Resumo da semana olímpica

Sem muitos destaques pro esporte brasileiro na semana que antecedeu o Carnaval.

Tiro

Nos primeiros dias da 1ª etapa da Copa do Mundo de Tiro, em Nova Delhi, Roberto Schmits foi o destaque brasileiro. Ele começou muito bem na qualificação da prova de fossa olímpica. Ele terminou o 1º dia em 5º lugar com 70 pratos em 75 possíveis.

No 2º dia, fez 24 pratos na 4ª rodada e seguia bem, mas na última passagem, fez apenas 21 e terminou na 11ª posição com 115 pratos, fora da final. No rifle 50m 3 posições, Cássio Rippel foi 25º com 1.127 pontos entre 29 atletas. Na pistola de fogo rápido 25m, Emerson Duarte terminou em 16º na quali entre 24 com 568 pontos. A etapa segue até esta sexta-feira, então os outros resultados apenas no próximo post.

Outros Esportes:

60pod-1487966215-1487966215

Pódio do GP de Dusseldorf com Phelipe Pelim a direita

– Apenas um bronze no GP de Dusseldorf de judô. Phelipe Pelim ficou com o bronze nos 60kg numa competição que contou com muitos nomes novos da equipe brasileira. Ficaram em 5º Rochele Nunes (+78kg) e Eleudis Valentim (52kg) e em 7º Marcelo Contini (73kg) e Mariana Silva (63kg).

Letícia Cherpe de Souza foi bronze em uma prova indoor nos EUA nos 400m. Em Iowa ela fez 52.62. No último dia 10, ela havia batido o recorde brasileiro indoor com 52.54.

Adilson da Silva foi 38º na etapa sul-africana do Tour Europeu de golfe. Reduzido para 3 rodadas (54 buracos), o brasileiro somou 207 tacadas. A vitoria foi do sul-africano Darren Fichardt com 200.

Bernardo Alves foi campeão do ranking da Animo Cup, torneio com 4 etapas de saltos na Bélgica. Em Portugal, Marlon Zanotelli foi vice em torneio 3* em Vilamoura em prova de 1,50m. Com duplo zero, ele perdeu no desempate para o francês Mathieu Billot.

– Pela 4ª semana do Campeonato das Américas de Rugby XV, o Brasil perdeu de 79-7 para a Argentina, jogando em Ushuaia, no extremo sul do continente. Na última rodada, o Brasil receberá no Pacaembu o Chile nesta sexta-feira. Em 4 jogos, foram 1 vitória e 3 derrotas.

– No Rio Open de tênis, Bruno Soares e Jamie Murray chegaram às semifinais do torneio de duplas, caindo por 64 36 [12-10] para o espanhol Pablo Carreño Busta e pro uruguaio Pablo Cuevas. Nas simples, melhor desempenho de Thiago Monteiro, que perdeu nas 4as para o norueguês Casper Ruud por 62 76(2).

Keila Calaça foi bronze no torneio Granma y Cerro Pelado em Havana, Cuba, na luta feminina, nos 75kg. Na disputa do bronze, ela venceu por WO. Diego Romanelli ficou em 5º nos 66kg da greco-romana.

Resumo da semana olímpica

Pólo Aquático

gustavogrummy

Grummy

A seleção brasileiro masculina de polo aquático venceu o título da Copa UANA e garantiu vaga pro Mundial de Esportes Aquáticos em Budapeste. Na 1ª fase, o Brasil venceu 9-6=3 a Argentina, 29-5 Trinidad & Tobago e perdeu pro Canadpa por 8-4. Nas semifinais, nova vitória sobre a Argentina, por 11-5, e na decisão, uma ótima vitória de 6-5 sobre o Canadá. O Brasil foi pro último quarto perdendo de 4-3 e virou para 6-5. Grummy foi eleito o melhor jogador do torneio.

A seleção está bem diferente da que disputou os Jogos do Rio. Alguns jogadores saíram da seleção, alguns se aposentaram do esporte e o técnico não é mais o croata Ratko Rudic.

Esgrima

Na Copa do Mundo de florete em Bonn, Alemanha, Heitor Shimbo fez excelente fase de poules e se classificou direto pra chave principal. Guilherme Toldo precisou passara pelas rodadas preliminares, mas também chegou ao top64, onde ambos perderam na estreia: Toldo de 15-6 para o egípcio Alaaeldin Abouelkassem e Shimbo de 15-5 para o sul-coreano Heo Jun. Em Legnano, na Itália, Nathalie Moellhausen perdeu na estreia na Copa do Mundo de espada por 12-10 para a italiana Marta Ferrari.

