Mundial de Esgrima – Dias 1 a 3

Os 3 primeiros dias no Mundial de Esgrima em Budapeste foram apenas de preliminares, com a fase de poules e as chaves classificatórias para a chave principal.

O Brasil competiu com 15 atletas e 3 deles conseguiram se classificar para a chave final, de 64 esgrimistas.

Na segunda-feira, Nathalie Moellhausen fez excelente fase de poules na espada feminina, vencendo os 6 combates e terminando em 7º no geral, se classificando direto pra chave final. Amanda Simeão venceu tailandesa 15-7 na 1ª rodada preliminar, mas perdeu na última rodada 15-6 para a italiana Alberta Santuccio. Já Victoria Vizeu foi 154ª na fase de poules e não avançou. Nenhum brasileiro competiu no sabre masculino.

Captura de Tela 2019-07-17 às 22.33.56

Gabriela Cecchini contra atleta de Hong Kong. Foto: FIE/BizziTeam

Na terça-feira, as 4 brasileiras passaram pelo poules, mas apenas Ana Beatriz Bulcão chegou na chave final. Ela já estreou na 2ª rodada da chave preliminar, vencendo 15-6 a polonesa Martyna Dlugosz. Gabriela Cecchini perdeu na última rodada de 15-13 para atleta de Hong Kong, mesma situação de Ana Toldo, perdendo de 15-4 para venezuelana. Mariana Pistoia caiu na 1ª rodada da chave preliminar 15-11 para outra atleta de Hong Kong.

Na espada masculina, Athos Schwantes, que já foi nosso principal esgrimista nesta arma, foi muito mal nos poules, perdendo todos os combates e acabando em 202º entre 208. Já Alexandre Camargo e Fabrizio Lazaroto avançaram, mas perderam no 1º combate preliminar. Alexandre de 15-10 para atleta de Hong Kong e Fabrizio de 15-7 para o americano James Kaull.

Captura de Tela 2019-07-17 às 22.26.54

A ótima equipe de florete masculino do Brasil. Foto: FIE/BizziTeam

Nesta quarta-feira, no florete masculino, Julien Baneux fez ótima fase de poules, ficando em 26º, Guilherme Toldo foi 41º, Henrique Marques 63º e Heitor Shimbo 83º entre 171. Toldo foi o único a chegar na chave final, vencendo 15-2 romeno e 15-4 belga. Baneux, que estreou direto na última rodada sentiu uma lesão e abandonou o combate contra alemão. Henrique venceu 15-8 romeno e perdeu na última fase 15-5 para japonês. Já Heitor perdeu na 1ª rodada 15-13 para taiwanês. Fechando a participação brasileira, Giulia Gasparini competiu no sabre feminino, mas ficou em 113º lugar nos poules e nem avançou.

O Mundial segue até sábado com as provas individuais e depois até a terça-feira com as por equipe.

Resumo olímpico da semana

Tênis

esporte-marcelo-melo-kubot-20180112-001

Marcelo Melo e Lukasz Kubot

Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot começaram a temporada de 2018 com título no ATP250 de Sydney. Eles venceram na decisão o alemão Jan-Lennard Struff e o sérvio Viktor Troicki por 6-3 6-4 e faturaram o 9º título juntos. Foi também o 29º título da carreira do Marcelo, que segue liderando o ranking mundial empatado com seu parceiro.

No ATP250 de Auckland, Rogério Dutra Silva, depois de furar o quali, perdeu na estreia 6-3 6-2 para o canadense Denis Shapovalov e Marcelo Demoliner e o filipino Treat Huey perderam na estreia 6-3 6-4 para Santiago Gonzalez e Juan Peralta. Já no WTA de Hobart, Bia Haddad Maia venceu na estreia 6-3 6-2 a australiana Lizette Cabrera e perdeu na 2ª rodada 6-4 6-4 para a belga Elise Mertens, que viria a ficar com o título.

