Resumo olímpico da semana

Handebol

not_grd_0000032741

Sem adversários de mesmo nível, a seleção feminina conquistou o Torneio Quatro Nações em São Bernardo. Arrasou por 40-13 o Chile e por 36-9 a República Dominicana e derrotou Portugal por 35-29.

O Brasil enfrentou 3 equipes bem fracas na preparação para o Pan, que começa no próximo domingo na Argentina e dará 3 vagas para o Mundial em dezembro na Alemanha. Na primeira fase, o Brasil pega EUA, Colômbia, Paraguai e Porto Rico.

Luta

img-20170609-wa0046

Joilson Santos Jr no topo do pódio

A equipe brasileira juvenil conquistou 8 medalhas no Pan da categoria em Lima. Apesar da greco-romana ser o pior estilo do Brasil no adulto, foram 4 medalhas na competição juvenil. O único ouro do país em Lima veio com Joilson Ramos Jr, que venceu a categoria 66kg e se tornou bicampeão continental. Ele venceu suas 3 lutas com muita tranquilidade e superioridade. Rafael Crystêllo Filho foi prata nos 120kg, Erivan Rocha nos 55kg foi bronze e Douglas Rocha nos 96kg também foi bronze.

Na luta feminina, Shayenne Silva foi prata nos 48kg ao perder para peruana por 19-17 (!!). Fabiana Alcantara nos 63kg e Thais Oliveira nos 72kg foram bronze. Na luta livre, apenas um bronze, com Daniel Nascimento nos 55kg.

Vôlei

Na 2ª semana da Liga Mundial, o Brasil foi para a Bulgária e, assim como na 1ª, venceu duas partidas e perdeu uma.

Na sexta, venceu o Canadá por 3-1 (23-25, 25-20, 25-22, 25-23). No sábado, fez 3-1 na campeã mundial Polônia (25-21 ,25-20, 17-25, 25-19) e no domingo não foi páreo para a Bulgária, que venceu por 3-1 (25-22, 25-19, 23-25, 25-19).

Após 6 jogos, o Brasil está em 3º no Grupo 1 com 4V e 2D atrás da França, que está invicta com 6 vitórias, e Sérvia, que tem 5.

Outros Esportes

– Participação bem modesta dos brasileiros no Pan de pentatlo moderno, em Santo Domigno. No masculino, William Muinhos foi 8º com 1.399 pontos (52s atrás do campeão) e Gabriel Sasaqui foi 21º com 1.297 entre 41 atletas. No feminino, Priscila Oliveira terminou em 10º com 1,264 (85s atrás da campeã) e Bianca Cavalcanti foi 18ª com 1.189 entre 28 atletas.

Bia Haddad Maia segue embalada e chegou às semifinais do Bol Open, torneio da WTA de US$ 125.000 na Croácia. Bia venceu na 2ª rodada a sueca cabeça 1 Johanna Larsson por 76(3) 61 e nas quartas derrotou a italiana Sara Errani por 61 64, até perder na semifinal para a sérvia Aleksandra Krunic de virda por 16 62 60. Com mais uma boa campanha, Bia atingiu seu melhor ranking da carreira , o 94º lugar

Alexandre Rocha ficou em 4º no Rust-Oleum Championship, em Illinois, com 281 tacadas, 7 acima do alemão campeão Stephan Jaeger. Alexandre somou 3,45333 pontos pro ranking e subiu quase 400 posições no ranking, para 858º.

Philip Greenlees venceu a seletiva brasileira para os Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires-2018, em Campinas. A FEI ainda precisa confirmar as vagas sul-americanas pros Jogos.

– Em amistoso de Rugby XV em São Paulo, Brasil vence Portugal com virada histórica. Com menos de 10min pro final da partida, os Tupis perdiam de 21-6, mas, com 3 tries seguidos, virou para 25-21

– Na Série Mundial de triatlo em Leeds (GBR), Danilo Pimentel foi 31º na prova masculina com 1:53:26, quase 7min atrás do campeão Alistair Brownlee.

Vela e tiro com arco tem seus posts próprios.

