Resumo olímpico da semana

Vôlei de Praia

larissa-e-talita

Larissa e Talita

Larissa e Talita venceram o 3º título da temporada no circuito mundial, agora na cidade polonesa de Olsztyn. Tiveram uma certa dificuldade nas 8as contra as alemãs Borger/Kozuch, vencendo com 15-12 no 3º set. Na semifinal, duelo brasileiro contra Ágatha/Duda e vitória nos detalhes com 21-19 24-22. Na decisão, venceram as canadenses Pavan/Humana-Paredes de virada por duros 20-22, 21-18, 16-14. Ágatha/Duda ficaram com o bronze, com WO das americanas Walsh/Branagh.

No masculino, uma das piores etapas do ano pras duplas brasileiras. 3 das 5 duplas nem passaram da fase de grupos. Pedro Solberg/Guto caíram no playoff e Alison/Bruno Shcmidt ficaram nas 8as perdendo para russos por 21-17 21-18. Agora o foco é o Mundial, que começa nesta sexta-feira.

Atletismo

9399

Pedro Henrique Rodrigues

No Pan Sub20, a equipe brasileira conquistou 9 medalhas na fortíssima competição no Peru, sendo 1 ouro, 3 pratas e 5 bronzes. O único ouro veio no lançamento de dardo, com Pedro Henrique Rodrigues, com 74.58m. Nos 100m masculino, Paulo André de Oliveira foi prata com 10.46 e Felipe Bardi bronze com 10.47. Fabiele Alves com 51.15m no dardo e Gabriel dos Santos com 7,73m no salto em distância foram prata. Outros bronzes: Alencar Pereira (67,14m no martelo), Derick Silva (20.77 nos 200m), Italo Matheus de Araújo (1:49.87 nos 800m) e Jordan Santos (7.036 no decatlo).

O principal destaque do campeonato foi o revezamento 4x400m masculino dos EUA, que venceu com 3:00.33, batendo o recorde mundial Sub20 da prova. Os americanos venceram 24 ouros e 54 medalhas no total.

Outros Esportes

Rogério Dutra Silva chegou nas 4as do ATP250 de Umag, vencendo nas 8as o francês Gael Monfils, 13º do mundo, por 76(5) 46 63, mas perdeu nas 4as para o italiano Alessandro Giannessi por 67(3) 62 75. Ele chegou a sacar em 54 30-0, mas levou a virada. No ATP250 de Bastad, na Suécia, Thomaz Bellucci e André Sá chegaram na semifinal de duplas.

Ygor Coelho perdeu nas 8as do Aberto dos EUA de badminton em Anaheim. Ele venceu duas partidas até perder para o indiano Sameer Verma por 18-21 21-14 21-18.

– No brasileiro de Mountain Bike no ES, vitórias de Luiz Cocuzzi no masculino e de Raiza Goulão no feminino.

Alexandre Rocha não passou no corte de torneio no Nebraska, válido pelo web.com Tour.

– Na Copa do Mundo de triatlo em Tiszaujvaros, na Hungria, no formato sprint com semifinais e finais, Manoel Messias foi 3º na sua semi, mas não terminou a final.

Resumo olímpico da semana

Atletismo

fabianamoraesiberoamericanathleticschampionships3mfkovlkgcxl

Fabiana Moraes

Marca excepcional de Fabiana Moraes nos 100m com barreiras. A atleta do Pinheiros venceu a prova em meeting na cidade espanhola de Ávila com 12.84 (+0,8m/s), seu recorde pessoal. Além da marca pessoal, ela fez a 2ª melhor marca da história para uma atleta sul-americana, perdendo apenas para o recorde continental de Maurren Maggi, de 12.71 desde 2001! Fabiana também atingiu o índice pro Mundial de Londres.

Na etapa marroquina de Rabat da Diamond League, o finalista olímpico Altobeli da Silva foi oitavo nos 3.000m com obstáculos com bons 8:23.67, melhorando seu recorde pessoal em pouco mais de 2s. Outros 3 brasileiros competiram. Darlan Romani foi 6º no arremesso de peso com 21,08m, Núbia Soares fez apenas 13,69m no salto triplo e Thiago Bráz mais uma vez decepcionou, ficando sem marca no salto com vara. Queimou as três em 5,40m.

