Jogos Europeus Baku-2015 – Último Dia

Sucesso de público e com bons resultados, a 1ª edição dos Jogos terminou neste domingo com o domínio absoluto da Rússia e perspectiva de uma edição em 2019 melhor e, se tudo der certo, com os melhores atletas do continente.

Judô

A França é a maior potência europeia do esporte e confirmou isso com ouro nas duas categorias por equipe.

Selfie francesa do ouro. Foto: François Nel/Getty Images

No masculino, começou vencendo nas 4as Portugal por 4-1. Depois, venceu por 4-1 a Rússia. Apesar de não ter vencido nenhum ouro individual, a França dominou e levou o ouro na final com 4-1 sobre a Geórgia.

No feminino, as francesas levaram perderam apenas uma luta. Cabeças 1, estrearam direto na semifinal, onde venceram a Eslovênia por 5-0. Na final, 4-1 sobre a Alemanha e mais um ouro. A França venceu os dois últimos europeus e é a atual campeã mundial por equipes.

Badminton

A Dinamarca é a maior força fora da Europa do esporte e confirmou isso no final. Já tinha vencido no sábado as duplas masculinas e estava presente nas 3 finais do domingo.

Com a ausência da número 1 do mundo, a espanhola campeã mundial Carolina Marin, quem venceu o ouro foi a dinamarquesa Line Kjaersfeldt numa disputa dura contra a belga Lianne Tan, vencendo pelo placar de 18-21 21-19 21-9.

Nas duplas mistas, ouro para a dupla número 33 do mundo, formada por Niclas Nohr e Sara Thygesen, com 21-16 21-16 sobre dupla francesa 31 do mundo Gaetan Mittelheisser/Audrey Fontaine.

Pablo Abian. Foto: Robert Prezioso/Getty Images

No individual masculino, veio a derrota da Dinamarca. O espanhol Pablo Abian, 43º do mundo, venceu o dinamarquês Emil Holst por 21-12 23-21 para levar o ouro.

Outros Esportes

Joris Daudet. Foto: Michael Steele/Getty Images

O dia bom da Dinamarca seguiu no ciclismo BMX. Na final feminina, vitória de Simone Christensen com 37.074 contra 37.287 da francesa Magalie Pottier, finalista olímpica em Londres. No masculino, o bom dia da França culminou com mais um ouro, de Joris Daudet, muito a frente dos outros, com quase 1s de vantagem.

A Alemanha surpreendeu levando o ouro no vôlei masculino com 3-1 na final sobre a Bulgária, parciais de 25-16 25-18 29-31 25-21.

Na última final dos Jogos, no futebol de areia, vitória da Rússia com 3-2 sobre a Itália. Bronze para Portugal com 6-5 na Suíça.

A Rússia, claro, dominou os Jogos, com 164 medalhas no total sendo absolutos 79 ouros! O Azerbaijão usou bem o fator casa para levar 21 ouros e 56 medalhas no total. Ao todo, 42 dos 50 países ganharam pelo menos uma medalha. Só não levaram medalha Albânia, Andorra, Bósnia, Islândia, Liechtenstein, Luxemburgo, Malta e Mônaco.

Captura de Tela 2015-06-30 às 23.01.18

A próxima edição será em 2019. Seria na Holanda, mas o Comitê Holandês desistiu de ser sede.

Jogos Europeus Baku-2015 – Dia 15

Judô

Kirill Denisov

Na forte categoria dos 90kg, o ouro foi para o russo Kirill Denisov, dono de 3 medalhas em Mundiais. Ele venceu a final por um yuko sobre o georgiano Varlam Liparteliani, 2º do mundo. Campeão olímpico em 2004 e tri mundial, o o grego Ilias Iliadis foi bronze. Atual campeão mundial e número 1 do mundo, o húngaro Krisztian Toth nem pegou medalha, ficando em 5º.

