Mundial de Tênis de Mesa – Dia 3

Num dia com dezenas e dezenas de jogos, Hugo Calderano foi o único brasileiro a sobreviver e chegar à 3ª rodada.

calderano-hugo-bra-7-m-53

Hugo Calderano. Foto: ITTF

Na 1ª rodada masculina, Calderano venceu o argentino Horacio Cifuentes por 4-2 (11-6, 9-11, 15-13, 11-7, 7-11, 11-1) num jogo duro pro brasileiro, que está tendo problemas com a bolinha usada na competição. Eric Jouti também venceu na estreia, com 4-2 (8-11, 13-11, 9-11, 11-5, 11-8, 11-9) sobre o chileno Felipe Olivares. Já Gustavo Tsuboi perdeu pro romeno Cristian Pletea por 4-0 (11-5, 11-8, 11-7, 11-5), Vítor Ishiy pro francês Can Akkuzu por 4-1 (11-4, 11-7, 11-8, 7-11, 12-10) e Thiago Monteiro pro português Marcos Freitas por 4-1 (12-10, 12-10, 9-11, 13-11, 11-8).

Na 2ª rodada, Calderano derrotou o japonês Kazuhiro Yoshimira por 4-2 (11-7, 14-12, 7-11, 10-12, 11-5, 11-8) e chegou às 16as de final. Jouti abriu 3-0 sobre o austríaco Daniel Habesohn, cabeça 25, mas levou uma bela virada e perdeu por 4-3 (4-11, 8-11, 3-11, 11-7, 11-6, 11-7, 11-8).

No feminino, Bruna Takahashi venceu na estreia a chilena Judith Morales por 4-0 (11-9, 11-6, 11-7, 11-5), mas caiu na 2ª rodada pra sul-coreana Suh Hyowon, cabeça 10, por 4-1 (11-7, 11-4, 9-11, 11-4, 11-3). Lin Gui perdeu na 1ª rodada pra japonesa cabeça 12 Hitomi Sato por 4-0 (11-3, 11-5, 11-3, 11-5).

Derrotas vieram nas duplas também. Na masculina, Eric Jouti e Gustavo Tsuboi perderam 4-1 (5-11, 11-9, 11-4, 12-10, 11-7) para os húngaros Nandor Ecseki/Adam Szudi e Vitor Ishiy/Thiago Monteiro perderam 4-1 (5-11, 11-9, 11-9, 11-8, 11-9) para a dupla de Taiwan Lin Yun-Ju/Wang Tai-Wei. Nas duplas femininas, Bruna Takahashi e a sérvia Andrea Todorovic caíram para as alemãs Chantal Mantz/Sabine Winter por 4-2 (10-12, 11-7, 11-4, 11-7, 8-11, 11-9).

Liebherr 2019 ITTF World Table Tennis Championships

Foto: ITTF

Dos 32 que sobraram na chave masculina, apenas 3 não são cabeças de chave e os 5 chineses avançaram sem problema. Na chave feminina, apenas 1 das 32 não é cabeça de chave e 23 são asiáticas. Calderano é o único americano que restou entre os homens. Já no feminino, temos 3 das Américas: a porto-riquenha Adriana Díaz, que vai pegar a cabeça 1 Ding Ning, a canadense Zhang Mo e a americana Jennifer Wu.

Nas duplas masculinas, a surpresa foi a derrota da dupla número 1 formada pelos japoneses Masataka Morizono/Yuya Oshima para os franceses Trista Flore/Emmanuel Lebesson por 4-3.

Curioso que como os chineses não jogam tantas etapas do circuito, eles não aparecem sempre no topo do ranking e com isso pegam chaves ruins. Ou seja, teremos duelos de chineses cedo. Nas duplas masculinas, femininas e nas mistas não há possibilidade de final chinesa.

Mundial de Tênis de Mesa – Dia 2

A segunda-feira seguiu com preliminares individuais e as primeiras rodadas de duplas. E pela 1ª vez na história o Brasil coloca 7 mesatenistas na chave principal de um Mundial.