Mas o belo resultado foi na prova por equipes no florete masculino. No 1º confronto, o Brasil derrotou por 41-40 a Grã-Bretanha e chegou às 4as de final. Pegando a forte Itália, levou uma surra de 45-17, depois peredu por 45-40 pra China e de 45-29 pra Alemanha, terminando na ótima 8ª posição, subindo para a excelente 7ª posição do ranking mundial.

Outros Esportes

Thiago Braz conquistou mais uma medalha em provas indoor na Europa. Em Berlim, o campeão olímpico foi prata no salto com vara com 5,70m, ficando atrás do polonês Piotr Lisek, com 5,86m. Em 3 competições, ele ficou com um ouro, uma prata e um bronze.

Letícia Cherpe de Souza, que disputou o revezamento 4x400m nos Jogos do Rio, estabeleceu novo recorde brasileiro indoor nos 400m na sexta-feira, dia 10. Em Fayetteville, Arkansas, EUA, ela marco 52.54, batendo o recorde anterior que era dela mesma, de 52.93, estabelecido no dia 4 de fevereiro.

dy3wcb4zw5

Guilherme Müller

– Guilherme Müller e Letícia Candido venceram a 1ª etapa da Taça Brasil de mountain bike, em Campo Largo, Paraná. Guilherme deixou pra trás nomes fortes do país, como Henrique Avancini e Luiz Henrique Cocuzzi.

Adilson da Silva passou pelo corte em torneio na Malásia válido pelo European Tour, terminando em 59º com 288 tacadas, 19 acima do paraguaio Fabrizio Zanotti, vencedor da prova. Na Colômbia, pelo web.com Tour, Alexandre Rocha foi 54º com 285 tacadas, 14 a mais que o vencedor, o americano Erhan Tracy.

Luiz Francisco Azevedo foi vice em GP5* nos EUA neste sábado. A prova teve uma alta premiação de USD 380.000 e Luiz Francisco levou USD 76.000. No mesmo torneio, mas na sexta-feira, Yuri Mansur foi 3º colocado em prova de 1,45m.

Thomaz Bellucci chegou às semifinais do ATP250 de Quito, no Equador. Ele perdeu pelo 3º ano seguido no torneio para o dominicano Victor Estrella Burgos, agora por 76(4) 76(3). Estrella Burgos conquistou o tricampeonato seguido da competição.

– Na Fed Cup, o Brasil teve uma participação bem fraca. Começou perdendo de 2-1 pra Colômbia, depois venceu 3-0 o México e perdeu 2-1 pra Argentina e pro Chile. Ficou em 4º no grupo e precisou duelar contra a Bolívia parfa não cair. Venceu por 2-0 e se manteve no Grupo I das Américas.

– A equipe de Hugo Calderano foi eliminada nas 4as da Champions League de tênis de mesa. O Ochsenhausen perdeu para o Borussia Düsseldorf. Hugo perdeu pro super alemão Timo Boll por 3-1.

Resumo da semana passada

Tênis de Mesa

calderano_tsuboi_aberto_hungria_22_01_2017

Tsuboi e Calderano

Mais uma excelente semana para Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi. No Aberto da Hungria de tênis de mesa, a dupla chegou à final, após vencer 3 jogos, sendo dois deles por 3-2. Na decisão no domingo, foram derrotados para a dupla chinesa formada por Fang Bo e Zhou Yu por 3-1 (11-6 6-11 11-8 11-8) e ficaram com a prata. Vale lembrar que em dezembro eles foram campeões do Aberto da Suécia.

Nas simples, Calderano foi o único brasileiro na chave principal. Cabeça de chave da competição, ele não precisou disputar a qualificação. Na estreia, sofreu para venceu Jiang Tianyi, de Hong Kong, por 4-3, com 14-12 no 7º game, e acabou perdendo na 2ª rodada pro chinês Yan An por 4-3. O brasileiro teve 3-2, mas levou a virada.