Resumo da semana olímpica

Pólo Aquático

gustavogrummy

Grummy

A seleção brasileiro masculina de polo aquático venceu o título da Copa UANA e garantiu vaga pro Mundial de Esportes Aquáticos em Budapeste. Na 1ª fase, o Brasil venceu 9-6=3 a Argentina, 29-5 Trinidad & Tobago e perdeu pro Canadpa por 8-4. Nas semifinais, nova vitória sobre a Argentina, por 11-5, e na decisão, uma ótima vitória de 6-5 sobre o Canadá. O Brasil foi pro último quarto perdendo de 4-3 e virou para 6-5. Grummy foi eleito o melhor jogador do torneio.

A seleção está bem diferente da que disputou os Jogos do Rio. Alguns jogadores saíram da seleção, alguns se aposentaram do esporte e o técnico não é mais o croata Ratko Rudic.

Esgrima

Na Copa do Mundo de florete em Bonn, Alemanha, Heitor Shimbo fez excelente fase de poules e se classificou direto pra chave principal. Guilherme Toldo precisou passara pelas rodadas preliminares, mas também chegou ao top64, onde ambos perderam na estreia: Toldo de 15-6 para o egípcio Alaaeldin Abouelkassem e Shimbo de 15-5 para o sul-coreano Heo Jun. Em Legnano, na Itália, Nathalie Moellhausen perdeu na estreia na Copa do Mundo de espada por 12-10 para a italiana Marta Ferrari.

Mas o belo resultado foi na prova por equipes no florete masculino. No 1º confronto, o Brasil derrotou por 41-40 a Grã-Bretanha e chegou às 4as de final. Pegando a forte Itália, levou uma surra de 45-17, depois peredu por 45-40 pra China e de 45-29 pra Alemanha, terminando na ótima 8ª posição, subindo para a excelente 7ª posição do ranking mundial.

Outros Esportes

Thiago Braz conquistou mais uma medalha em provas indoor na Europa. Em Berlim, o campeão olímpico foi prata no salto com vara com 5,70m, ficando atrás do polonês Piotr Lisek, com 5,86m. Em 3 competições, ele ficou com um ouro, uma prata e um bronze.

Letícia Cherpe de Souza, que disputou o revezamento 4x400m nos Jogos do Rio, estabeleceu novo recorde brasileiro indoor nos 400m na sexta-feira, dia 10. Em Fayetteville, Arkansas, EUA, ela marco 52.54, batendo o recorde anterior que era dela mesma, de 52.93, estabelecido no dia 4 de fevereiro.

dy3wcb4zw5

Guilherme Müller

– Guilherme Müller e Letícia Candido venceram a 1ª etapa da Taça Brasil de mountain bike, em Campo Largo, Paraná. Guilherme deixou pra trás nomes fortes do país, como Henrique Avancini e Luiz Henrique Cocuzzi.

Adilson da Silva passou pelo corte em torneio na Malásia válido pelo European Tour, terminando em 59º com 288 tacadas, 19 acima do paraguaio Fabrizio Zanotti, vencedor da prova. Na Colômbia, pelo web.com Tour, Alexandre Rocha foi 54º com 285 tacadas, 14 a mais que o vencedor, o americano Erhan Tracy.

Luiz Francisco Azevedo foi vice em GP5* nos EUA neste sábado. A prova teve uma alta premiação de USD 380.000 e Luiz Francisco levou USD 76.000. No mesmo torneio, mas na sexta-feira, Yuri Mansur foi 3º colocado em prova de 1,45m.

Thomaz Bellucci chegou às semifinais do ATP250 de Quito, no Equador. Ele perdeu pelo 3º ano seguido no torneio para o dominicano Victor Estrella Burgos, agora por 76(4) 76(3). Estrella Burgos conquistou o tricampeonato seguido da competição.

– Na Fed Cup, o Brasil teve uma participação bem fraca. Começou perdendo de 2-1 pra Colômbia, depois venceu 3-0 o México e perdeu 2-1 pra Argentina e pro Chile. Ficou em 4º no grupo e precisou duelar contra a Bolívia parfa não cair. Venceu por 2-0 e se manteve no Grupo I das Américas.

– A equipe de Hugo Calderano foi eliminada nas 4as da Champions League de tênis de mesa. O Ochsenhausen perdeu para o Borussia Düsseldorf. Hugo perdeu pro super alemão Timo Boll por 3-1.

