Resumo olímpico da semana

Vôlei

Captura de Tela 2017-09-13 às 00.48.37

Foto: FIVB

O Brasil ficou com a prata na Copa dos Campeões de Vôlei feminino no Japão, após 3 vitórias em 5 jogos. Começou vencendo por 3-1 a Rússia, depois perdeu de 3-2 para a China e para o Japão, antes de vencer 3-0 a coreia do Sul e fechar a campanha com 3-0 sobre as americanas. A China ficou com o ouro de maneira invicta e os Estados Unidos foram bronze também com 3 vitórias.

A seleção feminina encerra, assim, o ano com um excelente retrospecto, de 3 ouros (Grand Prix, torneio de Montreux e Sul-Americano) e uma prata em 4 competições, mas mostrou muita inconstância, embora esteja em renovação.

Canoagem Slalom

Ana Sátila não medalhou por pouco na etapa final da Copa do Mundo em La Seu D’Urgell, na Espanha. Na última competição antes do Mundial no fim do mês na França, Ana chegou às finais das duas provas que disputou. No K1, depois de fazer o melhor tempo na semifinal, acabou ficando em 4º lugar na decisão com 99.93, a 1.78 do bronze. A vitória foi da alemã Ricarda Funk com 96.82. No C1, que agora é olímpica, Ana Sátila terminou em 7º com 115.69, ficando a 2.68 do pódio. O ouro ficou com a espanhola Nuria Vilarrubla com 108.37.

Pedro da Silva, finalista olímpico, parou na semifinal do K1 em 25º.

Hipismo

A equipe brasileira formada por Pedro Muylaert/Prince Royal Z MFS, Yuri Mansur/Babylotte, Pedro Veniss/Quabri de Isle e Eduardo Menezes/Quintol foi prata na Copa das Nações no CSIO5* de Spruce Meadows, no Canadá. Somando 8 pontos, o Brasil empatou com os Estados Unidos, que contou com a bicampeã olímpica Beezie Madden. No desempate, Madden e Muylaert zeraram, mas a americana fez o percurso em 39.21 contra 39.75 do brasileiro.

Este torneio não valeu pro circuito da Copa das Nações. Apesar disso, o Brasil já está classificado pra etapa final, que será no fim do mês em Barcelona e contará com os mesmos 4 cavaleiros acima e também com Marlon Zanotelli.

Outros Esportes

img-20170910-wa0011

Equipe de karatê na Alemanha. Foto: CBK

– Os atletas brasileiros conquistaram 2 pratas na etapa final da Karate1 Premier League na Alemanha. Campeão no ano passado, Douglas Brose perdeu na final dos 60kg por 6-2 para o russo Evgeny Plakhutin. Nos 67kg, Vinicius Filgueira também perdeu na decisão 5-3 para o japonês Hiroto Gomyo.

Adilson da Silva fica em 37º no Omega European Masters de golfe, válido pelos fortes Tours Europeu e Asiático, na Suíça. Ele somou 276 tacadas, 10 acima do campeão, o inglês Matthew Fitzpatrick e ganhou 1,2029 potnos no ranking mundial. No Tour Latinoamericano, no México, nenhum brasileiro passou pelo corte.

Shayanne da Silva foi a única brasileira no Mundial Cadete de lutas, em Atenas. Nos 49kg, ela perdeu na estreia de 10-0 por superioridade para a ucraniana Tetiana Profatitilova, que foi bronze na categoria.

Resumo da semana passada

Vela

captura-de-tela-2017-02-01-as-23-17-39

Martine Grael e Kahena Kunze

Miami recebeu a 1ª etapa da Copa do Mundo de vela, com poucos nomes fortes da modalidade. Com uma equipe de nomes consagrados e apostas pro futuro, o Brasil venceu duas classes. As campeã olímpicas Martine Grael/Kahena Kunze fizeram uma competição excelente. Venceram 3 das 13 regatas (incluindo a regata da medalha) e ficaram com o ouro com apenas 35 pontos perdidos contra 56 de dupla norueguesa, que ficou em 14º no Rio-2016. Na Classe Finn, Jorge Zarif foi quase perfeito. O paulista 4º nos Jogos do Rio venceu 6 das 11 regatas e tinha tanta vantagem que bastava não ser desclassificado na regata da medalha para ficar com o ouro. Ele somou apenas 23 pontos contra 51 do britânico Ben Cornish.

Em sua primeira competição importante juntos, Robert Scheidt e Gabriel Borges alternaram regatas médias com regatas ruins e ficaram em 16º na 49er entre 26 barcos. A dupla está em fase de adaptação, importante principalmente pro nosso bicampeão olímpico, que acaba de fazer um ciclo na Laser, que é muito diferente da 49er. Henrique Haddad/Breno Abdulklech ficaram em 9º na 49er e Bruno Fontes foi 10º na Laser.

Atletismo

64537d07-c4c7-4b02-8993-0c897b9f4002

Thiago Braz. Foto: Jean-Pierre Durand

Em sua primeira prova no ano, o campeão olímpico Thiago Braz venceu no sábado à noite o meeting indoor de Rouen, com 5,86m. Competindo contra os grandes nomes da prova, Thiago deixou para trás o grego Kontadinos Filippidis, 2º com 5,70m, o canadense campeão mundial Shawn Barber em 5º.

Vindo de uma contusão no quadriceps, o francês Renaud Lavillenie decepcionou e foi apenas 7º com 5,50m. Thiago e Lavillenie voltam a se enfrentar no fim de semana em outra prova indoor na França.

Outros Esportes

– Por conta da suspensão basquete brasileiro pela FIBA, o Brasil foi excluído do Mundial Sub19 feminino, que será disputado no final de julho.

Gabriela Cecchini foi 38ª na Copa do Mundo juvenil de florete em Mödling, perdendo na estreia da chave final por 15-13 para a polonesa Beata Zurowska. Em Aix-em-Provence, Pedro Marostega foi 60º na Copa do Mundo Juvenil de florete. Ele também chegou à chave final, mas perdeu na estreia por 15-10 para o americano Andrew Zheng.

Alexandre Rocha não passou pelo corte em torneio de golfe nas Bahamas válido pelo web.com Tour por uma tacada.

– Na Premier League de Paris de Karatê, Vinicius Filgueira perdeu nas 4as de final para atleta saudita na categoria 67kg por 4-1 e o Brasil ficou sem medalha. Única medalhista brasileira no último mundial, Valéria Kumizaki perdeu na 3ª luta para cazaque nos 55kg feminino.