Henk Grol. Foto: Reuters

Dois bronzes olímpicos, o holandês Henk Grol venceu na final o checo campeão mundial Lukas Krpalek também por um yuko. A surpresa foi pela eliminação do número 2 do mundo e esperança local Elmar Gasimov, que perdeu nas 8as para português. Sem o francês Teddy Riner na disputa, a categoria +100kg estava aberta. Vitória do georgiano Adam Okruashvili, vencendo na final o israelense Or Sasson por ippon.

No feminino, dia ruim para a Alemanha, que perdeu as 2 finais do dia. Nos 78kg, ouro para a holandesa Marhinde Verkerk por waza-ari sobre Luise Malzahn. Decepção da vice-campeã mundial Audrey Tcheumeo, que nem pegou medalha. No +78kg, Emilie Andeol deu o ouro para a França com ippon sobre a alemã Jasmin Kuelbs.

Natação

11 finais para encerrar a natação! E nada menos que 8 ouros russos!

No masculino, Nikolay Sokolov venceu os 400m medley com 4:19.44, Anton Chupkov os 100m peito com o belo tempo de 1:00.65, Daniil Pakhomov faturou os 100m borboleta com 52.72 com apenas 0.06 de vantagem sobre espanhol e o revezamento 4x100m medley venceu com 3:36.38.

Olesia Cherniatina na final do revezamento 4x200m feminino. Foto: Michael Steele/Getty Images

Polina Egorova foi o nome do dia com 2 ouros (e 5 no total nos Jogos) vencendo os 100m costas com 1:01.19 e os 50m borboleta com 26.82. Maria Astashkina levou os 100m peito com 1:07.71 e a equipe levou o revezamento 4x200m livre com 8:03.45.

Na prova mais rápida, os 50m livre, vitória do israelense Ziv Kalontarov com 22.16. O britânico Duncan Scott levou os 200m livre com 1:48.55 e a alemã Maxine Wolters venceu os 200m medley com 2:13.37. Foram 23 ouros russos na natação.

Boxe

Os donos da casa fizeram a festa no último dia do boxe, com 3 ouros! Campeão mundial em 2007, Albert Selimov ficou com o ouro nos 60kg com vitória sobre francês. O Azerbaijão ainda faturou ouro nos 69kg com Parviz Baghirov e nos 91kg com Abdulkadir Abdullayev.

Katie Taylor (azul) na final. Foto: Richard Heathcote/Getty Images

Mas a festa foi na Irlanda! Campeã olímpica e maior atleta do país, Katie Taylor confirmou seu favoritismo e venceu os 60kg feminino, com 3-0 em francesa. Nos 75kg masculino, Michael O’Reilly venceu atleta do Azerbaijão para levar o segundo ouro irlandês dos Jogos.

Outros Esportes

Melhor equipe europeia do badminton, a Dinamarca levou o ouro nas duplas masculinas com Mathias Boe/Carsten Mogensen com tranquilos 21-8 21-13 sobre dupla russa. Nada mais do que esperado para a dupla número 2 do mundo. Nas duplas femininas, ouro para as irmãs búlgaras Gabriela e Stefani Stoeva com 21-12 23-21 em russas.

Fechando a esgrima, mais 3 provas por equipes. No sabre feminino, depois de ser a grande decepção dos jogos, Olha Kharlan ajudou a Ucrânia a levar o ouro com 45-43 na Itália. Na espada masculina, ouro para a França com 45-32 na Rússia e no florete masculino, ouro para a Grã-Bretanha com 45-41 na Itália.

A Turquia levou o ouro no vôlei feminino com 3-0 na Polônia, parciais de 25-11 25-19 25-13. Numa disputa de 5 sets, a Sérvia venceu o Azerbaijão na disputa do bronze.

Jogos Europeus Baku-2015 – Dia 14

Judô

Avtandili Tchrikishvili vencendo o Loic Pietri na semifinal

O primeiro ouro de Israel veio nos 73kg do judô masculino com Sagi Muki. O judoca de 23 anos venceu na final com um ippon faltando 27s para o fim da luta o georgiano Nugzari Tatalashvili, campeão mundial por equipes em 2013 no Rio. Já na final dos 81kg, um belo duelo entre o campeão mundial, o georgiano Avtandili Tchrikishvili, número 1 do mundo disparado, e o russo Ivan Nifontov, bronze em Londres. A luta terminou empatada com um waza-ari para cada lado, mas como o russo levou um shido, ouro para o georgiano. Campeão mundial em 2013, o francês Loic Pietri ficou com um dos bronzes.