Esgrima

A cada competição, Guilherme Toldo mostra que é um dos melhores do mundo no florete. Após a espetacular quarta de final dele no Rio-2016, Toldo novamente conseguiu um bom resultado no circuito mundial, com o 14º lugar no Challenger Internacional de Paris. Perfeito na fase de poules com 6 vitórias, ele se classificou direto pra chave principal. Na estreia, venceu 15-13 o japonês Takahiro Shikine. Depois eliminou na 2ª rodada ninguém menos que o campeão olímpico, o italiano Daniele Garozzo, por 15-11 e caiu na 3ª rodada pro coreano Há Taegyu por 15-8. O brasileiro já é o 20º do mundo no florete. Ghislain Perrier ficou a uma vitória da chave final, terminando em 69º.

Em Barcelona, Nathalie Moellhausen, também quadrifinalista olímpica e atual 10ª do mundo, já entrou direto na chave principal da etapa catalã da Copa do Mundo de espada, sem passar pelos poules. Mas acabou derrota na estreia pra francesa Laurence Epee por 15-11. Aliás, nome bem sugestivo da francesa.

Outros Esportes

Adilson da Silva foi 18º no Aberto de Singapura de golfe, que faz parte do Tour Asiático, ficando a apenas 5 tacadas do campeão. O brasileiro somou 1,824 ponto para o ranking mundial e subiu de 13 posições no ranking mundial, para 360º.

Rodrigo Pessoa foi 2º colocado em prova de 1,40m no tradicional festival de Wellington, na Flórida, que dura 12 semanas. Em prova em Leipzig, Yuri Mansur montando Cula Lou V terminou em 3º na prova de velocidade.

Resumo do fim de semana

Hipismo

Pedro Veniss

Pedro Veniss foi o responsável pelo principal feito esportivo da semana, ao vencer o fortíssimo GP Rolex no Internacional de Genebra. No concurso 5 estrelas com obstáculos a 1,60m, o brasileiro, montando Quabri de l’Isle zerou a primeira passagem, assim como outros 15 conjuntos. No desempate, Pedro zerou novamente, acompanhado de mais 6 conjuntos, mas o brasileiro completou o percurso reduzido em 38.96, o melhor tempo entre os 7. O belga Olivier Philippaerts, filho do grande ginete Ludo Philippaerts, ficou em 2º com 39.21 e o britânico Scott Brash foi 3º com 39.41.

O brasileiro ficou a frente de outros grandes cavaleiros, como o sueco Rolf-Göran Bengtsson e o suíço Steve Guerdat. Pela vitória, Pedro Veniss faturou CHF 400.000. Na sexta, ele havia ficado em 2º em uma prova menor do concurso, com obstáculos a 1,50m.

Esgrima

Nathalie Moellhausen obteve uma excelente participação no forte Grand Prix de Doha de espada. Classificada diretamente para a chave principal, a italiana naturalizada brasileira e quadrifinalista olímpica no Rio venceu na estreia por 15-9 a suíça Laura Staehli. Depois passou por 15-9 pela francesa Aliya Bayram e por 11-10 pela sul-coreana A Lam Shin. Nas 4as, Nathalie caiu por 15-12 para a tunisiana Sarra Besbes, que ficaria com o título ao vencer por 15-8 na final a russa Violetta Kolobova. A brasileira termina na 7ª posição.

No masculino, Athos Schwantes fez uma excelente rodada de poules, vencendo 5 dos 6 combates. Com isso, ficou entre os 16 melhores dos 23 grupos e se garantiu diretamente na chave final, onde perdeu na 1ª rodada por 15-9 para o francês Mathias Biabiany. O ouro ficou com o sul-coreano Youngjun Kweon, com 15-13 na final sobre o francês Alexandre Bardenet.

Taekwondo

Henrique Moura foi o único a vencer um combate na Final do Grand Prix de taekwondo em Baku, Azerbaijão. Na categoria até 68kg, Henrique venceu por 1-0 mexicano para perder na 2ª rodada pro belga Jaouad Achab por 11-3. O nosso medalhista olímpico Maicon Siqueira perdeu na estreia pro Abdoul Issoufou, do Níger por 3-0. Nos Jogos do, Maicon perdeu justamente para Issoufou na 2ª rodada. O africano ficaria com a medalha de prata no Rio.

No feminino, mais duas derrotas na estreia, Raphaella Galacho perdeu de 7-0 para holandesa no +67kg e Íris Tang Sing caiu por superioridade após empate em 0-0 para ucraniana.