Resumo da semana passada

Vela

captura-de-tela-2017-02-01-as-23-17-39

Martine Grael e Kahena Kunze

Miami recebeu a 1ª etapa da Copa do Mundo de vela, com poucos nomes fortes da modalidade. Com uma equipe de nomes consagrados e apostas pro futuro, o Brasil venceu duas classes. As campeã olímpicas Martine Grael/Kahena Kunze fizeram uma competição excelente. Venceram 3 das 13 regatas (incluindo a regata da medalha) e ficaram com o ouro com apenas 35 pontos perdidos contra 56 de dupla norueguesa, que ficou em 14º no Rio-2016. Na Classe Finn, Jorge Zarif foi quase perfeito. O paulista 4º nos Jogos do Rio venceu 6 das 11 regatas e tinha tanta vantagem que bastava não ser desclassificado na regata da medalha para ficar com o ouro. Ele somou apenas 23 pontos contra 51 do britânico Ben Cornish.

Em sua primeira competição importante juntos, Robert Scheidt e Gabriel Borges alternaram regatas médias com regatas ruins e ficaram em 16º na 49er entre 26 barcos. A dupla está em fase de adaptação, importante principalmente pro nosso bicampeão olímpico, que acaba de fazer um ciclo na Laser, que é muito diferente da 49er. Henrique Haddad/Breno Abdulklech ficaram em 9º na 49er e Bruno Fontes foi 10º na Laser.

Atletismo

64537d07-c4c7-4b02-8993-0c897b9f4002

Thiago Braz. Foto: Jean-Pierre Durand

Em sua primeira prova no ano, o campeão olímpico Thiago Braz venceu no sábado à noite o meeting indoor de Rouen, com 5,86m. Competindo contra os grandes nomes da prova, Thiago deixou para trás o grego Kontadinos Filippidis, 2º com 5,70m, o canadense campeão mundial Shawn Barber em 5º.

Vindo de uma contusão no quadriceps, o francês Renaud Lavillenie decepcionou e foi apenas 7º com 5,50m. Thiago e Lavillenie voltam a se enfrentar no fim de semana em outra prova indoor na França.

Outros Esportes

– Por conta da suspensão basquete brasileiro pela FIBA, o Brasil foi excluído do Mundial Sub19 feminino, que será disputado no final de julho.

Gabriela Cecchini foi 38ª na Copa do Mundo juvenil de florete em Mödling, perdendo na estreia da chave final por 15-13 para a polonesa Beata Zurowska. Em Aix-em-Provence, Pedro Marostega foi 60º na Copa do Mundo Juvenil de florete. Ele também chegou à chave final, mas perdeu na estreia por 15-10 para o americano Andrew Zheng.

Alexandre Rocha não passou pelo corte em torneio de golfe nas Bahamas válido pelo web.com Tour por uma tacada.

– Na Premier League de Paris de Karatê, Vinicius Filgueira perdeu nas 4as de final para atleta saudita na categoria 67kg por 4-1 e o Brasil ficou sem medalha. Única medalhista brasileira no último mundial, Valéria Kumizaki perdeu na 3ª luta para cazaque nos 55kg feminino.

Resumo do fim de semana

Fim do jejum no vôlei, mais medalhas no badminton e uma prévia do golfe

Título no vôlei

No curto Torneio dos Campeões de vôlei, a equipe brasileira faturou o título com uma boa performance e com um elenco renovado.

O Brasil começou com uma vitória de 3-1 sobre o Irã e um 3-0 duro sobre os Estados Unidos. Após o dia de descanso, uma vitória tranquila sobre o Japão e aí veio a Rússia. A pedra no sapato desde Londres.

A Rússia havia perdido para a Itália na estreia por 3-1 e o Brasil poderia ser campeão com uma rodada de antecedência se vencesse por 3-0 ou 3-1. E parecia caminhar para isso. 25-20 no 1° set e 25-22 no 2° e um Brasil jogando bem, conseguindo anular o ataque russo. Aí entrou Sivozhelez no lugar do Spiridonov e mudou a cara do jogo. Nem os 21 pontos de Wallace e 5 aces de Lucão impediram a reação russa, que fechou com 20-25 22-25 25-21 25-17 15-9.

