Australian Open – Finais

Masculino

TENNIS-AUS-OPEN-PODIUM

Roger Federer (SUI)

É difícil ter palavras para descrever o mito Roger Federer, o GOAT. Marin Cilic não deu mole, mostrou uma grande força mental para empatar a final contra o suíço, mas no final, o suíço soube controlar o 5º set e vencer, para levar seu 20º título de Grand Slam da carreira.

Os dois alternaram altos e baixos durante a partida. Federer começou melhor e leovu o 1º set, mas Cilic conseguiu empatar no 2º. No 3º, mais uma pro suíço, que despencou no 4º set, já se poupando para o final. Cilic melhorou muito de produção no 4º, quando parecia tudo perdido. Federer, que colocou 81% do 1º saque em jogo no 3º set viu esta estatística despencar para 36% no 4º. Mas no 5º, só deu ele e finalmente, após 3h03, ele fechou em 62 67(5) 63 36 61.

Roger Federer chegou a 20 títulos de Grand Slam na carreira e chorou como se fosse o 1º na hora de receber o troféu. E se tornou o 1º tenista a vencer 6 Grand Slams com mais de 30 anos.

Feminino

esporte-tenis-aberto-australia-caroline-wozniacki-20180127-003-copy

Caroline Wozniacki (DEN)

A partida valia muito. Tanto para Caroline Wozniacki como para Simona Halep valia o 1º título de Grand Slam da carreira e o topo do ranking da WTA. A última vez que Wozniacki esteve no topo do ranking havia sido em 29 de janeiro de 2012 e, ao finalmente derrotar Halep e faturar seu título, voltou à liderança no mesmo 29 de janeiro, 6 anos depois.

Depois de perder duas finais de US Open, a dinamarquesa de 27 anos aproveitou uma instável romena para vencer por 76(2) 36 64 em 2h49 de jogo. No fim do 2º set era visível o cansaço de Halep, que, mesmo com dificuldades ainda conseguiu vencer o set. Mas no final, Wozniacki aproveitou e levou a vitória e o topo do ranking.

Duplas

Nas duplas masculinas, a vitória ficou com o austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic, que derrotaram os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah por 64 64. 1º título de Grand Slam para os dois nas duplas masculinas.

Pavic repetiu o feito do Bruno Soares de 2016 e também ficou com o título nas mistas ao lado da canadense Gabriela Dabrowski. Eles venceram a húngara Timea Babos e o indiano Rohan Bopanna por 26 64 [11-9]. Pavic chegou a 3 títulos de GS (1 nas duplas masc e 2 nas mistas) e Dabrowski levantou seu 2º troféu, após o título nas mistas de Roland Garros em 2017. Curiosidade: Dabrowski e Babos jogaram juntas e perderam a final de duplas juvenis no AusOpen em 2010.

Juvenil

O americano Sebastian Korda venceu o título masculino com 76(6) 64 sobre o taiwanês Tseng Chun-hsin. Nas duplas, os franceses Hugo Gaston e Clément Tabur venceram 62 62 os alemães Rudolf Molleker e Henri Squire.

Entre as meninas, dobradinha de Liang En-shuo. A taiwanesa venceu nas simples com 63 64 sobre a francesa Clara Burel e, ao lado da chinesa Wang Xinyu, faturou nas duplas com 76(4) 46 [10-5], sobre a suíça Lulu Sun e Violet Apisah, de Papua Nova Guiné (!).

Anúncios

Australian Open – Dia 11

Masculino

Na única semifinal do dia, o croata Marin Cilic soube controlar a ameaça inglesa Kyle Edmund e vencer por 3 sets a 0 e garantir uma vaga na final do 1º Grand Slam do ano, sua 3ª final em GS na carreira. Cilic precisou de apenas 2h18 para eliminar Edmund por 62 76(4) 62. Edmund encerra sua participação dos sonhos como o 1º inglês a chegar à semifinal do AusOpen desde 1977! Lembrando que o Andy Murray é escocês.