Outros Esportes

Bruna Takahashi

Bruna Takahashi foi o destaque brasileiro no Mundial Juvenil de tênis de mesa, na África do Sul. Ela foi a única a chegar na 2ª rodada da chave principal individual, onde perdeu por 4-0 para a sul-coreana Jiho Kim. Nas duplas femininas com Alexia Nakashima e nas mistas ao lado do inglês Tom Jarvis, Bruna também parou na 2ª rodada. Por equipes, o Brasil foi 10º no feminino e 19º no masculino entre 20 equipes.

– Em São José (SC), Bruno Schimdt e Alison venceram mais uma etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia. Na final, fizeram 21-19 21-18 em Álvaro Filho/Saymon. No feminino, vitória de Juliana e Rebacca, com 21-18 21-19 sobre Patrícia/Ângela na decisão.

– No sul-americano de badminton, em Lima, o Brasil ficou com o ouro por equipes na competição adulta e na Sub15 e foi prata na equipe Sub19.

Adilson da Silva foi 14º no Honk Kong Open de golfe, válido pelo Tour Europeu de 2017. Com 275 tacadas após as 4 rodadas, ficou 8 abaixo do campeão, o australiano Sam Brazel. O brasileiro ganhou mais 2,4272 pontos pro ranking mundial, subindo 25 posições no ranking mundial para 362º.

Resumo do fim de semana

Saltos Ornamentais

Isaac Souza Filho

Melhor nome da nova geração, Isaac Souza Filho foi o destaque brasileiro no Mundial Junior de Saltos Ornamentais, em Kazan, Rússia. No domingo, último dia da competição, ele ficou na ótima 7ª posição na plataforma Grupo A (16 a 18 anos) com 482,00 pontos. A prova foi vencida pelo chinês Lian Jun jie com 593,55.

Na prova por equipes, o 2º melhor resultado do Brasil, com o 8º lugar entre 15 equipes. O Brasil também competiu, mas no Grupo B (14 e 15 anos), com Luis Felipe Moura e Anna Lúcia dos Santos. Luis foi 14º no trampolim de 1m, 24º no de 3m e 20º na plataforma. Anna Lúcia foi 15ª no trampolim de 1m e 21ª no de 3m. A China venceu 7 das 15 provas.

Outros Esportes:

Rafael Andrade foi campeão pan-americano de ginástica de trampolim, em Bogotá. Ele fez 54,750 na final do trampolim para ficar com o ouro contra 54,295 do mexicano Luis Armando Cetina. Daiene Luma foi 4ª colocada no feminino com 50,000, a 0,225 do pódio.

– Com equipe cheia de novos nomes, o Brasil volta do Grand Slam de Tóquio de judô sem medalhas. Felipe Kitadai (60kg) e Rochele Nunes (+78kg) foram os melhores brasileiros, perdendo a disputa de bronze e terminando em 5º lugar nas suas categorias. 18 brasileiros disputaram o torneio.

– A seleção brasileira de para-badminton, esporte que estreará nos Jogos Paralímpicos de Tóquio-2020, venceu 5 ouros, 7 pratas e 12 bronzes no Pan-Americano da modalidade na Colômbia. Os brasileiros estivera presentes em todas os pódios.

– No GP de Turim de florete, Guilherme Toldo chegou à chave principal perdendo na estreia de 15-10 para Ka Long Cheung, de Hong Kong e terminando em 55º no geral. Ghislain Perrier foi o 93º e Pedro Marostega o 134º. O italiano Alessio Foconi foi ouro com 15-7 sobre o americano Alexander Massialas na final.

Adilson da Silva não passou pelo corte no Alfred Dunhill Champiosnhip, na África do Sul. Ele fez 144 tacadas após duas rodadas, uma acima do necessário para avançar. O campeonato já vale pela temporada de 2017 do Sunshine Tour e do Tour Europeu.

– Quatro brasileiros disputarão o Grand Prix Final de taekwondo no Azerbaijão esta semana: o medalhista olímpico Maicon Siqueira (+80kg), Iris Sing (49kg), Raphaella Galacho (+67kg) e Henrique Precioso (68kg). Medalhista mundial Venilton Teixeira (58kg) foi convocado, mas pediu dispensa.

 

Resumo do fim de semana

Ginástica

Pódio do individual geral masculino

Caio Souza foi campeão brasileiro no individual geral em São Paulo. Ele somou 87,200 pontos após os 6 aparelhos para ficar com o título. Francisco Barretto foi prata com 86,350 e Bernardo Miranda ficou com o bronze com 85,700. No feminino, Rebeca Andrade sobrou para vencer com 58,300, bem a frente de Carolyne Pedro com 54,750 e Milena Theodoro com 53,700, que completaram o pódio.