Foi a quarta derrota seguida para os russos: na espetacular final olímpica, na estreia da fase final na Liga Mundial este ano, na final da Liga este ano e agora.

Apesar da derrota, o Brasil chegou para o jogo final contra a Itália precisando apenas de 2 sets para ficar com o tetracampeonato do torneio. O Brasil venceu os 2 primeiros sets e, já com o título nas mãos, cochilou, cedendo o empate italiano. No tie-break, 15-11 e fechando o torneio com mais uma vitória. Rússia foi prata e Itália bronze.

O russo Dmitriy Muserskiy foi eleito o MVP do torneio, Bruninho o melhor levantador e Wallace o melhor oposto.

O Brasil vinha de um longo jejum de torneios importantes. O último foi o Mundial de 2010! Desde então, pratas, bronzes e um 6° na Liga Mundial de 2012. Que venha o Mundial de 2014!

Copa do Mundo de Golfe

Melbourne recebeu a reformulada Copa do Mundo de Golfe, no mesmo formato que deve ser o torneio olímpico do Rio-2016. Classificação pelo ranking mundial, no máximo dois por país. Apesar das muitas ausências (apenas 2 top 10), um bom torneio com enorme premiação (USD 8.000.000).

O australiano Jason Day fez um ótimo torneio e após 4 rodadas fechou com 10 tacadas abaixo do par, faturando o título, o seu primeiro importante desde maio de 2010. O dinamarquês Thomas Bjorn fechou com 8 abaixo e ficou em 2° e o outro australiano Adam Scott com 7 abaixo foi o 3°. No torneio de duplas, vitória da Austrália seguida dos Estados Unidos.

Dois brasileiros participaram e faziam um ótimo torneio, até a quarta rodada… Adilson da Silva foi 42° com 7 acima do par e Alexandre Rocha em 44° com 8 acima. No fim da 3ª, ambos estavam com 1 acima do par e brigavam por uma classificação muito melhor. Por equipe, terminaram em 20°.

Badminton no México

Mais um bom torneio da seleção de badminton brasileira. Desta vez no Aberto do México em Guadalajara, foram 3 ouros, 3 pratas e 1 bronze. E novamente as meninas foram muito melhor que os homens.

Lohaynny Vicente segue fazendo um bom final de ano, e levou o título individual e nas duplas, além do bronze nas mistas. Na final individual, bateu a compatriota Fabiana Silva 18-21 21-17 21-12. Nas duplas, ao lado de Paula Pereira venceu uma dupla mexicana.

Nas duplas mistas, título de Paula e Daniel Paiola, com 13-21 21-13 21-19 nos companheiros de seleção Hugo Arthuso e Fabiana Silva. Daniel tmabém foi vice no individual após perder 21-16 21-17 para o cubano Osleni Guerrero.

Esportes de inverno

Quem fez sua estreia na temporada de inverno foi Jaqueline Mourão. Nome certo no cross country em Sochi, Jaqueline busca a inédita vaga no biatlo, o que a tornaria a primeira brasileira a disputar Olimpíadas em 3 esportes diferentes.

Ela disputou na Suécia a primeira etapa da IBU Cup, a 2ª divisão do biatlo mundial. No sprint 7,5km de sábado, ela não foi bem, errando 3 tiros e terminando em 102ª a 5min47s4 da campeã. Já no sprint de domingo, também errou 3 tiros, mas melhorou sua posição, terminando em 77ª a 4min45s8 da campeã. Ela agora parte para a Oestersund onde disputa o resto da primeira etapa da Copa do Mundo.

Mas a maratona de Jaquelina não aprou aí! No domingo, ela acordou super cedo, andou 2 horas de carro até Bruksvallarna para participar de uma prova de sprint de 1km. Ela ficou em 58ª entre 65 e voltou para a largada do sprint. A vitõria ficou com a sueca Charlotte Kalla, uma das favoritas para Sochi. Também em Bruksvallarna, Leandro Ribela também fez sua estreia na temporada, com o 99º lugar

A equipe de bosbled e skeleton foi disputar a 2ª etapa da Copa Norte-Americana em Park City, Estados Unidos. Foram 3 corridas para cada veículo.

