Resumo olímpico da semana

Tênis

gettyimages-852814420

Bia Haddad Maia segue em seu melhor ano da carreira com uma excelente campanha no WTA de Seul. A paulista chegou a sua 1ª final de um torneio WTA, perdendo para a campeã de Roland Garros e 10ª do mundo, a letã Jelena Ostapenko.

Bia passou pela ucraniana Katarina Zavatska por 46 63 61, depois venceu a romena Irina-Camelia Begu por 63 46 62, a espanhola Sara Sorribes Tormo por 64 64 e na semifinal eliminou a holandesa Richel Hogenkamp por 61 76(7). Na decisão, perdeu por 67(5) 61 64 para Ostapenko para ficar com o vice. Com a excelente campanha, Bia chegou ao 58º lugar do ranking mundial!

Tênis de Mesa

hugo_calderano_aberto_da_c3a1ustria_09_2017

Hugo Calderano. Foto: CBTM

Em mais uma ótima campanha, Hugo Calderano chegou nas 4as de final do Aberto da Áustria de tênis de mesa, em Linz. 26º do mundo, Calderano entrou direto na forte chave principal.

Ele venceu na estreia por 4-2 o japonês Masataka Morizono, venceu por 4-2 o forte alemãs Bastian Steger, dono de duas medalhas olímpicas por equipe, mas perdeu nas 4as para o francês Simon Gauzy por 4-0. Nas duplas, Calderano e Gustavo Tsuboi perderam na estreia por 3-0 para os chineses Fang Bo e Zhou Yu.

Outros Esportes

– Às vésperas dos Mundiais Juvenil e Adulto, Marcus Vinícius de Almeida bateu o recorde brasileiro no duplo 70m com 682 pontos em 720 possíveis em prova estadual em Maricá. Ele melhorou em 11 pontos a marca anterior dele mesmo.

Patrícia Freitas terminou o Mundial de RSX em 22º lugar na raia olímpica de Enoshima, onde serão disputados os Jogos de 2020. O domínio foi total chinês, com pódio completo no feminino e ouro e bronze no masculino.

Beatriz Ferreira foi o destaque do campeonato brasileiro de boxe feminino, ficando com o título dos 60kg e eleita a melhor atleta do torneio. Ela é o principal nome do boxe neste ciclo olímpico.

Ygor Coelho não conseguiu passar pelo quali do forte Aberto do Japão. Ele perdeu na 1ª rodada por 21-10 21-14 para o sul-coreano Lee Dong Keun.

Adilson da Silva terminou em 50º na Diamond Cup de golfe, válida pelo circuito asiático, com 287 tacadas, 15 acima do campeão.

Natália Gaudio venceu as provas de arco e maças no Brasileiro de ginástica rítmica, enquanto Bárbara Domingos levou as provas de bola e fita.

Anúncios

Resumo olímpico da semana

Vôlei

Captura de Tela 2017-09-13 às 00.48.37

Foto: FIVB

O Brasil ficou com a prata na Copa dos Campeões de Vôlei feminino no Japão, após 3 vitórias em 5 jogos. Começou vencendo por 3-1 a Rússia, depois perdeu de 3-2 para a China e para o Japão, antes de vencer 3-0 a coreia do Sul e fechar a campanha com 3-0 sobre as americanas. A China ficou com o ouro de maneira invicta e os Estados Unidos foram bronze também com 3 vitórias.

A seleção feminina encerra, assim, o ano com um excelente retrospecto, de 3 ouros (Grand Prix, torneio de Montreux e Sul-Americano) e uma prata em 4 competições, mas mostrou muita inconstância, embora esteja em renovação.

Canoagem Slalom

Ana Sátila não medalhou por pouco na etapa final da Copa do Mundo em La Seu D’Urgell, na Espanha. Na última competição antes do Mundial no fim do mês na França, Ana chegou às finais das duas provas que disputou. No K1, depois de fazer o melhor tempo na semifinal, acabou ficando em 4º lugar na decisão com 99.93, a 1.78 do bronze. A vitória foi da alemã Ricarda Funk com 96.82. No C1, que agora é olímpica, Ana Sátila terminou em 7º com 115.69, ficando a 2.68 do pódio. O ouro ficou com a espanhola Nuria Vilarrubla com 108.37.

Pedro da Silva, finalista olímpico, parou na semifinal do K1 em 25º.