O fortíssimo pódio dos 63kg feminino. Foto: Michael Steele/Getty Images

No feminino, surpresa nos 63kg. As 3 líderes do ranking ficaram para trás da alemã Martyna Trajdos. Vice no Grand Slam de Baku esse ano, ela venceu na final por waza-ari a eslovena Tina Trstenjak. As duas surpreenderam as líderes do ranking na semifinal, a francesa número 1 do mundo e campeã mundial em 2014 Clarisse Agbegnenou e a israelense, número 2 e campeã mundial em 2013, Yarden Gerbi. Elas acabaram com o bronze.

Nos 70kg, vitória da número 1 do mundo, a holandesa Kim Polling. Com um ippon aos 1min34, a holandesa venceu a alemã Laura Vargas Koch, vice-campeã mundial em 2013. Nas categorias paralímpicas, para deficientes visuais, ouro para o azeri bicampeão paralímpico Ilham Zakiyev nos acima de 90kg masculino e para a ucraniana Inna Cherniak nos 57kg feminino.

Natação

Mais um dia dourado para a Rússia, com 5 vitórias nas piscinas em 7 provas. Filipp Shopin venceu os50m costas com 25.40. Nos 50m livre feminino, vitória de Mariia Kameneva com 25.23, 0.04 melhor que a holandesa Marrit Steenbergen. Arina Openysheva levou os 200m livre com 1:58.22 também a frente da Steenbergen. Polina Egorova faturou os 100m borboleta com 59.36, única abaixo de 1min e o revezamento misto 4x100m medley levou o 5º ouro com 3:49.53.

Embed from Getty Images

Luke Greenbank venceu os 200m costas com 1:56.89 para ao Grã-Bretanha. Ele já tinha vencido os 100m costas. E nos 800m livre masculino, ouro para o francês Nicolas D’Oriano com 7:59.87. Ele já tinha levado os 1.500m.

Boxe

Elvin Mamishzada. Foto: David Ramos/Getty Images

Os donos da casa abriram no quadro de medalhas sobre os britânicos graças aos 2 ouros no boxe. Elvin Mamishzada venceu nos 52kg masculino e Collazo Sotomayor venceu italiano para levar ouro nos 64kg. Collazo, aliás, é sobrinho do grande Javier Sotomayor, cubano que até hoje tem o recorde mundial do salto em altura.

A Rússia não ficou pra trás, vencendo os 54kg feminino com Elena Saveleva e os 64kg com Anastasiia Beliakova. Esse 4 ganhadores, aliás, vencera italianos na final! No acima de 91kg masculino, o britânico Joe Joyce ficou com  ouro.

Outros Esportes

Embed from Getty Images

Em 3 finais por equipes da esgrima, a Rússia venceu o florete feminino com arrasadores 45-18 na França na final. Já num disputado 45-44, a Itália venceu a Romênia no sabre masculino. Na espada feminina, Romênia 31-25 na Estônia.

A Rússia levou os dois ouros no basquete 3×3, com 18-14 na Espanha no masculino e 22-17 na Ucrânia no feminino.

Bulgária surpreendeu a Polônia com 3-2 e faz a final do vôlei masculino com a Alemanha, que fez 3-1 na Rússia.

Jogos Europeus Baku-2015 – Dia 13

A Grã-Bretanha encosta no Azerbaijão e ameaça pegar o 2º lugar e a Rússia tem quase o triplo de medalhas que a Alemanha, 2ª com mais medalhas no total.

Judô

O torneio de judô dos Jogos vale como Europeu da modalidade. Com pontos pro ranking mundial, todo mundo está em Baku e deve ser o esporte com maior nível técnico dos Jogos, junto com o tiro e a canoagem.