Rugby Sevens

Na 2ª etapa do Campeonato Sul-Americano de Rugby Sevens, em Viña del Mar, Chile, o Brasil terminou na 8ª posição. Na 1ª fase, empatou em 14-14 com a Irlanda, venceu 29-21 o Paraguai e empatou novamente em 14-14 com uma equipe sul-africana. Precisando vencer para buscar a vaga pra Copa do Mundo de Rugby Sevens, o Brasil perdeu de 14-7 para o Uruguai. Já sem chances de conquistar a vaga, ainda perdeu de 12-5 para a Alemanha e de 26-12 pro Chile, terminando em 8º.

Após as duas etapas, Uruguai e Chile se classificaram para a Copa do Mundo e para o Hong Kong Sevens, que serve como classificatório pra Série Mundial.

Outros Esportes:

– Única brasileira no Grand Slam Champions de taekwondo, em Wuxi, na China, Iris Tang Sing perdeu ainda na estreia por 6-1 para a sul-coreana Min-ah Há na categoria até 49kg.

Almir Cunha dos Santos fez 17,06m no salto triplo em prova indoor nos EUA, superando em 1cm o índice pro Mundial Indoor em fevereiro. Está também é a melhor marca do mundo este ano em competições indoor.

Ygor Coelho perdeu na estreia do Masters da Tailândia de badminton. Cabeça de chave número 5 da competição, ele foi derrotado por Pham Cao Cuong, do Vietnã. Ele joga esta semana no Masters da Malásia.

– No ranking mundial de mountain bike divulgado na semana passada, Henrique Avancini, 4º colocado no último mundial, subiu 2 posições e aparece na excelente 5ª colocação, a frente de grandes nomes como o campeão olímpico de 2012, o checo Jaroslav Kulhavy. No ranking de nações, o Brasil está em 10º.  No feminino, Raiza Goulão entrou pela primeira vez no Top-10 do ranking e é hoje a 9ª do mundo.

Mariana Pistoia terminou na 71ª posição na Copa do Mundo de florete feminino em Katowice, na Polônia. Ela passou pela fase de poules, venceu polonesa por 15-8 e perdeu na última rodada preliminar 15-5 para francesa. Em torneio satélite de espada masculina em Estocolmo, Gabriel Bonamigo foi 12º, Fabrizio Lazaroto 15º e Leopoldo Gubert 18º.

– CBDA convocou 26 atletas para a primeira edição da Copa UANA de natação, em Coral Springs, na Flórida. Foram convocados nadadores das categorias petiz, infantil, juvenil e júnior 1. A lista completa está aqui.

Adilson da Silva terminou na 20ª posição no BMW SA Open, válido pelo Sunshine Tour de golfe, na África do Sul. Ele somou 279 tacadas, 12 a mais que o campeão, o inglês Chris Paisley, com 267. O brasileiro somou 1,76 ponto no ranking

Resumo olímpico da semana

Vôlei de Praia

Captura de Tela 2018-01-10 às 00.54.37

Foto: FIVB

Mal começou o ano e já teve uma etapa 4 estrelas do circuito mundial em Haia, na Holanda. Com 6 duplas (4 femininas e 2 masculinas), o Brasil levou apenas uma medalha. Maria Elisa e Carol chegaram na decisão após 5 vitórias e sem perder um único set, mas na final foram superadas pelas americanas Alix Klineman e April Ross por 21-12 21-15. Klineman jogava até o ano passado no Praia Clube e este foi o seu 1º torneio do circuito mundial da carreira! Ela se torna a 3ª mulher na história a vencer uma etapa em sua estreia internacional. Também foi a 3ª vez na história no feminino que uma dupla venceu vindo do country-quota, um pré-qualifying. E pela 1ª vez na história a final foi disputada entre duas duplas vindas do qualificatório!

Bárbara /Fernanda perderam nas 4as para as campeãs, Ágatha e Duda caíram nas 8as para dupla suíça e Elize Maia/Taiana perderam nas 16as para russas. No masculino, Pedro Solberg/George e Guto/Vítor caíram nas 8as. A vitória da etapa ficou com letões Martins Plavins/Edgars Tocs.