Hipismo

A equipe brasileira formada por Pedro Muylaert/Prince Royal Z MFS, Yuri Mansur/Babylotte, Pedro Veniss/Quabri de Isle e Eduardo Menezes/Quintol foi prata na Copa das Nações no CSIO5* de Spruce Meadows, no Canadá. Somando 8 pontos, o Brasil empatou com os Estados Unidos, que contou com a bicampeã olímpica Beezie Madden. No desempate, Madden e Muylaert zeraram, mas a americana fez o percurso em 39.21 contra 39.75 do brasileiro.

Este torneio não valeu pro circuito da Copa das Nações. Apesar disso, o Brasil já está classificado pra etapa final, que será no fim do mês em Barcelona e contará com os mesmos 4 cavaleiros acima e também com Marlon Zanotelli.

Outros Esportes

img-20170910-wa0011

Equipe de karatê na Alemanha. Foto: CBK

– Os atletas brasileiros conquistaram 2 pratas na etapa final da Karate1 Premier League na Alemanha. Campeão no ano passado, Douglas Brose perdeu na final dos 60kg por 6-2 para o russo Evgeny Plakhutin. Nos 67kg, Vinicius Filgueira também perdeu na decisão 5-3 para o japonês Hiroto Gomyo.

Adilson da Silva fica em 37º no Omega European Masters de golfe, válido pelos fortes Tours Europeu e Asiático, na Suíça. Ele somou 276 tacadas, 10 acima do campeão, o inglês Matthew Fitzpatrick e ganhou 1,2029 potnos no ranking mundial. No Tour Latinoamericano, no México, nenhum brasileiro passou pelo corte.

Shayanne da Silva foi a única brasileira no Mundial Cadete de lutas, em Atenas. Nos 49kg, ela perdeu na estreia de 10-0 por superioridade para a ucraniana Tetiana Profatitilova, que foi bronze na categoria.

Resumo olímpico da semana

Vôlei de Praia

larissa-e-talita

Larissa e Talita

Larissa e Talita venceram o 3º título da temporada no circuito mundial, agora na cidade polonesa de Olsztyn. Tiveram uma certa dificuldade nas 8as contra as alemãs Borger/Kozuch, vencendo com 15-12 no 3º set. Na semifinal, duelo brasileiro contra Ágatha/Duda e vitória nos detalhes com 21-19 24-22. Na decisão, venceram as canadenses Pavan/Humana-Paredes de virada por duros 20-22, 21-18, 16-14. Ágatha/Duda ficaram com o bronze, com WO das americanas Walsh/Branagh.

No masculino, uma das piores etapas do ano pras duplas brasileiras. 3 das 5 duplas nem passaram da fase de grupos. Pedro Solberg/Guto caíram no playoff e Alison/Bruno Shcmidt ficaram nas 8as perdendo para russos por 21-17 21-18. Agora o foco é o Mundial, que começa nesta sexta-feira.

Atletismo

9399

Pedro Henrique Rodrigues

No Pan Sub20, a equipe brasileira conquistou 9 medalhas na fortíssima competição no Peru, sendo 1 ouro, 3 pratas e 5 bronzes. O único ouro veio no lançamento de dardo, com Pedro Henrique Rodrigues, com 74.58m. Nos 100m masculino, Paulo André de Oliveira foi prata com 10.46 e Felipe Bardi bronze com 10.47. Fabiele Alves com 51.15m no dardo e Gabriel dos Santos com 7,73m no salto em distância foram prata. Outros bronzes: Alencar Pereira (67,14m no martelo), Derick Silva (20.77 nos 200m), Italo Matheus de Araújo (1:49.87 nos 800m) e Jordan Santos (7.036 no decatlo).

O principal destaque do campeonato foi o revezamento 4x400m masculino dos EUA, que venceu com 3:00.33, batendo o recorde mundial Sub20 da prova. Os americanos venceram 24 ouros e 54 medalhas no total.

Outros Esportes

Rogério Dutra Silva chegou nas 4as do ATP250 de Umag, vencendo nas 8as o francês Gael Monfils, 13º do mundo, por 76(5) 46 63, mas perdeu nas 4as para o italiano Alessandro Giannessi por 67(3) 62 75. Ele chegou a sacar em 54 30-0, mas levou a virada. No ATP250 de Bastad, na Suécia, Thomaz Bellucci e André Sá chegaram na semifinal de duplas.