No individual masculino, Thiago Monteiro venceu 4-0 (11-8, 12-10, 11-9, 11-7) o lituano Alfredas Udra e venceu o Grupo 10, avançando de fase. Pelo grupo 35, Vítor Ishiy venceu 4-0 (11-6, 11-2, 11-6, 11-3) o congolês Abiodun Lawal e também avançou. No feminino, Lin Gui derrotou 4-0 (11-4, 11-3, 11-9, 12-10) a mongol Bolor-Erdene Batmunkh pelo grupo 11 e chegou à chave principal. Já Jéssica Yamada perdeu 4-0 (11-9, 11-8, 11-4, 11-8) para a taiwanesa Liu Hsing-Yin, ficou em 2º no grupo 58 e foi eliminada. Pelo grupo 48 no masculino tivemos um curioso duelo de veteranos entre o dinamarquês Michael Maze, bronze em Atenas-2004 nas duplas, e o sérvio Aleksandar Karakasevic, que venceu por 4-3 e avançou de fase.

Captura de Tela 2019-04-22 às 23.10.39

Lin Gui. Foto: Abelardo Mendes Jr/rededoesporte.gov.br

Na 1ª rodada das duplas mistas, Gustavo Tsuboi/Bruna Takahashi perderam por 4-1 (11-4, 11-7, 3-11, 11-9, 13-11) para os suecos Mattias Falck/Matilda Ekholm e Eric Jouti/Lin Gui também foram derrotados na estreia da chave principal por 4-2 (8-11, 11-9, 11-4, 7-11, 11-7, 11-8) para os norte-coreanos Ham Yu Song/Cha Hyo Sim. A dupla cabeça de chave 1 perdeu na 2ª rodada. Wong Chun Ting/Doo Hoi Kem, de Hong kong, bronze nos dois últimos mundiais, caíram para os chineses Fan Zhendong/Ding Ning por 4-0 (11-7, 11-9, 18-16, 11-5).

Nas duplas masculinas, Eric Jouti/Gustavo Tsuboi venceram na 1ª rodada 4-0 (11-9, 11-5, 11-8, 11-7) os venezuelanos Cecilio Correa/Jan Medina e Vitor Ishiy/Thiago Monteiro passaram pelo cazaques Timur Kelbuganov/Denis Zholudev por 4-1 (11-7, 15-13, 11-8, 8-11, 12-10). Sem grandes surpresas nas outras partidas.

Já nas duplas femininas, Gui Lin/Jéssica Yamada perderam na 1ª rodada por 4-0 (11-4, 11-3, 11-5, 11-7) para as fortes romenas Elizabeta Samara/Bernadette Szocs, cabeças 8. Já Bruna Takahashi, que faz dupla com a sérvia Andrea Todorovic conseguiram uma excelente vitória de 4-3 (11-5, 11-9, 9-11, 11-3, 11-13, 6-11, 11-7) sobre a eslovaca Barbora Balazova e a checa Hana Matelova, cabeças 7.

Resumo olímpico da semana

Tênis

TENNIS-DAVIS-DOM-BRA

João Pedro Sorgi

Com equipe desfalcada, o Brasil sofreu para vencer a República Dominicana no Zonal Americano por 3-2.  Começando com João Pedro Sorgi, o Brasil perdeu o 1º jogo por 62 46 76(3) para José Hernandez-Fernandez. Na 2ª partida Thiago Monteiro sofreu para vencer Roberto Cid Subervi, 468º do ranking da ATP, por 67(6) 75 62. Nas duplas, Marcelo Melo e Marcelo Demoliner passaram com 63 64 sobre Nick Hardt e José Olivares. Nos jogos reversos de simples, Thiago perdeu 64 76(4) para Hernandez-Fernandez e o confronto chegou a 2-2.

No jogo decisivo, Sorgi, que é hoje o 364º do mundo obteve a vitória mais importante da carreira com 67(8) 61 64 sobre Cid Subervi e o Brasil venceu, marcando encontro com a Colômbia em abril, fora de casa.

Atletismo

Thiago Braz disputou na cidade alemã de Karlsruhe a 1ª etapa do novo circuito indoor da IAAF, mas queimou as 3 tentativa em 5,45m, terminando sem marca válida. A vitória foi do alemão Raphael Holzdeppe, com 5,88m.

Em Torneio Indoor em São Caetano do Sul, Talles Silva foi o destaque ao bater o recorde brasileiro indoor do salto em altura com 2,26m. Darlan Romani fez 21,06m no arremesso de peso e confirmou o índice pro Mundial Indoor. Já Vitor Hugo dos Santos fez 6.67 nos 60m e ficou a 0.04 do índice.

Gilberto Silvestre Lopes e Jenifer do Nascimento Silva venceram a Copa Brasil de Cross-Country, em Bragança Paulista e foram convocados para o Campeonato Pan-Americano, que será na outra semana em El Salvador. Também foram convocados os vices Valério de Souza Fabiano e Maria Aparecida Ferraz e os campeões da prova Sub-20 Francisco Perrout Lima e Raquel de Carvalho Xavier.