Tênis

Bruno Soares e o britânico Jamie Murray ficaram com o vice do torneio ATP250 de Doha, perdendo na decisão para o austríaco Oliver Marach e pro croata Mate Pavic por 62 76(6). Esta foi a 52ª final no circuito do Bruno na carreira e a 12ª da dupla Soares/Murray. O brasileiro esta com 26 títulos e 26 vices e a dupla tem 6 títulos e 6 vices. Desde que formaram a parceria em 2016, ela sempre chegaram a uma final nos torneios preparatórios pro Australian Open.

No ATP250 de Brisbane, na Austrália, Marcelo Demoliner e o neozelandês Michael Venus perderam nas 4as para os argentinos Leonardo Mayer e Horacio Zabellos. No ATP250 de Puna, na Índia, Thiago Monteiro passou pelo qualificatório, venceu na estreia e abandonou nas 8as para o sul-africano Kevin Anderson quando perdia de 76(4) 32 com dores no tornozelo esquerdo. E no WTA de Auckland, Bia Haddad Maia caiu na estreia por 62 46 62 para a polonesa Agnieszka Radwanska.

Rugby

bra_x_uru_7_punta_2_large

Foto: CBR

A seleção masculina de sevens disputou a 1ª etapa do campeonato sul-americano em Punta del Este e terminou na 6ª posição. A competição contou com 6 equipes convidadas (EUA, Canadá, África do Sul, Irlanda, França e Alemanha). Na 1ª fase, o Brasil perdeu de 26-20 pra França, depois venceu 17-12 o Uruguai e 29-5 a equipe americana. Mas nas 4as enfrentou novamente a França e perdeu por 28-12. Depois venceu 17-12 a Irlanda e perdeu 24-12 pra Alemanha na disputa do 5º lugar. O título ficou com a equipe sul-africana ao vencer por 21-5 o Chile.

A 2ª etapa será nesta semana em Viña del Mar e serve como qualificatório pra Copa do Mundo de Sevens. São apenas 2 vagas pra América do Sul restantes e, no momento o Brasil está na 3ª posição entre os não classificados.

Outros Esportes

Mariana Pistoia ficou em 35º lugar na etapa de Udine (ITA) da Copa do Mundo juvenil de florete feminino, perdendo na estreia da chave final para húngara por 15-11. Na espada masculina também em Udine, Gabriel Bonamigo foi o melhor brasileiro terminando em 25º. Ele venceu bielorrusso na 1ª rodada por 15-11 e perdeu na 2ª rodada de 15-5 para francês. Fabrizio Lazaroto também chegou na chave final, perdeu na estreia para italiano e acabou em 58º.

Resumo da semana passada

Judô

171556050217european-judo-open-men-odivelas-2017-02-04-221616

Nos primeiros torneios do circuito mundial do ano, os judocas brasileiros conquistaram 3 medalhas. 4 homens foram para o Aberto Europeu masculino na cidade portuguesa de Odivelas. Victor Penalber foi o melhor do país, conquistando o ouro na categoria 81kg, após vencer 5 lutas, incluindo a final por waza-ari sobre o russo Denis Kalinin. Rafael Buzacarini ficou com a prata nos 100kg, após perder a decisão por 3 waza-aris. Lembrando que as regras mudaram para esse ciclo, extinguindo o yuko, que passa a ser waza-ari e os waza-aris não viram ippon. Eric Takabatake conquistou o bronze nos 60kg, após perde na semifinal para espanhol e vencer na disputa da medalha francês.

Já as mulheres foram para o Aberto Europeu de Sófia, na Bulgária. Apenas Érika Miranda e Sarah Menezes lutaram. Érika perdeu na estreia dos 52kg para russa. Já Sarah, que agora subiu para a mesma categoria da Érika, nos 52kg, venceu na estreia alemã e perdeu na 2ª rodada para Distria Krasniqi, de Kosovo. A equipe brasileira segue agora pra o Grand Slam de Paris, a primeira grande competição do ano.