Ygor Coelho perdeu nas 8as do Aberto dos EUA de badminton em Anaheim. Ele venceu duas partidas até perder para o indiano Sameer Verma por 18-21 21-14 21-18.

– No brasileiro de Mountain Bike no ES, vitórias de Luiz Cocuzzi no masculino e de Raiza Goulão no feminino.

Alexandre Rocha não passou no corte de torneio no Nebraska, válido pelo web.com Tour.

– Na Copa do Mundo de triatlo em Tiszaujvaros, na Hungria, no formato sprint com semifinais e finais, Manoel Messias foi 3º na sua semi, mas não terminou a final.

Resumo olímpico da semana

Atletismo

fabianamoraesiberoamericanathleticschampionships3mfkovlkgcxl

Fabiana Moraes

Marca excepcional de Fabiana Moraes nos 100m com barreiras. A atleta do Pinheiros venceu a prova em meeting na cidade espanhola de Ávila com 12.84 (+0,8m/s), seu recorde pessoal. Além da marca pessoal, ela fez a 2ª melhor marca da história para uma atleta sul-americana, perdendo apenas para o recorde continental de Maurren Maggi, de 12.71 desde 2001! Fabiana também atingiu o índice pro Mundial de Londres.

Na etapa marroquina de Rabat da Diamond League, o finalista olímpico Altobeli da Silva foi oitavo nos 3.000m com obstáculos com bons 8:23.67, melhorando seu recorde pessoal em pouco mais de 2s. Outros 3 brasileiros competiram. Darlan Romani foi 6º no arremesso de peso com 21,08m, Núbia Soares fez apenas 13,69m no salto triplo e Thiago Bráz mais uma vez decepcionou, ficando sem marca no salto com vara. Queimou as três em 5,40m.

Em São Bernardo, Lucas da Silva Carvalho ratificou o índice pro Mundial nos 400m com 45.37, melhorando o tempo que tinha de 45.45. No lançamento de martelo, Allan Wolski melhorou seu recorde pessoal para bons 75,22m, 3ª melhor marca da história na América do Sul, mas ainda abaixo do índice pro Mundial, que é de 76m.

Skate

Captura de Tela 2017-07-18 às 23.38.24

Letícia Bufoni

No X-Games em Minneapolis, Kelvin Hoefler deu show na prova de street, que será olímpica em Tóquio. Ele fez uma prova quase perfeita na 2ª passagem tirando espetaculares 92,33 para levar o ouro a frente dos americanos Alec Majerus (88,66) e Nyjah Huston (88,00). Após a sua excelente passagem, Kelvin rasgou no meio a camiseta para comemorar.

Na prova feminina, Leticia Bufoni ficou com o bronze com 82,00, atrás da japonesa de 15 anos Aori Nishimura (87,66) e da americana Samarria Brevard (84,66).

Outros Esportes:

Ygor Coelho chegou às 4as do GP do Canadá de badminton em Calgary. Ele venceu 3 partidas até perder de 21-9 21-9 para o sul-coreano Lee Hyun-il, cabeça 1 do torneio.

Gideoni Monteiro ficou em 5º em prova de Omnium na Itália com 104 pontos. A vitória foi do italiano campeão olímpico Elia Viviani.

Alexandre Rocha foi 29º em competição de golfe em Utah, válida pelo web.com Tour. Ele somou 269 tacadas, 6 a mais que o campeão, mas não pontuou pro ranking mundial.

– Em sua primeira prova desde setembro, Pamella Oliveira foi 23ª na etapa de Hamburgo da Série Mundial de triatlo, no formato sprint, com 1:01:23 em prova vencida por Flora Duffy, de Bermudas, com 59:00. Vittoria Lopes foi 33ª e Beatriz Neres 42ª. No masculino, Danilo Pimentel foi 45º e Manoel Messia não terminou.

Resumo olímpico da semana

Saltos Ornamentais

p1bkes1bn4hfg1trc1u3p3fq1nfk7_crop

Isaac Souza Filho no topo do pódio

Uma semana antes da estreia no Mundial de Esportes Aquáticos, a equipe brasileira de saltos ornamentais conquistou 5 medalhas no GP de Saltos em Bolzano, na Itália. Isaac Souza Filho foi o grande destaque do país ao ficar com o ouro na plataforma masculina com a pontuação de 394,00. Na prova feminina, Ingrid Oliveira ficou com a prata com 282,00 atrás da chinesa Zhang Nanju com 292,55.