Em São Bernardo, Lucas da Silva Carvalho ratificou o índice pro Mundial nos 400m com 45.37, melhorando o tempo que tinha de 45.45. No lançamento de martelo, Allan Wolski melhorou seu recorde pessoal para bons 75,22m, 3ª melhor marca da história na América do Sul, mas ainda abaixo do índice pro Mundial, que é de 76m.

Skate

Captura de Tela 2017-07-18 às 23.38.24

Letícia Bufoni

No X-Games em Minneapolis, Kelvin Hoefler deu show na prova de street, que será olímpica em Tóquio. Ele fez uma prova quase perfeita na 2ª passagem tirando espetaculares 92,33 para levar o ouro a frente dos americanos Alec Majerus (88,66) e Nyjah Huston (88,00). Após a sua excelente passagem, Kelvin rasgou no meio a camiseta para comemorar.

Na prova feminina, Leticia Bufoni ficou com o bronze com 82,00, atrás da japonesa de 15 anos Aori Nishimura (87,66) e da americana Samarria Brevard (84,66).

Outros Esportes:

Ygor Coelho chegou às 4as do GP do Canadá de badminton em Calgary. Ele venceu 3 partidas até perder de 21-9 21-9 para o sul-coreano Lee Hyun-il, cabeça 1 do torneio.

Gideoni Monteiro ficou em 5º em prova de Omnium na Itália com 104 pontos. A vitória foi do italiano campeão olímpico Elia Viviani.

Alexandre Rocha foi 29º em competição de golfe em Utah, válida pelo web.com Tour. Ele somou 269 tacadas, 6 a mais que o campeão, mas não pontuou pro ranking mundial.

– Em sua primeira prova desde setembro, Pamella Oliveira foi 23ª na etapa de Hamburgo da Série Mundial de triatlo, no formato sprint, com 1:01:23 em prova vencida por Flora Duffy, de Bermudas, com 59:00. Vittoria Lopes foi 33ª e Beatriz Neres 42ª. No masculino, Danilo Pimentel foi 45º e Manoel Messia não terminou.

Resumo olímpica da semana

Natação

Atletas brasileiros venceram 7 medalhas no Torneio Sette Colli, em Roma. Último torneio de preparação pro Mundial de Budapeste, que começa em 14 de julho. Bruno Fratus ficou com o único ouro, com 21.86 nos 50m livre. César Cielo foi 5º com 22.20. Nos 100m livre, Fratus foi prata com 48.75 enquanto Marcel Chierighini ficou em 6º com 49.00. Nos 50m peito, João Gomes Jr ficou em 2º com 26.95, atrás apenas da lancha Adam Peaty, com 26.61.

Também medalharam Etiene Medeiros com a prata nos 50m costas com 27.82, Nicholas Santos prata nos 50m borboleta com 23.08, Thiago Simon bronze nos 200m medley com 1:59.99 e Brandonn Almeida bronze nos 400m medley com 4:15.30

p1bjdm6akdj20ec299j8o6s2l7_crop

Viviane Jungblut no pódio, à esquerda

Um dos principais destaques no Maria Lenk em maio, Viviane Jungblut conquistou a medalha de prata na Copa do Mundo de Águas Abertas 10km, em Setúbal, Portugal.Foi apenas a sua 2ª prova deste nível. Ela completou a prova em 1:37:37.23, apenas 0.95 atrás da italiana Rachele Bruni, vice-campeã olímpica.

Tênis de Mesa

35439925805_66ec667ce2_o

Bruna Takahashi

Bruna Takahashi deu show no Pan Jr de tênis de mesa em Buenos Aires, faturando 3 ouros e 1 prata. No individual, venceu na decisão a porto-riquenha Adriana Diaz por 4-3 (7-11, 6-11, 11-3, 11-5, 13-11, 6-11, 12-10). Nas duplas femininas, ao lado de Alexia Nakashima, venceu 3-1 as americanas Amy Wang/Crystal Wang e nas mistas com Siddharta Almeida venceu por 3-0 na final brasileira Alexia e Carlos Ishida.

