Mundial de Esqui Alpino – Dia 2

A final do Super-G masculino foi dura com os favoritos e vários fortes candidatos ao ouro não terminaram a prova, como o austríaco campeão olímpico Matthias Mayer e seu compatriota Hannes Reichelt, o suíço Mauro Caviezel e o canadense Dustin Cook.

paris-6

Dominik Paris (ITA)

Terceiro a descer, o italiano Dominik Paris marcou 1:24.20 e assumiu a liderança da prova para não perder mais e se tornar o 3º italiano campeão mundial da prova nos últimos 7 mundiais, se juntando a Patrick Staudacher, campeão em 2007, e Christof Innerhofer, vencedor em 2011.

O austríaco Vincent Kriechmayr marcou 1:24.29 e assumiu o segundo lugar. A surpresa enorme ficou por conta do francês Johan Clarey, que nunca venceu uma etapa da Copa do Mundo. 14º a descer, ele marcou o mesmo tempo de Kriechmayr e os dois empataram com a prata. Campeão em 2011, Innerhofer fez 1:24.55 para ficar em 4º.

Outros que decepcionaram foram os noruegueses Aksel Lund Svindal e Kjetil Jansrud. Svindal, campeão olímpico em 2010 e pentacampeão da prova na Copa do Mundo, terminou em 16º com 1:25.12. Já Jansrud, campeão olímpico em Sochi-2014 e tricampeão do Super-G em Copas do Mundo, acabou em 22º com 1:25.38.

O Mundial volta na sexta-feira com a combinada feminina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s