Tammy Galera ficou com o bronze no trampolim com 263,80 e ainda faturou mais duas medalhas nos saltos sincronizados. No trampolim feminino ao lado de Luana Lira ficou com o bronze (eram 4 países na disputa) e no trampolim misto ao lado de Ian Matos foi prata (eram 3 países). A equipe segue para Budapeste onde já faz sua estreia nesta sexta-feira no trampolim de 1m.

Remo

2017-07_copa-lucerna-06

Pódio na Copa do Mundo

Na 3ª etapa da Copa do Mundo em Lucerna, Suíça, a dupla de Xavier Maggi e Willian Giaretton, que estiver no Rio-2016 no Double skiff leve, faturou a medalha de bronze no Dois Sem Leve, prova que não é olímpica, com 6:37.50, atrás de Irlanda com 6:34.00 e Rússia com 6:36.28. Na etapa anterior, eles já haviam ficado com o bronze, mas eram apenas 3 barcos na disputa. Desta vez, foram 6 embarcações e a dupla ficou a frente de 3: Grã-Bretanha, França e Noruega. Uma boa prova.

Foram ainda outros 3 barcos. No Single skiff masculino peso leve, não olímpico, Uncas Batista venceu a Final C, terminando em 13º no geral entre 26. Mas nas prova olímpicas do single skiff, tanto Lucas Ferreira no masculino como Milena Viana no feminino venceram a Final E. Provas bem ruins

Lutas

A seleção brasileira cadete disputou em Buenos Aires, na Argentina, o Pan da modalidade da categoria. Com 17 atletas no total, o Brasil voltou com 5 medalhas, todas no feminino. Maria Elizabeth da Silva, nos 56kg, foi a única medalha de prata, enquanto Ketellen do Nascimento (43kg), Letícia Pimenta (49kg), Júlia de Oliveira (60kg) e Thaissa Ribeiro (70kg) ficaram com a medalha de bronze.

Na luta livre masculina, foram 5 derrotas nas disputas do bronze. Entre eles, Igor Queiroz, que perdeu o bronze tanto na livre como na Greco-romana. Boa parte da equipe permanece na capital argentina pro Sul-Americano.

Vôlei de Praia

Pela primeira vez no ano o Brasil não venceu um ouro em uma prova de 4 ou 5 estrelas no circuito mundial. No Major de Gstaad, na Suíça, Larissa e Talita foram derrotadas na final para as alemãs Chantal Laboureur e Julia Sude por 21-18, 22-20, ficando com a prata. Entre os homens, Álvaro/Saymon e Evandro/André perderam na semi e se enfrentaram na disputa do bronze, onde Álvaro/Saymon venceram com 21-12, 21-18. O título ficou com os americano Phil Dalhausser/Nick Lucena, com 21-18, 21-19 sobre os poloneses Losiak/Kantor.

Ainda assim, o Brasil está disparado no quadro de medalhas do circuito, com 9 ouros, 3 pratas e 4 bronzes. EUA vem atrás com 4-1-1.

Outros Esportes

Pedro Barros venceu a etapa de Vancouver do Vans Park Series com a espetacular nota de 95,53.

– Na etapa de Lausanne da Diamond League, o revezamento 4x100m feminino do Brasil ficou com a prata com 42.97, atrás da Suíça com 42.53. No arremesso de peso, Darlan Romani fez apenas um arremesso válido, com 20,07m, terminando em 10º. Na etapa de Londres no domingo, Rosângela Santos fez 11.25 na semifinal dos 100m e na final melhorou para 11.22, ficando em 8º lugar. Vitória foi da campeã olímpica Elaine Thompson com 10.94. Em meeting em Sotteville-Lès-Rouen, na França, Geisa Coutinho venceu os 400m com  51.93. Em Nembro, Itália, Altobeli da Silva venceu os 3.000m (SEM obstáculos) com 7:51.48.

– No Pan Juvenil de pólo aquático em Lima, o Brasil ficou com duas pratas por pouco. No masculino, perdeu a final pros EUA por 6-5 e no feminino foi derrotado pelas americanas por 9-7.

