Mundial de Esqui Nórdico – Dias 3 e 4

Na sexta tivemos apenas uma final no combinado nórdico, na prova de Large Hill/10km.

2529010-52478910-2560-1440

Eric Frenzel (GER)

O alemão Eric Frenzel dominou a prova. No salto, foi o melhor com 138,5 pontos (maior distância com 130,5m) e largou em 1º na prova de 10km, com 5s de vantagem sobre o austríaco Mari Seidl e 10s sobre o norueguês Jan Schimd e o austríaco Franz-Josef Rehrl. No cross-country, Frenzel chegou a ser ameaçado por Schmid e Rehrl, mas no último km começou a abrir e venceu com 23:43.0, 4.3 a frente de Schmid e 8.7 sobre Rehrl. Maior nome do último Mundial, com 4 ouros em 4 provas, o alemão Johannes Rydzek ficou em 9º, 36.1 atrás de Frenzel.

markus-eisenbichler-medaille-104_v-gseapremiumxl

Markus Eisenbichler (GER)

No sábado, a final do Large Hill masculino nos saltos deu mais um ouro pra Alemanha. Melhor na quali da sexta, Markus Eisenbichler fez 136,7 no 1º salto da final, ficando atrás apenas da zebraça suíça Killian Peier, com 137,9. Mas no 2º salto, Eisenbichler voou para 135,5 e 142,7 pontos, somando 279,4 para levar o ouro. Seu compatriota Karl Geiger somou 267,3 e pegou a prata e Peier, que sequer subiu ao pódio em uma etapa de Copa do Mundo na carreira, foi bronze com 266,1. Principal nome da temporada, o japonês Kyoyu Kobayashi terminou em 4º com 262,0. O polonês tricampeão olímpico Kamil Stoch foi 5º e o austríaco Stefan Kraft, que defendia o título mundial, 6º.

Nas provas de skiathlon, domínio norueguês no sábado. Nesta prova, os atletas fazem a 1ª metade no estilo clássico, trocam de esquis, e completam a outra metade no estilo livre. A prova masculina foi disputada entre os noruegueses Sjur Roethe e Martin Johnsrud Sundby e o russo Alexander Bloshunov. Os 3 completaram a 1ª metade na frente, colados, já com mais de 10s de vantagem sobre o finlandês Iivo Niskanen. Na parte livre, foram juntos até o final, e Roethe levou o ouro no sprint final com 1:10:21.8. Bloshunov foi prata a 0.1 e Sundby bronze a 0.7. Especialista nas provas longas, foi o 1º título individual importante de Roethe, que havia sido bronze no Mundial de 2017. Sundby, tricampeão da Copa do Mundo, segue sem título mundial individual.

2019 FIS Nordic World Ski Championships

Therese Johaug (NOR)

No feminino, Therese Johaug deu um show. A norueguesa, que ficou fora do último Mundial e dos Jogos de PyeongChang-2018 por conta de uma acusação de doping, dominou a prova do início ao fim. Ela chegou pra troca de esquis com 7,5km na frente já com 24s de vantagem sobre a sua compatriota Ingvild Flugstad Oestberg, a russa Natalia Nepryaeyva e a outra norueguesa Astrid Jacobsen. Johaug seguiu voando e fez a melhor parcial da parte livre para vencer os 15km com 36:54.5, quase 1min a frente de Oestberg, que completou em 37:52.1. Nepryaeyva, que faz uma excelente temporada, foi bronze com 37:53.2, sua 1ª medalha em Mundiais. Johaug chegou ao seu 8º título mundial e a sua 12ª medalha em mundiais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s