Por equipes, veio a única prata, ao perderem na decisão para a equipe americana por 3-2, sendo que Bruna venceu suas duas partidas na decisão. Bruna venceu todas as 13 partidas individuais e 9 de duplas que disputou! Carlos Ishida foi prata no tornei masculino ao perder na decisão de 4-0 pro americano Kanak Jha e ajudou a equipe brasileira a ficar com a prata, também perdendo na decisão pros americanos.

Outros Esportes:

– O Campeonato Brasileiro Sub-18 de atletismo definiu a equipe que irá ao Mundial Sub18 no Quênia em julho. Serão 16 atletas, sendo 7 no masculino e 9 no feminino. Principal destaque da equipe é Lorraine Martins, classificado nos 100m e nos 200m, com tempos entre as 8 melhores da categoria.

– Na 2ª etapa da Copa do Mundo de Canoagem Slalom, em Augsburg, Alemanha, Ana Sátila conquistou a melhor colocação do Brasil, com o 8º lugar na final do C1, mesmo perdendo uma porta. No K1, ela perdeu duas portas na semifinal, ficando em 30º lugar. Felipe Borges também chegou na semifinal, no C1, ficando em 26º.

– Após seletiva, CBG convocou os atletas para o Pan de Ginástica Artística de Especialistas, em agosto, e para os Jogos Sul-Americanos da Juventude, em outubro. Para o Pan irão: Caroyne Pedro e Flávia Saraiva no feminino e Péricles Silva, JAred Azarini, Caio Souza e Arthur Zanetti no masculino.

Robert Scheidt e Gabriel Borges começaram muito bem na Semana de Kiel de vela, na Classe 49er, mas caíram muito de rendimento e terminaram em 17º entre 69 barcos. Carlos Lorente e Marco Grael ficaram em 15º.

Henrique Avancini foi 30º no Mundial de Mountain Bike Maratona, na Alemanha. Ele completou o percurso em 3:26:03. O vencedor foi o austríaco Alban Lakata, com 3:17:24. Na Espanha, Raiza Goulão venceu prova em Moralzarzal, faturando mais 30 pontos pro ranking mundial. Em Goiânia, na 2ª etapa da Taça Brasil, vitórias de Erika Gramiscelli e Luiz Cocuzzi. 30 pontos no ranking para cada, também.

– Juliana e Carol Horta perderam nas 4as do Aberto de Nantong de vôlei de praia. Única dupla brasileira na China, foram derrotadas pela dupla russa Abalakina/Dabizha por 21-16, 17-21, 15-12.

Alexandre Rocha foi 59º no Licoln Land Charity Championship, válido pelo circuito web.com Tour de golfe com 279 tacadas no total, 9 acima do campeão.

Yuri Mansur é 5º no Global Champions Tour de Monaco montando Unita Ask. Mesmo zerando no desempate, ele ficou em 5º.

Rugby 7s, handebol, tiro com arco e atletismo em posts individuais.

Resumo olímpico da semana

Handebol

not_grd_0000032741

Sem adversários de mesmo nível, a seleção feminina conquistou o Torneio Quatro Nações em São Bernardo. Arrasou por 40-13 o Chile e por 36-9 a República Dominicana e derrotou Portugal por 35-29.

O Brasil enfrentou 3 equipes bem fracas na preparação para o Pan, que começa no próximo domingo na Argentina e dará 3 vagas para o Mundial em dezembro na Alemanha. Na primeira fase, o Brasil pega EUA, Colômbia, Paraguai e Porto Rico.

Luta

img-20170609-wa0046

Joilson Santos Jr no topo do pódio

A equipe brasileira juvenil conquistou 8 medalhas no Pan da categoria em Lima. Apesar da greco-romana ser o pior estilo do Brasil no adulto, foram 4 medalhas na competição juvenil. O único ouro do país em Lima veio com Joilson Ramos Jr, que venceu a categoria 66kg e se tornou bicampeão continental. Ele venceu suas 3 lutas com muita tranquilidade e superioridade. Rafael Crystêllo Filho foi prata nos 120kg, Erivan Rocha nos 55kg foi bronze e Douglas Rocha nos 96kg também foi bronze.