– Depois do 10º lugar na semana anterior, Henrique Avancini foi 22º na Copa do Mundo de Mountian Bike em Lenzerheide, na Suíça, com 1:33:42. O campeão foi, mais uma vez, Nino Schurter, com 1:29:48. No feminino, Raiza Goulão foi 20ª com 1:34:52 entre 67 que terminaram.

Alexandre Rocha não passou no corte no LECOM Health Challenge, válido pelo web.com Tour de golfe.

– Na Classe Star, que deixou de ser olímpica no Rio-2016, Lars Grael e Samuel Gonçalves ficaram com a medalha de prata no Mundial disputado na Dinamarca. Com 20 pontos perdidos, ficaram atrás dos noruegueses Eivind Melleby e Joshua Revkin, com 18.

Resumo olímpico da semana

Ciclismo

0xwx27dcxd

Henrique Avancini

Henrique Avancini fez excelente prova na Copa do  Mundo de mountain bike, em Vallnord, Andorra. O ciclista da equipe Cannondale Factory Racing XC ficou boa parte da prova em 7º lugar e terminou em 10º com 12:24:52. O campeão foi o mito suíço Nino Schurter com 1:23:28. A posição de Henrique só não foi melhor pois ele precisou ajudar um ciclista da sua equipe, que chegou em 7º. No feminino, uma boa prova de Raiza Goulão, que terminou em 14º com 1:31:05, 5min atrás da campeã, a ucraniana Yana Belomoina.

Judô

O Brasil arrasou a concorrência no Pan Cadete e Juvenil, em Cancun, conquistando 12 ouros em cada categoria, entre 16 possíveis. No cadete, foram 12 ouros, 3 pratas e 2 bronzes, sendo 5 vitórias no masculino e 7 no feminino.

No juvenil, foram 12 ouros, 1 pratas e 2 bronzes, 6 ouros de cada gênero. O destaque foi Laura Ferreira, que venceu o ouro nas duas categorias de idade, ambos na categoria 44kg.

Vôlei de Praia

2017porecmajorgoldmedalwinnersbrazilsgutocravalhaesleftandpedrosolberg_lnzamrn

Guto/Pedro Solberg

No Major de Porec, na Croácia, vitória brasileira no masculino com Pedro Solberg e Guto. A dupla teve que disputar o country quota e passar pelo qualificatório até chegar ao ouro, vencendo 9 jogos seguidos! Na decisão, venceram os italianos vice olímpicos Nicolai/Lupo por 18-21, 25-23, 15-9.

Os campeões olímpicos e mundiais Bruno Schmidt e Alison ficaram com o bronze ao derrotar a dupla russa Stoyanovskiy/Yarzutkin por 21-15 21-18. No feminino, Bárbara e Fernanda Berti chegaram à semifinal, mas ficaram sem medalha, em 4º lugar.

Outros Esportes

Ana Sátila bateu duas vezes na trave nas semifinais da 3ª etapa da Copa do Mundo de Canoagem Slalom. Ela foi 11ª na semi do C1 e em 14º lugar na semi do K1. Ninguém mais pegou semifinal na etapa.

Fernando Ferreira venceu salto em altura em prova em São Bernardo com 2,30m e obteve o índice pro Mundial de Londres. É o 2º com índice na prova, juntando-se a Talles Silva.

– No Brasileiro de BMX, Anderson Ezequiel e Júlia Alves ficaram com o título em Campo Bom (RS).

Pedro Veniss montando Quabri de l’Isle venceu po GP Pan American 5* Rolex a 1,60m em Calgary, no Canadá. Somente 3 conjuntos dos 40 zeraram. No desempate, deu Pedro com 51.46 em faltas.

Resumo olímpica da semana

Natação

Atletas brasileiros venceram 7 medalhas no Torneio Sette Colli, em Roma. Último torneio de preparação pro Mundial de Budapeste, que começa em 14 de julho. Bruno Fratus ficou com o único ouro, com 21.86 nos 50m livre. César Cielo foi 5º com 22.20. Nos 100m livre, Fratus foi prata com 48.75 enquanto Marcel Chierighini ficou em 6º com 49.00. Nos 50m peito, João Gomes Jr ficou em 2º com 26.95, atrás apenas da lancha Adam Peaty, com 26.61.