Charline Van Snick para vencer os 48kg do judô

No feminino, 3 campeãs de altíssimo nível. Nos 48kg, vitória da belga Charline van Snick, que foi protagonista de uma polêmica após o Mundial de 2013, no Rio. Ela ficou com o bronze, mas depois foi pega no exame antidoping com cocaína. Na final, a belga venceu a turca Ebru Sahin por yuko. Bronze em Londres, a húngara Eva Csernoviczki levou um dos bronzes. Nos 52kg, a romena Andreea Chitu, que derrotou a Érika Miranda na semi do último mundial, ficou com o ouro com um yuko sobre a francesa Annabelle Euranie.

Pódio dos 57kg com ouro para a portuguesa Telma Monteiro (2ª). Foto: Richard Heathcote/Getty Images

Nos 57kg, vitória da portuguesa Telma Monteiro. A eterna vice-campeã mundial (já perdeu por 4 vezes a final) se tornou penta-campeã europeia com o ouro com ippon sobre a húngara Hedvig Karakas. A kosovar Nora Gjakova ficou com um dos bronze e levou a primeira medalha de Kosovo em Baku.

No masculino, dois ouros para a Rússia. Bronze no último mundial e bicampeão europeu, Beslan Mudranov venceu com um ippon a 17s da final o azeri Orkhan Safarov nos 60kg. Já nos 66kg, vitória de Kamal Khan-Magomedov por waza-ari sobre o francês Loic Korval, que defendia o título europeu.

Natação

Mais ouros russos na piscina. Foram 4: Daniil Pakhomov venceu os 200m borboleta com 1:57.04, Maria Astashkina nos 200m peito com o belo tempo de 2:23.06 e as equipes venceram os dois revezamentos do dia, o 4x200m livre masculino com 7:16.08 e o 4x100m medley feminino com 4:03.22.

Embed from Getty Images

A Áustria apareceu e levou duas provas. Sebastian Steffan venceu os 200m medley com 2:01.39 e Caroline Pilhatsch faturou os 50m costas com 28.60. A Grã-Bretanha não passou em branco e Duncan Scott venceu os nobres 100m livre com 49.43, sua 4ª medalha em Baku.

Fechando o dia, ouro para a Lituânia nos 50m peito masculino com Andrius Sidlauskas com 27.81 e para a italiana Sveva Schiazzano nos 1.500m livre com 16:40.17.

Esgrima

No último dia de provas individuais, a maior surpresa do dia foi sem dúvida a eliminação da ucraniana Olha Kharlan no sabre feminino. Bronze em Londres e atual bicampeã mundial, Kharlan decepcionou na rodada de poules, perdendo 4 dos 5 combates e sequer avançando para o mata-mata! Um dos grandes nomes desses Jogos, a número 1 do mundo Kharlan nem apareceu para o público, já que a rodada de poules ocorreu apenas nos bastidores.

Captura de Tela 2015-06-25 às 22.29.07

Final do sabre feminino com os pulos da polonesa. Foto: Serge Timacheff/Fencing Photos/FIE

Sem a favorita, a polonesa Angelika Wator aproveitou e fez um combate muito disputado com a azeri Sevil Bunyatova, vencendo por 15-14! Wator é apenas a 88ª do mundo no sabre!

No florete masculino, vitória do italiano Alessio Foconi, com 15-11 no russo Timur Arslanov na final.

Boxe

Pódio dos 51kg com ouro para a britânica Nicola Adams. Foto: Jamie Squire/Getty Images

A britânica campeã olímpica Nicola Adams confirmou seu favoritismo e ficou com o ouro nos 51kg feminino, vencendo a polonesa Sandra Drabik. Nos 75kg, ouro para a holandesa Nouchka Fontijn.

Bronze em Londres e no último mundial, o azeri Teymur Mammadov levou o ouro nos 81kg com vitória de 3-0 sobre o italiano Valentino Menfredonia. Dois ouros russos nas outras duas provas com Bator Sagaluev nos 49kg e com Bakhtovar Nazirov nos 56kg.

