Mundial de Ginástica Rítmica – Parte Final

Pra encerrar os posts sobre o mundial de rítmica, as provas em grupo.

RG WCh Sofia/BUL 2018:

Rússia nos 5 arcos. Foto: FIG

Na quali por aparelho que valia como final geral, a Rússia foi perfeita, tirando a melhor nota tanto nos 5 arcos (excepcionais 23,250) como no aparelho misto 2 corda+3 bolas (23,050) e levou o ouro com 46,300, muito a frente da sempre forte Itália com 44,825 e da Bulgária, dona da casa, com 42,050. O Brasil fez apresentações medianas e somou 33,775, tirando 16,800 nos 5 arcos (21º) e 16,975 no misto (18º) e terminou em 18º no geral entre 36 equipes.

Seria uma boa participação se não fosse o fato de que fomos a 3ª melhor equipe das Américas. O México foi a grande surpresa da competição conquistando um espetacular 9º lugar com 36,950, por muito pouco não pegando final do aparelho misto. Os Estados Unidos fiaram em 14º com 35,800, mas ficamos a frente do Canadá, 23º com 32,250. Pra conseguir a vaga olímpica, o Brasil vai precisar ficar a frente dessas equipes, pois só há uma vaga para as Américas. Ou então torcer pro México conseguir vaga no Mundial de 2019.

Nas finais por aparelho, a Rússia não conseguiu o ouro! Nos 5 arcos, a Bulgária venceu com 23,300, seguida de Japão 22,800 e Itália 2.550. No aparelho misto, vitória italiana com 22,550, seguida de Rússia 22,200 e Ucrânia 21,400.

Rússia, Itália e Bulgária garantiram as 3 primeiras vagas olímpicas. O próximo Mundial, que dará mais 5 vagas para Tóquio, será disputado em Baku, Azerbaijão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s