Na luta feminina, Shayenne Silva foi prata nos 48kg ao perder para peruana por 19-17 (!!). Fabiana Alcantara nos 63kg e Thais Oliveira nos 72kg foram bronze. Na luta livre, apenas um bronze, com Daniel Nascimento nos 55kg.

Vôlei

Na 2ª semana da Liga Mundial, o Brasil foi para a Bulgária e, assim como na 1ª, venceu duas partidas e perdeu uma.

Na sexta, venceu o Canadá por 3-1 (23-25, 25-20, 25-22, 25-23). No sábado, fez 3-1 na campeã mundial Polônia (25-21 ,25-20, 17-25, 25-19) e no domingo não foi páreo para a Bulgária, que venceu por 3-1 (25-22, 25-19, 23-25, 25-19).

Após 6 jogos, o Brasil está em 3º no Grupo 1 com 4V e 2D atrás da França, que está invicta com 6 vitórias, e Sérvia, que tem 5.

Outros Esportes

– Participação bem modesta dos brasileiros no Pan de pentatlo moderno, em Santo Domigno. No masculino, William Muinhos foi 8º com 1.399 pontos (52s atrás do campeão) e Gabriel Sasaqui foi 21º com 1.297 entre 41 atletas. No feminino, Priscila Oliveira terminou em 10º com 1,264 (85s atrás da campeã) e Bianca Cavalcanti foi 18ª com 1.189 entre 28 atletas.

Bia Haddad Maia segue embalada e chegou às semifinais do Bol Open, torneio da WTA de US$ 125.000 na Croácia. Bia venceu na 2ª rodada a sueca cabeça 1 Johanna Larsson por 76(3) 61 e nas quartas derrotou a italiana Sara Errani por 61 64, até perder na semifinal para a sérvia Aleksandra Krunic de virda por 16 62 60. Com mais uma boa campanha, Bia atingiu seu melhor ranking da carreira , o 94º lugar

Alexandre Rocha ficou em 4º no Rust-Oleum Championship, em Illinois, com 281 tacadas, 7 acima do alemão campeão Stephan Jaeger. Alexandre somou 3,45333 pontos pro ranking e subiu quase 400 posições no ranking, para 858º.

Philip Greenlees venceu a seletiva brasileira para os Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires-2018, em Campinas. A FEI ainda precisa confirmar as vagas sul-americanas pros Jogos.

– Em amistoso de Rugby XV em São Paulo, Brasil vence Portugal com virada histórica. Com menos de 10min pro final da partida, os Tupis perdiam de 21-6, mas, com 3 tries seguidos, virou para 25-21

– Na Série Mundial de triatlo em Leeds (GBR), Danilo Pimentel foi 31º na prova masculina com 1:53:26, quase 7min atrás do campeão Alistair Brownlee.

Vela e tiro com arco tem seus posts próprios.

Resumo da semana olímpica

Pólo Aquático

gustavogrummy

Grummy

A seleção brasileiro masculina de polo aquático venceu o título da Copa UANA e garantiu vaga pro Mundial de Esportes Aquáticos em Budapeste. Na 1ª fase, o Brasil venceu 9-6=3 a Argentina, 29-5 Trinidad & Tobago e perdeu pro Canadpa por 8-4. Nas semifinais, nova vitória sobre a Argentina, por 11-5, e na decisão, uma ótima vitória de 6-5 sobre o Canadá. O Brasil foi pro último quarto perdendo de 4-3 e virou para 6-5. Grummy foi eleito o melhor jogador do torneio.

A seleção está bem diferente da que disputou os Jogos do Rio. Alguns jogadores saíram da seleção, alguns se aposentaram do esporte e o técnico não é mais o croata Ratko Rudic.