Outros Esportes

Com dois jogos que foram para 3-2, foi definida a final do vôlei feminino. O Azerbaijão estava invicto e pegou a Turquia. Com 26 pontos de Neriman Özsoy, a Turquia venceu por 3-2 com 15-11 no 5º set eliminando as donas da casa. Na final, elas enfrentam a Polônia, que precisou de 2h20 para vencer a Sérvia com 15-12 no 5º set.

No basquete 3×3, já estão formadas as semifinais. No masculino, Eslovênia x Rússia e Sérvia x Espanha. No feminino, Ucrânia x Eslovênia e Espanha x Rússia.

Rússia segue disparada com 59 ouros, 32 pratas e 32 bronzes. O Azerbaijão com 15-13-18 segue em 2º, mas a Grã-Bretanha encosta com 14-6-14. A Alemanha tem 13-12-22 , seguida de Bielorrússia com 10-10-22, Itália 9-16-7 e Hungria 8-4-7. 42 dos 50 países participantes já ganharam medalha.

Jogos Europeus Baku-2015 – Dia 12

Natação

Luke Greenbank na final dos 100m costas

Luke Greenbank levou mais um ouro para a Grã-Bretanha, que está subindo no quadro disposta a pegar o 2º lugar geral. Com 54.76, ele venceu os 100m costas com o russo Filip Shopin colado atrás com 54.81. Belo tempo do francês Nicolas D’Oriano para vencer os 1.500m livre com 15:13.31. Na única outra final masculina do dia, os 200m peito, vitória do russo Anton Chupkov com ótimos 2:10.85.

Marrit Steenbergen

Maior nome da nova safra holandesa, Marrit Steenbergen (guardem esse nome) confirmou o favoritismo e levou os 100m livre com 53.97, o mesmo tempo da semifinal. Outros dois ouros russos no feminino. Polina Egorova venceu os 200m costas com 2:11.23 e Arina Openysheva levou os 400m livre com 4:08.91. A alemã Julia Mrozinski levou os 200m borboleta com 2:11.19, tempo campeão mais fraco do dia, eu acho.

A Rússia fechou com mais um ouro, no revezamento 4x100m livre misto, com 3:30.30, mais de 2s na frente da Alemanha.

Esgrima

Mesmo sem sua equipe A, a Itália foi bem no florete feminino. Aliás, nas duas semifinais confronto entre Itália e Rússia. Alice Volpi venceu na final a russa Yana Alborova por 15-11. Bronzes para a italiana Valentina Ciprian e para a russa Adelina Zagidullina.

Trevejo contra Khodos na final da espada masculina

Já na espada masculina, a vitória foi de um francês, Ivan Trevejo. Veterano de 43 anos, Trevejo foi prata na espada em Atlanta-1996 e bronze por equipe em Sydney-2000, quando defendia Cuba. Ele se casou com uma francesa e mudou de nacionalidade. Na final, enfrentou o russo Sergey Khodos vencendo por tranquilos 15-8. Nível alto da prova, com bronzes para o francês Daniel Jerent, campeão mundial por equipe em 2014, e para o norueguês Bartosz Piasecki, vice-campeão olímpico em Londres.

Boxe

Cinco categorias tiveram sua semifinais na quarta-feira. Nos 51kg feminino, a campeã olímpica Nicola Adams venceu turca e pega na final a polonesa Sandra Drabik. Nos 75kg, Holanda contra Suécia na final.

Nas provas masculinas, Rússia em duas finais, com Bator Sagaluev nos 49kg e Bakhtovar Nazirov nos 56kg. Nos 81kg, o azeri Teymur Mammadov, bronze em Londres, pega o italiano Valentino Manfredonia.

Outros Esportes

Definidas as semifinais do vôlei masculino. Polônia venceu 3-0 a Eslováquia e pega a Bulgária, que passou com 3-1 pela Turquia. Do outro lado, Rússia (3-0 na França) pega a Alemanha (3-0 na Sérvia).

Começaram as disputas do futebol de areia. Pelo Grupo A, Portugal 6-5 Suíça e Ucrânia 3-1 Azerbaijão. No B, Espanha 1-1 (3-1 nos pênalits) na Itália e Rússia 5-3 Hungria.

