Brasil conhece seus adversários no tênis de mesa

O pré-olímpico mundial de tênis de mesa em Gondomar (POR) definiu as últimas 9 equipes no masculino e 9 no feminino para Tóquio. O Brasil não participou pois já estava classificado, assim como China, Japão, Alemanha, Egito, Estados Unidos e Austrália.

Andrej Gacina vence britânicos e classifica a Croácia para Tóquio

A grande surpresa ficou por conta da eliminação da Grã-Bretanha no masculino. Com a equipe que foi bronze no Mundial por equipes em 2016 pela Inglaterra, com Paul Drinkhall e Liam Pitchford, os britânicos perderam para a Croácia por 3-0 no jogo que valia uma vaga e pararam na 1ª rodada da repescagem, caindo com 3-1 para a Hungria.

As vagas no masculino ficaram com Coreia do Sul, Croácia, Eslovênia, França, Hong Kong, Portugal, Sérvia, Suécia e Taiwan. No feminino, foram para Áustria, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Hong Kong, Hungria, Polônia, Romênia, Singapura e Taiwan.

Hoje, o Brasil é o 7º do ranking mundial por equipes no masculino e o 28º no feminino e seria cabeça-de-chave entre os homens. As 8 primeiras equipes entre os homens se classificaram para Tóquio, enquanto as que estão em 9º, 10º e 11º não conseguiram classificação (Índia, Áustria e Grã-Bretanha). Sendo assim, há um leve folga até o 12º do ranking, que é Portugal. Se isso se manter até os Jogos, o Brasil pode ter uma estreia boa no masculino e, quem sabe, fugir da China e Japão nas quartas. Já no feminino, as meninas não vão conseguir ser cabeça-de-chave e pegarão na estreia alguma pedreira, assim como aconteceu em Londres-2012 (pegou a Coreia do Sul) e no Rio-2016 (a poderosa China).

Vale explicar como funciona o ranking mundial por equipes do tênis de mesa. Os 3 melhores de cada país formam uma equipe teórica e faz-se o confronto hipotético entre todas as equipes do ranking no formato olímpico (BC vs YZ, A vs X, C vs Z, A vs Y, B vs X), comparando o ranking mundial individual desses jogadores. A China tem os 3 melhores do ranking mundial, então num confronto hipotético de ranking, venceria todos os países. O Brasil se beneficia e muito com a excelente 7ª colocação do Hugo Calderano, o que nos coloca a frente de equipes muito fortes.

Lembrando que em março teremos o Mundial por Equipes na Coreia do Sul.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s