No bobsled de 2 masculino, Édson Bindilatti e Edson Martins obtiveram um 15°, um 18° e um 19°. Já no bob feminino, Fabiana Santos e Larissa da Silva ficaram com dois 11° e um 7° lugares. No skeleton masculino, Emílio Strapasson tem melhorado a cada prova. Conseguiu neste fim de semana um 18°, um 15° e um 13° entre mais de 30 competidores.

Resumo do fim de semana de Carnaval

É Carnaval, mas o mundo não para!

Ciclismo

No Pan Americano de Ciclismo Pista, no México, o Brasil até levou uma boa equipe, principalmente no masculino. Mas deixou a desejar, não conquistando nenhuma medalha. No masculino, os melhores resultados foram os 5º lugares na perseguição por equipes e na corrida por pontos, com Armando Camargo. Nas provas rápidas, Flávio Cipriano foi 10º na Keirin e 7º no sprint. No último Pan, Gideoni Monteiro foi ouro na perseguição individual. Desta vez, ficou apenas em 14º. No feminino, com apenas 2 atletas de sprint participando, o melhor resultado foi o 5º lugar no sprint por equipes.

Cuba venceu 7 das 9 provas femininas. No masculino, com 10 provas, Argentina, Colômbia e Venezuela venceram 3 cada e os mexicanos donos da casa faturaram apenas a prova de Madison.

Em Paulínia, na Copa América de BMX, vitórias brasileiras na competição que contou com 64 atletas de 6 países. Renato Rezende, que esteve em Londres, venceu no masculino e Priscilla Carnaval venceu no feminino.

Tênis, golfe e esgrima

No tênis, a jovem equipe feminina conseguiu bons resultados no Zonal Americano da Fed Cup. Na 1ª fase, não perdeu nenhum jogo: 3-0 no Chile, 3-0 no México e 2-0 no Paraguai, passando para a final como campeão do grupo. Na final, pegou as favoritas canadenses. Paula Cristina Gonçalves começou mal e levou um pneu de Sharon Fichman, mas se recuperou e não só devolveu o pneu como virou o jogo: 06 60 64. A número 1 do país, Teliana Pereira não foi páreo para a jovem de 18 anos Eugenie Bouchard, campeã do torneion juvenil de Wimbledon ano passado e levou um 62 62. Na decisão nas duplas, Teliana e Laura Pigossi fizera um jogo apertado, mas perderam para Gabriela Dabrowski e Fichman 76(4) 75. Desta forma, o país fica novamente fora das repescagens no feminino.

No golfe, Alexandre Rocha foi bem no torneio Pro-Am Pebble Beach, na Califórnia. São 3 campos diferentes e cada golfista passa por cada um dos campos nas 3 primeiras rodadas. E por apenas um ponto ele não passou no corte para disputar a rodada final, finalizando com 214, exatamente a soma do par dos 3 campos.

No Pan Juvenil e Cadete de Esgrima, bons resultados. Entre os cadetes, Gabriela Cecchini (foto) foi ouro no florete e Eduardo Gastal no florete e Naira Ferreira na espada foram bronze. Entre os juvenis, apenas um bronze na espada masculina com Guilherme Melaragno. A promessa Amanda Simeão ficou em 7ª na espada. Nas provas por equipes, dois bronzes, no florete feminino e no masculino.

Judô e Atletismo

Nos torneios indoor na Europa, Eliane Martins e Rogério Bispo venceram o salto em distância em Ludwigshafen. Ela com 6,31m e ele com 7,69m. Fabiana Murer sentiu o tendão de Aquiles em Donetsk e vai voltar para o Brasil para tratamento. Ela saltou apenas 4,45m e ficou em 7ª, mesma posição de Thiago Braz com 5,50m.

Em Praga, Vanessa Spíndola conseguiu outra medalha no pentatlo indoor, a prata com 4.082 pontos.

No Grand Prix de Judô de Paris, prova muito esperada e que já contou com as novas regras do esporte, duas medalhas: Bruno Mendonça (foto) foi prata no 73kg e Victor Penalber bronze no 81kg. Os medalhistas olímpicos Sarah Menezes, Ketleyn Quadros, Felipe Kitadai e Rafael Silva perderam a disputa do bronze e ficaram em 5º.