Nas finais por aparelhos, Caio Souza venceu no solo (14,550) e nas barras paralelas (15,625). Os outros campeões masculinos foram: Lucas Bitencourt no cavalo com alças (14,550), Henrique Flores nas argolas (15,225). Luis Porto no salto (14,450) e Francisco Barretto na barra fixa (15,225). No feminino, Rebeca Andrade venceu nas barras assimétricas (14,450) e na trave (14,525), enquanto Raquel Silva levou o salto (13,725) e Thaís Fidelis faturou o solo (14,775).

Atletismo

O Brasil dominou o sul-americano Sub-18 de Atletismo, disputado em Concórdia, na Argentina, conquistando 19 ouros, 9 pratas e 8 bronzes.

Entre os destaques brasileiros, tivemos Vinicius Rocha Moraes, que venceu os 100m (10.36, 6º tempo do ano na categoria) e os 200m (21.41), Gabriel Menezes Oliveira, que levou o salto em distância (7,45m) e o salto triplo (15,45m) e Saymon Hoffmann, ganhador do arremesso de peso (19,67m) e do lançamento de disco (60,92m). No feminino, boas vitórias de Lorraine Martins nos 100m (11.78), Tiffani Marinho nos 400m (54.90) e Naiuri Krein no heptatlo (4.811 pontos).

Canoagem

A equipe brasileira completa ficou em 2º lugar no sul-americano de canoagem, disputado em Tigres, na Argentina, conquistando 20 ouros, 21 pratas e 12 bronzes, mesmo com a equipe completa.

O destaque veio na canoa, que levou quase tudo. O multimedalhista olímpico Isaquias Queiroz venceu o C1 200m, 500m e 1.000m enquanto Erlon Silva e Ronilson de Oliveira faturaram o C2 nas 3 distâncias também. A nova geração dominou a canoa juvenil e sub-23 com nomes como Jacky Godmann e Maicon dos Santos, que também fizeram a trifeta nas distâncias. O caiaque foi a grande decepção, com apenas 2 ouros: Bruna Rodrigues no K-1 200m júnior e com a equipe do K-4 200m masculino sênior.

Outros Esportes

– Ariel João da Silva e Priscilla Steveux venceram o brasileiro de BMX em Londrina. No contrarrelógio, vitórias de Renato Rezende e de Priscilla Steveux. Ela conquistou o tricampeonato brasileiro da prova.

– Em Tóquio, Ghislain Perrier e Guilherme Toldo pararam na chave preliminar da Copa do Mundo de florete masculino. Toldo perdeu para o polonês Leszek Rajski por 15-11 e Ghislain de 15-13 para o espanhol Carlos Llavador.

Adilson da Silva foi 22º em torneio de golfe nas Filipinas, válido pelo Tour Asiático. Somou 275 tacadas, 6 atrás do campeão, mas não pontuou para o ranking. No Tour Latino-Americano, Rodrigo Lee foi o melhor brasileiro em torneio na Argentina, terminando em 16º também sem pontuar.

– Jovens brasileiros dominaram os pan-americanos de judô na República Dominicana. No sub-15, todos os que competiram medalharam, trazendo 7 ouros, 3 pratas e 3 bronzes. No Sub-13, foram 9 ouros, 1 prata e 1 bronze. Apenas um jovem judoca não medalhou.

– No brasileiro de carabina e pistola em Brasília, o medalhista olímpica Felipe Wu venceu a pistola de ar 10m com 574 pontos. Na pistola 50m, Vladimir da Silveira ficou com o ouro com 546. Nos rifles, Cássio Rippel faturou o deitado 50m com 594 e o de 3 posições 50m com 1143. No feminino, destaque na pistola de ar 10m com Cibele Martins com 375.

– A seleção juvenil de taekwondo embarcou para o Mundial da categoria no Canadá nesta semana, com equipe de 16 atletas, 8 no masculino e 8 no feminino.

Torben Grael foi eleito vice-presidente da World Sailing, a federação internacional de vela, durante a Assembleia Geral da entidade. No mesmo evento, foi definido na manutenção das classes disputadas no Rio-2016 para Tóquio-2020.

Resumo do fim de semana

Canoagem

Ana Sátila. Foto: CBCa

O complexo de Deodoro foi palco da 1ª competição após os Jogos Olímpicos de Canoagem Slalom, com os Campeonatos Pan e Sul-Americanos. Sem a participação de EUA e do Canadá, o Brasil dominou a competição, vencendo 11 das 12 categorias em disputa.