Também rolou o encerramento da primeira fase do basquete 3×3 e do badminton.

 

Jogos Europeus Baku-2015 – Dia 11

No dia com menos finais até então (apenas 9), começaram as provas de natação, esgrima e basquete 3×3.

Natação

Assim como nos outros esportes aquáticos, a natação é disputada por atletas juvenis. Apesar disso, marcas ótimas da nova geração que deve disputar os Jogos de 2020 e 2024.

Embed from Getty Images

Nas finais femininas, 2 ouros para a Grã-Bretanha e 2 para a Rússia. Holly Hibbott venceu os 800m livre com 8:39.02 com a russa Anastasiia Kirpichnikova colada com 8:39.73. Já nos 400m medley, ótimo tempo da britânica Abbie Wood com 4:41.97. Nos 50m peito, vitória da russa Maria Astashkina com 31.58. No revezamento 4x100m livre, mais uma vitória russa com 3:43.63 com a Holanda logo atrás com 3:44.10. Destaque para a holandesa Marrit Steenbergen, com a excelente parcial de 53.00, a melhor da final. Tempo digno de equipe campeã olímpica e mundial! Na prova dos 100m livre, ela foi a melhor nas eliminatórias e na semifinal, nadando esta última com ótimos 53.97.

Embed from Getty Images

No masculino, o alemão Paul Hentschel venceu os 400m livre com 3:52.43, numa final bem disputada, com o grego Dimitrios Dimitriou a 0.17 e o russo Ernest Maksumov a 0.22. O ucraniano Andrii Khloptsov venceu os 50m borboleta com 23.92. Fechando o bom dia britânico, o ouro no 4x100m livre masculino com 3:19.38, seguido de Itália e Rússia.

Esgrima

Embed from Getty Images

O europeu de esgrima acabou há duas semanas, mas muitos dos melhores atletas do continentes estão em Baku. Na espada feminina, a partida principal foi na semifinal. A número 2 do mundo e vice campeã olímpica em Pequim, a romena Ana Maria Branza, enfrentou a número 3 do mundo e campeã europeia em 2014, a estoniana Erika Kirpu. Num combate bem disputado, vitória de Branza por 12-11. Do outro lado, a russa Yana Zvereva venceu a romena Simona Gherman por 15-8. Na final, a russa chegou a abrir 11-9, mas levou 6 toques seguidos para dar o ouro para a romena.

Embed from Getty Images

No sabre masculino, o favorito era o romeno Tiberiu Dolniceanu, número 3 do mundo. Ele venceu na semifinal o italiano Luigi Miracco por 15-11. Na outra semi, o ucraniano Andriy Yagodka também venceu por 15-11 um italiano, Alberto Pellegrini. Na final, Yagodka também virou o combate. Ele perdia por 9-7, mas venceu por 15-10, dando o segundo ouro ucraniano do dia.

Outros Esportes

O Azerbaijão continua seu torneio dos sonhos no vôlei feminino. Nas 4as, venceu a Holanda por 3-0 e enfrenta na semi a Turquia, que precisou de um 3-1 sobre a Rússia. Na outra semi, jogam Polônia (que fez 3-2 na Alemanha em 2h12) e Sérvia, que precisou de 2h35 para passar pela Bélgica, com 19-17 no 5º set!

Bélgica x Rússia no basquete 3×3. Foto: Tom Pennington/Getty Images

A primeira rodada do basquete 3×3, a segunda do badminton e as quartas de final de 8 categorias do boxe também rolaram nesta terça-feira.

Após 163 provas, a Rússia dificilmente perde a liderança e tem já 47 ouros, 25 pratas e 22 bronzes,94 no total. O Azerbaijão vem com 14-11-14, seguido de Alemanha 12-10-12, Grã-Bretanha que sobe com 11-3-8, Bielorrússia 10-9-22, Sérvia 8-4-1 e Hungria 8-2-5.