Taekwondo

Mais de 30 lutadores brasileiros foram para Las Vegas para o tradicional US Open da modalidade. Após 4 dias de competição, os brasileiros conquistaram 1 prata e 3 bronzes.

O melhor resultado foi de Edival Marques, campeã dos Jogos Olímpicos da Juventude em Nanjing-2014. Ele ficou com a prata na categoria 68kg,ao perder na decisão para o espanhol Javier Perez Polo. Para chegar à final, Edival precisou vencer 5 lutas. As outras 3 medalhas de bronze foram de João Chaves (87kg), Julia Vasconcelos (62kg) e Gabriele Siqueira (+73kg).

Rugby

challenge-trophy-2017-640x427

Apesar do 9º lugar na etapa, a seleção brasileira feminina obteve um resultado histórico na 2ª etapa da Série Mundial 2016-17, em Sydney, Austrália. Na 1ª fase, foi superada facilmente pelas 3 equipes do grupo, perdendo de 24-7 para a Austrália, 31-10 para Fiji e 33-5 para a Irlanda. No troféu de consolação, venceu a Espanha por 10-7 e, na disputo do 9º lugar, obteve a histórica vitória de 17-12 sobre a Inglaterra, que foi a base da equipe britânica, 4ª colocada no Rio-2016.

O título ficou o Canadá, que derrotou a equipe americana na final por 21-17, enquanto a Nova Zelândia, na reedição da final olímpica, superou a Austrália por 19-0. Após 2 etapas, o Brasil está em 11º empatado com a Espanha com 5 pontos.

Na disputa masculina, sem Brasil, título da África do Sul, com 29-14 na Inglaterra na decisão. Após 4 etapas, os sul-africano lideram com 85 pontos contra 68 da Inglaterra e 64 de Fiji.

Outros Esportes

– Depois de vencer em Rouen, Thiago Braz ficou em 3º no meeting indoor de salto com vara em Clermont-Ferrand. O canadense campeão mundial Shawn Barber levou a prova com 5,83m. Seis fizeram 5,71m, entre eles o brasileiro, que ficou em 3º nos critérios de desempate.

– Excelente campanha de Mariana Pistoia na etapa de Gdansk do circuito de florete feminino adulto! Ela fez uma péssima fase de poules, mas passou, venceu 15-12 alemã e 15-12 turca, chegando à chave principal. Entre as 64, venceu 15-13 a francesa Ysaora Thibus e perdeu na 2ª rodada de 15-14 para a francesa Anita Blaze, terminando na ótima 32ª posição. Bela prova.

Tatiane Raquel da Silva e Gilberto Silvestre Lopes venceram a Copa Brasil de Cross-Country, disputada no Parque Ecológico do Tietê, em São Paulo. Ela completou os 10km em 39:22 e ele em 33:09. Ambos se garantiram no Pan da modalidade, que será disputa dia 19/02 em Santiago, no Chile. Também irão para a capital chilena os outros campeões: Daniel Nascimento e Graziele Zarri (sub-20) e Pedro Henrique de Oliveira e Bianca Vitória dos Santos (sub-18). O Pan é classificatório para o Mundial, que será em março na Uganda.

– Na 1ª etapa do Circuito de 10km em águas abertas, a medalhista olímpica Poliana Okimoto ficou com a medalha de prata ao completar a prova em 2:12:13.54, ficando atrás da italiana Arianna Bridi (2:11:30.42). Ainda no feminino, Ana Marcela Cunha ficou em 5º lugar e Betina Lorscheitter foi 14ª e no masculino Allan do Carmo terminou em 6º e Fernando Ponte em 7º.

Hugo Calderano segue subindo no ranking mundial de tênis de mesa. O brasileiro apareceu na 17ª posição do ranking divulgado no dia 1º de fevereiro.