Tiro

n1542_002

Felipe Wu (centro). Reprodução

Felipe Wu disputou 3 provas da pistola de ar 10m no torneio Intershoot, na Holanda, saindo com 2 medalhas. No 1º dia ficou com o ouro após 576 na quali e 242,2 na final contra 239,8 do japonês Matsuda Tomoyuki. No 2º dia, fez os mesmo 576 pontos na quali, mas na final acabou em 5º após alguns tiros ruins. No 3º dia de prova, foi o 2º melhor na quali com 586 e na decisão perdeu pro veterano português João Costa por 241,7 a 241,4.

Esgrima

Atual 5º do ranking mundial juvenil na espada, Alexandre Camargo perdeu na 4ª rodada da Copa do Mundo juvenil em Sabac, na Sérvia e terminou na 28ª posição. Depois de passar pela fase de poules, ele foi bye na 1ª rodada, venceu belga por 15-9, norueguês por 15-8 até perder por 15-14 para francês Arthur Philippe. Por equipes, o Brasil fez uma boa campanha. Venceu na estreia 45-43 a Ucrânia e perdeu nas 8as 45-36 pra Hungria. Nos combates classificatórios venceu 42-40 a Romênia e 45-33 a Espanha, perdendo na disputa do 9º lugar 45-33 pra Suíça. Um bom 10º lugar.

Ana Beatriz Bulcão disputou a Copa do Mundo adulta de florete feminino em Alger, na Argélia, perdeu na 1ª rodada preliminar de 15-7 para australiana e terminou em 101º lugar.

Outros Esportes:

Raphaela Galacho foi prata no US Open de taekwondo, em Las Vegas. Cabeça 1, ela venceu 3 americanas e pegou mais uma na decisão, que precisou abandonar por conta de uma lesão para a americana Madelynn Gorman-Shore. Os brasileiros ganharam mais duas medalhas na categoria Jr e 3 no parataekwondo.

img-20180204-wa0005

Garipov no pódio em Zagreb. Foto: CBW

Marat Garipov, cazaque naturalizado brasileiro, foi medalha de prata no Grand Prix de Zagreb de luta greco-romana. Ele venceu duas lutas e perdeu na decisão pro turco Dogus Ayaczi por 8-0.

Ane Marcelle Santos e Lugui Cruz venceram a seletiva de tiro com arco para as etapas de Antalya (TUR) e Salt Lake City (USA) da Copa do Mundo. Eles foram os únicos a atingirem os índices no round duplo-70m nas duas tentativas. Ane Marcelle fez 648 no domingo (índice era 629) e Lugui fez 651 também no domingo (índice 650).

Adilson da Silva não passou pelo corte do Maybank Championship, na Malásia, válido pelo Tour Europeu e Asiático de golfe.

– A seleção de Rugby XV do Brasil derrotou por 16-14 o Chile na abertura do Campeonato das Américas, jogando fora de casa. Com a vitória, o Brasil subiu para 25º lugar no ranking mundial masculino, sua melhor colocação da história.

Brasil domina Pan de tênis de mesa

O Brasil já domina o Sul-americano e o Latino-americano, mas agora é dono também do Pan da modalidade, na estreia do torneio.

takahashi_16_09_17

Bruna Takahashi. Foto: Carlos Salamanca/ITTF

Disputado em Cartagena, na Colômbia, o país conquistou 5 das 7 disputas em jogo e, pela 1ª vez na história, faturou o título por equipes feminino. Na revanche da final dos Jogos Pan-Americanos, o Brasil derrotou as americanas por 3 jogos a 1, com duas vitórias de Bruna Takahashi. Em compensação no individual, Bruna foi a única que pegou medalha, um bronze. As americanas se vingaram, eliminado as brasileira. Bruna perdeu na semifinal para a americana Wu Yue por 4-3 e Gui Lin parou nas 4as para a americana Crystal Wang por 4-3 também. Mas o título ficou com a portorriquenha Adriana Diaz, com 4-3 sobre Wu Yue. Nas duplas, Bruna e Gui perderam para canadenses na semi e também levaram o bronze.

