Resumo olímpico da semana

Handebol

not_grd_0000032741

Sem adversários de mesmo nível, a seleção feminina conquistou o Torneio Quatro Nações em São Bernardo. Arrasou por 40-13 o Chile e por 36-9 a República Dominicana e derrotou Portugal por 35-29.

O Brasil enfrentou 3 equipes bem fracas na preparação para o Pan, que começa no próximo domingo na Argentina e dará 3 vagas para o Mundial em dezembro na Alemanha. Na primeira fase, o Brasil pega EUA, Colômbia, Paraguai e Porto Rico.

Luta

img-20170609-wa0046

Joilson Santos Jr no topo do pódio

A equipe brasileira juvenil conquistou 8 medalhas no Pan da categoria em Lima. Apesar da greco-romana ser o pior estilo do Brasil no adulto, foram 4 medalhas na competição juvenil. O único ouro do país em Lima veio com Joilson Ramos Jr, que venceu a categoria 66kg e se tornou bicampeão continental. Ele venceu suas 3 lutas com muita tranquilidade e superioridade. Rafael Crystêllo Filho foi prata nos 120kg, Erivan Rocha nos 55kg foi bronze e Douglas Rocha nos 96kg também foi bronze.

Na luta feminina, Shayenne Silva foi prata nos 48kg ao perder para peruana por 19-17 (!!). Fabiana Alcantara nos 63kg e Thais Oliveira nos 72kg foram bronze. Na luta livre, apenas um bronze, com Daniel Nascimento nos 55kg.

Vôlei

Na 2ª semana da Liga Mundial, o Brasil foi para a Bulgária e, assim como na 1ª, venceu duas partidas e perdeu uma.

Na sexta, venceu o Canadá por 3-1 (23-25, 25-20, 25-22, 25-23). No sábado, fez 3-1 na campeã mundial Polônia (25-21 ,25-20, 17-25, 25-19) e no domingo não foi páreo para a Bulgária, que venceu por 3-1 (25-22, 25-19, 23-25, 25-19).

Após 6 jogos, o Brasil está em 3º no Grupo 1 com 4V e 2D atrás da França, que está invicta com 6 vitórias, e Sérvia, que tem 5.

Outros Esportes

– Participação bem modesta dos brasileiros no Pan de pentatlo moderno, em Santo Domigno. No masculino, William Muinhos foi 8º com 1.399 pontos (52s atrás do campeão) e Gabriel Sasaqui foi 21º com 1.297 entre 41 atletas. No feminino, Priscila Oliveira terminou em 10º com 1,264 (85s atrás da campeã) e Bianca Cavalcanti foi 18ª com 1.189 entre 28 atletas.

Bia Haddad Maia segue embalada e chegou às semifinais do Bol Open, torneio da WTA de US$ 125.000 na Croácia. Bia venceu na 2ª rodada a sueca cabeça 1 Johanna Larsson por 76(3) 61 e nas quartas derrotou a italiana Sara Errani por 61 64, até perder na semifinal para a sérvia Aleksandra Krunic de virda por 16 62 60. Com mais uma boa campanha, Bia atingiu seu melhor ranking da carreira , o 94º lugar

Alexandre Rocha ficou em 4º no Rust-Oleum Championship, em Illinois, com 281 tacadas, 7 acima do alemão campeão Stephan Jaeger. Alexandre somou 3,45333 pontos pro ranking e subiu quase 400 posições no ranking, para 858º.

Philip Greenlees venceu a seletiva brasileira para os Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires-2018, em Campinas. A FEI ainda precisa confirmar as vagas sul-americanas pros Jogos.

– Em amistoso de Rugby XV em São Paulo, Brasil vence Portugal com virada histórica. Com menos de 10min pro final da partida, os Tupis perdiam de 21-6, mas, com 3 tries seguidos, virou para 25-21

– Na Série Mundial de triatlo em Leeds (GBR), Danilo Pimentel foi 31º na prova masculina com 1:53:26, quase 7min atrás do campeão Alistair Brownlee.

Vela e tiro com arco tem seus posts próprios.

Pan de Lutas em casa, mas sem ouro

O CT de lutas em Lauro de Freitas, na Bahia, recebeu o Pan-americano adulto de lutas e o Brasil fez uma boa campanha, conquistando 7 medalhas, mas saiu sem uma de ouro.

equipe_pan

Medalhistas brasileiros na greco-romana

Na greco-romana, a surpresa veio nos 66kg, com Joilson Ramos Jr, que ficou com a prata ao perder na decisão para o cubano Miguel Palacios, que se tornou bicampeão. Foi o 1º torneio internacional de Joilson, aos 19 anos. Ângelo Moreira foi bronze nos 75kg e Davi Albino também ficou em 3º, nos 98kg. Com outras boas colocações, o Brasil ficou em 3º na classificação por equipes, ficando atrás apenas de EUA e Cuba.

No sábado, vez das mulheres. Principal nome da luta feminina, Aline Ferreira ficou com a prata nos 75kg, ficando atrás da canadense Justina di Stasio. Vice mundial em 2014, Aline segue sem um título adulto em um Pan. Dailane dos Reis também foi prata nos 69kg e Caroline Melo levou o bronze nos 48kg. Único ouro brasileiro no Pan de 2016, Lais de Oliveira ficou apenas em 6º lugar nos 63kg. Ainda assim o Brasil ficou em 3º no geral na luta feminina, atrás de Canadá e EUA.

No domingo, na luta livre masculina, a pior do Brasil, David Moreira salvou a pátria ao chegar à final dos 61kg. Ele perdeu na decisão pro cubano Davian Jaime, conquistando a única medalha do país no último dia. Principal nome do torneio, o americano campeão olímpico Kyle Snyder voltou ao país para vencer suas 3 lutas por 10-0 nos 97kg, um dos 5 ouros americanos na luta livre. O Brasil ficou apenas em 7º na classificação geral da modalidade.

As 7 medalhas foram melhores que nas últimas edições. Em 2016, nos EUA, o Brasil venceu 4 (1-2-1), em 2015 foram 5 (1-1-3), em 2014 apenas 2 (0-1-1). Nos Jogos Pan-Americanos de 2015, o Brasil conquistou 1 ouro e 2 bronzes. Vale ressaltar que a última vez que um brasileiro medalhou na luta livre masculina foi no Pan de 2011!

O próximo torneio da seleção adulta deve ser somente o Mundial de Paris, no fim de agosto.