Feminino

5a696361cf3fb_4310370_ten_open_wozniacki_16_9_13369419_1822625_2018012515014093d16aa3_3be5_4ad9_ae9d_6abdd07d3666_sd_1280x720

Caroline Wozniacki (DEN)

Já na chave feminina tivemos na 5ª feira a disputa das duas semifinais. Cabeça 2 Caroline Wozniacki eliminou a zebra belga Elise Mertens por 63 76(2), impondo a primeira derrota da belga este ano, que vinha de uma sequência de 9 vitórias. Este foi o 1º AusOpen da Mertens!

A adversária da dinamarquesa na decisão será a romena Simona Halep, cabeça 1, que venceu Angelique Kerber por 63 46 97 em 2h20. A final entre Halep e Wozniacki vale, além do título, o topo do ranking da WTA. Para qualquer uma das duas será um título inédito, já que ambas não tem um GS ainda.

Duplas

Marcelo Demoliner e a espanhola Maria José Martinez Sanchez venceram os últimos australianos com chance de título nesse AusOpen na semifinal das duplas mistas. Eles passaram por Storm Sanders e Marc Polmans por 75 64. Bruno Soares e a russa Ekaterina Makarova também venceram e se garantiram na semifinal. Eles passaram pela checa Andrea Hlavackova e pelo francês Edouard Roger-Vasselin por 62 46 [13-11]. Quando Hlavackova e Roger-Vasselin tinham 9-8 no super tiebreak, a checa acertou um smash mas se embananou com seu parceiro e deixou a raquete cair e bater na rede antes da bolinha quicar pela 2ª vez, perdendo o ponto no matchpoint. Bom pro Bruno, que fez o ponto e virou o super tie-break.

Os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah surpreenderam os irmãos Bryan na semifinal de duplas por 76(1) 75 impendindo os americanos de chegarem pela 31ª vez a final de um GS. Seus adversários na decisão serão o austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic..

 

Australian Open – Dia 10

Masculino

hyeon-chung1

Chung Hyeon (KOR)

No complemento das quartas de final, as zebras se encontraram. O americano Tennys Sandgren e o sul-coreano Hyeon Chung fizeram o duelo inédito (e inimaginável 10 dias antes) por uma vaga na semi. E foi o coreano que se sobressaiu para se tornar o primeiro asiático (além do Nishikori) a chegar à semifinal de um Grand Slam. Ele venceu por parciais de 64 76(5) 63 em 2h28.

Na outra partida, Roger Federer mais uma vez derrotou seu freguês Tomas Berdych. Os suíço venceu pela 20ª vez o checo em 26 confrontos por 76(1) 63 64 e chegou pela 42ª vez às semifinais de um Grand Slam.

Feminino

A alemã Angelique Kerber nem tomou conhecimento da americana Madison Keys, finalista no último US Open. Keys não estava presente na quadra e levou 61 62 em apenas 51min para chegar pela 6ª vez na carreira a uma semifinal de GS.

Na outra partida, a romena número 1 do mundo Simona Halep despachou a checa Karolina Pliskova, cabeça 6, por 63 62 para chegar pela 5ª vez a uma semifinal de GS e rumo ao seu 1º título.

Duplas e Juvenis

A húngara Timea Babos e a francesa Kristina Mladenovic venceram 64 62 Su-wei Hsieh e Shuai Peng para garantir vaga na final de duplas femininas, onde enfrentaram as russas Ekaterina Makarova e Elena Vesnina, que venceram por 64 63 as romenas Irina Camelia Begu e Monica Niculescu.

Nas duplas masculinas, os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah venceram os australianos Sam Groth e Lleyton Hewitt por 64 75 nas 4as.

Igor Gimenez, último brasileiro na chave juvenil, caiu na 3ª rodada para o taiwanês Chun-hsin Tseng por 62 76(5) na 3ª rodada

Australian Open – Dias 7 e 8

Zebras gigantescas atacaram na 4ª rodada em Melbourne e quartas de final definidas.