Jogos Europeus Baku-2015 – Dia 10

Atletismo

Embed from Getty Images

O atletismo nos Jogos serviu como a 3ª divisão do Europeu por Equipes. Sem nenhum grande nome, apenas com atletas de 14 nações sem tradição como Áustria, Eslováquia, Azerbaijão, Moldávia, Bósnia, Geórgia e os pequenos como Malta, Andorra, Albânia. Alguns resultados bons, mas muito, muitos resultados absurdamente fracos. Que, aliás, são os que mais chamam atenção.

Alguns bons resultados do domingo: 14,41m no triplo feminino de Hanna Minenko (ISR), 20,26m no peso masculino do Hamza Alic (BIH), 50.70 nos 400m com barreiras masculino de Martin Kucera (SVK), 69,31m no martelo feminino da Martina Hrasnova (SVK) e 13.18 nos 100m com barreiras feminino da Beate Schrott (AUT).

Agora, muita coisa bem ruim. O que dizer da marca de 2,00m no salto com VARA? Foi da atleta de Malta. Tem mulher que faz mais que isso no salto em altura! Na salto com vara masculino, o atleta de Malta foi o pior com 3,00m. Ou então 30,83m no martelo masculino? No feminino, uma atleta da Macedônia fez 18,41m. Como ela abandonou a prova, vou dar o benefício da dúvida e assumir que ela errou alguma coisa.

Na classificação geral, a Eslováquia venceu com 458,5 pontos contra 458 (!!) da Áustria e ficou com o ouro. Israel em 3º com 430.

Tiro

Semifinal da pistola de ar 10m por equipe mista. Foto: Harry Engels/Getty Images

Últimas provas do tiro foram em 3 categorias de duplas mistas.

E foi a Itália que se deu bem. No skeet, a dupla formada por Valerio Luchini (ouro no individual) e Diana Bacosi (prata no feminino) veceu por 30-29 a dupla do Chipre. No rifle de ar, Niccolo Campriani e Petra Zublasing vencerama  Dinamarca na final por 5-4. Fechando o dia, a Alemanha com Christian Reitz e Monika Karsch venceu a pistola de ar por 5-4 sobre a Grécia. Só para entender, em cada round cada atleta dá um tiro e somam-se as marcas. A dupla melhor leva o round e quem chegar a 5, vence.

Tiro com Arco

Embed from Getty Images

12º na qualificação, o espanhol Miguel Alvariño surpreendeu e ficou com o ouro. Na final, ele venceu o holandês Sjef van der Berg, 3º na quali, por 7-1. O bronze foi para o bielorrusso Anton Prilepov.

Grande favorito, campeão olímpico por equipes e campeão nas duplas mistas, o italiano Mauro Nespoli foi surpreendido nas 8as de final por um polonês. Segundo favorito, o holandês Rick van der Ven perdeu nas 4as para Prilepov. Campeão olímpico em Pequim, o ucraniano Victor Ruban perdeu nas 8as para o van der Berg.

Sambo

Confesso que não sei nada dessa luta, Depois de uma rápida pesquisa, descobri que ela surgiu na União Soviética na década de 1920. Por esse fato, a Rússia tem o domínio quase que absoluto do esporte. Das 8 categorias em jogo nestes Jogos, ela venceu 5! A Bielorrússia levou dois ouros e a Sérvia conquistou um, na categoria mais pesada feminina.

Outros Esportes

Semifinais em várias categorias do boxe definidas. Quem já está lá, por exemplo, é a britânica Nicola Adams, campeã olímpica em Londres, que venceu uma búlgara nesta segunda-feira.

Foram definidas as 4as do vôlei masculino: Polônia x Eslováquia, França x Bulgária, Turquia x Rússia e Sérvia x Alemanha.

Após 10 dias, a Rússia está absurdamente disparada no quadro de medalhas, com 45 ouros, 23 pratas e 19 bronzes. O Azerbaijão vem distante atrás com 14-11-14, seguido de Alemanha 11-9-12, Bielorrússia 10-9-22, Sérvia 8-4-0, Grã-Bretanha 8-3-7 e Hungria 8-2-5. 40 dos 50 países já medalharam.