Maria Lenk – Dia 1

Ótimo início de competição nesta sexta-feira na piscina olímpica! Com mais 3 índices e uma super prova dos 100m peito.

400m medley masculino

Já com índice obtido em dezembro no Open, Brandonn Almeida nadou tranquilamente nas eliminatórias com 4:24.97 para vencer a final com 4:14.63, confirmar o índice e garantir seu nome nos Jogos. Brandonn esta bem consistente, praticamente com o mesmo tempo que he deu o ouro no Pan e no Open, mas já deveria estar nadando para 4:12. Leonardo Coelho foi prata com 4:21.17 e Caio Pumputis bronze com 4:24.88. Thiago Pereira não defenderá a sua prata conquistada em Londres.

100m borboleta feminino

0d6ec976230c4c54aa2d1c99a9bf5810

Daiene Dias. Foto: Satiro Sodré

Ninguém havia feito o índice para esta prova ainda. Nas eliminatórias, Daiene Dias entrou na lista olímpica com 58.04 e Etiene Medeiros fez índice em sua 3ª prova com 58.49. Na final, Daiene piorou um pouco com 58.07, nadando mais uma vez muito bem. Daynara de Paula foi prata com 58.38 e também colocou seu nome na equipe olímpica. Natália de Luccas completou o pódio com 59.81.

400m livre masculino

Único com índice, Luiz Altamir Melo nadou mal pela manhã com 3:57.23 e foi pra Final B, mas ele poderia ser campeão brasileiro, pois o regulamente para este ano mudou. Na Final A, Miguel Valente foi o melhor com 3:51.62, ficando sem índice por 1.18. Giovany Lima ficou em 2º com 3:54.61 e Luiz Altamir completou o pódio com 3:55.00 na Final B. Ele será o único representante da prova no Rio-2016.

400m medley feminino

Joanna Maranhão não tem adversárias no Brasil e sobrou com 4:38.66, ratificando o índice e ficando muito próximo do seu recorde brasileiro de 4:38.07. Para pegar final olímpica, terá que nadar para 4:36. A argentina Florencia Perotti foi prata com 4:45.30 e Gabrielle Roncatto foi bronze com 4:47.65.

100m peito masculino

 

Para fechar o dia, uma das melhores provas brasileiras. Com 4 já com índice no Pan, a briga prometia. Pela manhã, João Gomes Jr. se pôs em 1º na lista olímpica com excelentes 59.06, 2º melhor tempo do mundo no ano, apenas atrás do britânico Adam Peaty. Felipe França repetiu o tempo do Open pela manhã com 59.56. Na final, João mostrou que superou a suspensão por doping para vencer com 59.10, piorando um pouco o tempo da manhã, que o daria bronze no Mundial do ano passado. França ficou com a prata com 59.36 e será o 2º representante brasileiro nos Jogos. Foram mais 3 nadando abaixo do índice na final, onde Pedro Cardona, de 19 anos, foi bronze com 1:00.11.

Neste sábado teremos: 100m costas fem, 200m livre masc, 100m peito fem, 100m costas masc e 400m livre fem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s