Masculino

Rafael Nadal perdeu seu 1º set no torneio para o argentino Diego Schwartzmann, mas venceu por 63 67(4) 63 63 chegando pela 10ª vez às quartas de final na Austrália e 33ª em Grand Slams. Nadal enfrenta agora o croata Marin Cilic, cabeça 6 que eliminou o espanhol Pablo Carreño Busta por 67(2) 63 76(0) 76(3). Número 3, o búlgaro Grigor Dimitrov venceu o último australiano da chave, o polêmico Nick Kyrgios (36 aces no jogo), por 76(3) 76(4) 46 76(4), e vai pegar nas quartas a surpresa do domingo, o britânico Kyle Edmund. Sem nenhuma final na carreira, Edmund eliminou o italiano Andreas Seppi por 67(4) 75 62 63 e chegou pela 1ª vez às 4as de um Grand Slam.

hyeon-chung

Chung Hyeon (KOR)

Já na segunda-feira, duas surpresas enormes. O desconhecido americano Tennys Sandgren, apenas 97º do mundo, tirou o 5º do ranking, o austríaco Dominic Thiem em quase 4h de jogo por 62 46 76(4) 67(7) 63 para chegar às 4as em apenas seu 3º Grand Slam da carreira. Sandgren tem 26 anos e não é um nome tão novo assim. Vale lembrar que ele venceu o Wawrinka na 2ª rodada, eliminando dois top-10 no torneio. Seu adversário por uma vaga na semifinal será o surpreendente sul-coreano Chung Hyeon. Depois de despachar o Zverev, o coreano venceu o hexacampeão do torneio Novak Djokovic, que volta de lesão, por 76(4) 75 76(3). Fechando os confrontos, teremos Roger Federer, que eliminou a outra surpresa da chave, o húngaro Marton Fucsovics, por 64 76(3) 62 e segue sem perder sets. O suíço joga contra Tomas Berdych, que venceu 61 64 64 o italiano Fabio Fognini. No histórico, Federer tem 19-6 contra o checo.

Feminino

1516603795037

Angelique Kerber (GER)

Depois da maratona na 3ª rodada, a número 1 do mundo Simona Halep passou fácil pela japonesa Naomi Osaka por 63 62 e enfrenta nas 4as Karolina Pliskova, que venceu no duelo checo Barbora Strycova por 67(5) 63 62. Nem Halep nem Pliskova tem ainda um título de Grand Slam. A alemã Angelique Kerber eliminou a zebra Su-wei Hsieh, de Taiwan, por 46 75 62 e segue rumo ao bicampeonato do torneio. Ela enfrenta agora a americana Madison Keys, que venceu por 63 62 a francesa Caroline Garcia.

Na chave de baixo, a belga Elise Mertens segue em sua ótima temporada e derrotou por 76(5) 75 a croata Petra Martic. Mertens está invicta em 2018, com 8 vitórias seguidas (seriam 9, mas uma das partidas no WTA de Hobart ela venceu por WO). Sua adversária nas 4as será a ucraniana Elina Svitolina, que passou por 63 60 na qualifier checa Denisa Allertova. Cabeça 2, Caroline Wozniacki passou bem por 63 60 pela eslovaca Magdalena Rybarikova e pega a espanhola Carla Suárez Navarro, que fez 46 64 86 sobre a estoniana Anett Kontaveit. Das 8 quadrifinalistas, apenas Kerber tem título de Grand Slam na carreira!

Duplas e juvenis

Marcelo Melo e Lukasz Kubot conseguiram uma excelente virada nesta segunda-feira sobre os indianos Rajeev Ram (joga pelos EUA) e Divij Sharan pela 3ª rodada da chave de duplas. Eles mal conseguiam um ponto no saque dos indianos no 1º set, mas conseguiram virar e vencer por 36 76(4) 64 para chegar às 4as de final. Surpresa nas 4as é o australiano Lleyton Hewitt. Jogando ao lado do Sam Groth como convidado, a dupla eliminou na 2ª rodada Rojer/Tecau, cabeças 3, e avançou com abandono de espanhóis ainda no 1º set da 3ª rodada.