Esgrima

Na Copa do Mundo de florete em Bonn, Alemanha, Heitor Shimbo fez excelente fase de poules e se classificou direto pra chave principal. Guilherme Toldo precisou passara pelas rodadas preliminares, mas também chegou ao top64, onde ambos perderam na estreia: Toldo de 15-6 para o egípcio Alaaeldin Abouelkassem e Shimbo de 15-5 para o sul-coreano Heo Jun. Em Legnano, na Itália, Nathalie Moellhausen perdeu na estreia na Copa do Mundo de espada por 12-10 para a italiana Marta Ferrari.

Mas o belo resultado foi na prova por equipes no florete masculino. No 1º confronto, o Brasil derrotou por 41-40 a Grã-Bretanha e chegou às 4as de final. Pegando a forte Itália, levou uma surra de 45-17, depois peredu por 45-40 pra China e de 45-29 pra Alemanha, terminando na ótima 8ª posição, subindo para a excelente 7ª posição do ranking mundial.

Outros Esportes

Thiago Braz conquistou mais uma medalha em provas indoor na Europa. Em Berlim, o campeão olímpico foi prata no salto com vara com 5,70m, ficando atrás do polonês Piotr Lisek, com 5,86m. Em 3 competições, ele ficou com um ouro, uma prata e um bronze.

Letícia Cherpe de Souza, que disputou o revezamento 4x400m nos Jogos do Rio, estabeleceu novo recorde brasileiro indoor nos 400m na sexta-feira, dia 10. Em Fayetteville, Arkansas, EUA, ela marco 52.54, batendo o recorde anterior que era dela mesma, de 52.93, estabelecido no dia 4 de fevereiro.

dy3wcb4zw5

Guilherme Müller

– Guilherme Müller e Letícia Candido venceram a 1ª etapa da Taça Brasil de mountain bike, em Campo Largo, Paraná. Guilherme deixou pra trás nomes fortes do país, como Henrique Avancini e Luiz Henrique Cocuzzi.

Adilson da Silva passou pelo corte em torneio na Malásia válido pelo European Tour, terminando em 59º com 288 tacadas, 19 acima do paraguaio Fabrizio Zanotti, vencedor da prova. Na Colômbia, pelo web.com Tour, Alexandre Rocha foi 54º com 285 tacadas, 14 a mais que o vencedor, o americano Erhan Tracy.

Luiz Francisco Azevedo foi vice em GP5* nos EUA neste sábado. A prova teve uma alta premiação de USD 380.000 e Luiz Francisco levou USD 76.000. No mesmo torneio, mas na sexta-feira, Yuri Mansur foi 3º colocado em prova de 1,45m.

Thomaz Bellucci chegou às semifinais do ATP250 de Quito, no Equador. Ele perdeu pelo 3º ano seguido no torneio para o dominicano Victor Estrella Burgos, agora por 76(4) 76(3). Estrella Burgos conquistou o tricampeonato seguido da competição.

– Na Fed Cup, o Brasil teve uma participação bem fraca. Começou perdendo de 2-1 pra Colômbia, depois venceu 3-0 o México e perdeu 2-1 pra Argentina e pro Chile. Ficou em 4º no grupo e precisou duelar contra a Bolívia parfa não cair. Venceu por 2-0 e se manteve no Grupo I das Américas.

– A equipe de Hugo Calderano foi eliminada nas 4as da Champions League de tênis de mesa. O Ochsenhausen perdeu para o Borussia Düsseldorf. Hugo perdeu pro super alemão Timo Boll por 3-1.

Resumo da semana passada

Vela

captura-de-tela-2017-02-01-as-23-17-39

Martine Grael e Kahena Kunze

Miami recebeu a 1ª etapa da Copa do Mundo de vela, com poucos nomes fortes da modalidade. Com uma equipe de nomes consagrados e apostas pro futuro, o Brasil venceu duas classes. As campeã olímpicas Martine Grael/Kahena Kunze fizeram uma competição excelente. Venceram 3 das 13 regatas (incluindo a regata da medalha) e ficaram com o ouro com apenas 35 pontos perdidos contra 56 de dupla norueguesa, que ficou em 14º no Rio-2016. Na Classe Finn, Jorge Zarif foi quase perfeito. O paulista 4º nos Jogos do Rio venceu 6 das 11 regatas e tinha tanta vantagem que bastava não ser desclassificado na regata da medalha para ficar com o ouro. Ele somou apenas 23 pontos contra 51 do britânico Ben Cornish.