– Em amistoso na Quadra Central de Tênis do Parque Olímpico da Barra, Alison e Bruno Schmidt perderam no Desafio Gigantes da Praia para os americanos Dalhausser/Lucena por 21-17 21-18.

Resumo do fim de semana

Rugby

tupis_hk_boy

O Brasil disputou o qualificatória da World Series de Rugby 7s em Hong Kong e obteve uma participação desastrosa. Na fase de grupos, perdeu 36-0 pro Japão e 26-5 para Tonga e empatou 19-19 com Marrocos, nem avançando para as 4as de final. O Japão venceu o torneio e se garantiu na próximo temporada da World Series.

Na etapa da World Series, mais uma vitória de Fiji. Na final, venceram por 21-7 a Nova Zelândia. Na disputa do bronze, a África do Sul fez 14-12 sobre a Austrália. Após 7 etapas, Fiji lidera com 128 pontos, seguido de Nova Zelândia com 123 e África do Sul com 122. Foi a 3ª vitoria da temporada de Fiji.

Esgrima

No Mundial Cadete e Juvenil em Bourges, França, a equipe brasileira foi coadjuvante, mas conseguiu alguns bons resultados.

No cadete, Alexandre Camargo foi o destaque, com a 19ª posição na espada. Na mesma prova, Leopoldo Gubert foi 23º. Alexandre também disputou a prova juvenil, onde terminou na 42ª posição. No florete juvenil, Pedro Marostega foi o 21º e Julien Baneux foi 27º.

No feminino, Mariana Pistoia surpreendeu e chegou até as 8as de final do florete juvenil, quando acabou sendo arrasada por alemã por 15-1. Aliás, as 4 brasileiras chegaram à chave de 64 da prova! O restrospecto era tão bom que na prova por equipes terminaram na ótima 10ª posição.

Remo

2016-04_olimpico-01

Duplas brasileiras dos double skiffs leves. Fotos: CBR

A CBR definiu nesta semana os barcos brasileiros que irão aos Jogos Olímpicos. E surpreendeu com a opção dos dois double skiff leves. No masculino, Xavier Vela e Willian Giaretton irão aos Jogos e no feminino, a vaga ficou com Fernanda Nunes e Vanessa Cozzi.

Eles deixaram Steve Hiestand e Fabiana Beltrame fora do Rio-2016 nos single skiffs. Fabiana disputaria sua 4ª Olimpíada. A vitória dos barcos duplos na seletiva latino-americano foi fundamental para a escolha. Apesar disso, ninguém vai conseguir um resultado expressivo. Uma final B seria excepcional.

Outros Esportes:

José Alessandro Bagio foi 5º na Marcha 20km do GP de Rio Maior com 1:22:15, atingindo o índice olímpico da prova. Caio Bonfim não terminou a prova. No feminino, Érica de Sena fez 1:28:40, a 18s do seu recorde sul-americano, terminando na boa 4ª posição.

wzd69d3czb

Bianca Quinalha. Foto: Jerry Landrum

– Na 2ª etapa da Copa do Mundo de BMX em Manchester, Priscilla Carnaval foi 6ª na sua bateria de 4as de final e Bianca Quinalha 8ª, não avançando para as semifinais. A australiana Caroline Buchanan e o britânico Liam Phillips venceram a etapa.

– Na seletiva americana de águas abertas, Ana Marcela Cunha foi bronze nos 10km com 2:01:55.41 e nos 5km, Poliana Okimoto também ficou em 3º.

Danilo Pimentel foi o melhor brasileiro na Série Mundial de Triatlo em Gold Coast, Austrália. Ele terminou em 25º com 1:49:27, a 3min do campeão, o espanhol Mario Mola.Diogo Sclebin foi 40º com 1:51:29. No feminino, surpresa com a derrota de Gwen Jorgensen. A americana que não perdia uma prova há dois anos ficou 41s atrás da britânica Helen Jenkins.