No domingo, Bia Haddad Maia e a romena Sorana Cirstea perderam de virada para as checas cabeças 4 Lucie Safarova e Barbora Strycova por 26 60 64. Nas mistas, Bruno Soares e a russa Ekaterina Makarova venceram na 1ª rodada 63 57 [10-2] a chinesa Xu Yifan e o neozelandês Marcus Daniell e na 2ª rodada 67(4) 63 [11-9] sobre os australianos Samantha Stosur e Sam Groth e estão nas 4as. Bruno segue rumo ao seu 4º título de duplas mistas.

Na chave juvenil, Thiago Seyboth Wild venceu na 1ª rodada 75 75 o australiano Dane Sweeney. Pela 2ª rodada, Igor Gimenez venceu 61 57 63 o qualifier uzbeque Sergey Fomin, mas Matheus Pucinelli de Almeida perdeu na 2ª rodada 46 64 64 para o australiano Rinky Hijikata. Nas duplas, Thiago e o argentino Sebastian Baez são cabeças de chave 1 e venceram 75 30 abandono Jack Draper e Titouan Droguet. Já Matheus e João Lucas Reis da Silva perderam na 1ª rodada 76(3) 76(4) para Filip Jianu/Thiago Tirante e Igor e o americano Sangeet Sridhar caíram na estreia 36 63 [10-5] para os checos Tomas Machac/Ondrej Styler.

Australian Open – Dia 6

Três zebraças no masculino e uma partida histórica no feminino.

Masculino

O sul-coreano Chung Hyeon, campeão do ATP Finals da Nova Geração ano passado, foi o destaque do sábado em Melbourne. Ele derrotou o 4º do mundo, o alemão Alexander Zverev por 57 76(3) 26 63 60 com direito a um pneu no final e se tornou o 1º sul-coreano a chegar às 4 as de um Grand Slam desde Hyung-taik Lee no US Open de 2007. Agora ele terá pela frente Novak Djokovic, que passou bem pelo espanhol Albert Ramos Viñolas com 62 63 63. Cabeça 5 Dominic Thiem venceu sem grandes problemas o francês Adrien Mannarino por 64 62 75 e vai pegar outra grande zebra: o americano Tennys Sandgren (melhor nome). No duelo dos desconhecidos, Sandgren (96º do ranking) derrotou o alemão Maximilian Marterer (94º) por 57 63 75 76(5). É apenas o 3º Grand Slam do americano, que até então nunca tinha vencido uma partida.

907356822-0

Tennys Sandgren (USA)

Roger Federer segue sem perder sets no torneio ao passar pelo Richard Gasquet por 62 75 64 e pega a 3ª zebra da rodada, o húngaro Marton Fucsovics, que eliminou o argentino Nicolas Kicker (outro desconhecido) por 63 63 62. Campeão juvenil de Wimbledon em 2010, Fucsovics obteve seu melhor resultado da carreira adulta. Tomas Berdych passou fácil pelo argentino Juan Martin del Potro 63 63 62 e enfrenta por uma vaga nas 4as o italiano Fabio Fognini, que precisou de 5 sets para derrotar Julien Benneteau 36 62 62 46 63.

Feminino

simonahalep-cropped_rxexqurcqtc01b9568cqrkztk

Simona Halep (ROU)

O destaque do dia foi a interminável partida da número 1 Simona Halep, que precisou de 3h44 para derrotar a americana Lauren Davies por 46 64 15-13! O jogo igualou o recorde de Chanda Rubin e Arantxa Sanchez-Vicario no AusOpen de 1996 num jogo com também 48 games. A romena enfrenta a japonesa Naomi Osaka, que eliminou a última australiana da chave Ashleigh Barty por 64 62. Barbora Strycova eliminou a zebraça lucky loser americana Bernarda Pera por 62 62 e faz um duelo checo na 4ª rodada contra Karolina Pliskova, que fez 76(6) 75 na também checa Lucie Safarova.