Em sua primeira competição importante juntos, Robert Scheidt e Gabriel Borges alternaram regatas médias com regatas ruins e ficaram em 16º na 49er entre 26 barcos. A dupla está em fase de adaptação, importante principalmente pro nosso bicampeão olímpico, que acaba de fazer um ciclo na Laser, que é muito diferente da 49er. Henrique Haddad/Breno Abdulklech ficaram em 9º na 49er e Bruno Fontes foi 10º na Laser.

Atletismo

64537d07-c4c7-4b02-8993-0c897b9f4002

Thiago Braz. Foto: Jean-Pierre Durand

Em sua primeira prova no ano, o campeão olímpico Thiago Braz venceu no sábado à noite o meeting indoor de Rouen, com 5,86m. Competindo contra os grandes nomes da prova, Thiago deixou para trás o grego Kontadinos Filippidis, 2º com 5,70m, o canadense campeão mundial Shawn Barber em 5º.

Vindo de uma contusão no quadriceps, o francês Renaud Lavillenie decepcionou e foi apenas 7º com 5,50m. Thiago e Lavillenie voltam a se enfrentar no fim de semana em outra prova indoor na França.

Outros Esportes

– Por conta da suspensão basquete brasileiro pela FIBA, o Brasil foi excluído do Mundial Sub19 feminino, que será disputado no final de julho.

Gabriela Cecchini foi 38ª na Copa do Mundo juvenil de florete em Mödling, perdendo na estreia da chave final por 15-13 para a polonesa Beata Zurowska. Em Aix-em-Provence, Pedro Marostega foi 60º na Copa do Mundo Juvenil de florete. Ele também chegou à chave final, mas perdeu na estreia por 15-10 para o americano Andrew Zheng.

Alexandre Rocha não passou pelo corte em torneio de golfe nas Bahamas válido pelo web.com Tour por uma tacada.

– Na Premier League de Paris de Karatê, Vinicius Filgueira perdeu nas 4as de final para atleta saudita na categoria 67kg por 4-1 e o Brasil ficou sem medalha. Única medalhista brasileira no último mundial, Valéria Kumizaki perdeu na 3ª luta para cazaque nos 55kg feminino.

Resumo do fim de semana

Fim do jejum no vôlei, mais medalhas no badminton e uma prévia do golfe

Título no vôlei

No curto Torneio dos Campeões de vôlei, a equipe brasileira faturou o título com uma boa performance e com um elenco renovado.

O Brasil começou com uma vitória de 3-1 sobre o Irã e um 3-0 duro sobre os Estados Unidos. Após o dia de descanso, uma vitória tranquila sobre o Japão e aí veio a Rússia. A pedra no sapato desde Londres.

A Rússia havia perdido para a Itália na estreia por 3-1 e o Brasil poderia ser campeão com uma rodada de antecedência se vencesse por 3-0 ou 3-1. E parecia caminhar para isso. 25-20 no 1° set e 25-22 no 2° e um Brasil jogando bem, conseguindo anular o ataque russo. Aí entrou Sivozhelez no lugar do Spiridonov e mudou a cara do jogo. Nem os 21 pontos de Wallace e 5 aces de Lucão impediram a reação russa, que fechou com 20-25 22-25 25-21 25-17 15-9.

Foi a quarta derrota seguida para os russos: na espetacular final olímpica, na estreia da fase final na Liga Mundial este ano, na final da Liga este ano e agora.

Apesar da derrota, o Brasil chegou para o jogo final contra a Itália precisando apenas de 2 sets para ficar com o tetracampeonato do torneio. O Brasil venceu os 2 primeiros sets e, já com o título nas mãos, cochilou, cedendo o empate italiano. No tie-break, 15-11 e fechando o torneio com mais uma vitória. Rússia foi prata e Itália bronze.