No masculino, show de Hugo Calderano. O 26º do mundo sobrou para ficar com mais um título continental. Em 5 jogos, perdeu apenas um set nas 4as de final e venceu Thiago Monteiro na decisão brasileira por 4-0 (11-8 11-8 11-7 11-9). Nas duplas, Vitor Ishiy e Eric Jouti derrotaram na decisão os cubanos Jorge Campos/Andy Pereira por 3-2 para mais um ouro pro país. Nas equipes, o Brasil ficou com mais um ouro ao derrotar na decisão a Argentina por 3-0, mesmo poupando Calderano por todo o torneio por equipes.

Fechando o domínio, Vitor Ishy e Bruna Takahashi venceram em mais uma final brasileira Eric Jouti/Ling Gui nas duplas mistas por 3-0 pro 5º ouro brasileiro na Colômbia.

Nem precisa dizer que Calderano está em outro patamar no tênis de mesa continental. Jogando de iguala para igual com os principais jogadores europeus e asiáticos, o brasileiro tem apenas 21 anos e já tem um currículo invejável. Na próxima semana ele já estará de volta ao circuito mundial, na Áustria.

US Open – Dia 3

Realmente não está um bom torneio para os cabeças de chave, que caíram em massa no complemento da 1ª rodada e no início da 2ª.

Masculino

skysports-denis-shapovalov-us-open_4087429

A sensação canadense Denis Shapovalov

Cabeça 4 e principal favorito depois de Nadal (#1) e Federer (#3) – lembrando que o cabeça 2 Andy Murray desistiu antes do início –, o alemão Alexander Zverev decepcionou mais uma vez em um Grand Slam caindo em seu jogo de 2ª rodada para o croata Borna Coric por 36 75 76(1) 76(4). Sensação há 2 semanas no Masters 1.000 de Montreal, o canadense de 18 anos Denis Shapovalov mostrou que veio pra ficar e eliminou o cabeça de chave 8, o francês Jo-Wilfried Tsonga por 64 64 76(3). O sempre polêmico Nick Kyrgios manteve a escrita e criou confusão no seu jogo contra o compatriota John Millman. Kyrgios xingou e levou uma punição do árbitro de cadeira, deixando-o ainda mais irritado. Sentindo uma contusão depois do 2º set, praticamente não jogou e perdeu por 63 16 64 61. Outros 5 cabeças de chave caíram nesta quarta-feira.

Em compensação, o croata Marin Cilic e o austríaco Dominic Thiem venceram. Ciclic passou por 63 63 63 pelo alemão Florian Mayer e Thiem derrotou o desconhecido australiano Alex de Minaur por 64 61 61. Thiago Monteiro jogou por 3h46 para perder pro tunisiano Malek Jaziri por 76(5) 46 63 57 64 e Thomaz Bellucci foi arrasado pelo alemão-jamaicano Dustin Brown por 64 63 62. Nenhum dos 4 brasileiros que jogaram em simples venceram no US Open.

Feminino

Entre as mulheres, foram 7 favoritas caindo. Número 5, a dinamarquesa Caroline Wozniacki perdeu pra perigosa russa Ekaterina Makarova por 62 67(5) 61 enquanto Dominika Cibulkova perdeu de 62 57 63 para a americana Sloane Stephens. Já Maria Sharapova saiu vencedora, mas com grandes dificuldades contra a forte húngara Timea Babos, por 67(4) 64 61.

gettyimages-841071096

Garbiñe Muguruza (ESP)

Entre as favoritas que venceram, tivemos Garbiñe Muguurza (64 60 na chinesa Ying-Ying Duan), Venus Williams (75 64 na francesa Oceane Dodin), Elina Svitolina (60 67(5) 63 na checa Katerina Siniakova), Svetlana Kuznetsova (46 64 76(2) na checa Marketa Vondrousova), Agnieszka Radwanska (64 76(3) na croata Petra Martic) e a checa Petra Kvitova (61 62 na francesa Alizé Cornet).

Wimbledon – Dia 3

Vitórias dos favoritos e derrotas dos brasileiros.

Feminino

Embed from Getty Images

Bia Haddad Maia fez um ótimo jogo contra a número 2 do mundo, a romena Simona Halep na Quadra 1, a 2ª maior do complexo. Bia começou bem abrindo logo 3-0, mas deixou Halep empatar. Depois quebrou novamente e chegou a sacar para fechar o 1º set em 5-3, mas a romena venceu 4 games seguidos. No 2º set, games muito disputados, mas com 4-3, Halep quebrou a brasileira de zero e venceu com 75 63. Bia mostrando que tem grande potencial e tudo para encarar as melhores do mundo! Foi uma pena pegar a Halep logo na 2ª rodada. A romena enfrentará a chinesa Shuai Peng (62 62 na espanhola Carla Suárez Navarro).