No confronto mais esperado do dia no feminino, Angelique Kerber, campeã em 2016, eliminou Maria Sharapova por 61 63, não dando chances à russa. A alemã terá pela frente a taiwanesa Su-wei Hsieh, que volta depois de 10 anos às 4as de final de um Grand Slam depois de eliminar Agnieszka Radwanska por 62 75. A francesa Caroline Garcia venceu 63 57 62 a bielorrussa Aliaksandra Sasnovich e fecha os confrontos da 4ª rodada contra a americana Madison Keys, que fez 63 64 na romena Ana Bogdan.

Duplas e juvenis

Em jogo de quase 3h, Bruno Soares e Jamie Murray perderam na 2ª rodada para os indianos Leander Paes (em seu 89º Grand Slam) e Purav Raja pot 76(3) 57 76(6). Já Marcelo Melo e Lukasz Kubot venceram 63 76(2) os australianos Max Purcell e Luke Saville. Com as derrotas de Jean-Julien Rojer/Horia Tecau e Pierre-Hugues Herbert/Nicolas Mahut, Marcelo e Kubot são a única dupla top-4 ainda no torneio.

Nas duplas femininas, Bia Haddad Maia e a romena Sorana Cirstea venceram de virada a polonesa Alicja Rosolska e a americana Abigail Spears por 46 63 63 e estão na 3ª rodada. Na chave juvenil, Matheus Pucinelli de Almeida venceu 75 76(7) o colombiano Nicolas Mejia e Igor Gimenez derrotou 76(3) 61 o holandês Lodewijk Weststrate, mas João Lucas Reis da Silva perdeu na 1ª rodada 63 67(9) 63 para o sérvio número 2 do mundo Marko Miladinovic.

Australian Open – Dia 4

Muitos cabeças de chave caem e Bia dá adeus ao Grand Slam australiano.

Masculino

No complemento da segunda rodada, a grande surpresa veio na mão de um americano, que está salvando o seu país no torneio. Com o nome pouco usual de Tennys Sandgren, o americano eliminou o 9º do mundo Stan Wawrinka, que volta de uma longa lesão, de maneira bem tranquila, por 62 61 64 e vai enfrentar outra zebra na 3ª rodada, o alemão Maximilian Marterer (64 46 76(5) 36 63 no espanhol Fernando Verdasco). Cabeça 5, o austríaco Dominic Thiem quase foi pelo mesmo caminho do suíço. Chegou a perder dois sets pro americano vindo do qualifying Denis Kudla, mas virou para avançar com 67(6) 36 63 62 63.

hi-res-c3794241c1d64753b30657069947c21c_crop_north

Roger Federer (SUI)

Roger Federer passou pelo alemão Jan-Lennard Struff com 64 64 76(4) e chega pela 65ª vez a 3ª rodada de um Grand Slam. O suíço enfrentará o francês Richard Gasquet, que derrotou por 62 63 63 o qualifier italiano Lorenzo Sonego. Novak Djokovic também avançou ao derrotar pela 15ª vez em 15 confrontos o francês Gael Monfils por 46 63 61 63. Também avançaram Alexander Zverev (61 63 46 63 no alemão Peter Gojowczyk), Tomas Berdych (63 26 62 63 no espanhol Guillermo García López) e Juan Martin del Potro (64 76(4) 67(0) 64 no russo Karen Khachanov). Já o húngaro Martin Fucsovics eliminou o americano Sam Querrey por 64 76(6) 46 62.

Feminino

Beatriz Haddad Maia

Bia Haddad Maia (BRA)

Simona Halep passou tranquilamente pela canadense Eugenie Bouchard, com parciais de 62 62. Já a ex-número 1 do mundo Karolina Pliskova massacrou a brasileira Bia Haddad Maia, que jogou de maneira irreconhecível neste torneio e apanhou de 61 61 em apenas 44min. Pliskova pega agora sua compatriota checa Lucie Safarova (62 64 na romena Sorana Cirstea). Mas a grande zebra do dia veio com a lucky loser e desconhecida americana Bernarda Pera, que passou com 64 75 pela cabeça 9, a britânica Johanna Konta. Cabeça 3, a espanhola Garbiñe Muguruza também se despediu precocemente ao ser eliminada pela taiwanesa Su-wei Hsieh por 76(1) 64.