O russo Dmitriy Muserskiy foi eleito o MVP do torneio, Bruninho o melhor levantador e Wallace o melhor oposto.

O Brasil vinha de um longo jejum de torneios importantes. O último foi o Mundial de 2010! Desde então, pratas, bronzes e um 6° na Liga Mundial de 2012. Que venha o Mundial de 2014!

Copa do Mundo de Golfe

Melbourne recebeu a reformulada Copa do Mundo de Golfe, no mesmo formato que deve ser o torneio olímpico do Rio-2016. Classificação pelo ranking mundial, no máximo dois por país. Apesar das muitas ausências (apenas 2 top 10), um bom torneio com enorme premiação (USD 8.000.000).

O australiano Jason Day fez um ótimo torneio e após 4 rodadas fechou com 10 tacadas abaixo do par, faturando o título, o seu primeiro importante desde maio de 2010. O dinamarquês Thomas Bjorn fechou com 8 abaixo e ficou em 2° e o outro australiano Adam Scott com 7 abaixo foi o 3°. No torneio de duplas, vitória da Austrália seguida dos Estados Unidos.

Dois brasileiros participaram e faziam um ótimo torneio, até a quarta rodada… Adilson da Silva foi 42° com 7 acima do par e Alexandre Rocha em 44° com 8 acima. No fim da 3ª, ambos estavam com 1 acima do par e brigavam por uma classificação muito melhor. Por equipe, terminaram em 20°.

Badminton no México

Mais um bom torneio da seleção de badminton brasileira. Desta vez no Aberto do México em Guadalajara, foram 3 ouros, 3 pratas e 1 bronze. E novamente as meninas foram muito melhor que os homens.

Lohaynny Vicente segue fazendo um bom final de ano, e levou o título individual e nas duplas, além do bronze nas mistas. Na final individual, bateu a compatriota Fabiana Silva 18-21 21-17 21-12. Nas duplas, ao lado de Paula Pereira venceu uma dupla mexicana.

Nas duplas mistas, título de Paula e Daniel Paiola, com 13-21 21-13 21-19 nos companheiros de seleção Hugo Arthuso e Fabiana Silva. Daniel tmabém foi vice no individual após perder 21-16 21-17 para o cubano Osleni Guerrero.

Esportes de inverno

Quem fez sua estreia na temporada de inverno foi Jaqueline Mourão. Nome certo no cross country em Sochi, Jaqueline busca a inédita vaga no biatlo, o que a tornaria a primeira brasileira a disputar Olimpíadas em 3 esportes diferentes.

Ela disputou na Suécia a primeira etapa da IBU Cup, a 2ª divisão do biatlo mundial. No sprint 7,5km de sábado, ela não foi bem, errando 3 tiros e terminando em 102ª a 5min47s4 da campeã. Já no sprint de domingo, também errou 3 tiros, mas melhorou sua posição, terminando em 77ª a 4min45s8 da campeã. Ela agora parte para a Oestersund onde disputa o resto da primeira etapa da Copa do Mundo.

Mas a maratona de Jaquelina não aprou aí! No domingo, ela acordou super cedo, andou 2 horas de carro até Bruksvallarna para participar de uma prova de sprint de 1km. Ela ficou em 58ª entre 65 e voltou para a largada do sprint. A vitõria ficou com a sueca Charlotte Kalla, uma das favoritas para Sochi. Também em Bruksvallarna, Leandro Ribela também fez sua estreia na temporada, com o 99º lugar

A equipe de bosbled e skeleton foi disputar a 2ª etapa da Copa Norte-Americana em Park City, Estados Unidos. Foram 3 corridas para cada veículo.

No bobsled de 2 masculino, Édson Bindilatti e Edson Martins obtiveram um 15°, um 18° e um 19°. Já no bob feminino, Fabiana Santos e Larissa da Silva ficaram com dois 11° e um 7° lugares. No skeleton masculino, Emílio Strapasson tem melhorado a cada prova. Conseguiu neste fim de semana um 18°, um 15° e um 13° entre mais de 30 competidores.