Mundial de Esqui Alpino – Dia 5

Assim como na prova masculina, o downhill feminino também foi reduzido em pouco mais de 500m também com a saída do Super-G.

e9fe2464fc392cf1a4aa-ilka-stuhec-in-lindsey-vonn

Ilka Stuhec e Lindsey Vonn. Foto: Reuters

A prova foi marcada pela despedida da americana Lindsey Vonn, que fez uma super descida. Após cair no Super-G e terminar o downhill da combinada, Vonn foi a 3ª a descer com 1:02.23, assumindo a liderança. A forte equipe italiana veio em seguida com Nadia Fanchini, Sofia Goggia e Nicol Delago, mas ninguém passava Vonn, até a eslovena Ilka Stuhec. Campeã mundial em 2017, Stuhec ficou fora dos Jogos de PyeongChang em 2018 por conta de lesão. Na prova, marcou 1:01.74 e assumiu a liderança.

As 20 primeiras desciam, mas nada mudava no toip-5 da prova. Nem as austríacas Ramona Siebenhofer e Nicole Schmidhofer, nem Tina Weirather ou a suíça Lara Gut-Behrami ameaçavam.

19ª a descer, foi outra suíça que tirou a prata de Vonn: Corinne Suter. Com 1:01.97, jogou a americana pro 3º lugar, levando um inesperado bronze para encerrar sua brilhante carreira.

Vonn se aposenta com 3 medalhas olímpicas (1 ouro e 2 bronzes), 8 medalhas mundiais (2-3-3, sendo 1-2-2 no downhill), 4 títulos gerais da Copa do Mundo, 16 títulos de disciplinas e 82 vitórias em etapas, sendo 43 no downhill.

Stuhec mostrou que é o principal nome da prova na atualidade entrando no lugar da sua compatriota Tina Maze e se tornando a 1ª bicampeã mundial do downhill desde Maria Walliser em 1989.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s