Maria Sharapova mostra a cada rodada que está de volta e eliminou a letã Anastasija Sevastova por 61 76(4) e vai pegar a alemã Angelique Kerber, campeã do torneio em 2016 e que venceu por 64 61 a croata Donna Vekic. Também seguem vivas a francesa Caroline Garcia (67(3) 62 86 na checa Marketa Vondrousova) e a polonesa Agnieszka Radwanska (26 75 63 na ucraniana Lesia Tsurenko).

Duplas

Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot venceram tranquilamente o italiano Paolo Lorenzi e o alemão Mischa Zverev por 62 62 em apenas 51min. Zverev mal andava na quadra. Já Marcelo Demoliner e o filipino Treat Huey perderam na estreia por 76(6) 64 para o polonês Marcin Matkowski e pro paquistanês Aisam-ul-Haq Qureshi, cabeças 15.

Australian Open – Dia 2

O segundo dia de disputas em Melbourne viu menos surpresas do que no 1º dia.

Masculino

Atual campeão, Roger Federer passou sem sustos pelo esloveno Aljaz Bendene por 63 64 63 e segue rumo ao 6º título do Australian Open. O quarto do mundo Alexander Zverev passou pelo italiano Thomas Fabbiano com 61 76(5) 75, enquanto o suíço Stan Wawrinka, de volta após meses afastado por lesão, também venceu com 63 64 26 76(2) sobre o lituano Ricardas Berankis.

o_delpo_r1_mca_16012018_16

Juan Martin del Potro (ARG). Foto: AusOpen

Outro que está de volta é Novak Djokovic. O sérvio busca o 7º título em Melbourne e passou com tranquilidade pelo americano Donald Young, com parciais de 61 62 64. Na 2º rodada ele pega o francês Gael Monfils (63 76(5) 64 no espanhol Jaume Munar). Também venceram Dominic Thiem (64 64 64 no argentino Guido Pella) com direito a um lindo Grand Willy, Juan Martin Del Potro (63 64 63 no americano Francis Tiafoe), David Goffin (67(3) 63 62 64 no alemão Matthias Bachinger) e Sam Querrey (63 64 62 no espanhol Feliciano López). Já Milos Raonic, outro voltando de lesão, caiu na estreia por 67(5) 75 64 76(4) pro eslovaco Lukas Lacko.

Feminino

A número 1 do mundo Simona Halep teve um pouco de dificuldade, mas passou pela convidada australiana Destanee Aiava por 76(5) 61 e fará um belo duelo na 2ª rodada com a canadense Eugenie Bouchard (63 76(5) na francesa Océane Dodin). Garbiñe Muguruza venceu por 64 63 a francesa Jessika Ponchet e Caroline Garcia derrotou 75 63 a alemã Carina Witthöft. Também estrearam com vitória a britânica Joahnna Konta (63 61 na americana Madison Brengle), a letã Anastasija Sevastova (36 63 62 na americana Varvara Lepchenko), a checa Karolina Pliskova (63 64 na paraguaia Veronica Cepede Royg) e a russa Elena Vesnina (63 64 na tunisiana Ons Jabeur).

Embed from Getty Images

Bia Haddad Maia começou muito mal sua partida contra a convidada australiana Lizette Cabrera, de quem já vencera na semana passada no WTA de Hobart. Cabrera abriu 3-0 com 2 quebras, mas aos poucos a Bia foi entrando no jogo, mesmo cometendo muitos erros não forçados. Buscou o empate em 5-5 e levou o 1º set para o tie-break, vencendo por 76(3). No 2º set o jogo seguiu parecido, com muitos erros, mas a brasileira fechou para vencer por 76(3) 64 e quebrar um jejum de 53 anos de vitória de uma jogadora brasileira no Australian Open! Na 2ª rodada, Bia enfrentará a cabeça 3 Karolina Pliskova.