Que fim de semana! (2)

Continuando o post anterior, outros destaques do excelente fim de semana para o esporte brasileiro:

Remo

Na segunda etapa da Copa do Mundo de Remo, em Hamburgo, Fabiana Beltrame venceu a prova Skiff individual peso leve, ganhando a primeira medalha de ouro brasileira em Copas do Mundo. Após o 4º lugar na primeira etapa, ela garantiu o ouro com 7min42s57, chegando mais de 4s na frente da alemça Lena Muller.

Desde que passou a remar na categoria peso leve, Fabiana, que representou o Brasil em Atenas-2004 e Pequim-2008, vem juntando excelentes resultados. Pena que a prova dela não é olímpica. Resta a ela encontrar uma parceira para participar do Skiff Duplo Peso Leve, essa sim olímpica.

Atletismo

Ocorreu neste fim de semana o Campeonato Brasileiro de Menores, na pista de atletismo do Ibirapuera, em São Paulo. Última chance para os jovens atletas brasileiros garantirem vaga no Mundial de Menores, que será realizado no começo de julho em Lille, França, vários índices e excelentes resultados.

Destaque para a paranense Ana Paula Caetano de Oliveira (foto abaixo), no salto em altura. Com apenas 14 anos, ela saltou 1,75m e venceu, fazendo o índice para o Mundial. Entretanto, como o Mundial é apenas para atletas com 16 e 17 anos, ela não poderá disputá-lo esse ano.

Tamiris de Liz venceu 3 ouros (100m, 200m e revezamento medley) e ainda por cima confirmou os índices para os 100m e para os 200m. Segue a seleção que defenderá o país no próximo mês:

Masculino
Carlos Eduardo Pereira Grachet – 400 m
Marcelo Henrique Scolari – 800 m
John Maycon Alves Apolinário – 800 m
Douglas Candido Selestrino – salto em distância
Higor Silva Alves – salto em distância
Nelson Henrique Gonçalves – arremesso do peso
Thiago Adriano de Jesus Silva – lançamento do disco
Felipe Vinícius dos Santos – octatlo
Equipe de revezamento medley do Rio de Janeiro

Feminino
Tamiris de Liz – 100 m e 200 m
Andressa Moreira Fidelis – salto em distância
Izabela Rodrigues da Silva – arremesso do peso
Elysle da Silva Albino – 5.000 m marcha

Olímpicas

  • O golfista brasileiro Alexandre Rocha teve um excelente primeiro dia no U.S. Open, um dos quatro torneios mais importantes do ano, e fechou a primeira etapa com 69 tacadas, duas abaixo do par do campo, ficando em 4º lugar. Entretanto, nos três dias seguintes fez 76 tacadas em cada, terminando com 13 acima, na 68ª colocação;
  • A seleção brasileira feminino de basquete sub-16 foi vice-campeã pan-americana em Mérida, no México, perdendo a final para a equipe dos Estados Unidos por 73 x 40;
  • No Aberto das Ilhas Maurício de badminton, o brasileiro Daniel Paiola, cabeça-de-chave número 1 do torneio, chegou até a semifinal, perdendo para o indiano Buradagunta Chetan Anand, que venceu o torneio. Paiola é o melhor brasileiro do rnaking mundial, ocupando atualmente a 91ª posição;
  • Nas etapas da Copa do Mundo por Equipes de Esgrima no fim de semana, o Braisl ficou em 15º no florete masculino em Havana e em 16º na espada masculina, em Buenos Aires;
  • Na terceira etapa do Mundial de Triatlo, o brasileiro Reinaldo Colucci terminou na 12ª posição em Kitzbühel, Áustria, com 1h53min37s;
  • Thiago Pereira disputou o Grand Prix de Danta Clara, EUA, vencendo 2 ouros: 1:57.63 nos 200m medley e 1:15.89 nos 400m medley. Vale ressaltar que nas duas provas ele venceu o americano multi-medalhista olímpico, mundial e multi-recordista mundial Ryan Lochte.