichenko (RUS) 240; 3) Wolfgang Kindl (AUT) 182

Classificação Feminina (após 3 de 14 eventos): 1) Natalie Geisenberger (GER) 270; 2) Tatjana Hüfner (GER) 215; 3) Emily Sweeney (USA) 170

Classificação Duplas (após 3 de 14 eventos): 1) Toni Eggert/Sasche Benecken (GER) 285; 2) Tobias Arlt/Tobias Wendl (GER) 255; 3) Ludwig Rieder/Patrick Rastner (ITA) 181

Curling

Niklas Edin (SWE)

Está difícil acabar com o domínio europeu do sueco Niklas Edin no campeonato continental. A equipe sueca empatou na 1ª fase com a Suíça de Peter de Cruz, com 8 vitórias e 1 derrota. A única derrota do sueco foi pra inexpressiva equipe holandesa de Jaap van Dorp. Nas semifinais, venceram o time norueguês de Thomas Ulsrud por 8-3 enquanto De Cruz perdeu 9-8 para a Escócia de Kyle Smith. Na decisão, Edin venceu por 10-5 (4 pedras no 10º end) Smith para faturar seu 6º título europeu, o 4º seguido!

Entre as mulheres, o título ficou com a escocesa Eve Muirhead. Na 1ª fase, show da Suécia de Anna Hasselborg com 9 vitórias contra 7 de Muirhead. Nas semifinais, Muirhead venceu 7-5 a Suíça e Hasselborg 7-3 a Itália. Na decisão, em uma partida bem truncada, a equipe escocesa conseguiu pontuar nos 3 ends finais esair do empate de 3-3 para a vitória em 6-3 eo 2º título continental.