Também venceram e estão na 3ª rodada: Elina Svitolina (63 60 na italiana Francesca Schiavone), a campeã de Roland Garros Jelena Ostapenko (46 76(4) 63 na canadense Françoise Abanda), Dominika Cibulkova (64 64 na americana Jennifer Brady), Venus Williams (46 64 61 na chinesa Qiang Wang), Johanna Konta (76(4) 46 10-8 na croata Donna Vekic) e Victoria Azarenka (63 63 na russa Elena Vesnina).

Masculino

andy-murray-627444

Andy Murray

Andy Murray segue como favorito e derrotou o alemão/jamaicano Dustin Brown por 63 62 62 para alcançar a 3ª rodada. Terá pela frente o italiano Fabio Fognini (76(3) 64 62 no checo Jiri Vesely). Rafael Nadal foi outro que sobrou ao derrotar o americano Donald Young por 64 62 75. O espanhol pega agora o russo Karen Khachanov, que venceu de virada o brasileiro Thiago Monteiro por 36 76(5) 76(3) 75.

Seguem na disputa pelo título Kei Nishikori (64 67(7) 61 76(6) no ucraniano Sergiy Stakhovsky), Marin Cilic (76(2) 64 75 no alemão Florian Mayer), o britânico Aljaz Bedene (63 36 63 63 no bósnio Damir Dzumhur) e o luxemburguês Gilles Müller (75 67(7) 46 63 97 no checo Lukas Rosol).

Duplas

Marcelo Melo e Lukasz Kubot passearam pelos holandeses Wesley Koolhof e Matwé Middelkoop com 64 60 63 em apenas 1h20min. Já André Sá e o israelense Dudi Sela perderam de virada por 36 36 75 76(5) 63 para Nicholas Monroe/Artem Sitak. Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva também perderam na 1ª rodada, de 62 76(5) 62 para Fabrice Martin/Daniel Nestor.

 

Wimbledon – Dia 1

E começou o 3º Grand Slam do ano com o medo de Andy Murray ficar de fora, mas tudo ficou bem.

Masculino

Embed from Getty Images

O número 1 do mundo e atual campeão Andy Murray deixou os britânicos aflitos, mas entrou em quadra e venceu o desconhecido cazaque, que entrou como lucky loser, Alexander Bublik por 61 64 62. Mas foi outro britânico que chamou atenção. Aljaz Bedene precisou de 4h24min para vencer o rei dos aces Ivo Karlovic. Numa partida com 4 tiebreaks, Bedene só precisou quebrar o saque do croata uma única vez, no último ponto da partida e vencer com 67(5) 76(6) 67(7) 76(7) 86! Foram 44 aces do Karlovic.

Mas a maior zebra foi a derrota de Stan Wawrinka. Finalista de Roland Garros, o suíço perdeu pro russo Daniil Medvedev por 64 36 64 61. Em compensação venceram na estreia: Rafael Nadal (61 63 62 no australiano John Millman), Kei Nishikori (62 62 60 no italiano Marco Cecchinato) e Marin Cilic (64 62 63 no alemão Philipp Kohlschreiber). Thiago Monteiro venceu em sua estreia no Grand Slam inglês de virada com 46 63 76(4) 76(5) sobre o qualifier australiano Andrew Whittington. Já Rogério Dutra Silva perdeu pro francês Benoit Paire por 64 36 76(10) 64.

Feminino

1718445

Bia Haddad Maia. Foto: Toby Mellville

Bia Haddad Maia abriu a quadra 18 derrotando a britânica Laura Robson por 64 62, também em sua estreia em Wimbledon, assim como o namorado Thiago Monteiro. Bia quebrou um jejum de 28 anos e se tornou a 1ª brasileira a vencer na grama sagrada desde Gisele Miró em 1989! Só que ela terá pela frente a cabeça 2, a romena Simona Halep, que venceu a neozeandesa Marina Erakovic por 64 61.

Outras que passaram para a 2ª rodada foram: Dominika Cibulkova (63 36 97 na alemã Andrea Petkovic), a ucraniana Elina Svitolina (75 76(8) na australiana Ashleigh Barty), Venus Williams (76(7) 64 na belga Elise Mertens), a campeã de Roland Garros Jelena Ostapenko (com o bizarro placar de 60 16 63 sobre a bielorrussa Aliaksandra Sasnovich), Johanna Konta (62 62 na taiwanesa Su-wei Hsieh) e a bicampeã Petra Kvitova (63 64 na sueca Johanna Larsson).