Também medalharam Etiene Medeiros com a prata nos 50m costas com 27.82, Nicholas Santos prata nos 50m borboleta com 23.08, Thiago Simon bronze nos 200m medley com 1:59.99 e Brandonn Almeida bronze nos 400m medley com 4:15.30

p1bjdm6akdj20ec299j8o6s2l7_crop

Viviane Jungblut no pódio, à esquerda

Um dos principais destaques no Maria Lenk em maio, Viviane Jungblut conquistou a medalha de prata na Copa do Mundo de Águas Abertas 10km, em Setúbal, Portugal.Foi apenas a sua 2ª prova deste nível. Ela completou a prova em 1:37:37.23, apenas 0.95 atrás da italiana Rachele Bruni, vice-campeã olímpica.

Tênis de Mesa

35439925805_66ec667ce2_o

Bruna Takahashi

Bruna Takahashi deu show no Pan Jr de tênis de mesa em Buenos Aires, faturando 3 ouros e 1 prata. No individual, venceu na decisão a porto-riquenha Adriana Diaz por 4-3 (7-11, 6-11, 11-3, 11-5, 13-11, 6-11, 12-10). Nas duplas femininas, ao lado de Alexia Nakashima, venceu 3-1 as americanas Amy Wang/Crystal Wang e nas mistas com Siddharta Almeida venceu por 3-0 na final brasileira Alexia e Carlos Ishida.

Por equipes, veio a única prata, ao perderem na decisão para a equipe americana por 3-2, sendo que Bruna venceu suas duas partidas na decisão. Bruna venceu todas as 13 partidas individuais e 9 de duplas que disputou! Carlos Ishida foi prata no tornei masculino ao perder na decisão de 4-0 pro americano Kanak Jha e ajudou a equipe brasileira a ficar com a prata, também perdendo na decisão pros americanos.

Outros Esportes:

– O Campeonato Brasileiro Sub-18 de atletismo definiu a equipe que irá ao Mundial Sub18 no Quênia em julho. Serão 16 atletas, sendo 7 no masculino e 9 no feminino. Principal destaque da equipe é Lorraine Martins, classificado nos 100m e nos 200m, com tempos entre as 8 melhores da categoria.

– Na 2ª etapa da Copa do Mundo de Canoagem Slalom, em Augsburg, Alemanha, Ana Sátila conquistou a melhor colocação do Brasil, com o 8º lugar na final do C1, mesmo perdendo uma porta. No K1, ela perdeu duas portas na semifinal, ficando em 30º lugar. Felipe Borges também chegou na semifinal, no C1, ficando em 26º.

– Após seletiva, CBG convocou os atletas para o Pan de Ginástica Artística de Especialistas, em agosto, e para os Jogos Sul-Americanos da Juventude, em outubro. Para o Pan irão: Caroyne Pedro e Flávia Saraiva no feminino e Péricles Silva, JAred Azarini, Caio Souza e Arthur Zanetti no masculino.

Robert Scheidt e Gabriel Borges começaram muito bem na Semana de Kiel de vela, na Classe 49er, mas caíram muito de rendimento e terminaram em 17º entre 69 barcos. Carlos Lorente e Marco Grael ficaram em 15º.

Henrique Avancini foi 30º no Mundial de Mountain Bike Maratona, na Alemanha. Ele completou o percurso em 3:26:03. O vencedor foi o austríaco Alban Lakata, com 3:17:24. Na Espanha, Raiza Goulão venceu prova em Moralzarzal, faturando mais 30 pontos pro ranking mundial. Em Goiânia, na 2ª etapa da Taça Brasil, vitórias de Erika Gramiscelli e Luiz Cocuzzi. 30 pontos no ranking para cada, também.

– Juliana e Carol Horta perderam nas 4as do Aberto de Nantong de vôlei de praia. Única dupla brasileira na China, foram derrotadas pela dupla russa Abalakina/Dabizha por 21-16, 17-21, 15-12.

Alexandre Rocha foi 59º no Licoln Land Charity Championship, válido pelo circuito web.com Tour de golfe com 279 tacadas no total, 9 acima do campeão.

Yuri Mansur é 5º no Global Champions Tour de Monaco montando Unita Ask. Mesmo zerando no desempate, ele ficou em 5º.

Rugby 7s, handebol, tiro com arco e atletismo em posts individuais.