Australian Open – Finais

Masculino

TENNIS-AUS-OPEN-PODIUM

Roger Federer (SUI)

É difícil ter palavras para descrever o mito Roger Federer, o GOAT. Marin Cilic não deu mole, mostrou uma grande força mental para empatar a final contra o suíço, mas no final, o suíço soube controlar o 5º set e vencer, para levar seu 20º título de Grand Slam da carreira.

Os dois alternaram altos e baixos durante a partida. Federer começou melhor e leovu o 1º set, mas Cilic conseguiu empatar no 2º. No 3º, mais uma pro suíço, que despencou no 4º set, já se poupando para o final. Cilic melhorou muito de produção no 4º, quando parecia tudo perdido. Federer, que colocou 81% do 1º saque em jogo no 3º set viu esta estatística despencar para 36% no 4º. Mas no 5º, só deu ele e finalmente, após 3h03, ele fechou em 62 67(5) 63 36 61.

Roger Federer chegou a 20 títulos de Grand Slam na carreira e chorou como se fosse o 1º na hora de receber o troféu. E se tornou o 1º tenista a vencer 6 Grand Slams com mais de 30 anos.

Feminino

esporte-tenis-aberto-australia-caroline-wozniacki-20180127-003-copy

Caroline Wozniacki (DEN)

A partida valia muito. Tanto para Caroline Wozniacki como para Simona Halep valia o 1º título de Grand Slam da carreira e o topo do ranking da WTA. A última vez que Wozniacki esteve no topo do ranking havia sido em 29 de janeiro de 2012 e, ao finalmente derrotar Halep e faturar seu título, voltou à liderança no mesmo 29 de janeiro, 6 anos depois.

Depois de perder duas finais de US Open, a dinamarquesa de 27 anos aproveitou uma instável romena para vencer por 76(2) 36 64 em 2h49 de jogo. No fim do 2º set era visível o cansaço de Halep, que, mesmo com dificuldades ainda conseguiu vencer o set. Mas no final, Wozniacki aproveitou e levou a vitória e o topo do ranking.

Duplas

Nas duplas masculinas, a vitória ficou com o austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic, que derrotaram os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah por 64 64. 1º título de Grand Slam para os dois nas duplas masculinas.

Pavic repetiu o feito do Bruno Soares de 2016 e também ficou com o título nas mistas ao lado da canadense Gabriela Dabrowski. Eles venceram a húngara Timea Babos e o indiano Rohan Bopanna por 26 64 [11-9]. Pavic chegou a 3 títulos de GS (1 nas duplas masc e 2 nas mistas) e Dabrowski levantou seu 2º troféu, após o título nas mistas de Roland Garros em 2017. Curiosidade: Dabrowski e Babos jogaram juntas e perderam a final de duplas juvenis no AusOpen em 2010.

Juvenil

O americano Sebastian Korda venceu o título masculino com 76(6) 64 sobre o taiwanês Tseng Chun-hsin. Nas duplas, os franceses Hugo Gaston e Clément Tabur venceram 62 62 os alemães Rudolf Molleker e Henri Squire.

Entre as meninas, dobradinha de Liang En-shuo. A taiwanesa venceu nas simples com 63 64 sobre a francesa Clara Burel e, ao lado da chinesa Wang Xinyu, faturou nas duplas com 76(4) 46 [10-5], sobre a suíça Lulu Sun e Violet Apisah, de Papua Nova Guiné (!).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s