Mesmo perdendo uma porta na final do C1, Ana Sátila venceu a prova e levou o 2º ouro no K1, como única a zerar a pista, vencendo com mais de 20s de vantagem. No K1, Pedro da Silva, 6º nos Jogos Olímpicos, ficou com o ouro e Anderson Oliveira/Charles Correa faturaram o C2. A única prova não conquistada por um brasileiro foi no C1, onde o argentino Sebastian Rossi venceu Charles Correa por apenas 0.16. O brasil ainda venceu todas as 5 provas juvenis e as 2 adultas que valiam apenas como Sul-americano.

Maratona Aquática

Poliana Okimoto foi bronze na última etapa do Circuito de 10km da FINA em Hong Kong. A brasileira completou os 10km em 2:17:28.2, mesmo tempo da italiana Arianna Bridi, 2ª colocada. A vitória ficou com a vice-campeã olímpica, a italiana Rachele Bruni, com 2:17:12.7. Simone Ruffini conquistou a prova masculina com 2:10:15.8.

Com o bronze, Poliana Okimoto termina em 2º lugar no geral na Copa do Mundo com 74 pontos, ficando atrás de Bruni, com 86. Poliana foi campeã do circuito mundial em 2009 e 3ª colocada em 2007. O Brasil tem outros 4 títulos gerais, sendo 3 de Ana Marcella Cunha (2010, 2012 e 2014) e um de Allan do Carmo (2014).

Atletismo

No brasileiro Sub-18 de atletismo, em São Bernardo, bons resultados da equipe de menores. O grande destaque foi sem dúvida a performance de Caio Henrique da Silva no decatlo. Com ótimos 7.396 pontos após as 10 provas, ele bateu o recorde sul-americano da categoria e ainda por cima estabeleceu a melhor marca de 2016 no mundo para a prova, superando em 14 pontos a marca do alemão Manuel Wagner.

Naiuri Krein

Foram mais dois recorde brasileiros da categoria: Naiuri Krein venceu o heptatlo com 5.052 pontos e Alencar Pereira levou o martelo masculino com 73,93m.

Outros Esportes

– Brasileiros venceram 7 medalhas no Aberto de Glasgow de judô, na Escócia. Phelipe Pelim (60kg) e Eduardo Barbosa (73kg) ficaram com o ouro. Já Raquel Silva (52kg) e Camila Nogueira (+78kg) perderam na final e ficaram com a prata. Os 3 bronzes foram para Gabriel Pinheiro (66kg), Eduardo Santos (81kg) e Nadia Merli (70kg).

Bruno Soares perdeu a chance de se tornar número 1 do mundo ao perder nas 4as do Masters 1.000 de Xangai. Ele e Jamie Murray foram derrotados por 63 76(4) para o finlandês Jenri Kontinen e para o australiano John Peers. O brasileiro segue com chances neste semana.

– Ygor Coelho fez ótima campanha no Aberto da Holanda de badminton, vencendo 3 jogos até perder nas 4as de final para o indiano Ajay Jayaram por 21-15 21-18.

– No Troféu Júlio de Lamare, que equivale ao brasileiro juvenil de natação, Guilherme Costa deu show nos 1.500m livre Juvenil 2, vencendo com 15:14.04, o 3º melhor tempo da história de um brasileiro na prova.

– Gabriela Yumi foi o grande destaque do Brasileiro de Ciclismo de Pista, em Maringá. Ela venceu 4 provas: Sprint individual, Sprint por equipes, 500m contra relógio e Keirin.

– Na etapa de Brasília do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, Álvaro Filho/Saymon e Larissa/Talita ficaram com os títulos.

– Adilson da Silva foi 25º em prova em Macau do Tour Asiático de golfe, uma posição abaixo do necessário para ganhar pontos no ranking mundial.

– Guilherme Toldo venceu o Brasileiro de Esgrima disputado no Rio no florete. William Zaytounlian no sabre e Athos Schwantes na espada ficaram com os títulos masculinos. No feminino, vitórias de Karina Lakerbai no sabre, Rayssa Costa na espada e Ana Bulcão no florete.

– No mundial de Basquete 3×3, na China, a Sérvia venceu a competição masculina com 21-16 nos EUA na final. No feminino, ouro para a República Checa, que venceu 21-11 a Ucrânia. O Brasil não disputou o Mundial.