Mundial de Judô – Dia 6

Nada como a categoria pesado para salvar o judô masculino do Brasil.

Acima de 100kg masculino

o100act-1504396657-1504396657

Foto: IJF

Chegando em Budapeste como cabeça número 1, David Moura não decepcionou e chegou à decisão do Mundial garantindo sua 1ª medalha na carreira. E o adversário seria ninguém menos que o imbatível francês Teddy Riner. Na semifinal, Riner pegou o georgiano Guram Tushishvili. A luta ficou zerada até a prorrogação, quando o georgiano derrubou Riner, mas sentado e não foi dado ponto. Assim que voltou a luta, o francês derrubou o georgiano e se garantiu na decisão. Na final, mesma situação, e o brasileiro levou Riner pra prorrogação, mas logo o francês conseguiu um ippon para ganhar seu 9º título mundial e segue sem perder desde 2010.

o100pod-1504396814-1504396814

Rafael Silva venceu 3 lutas e pegou Riner nas 4as, quando foi massacrado pelo francês. Na repescagem, derrotou austríaco e, pelo bronze, venceu no golden score a última esperança húngara de medalha, Barna Bor. Rafael ganhou sua 3ª medalha em Mundiais. O outro bronze foi pro mongol Naidangiin Tüvshinbayar, 1º campeão olímpico pela Mongólia.

100kg masculino

No meio-pesado veio o 4º ouro masculino do Japão neste Mundial e 7º no geral. Aaron Wolf, 21 anos, não tem nome de japonês, mas venceu na decisão o fortíssimo georgiano Varlam Liparteliani, vice no Rio-2016 na categoria abaixo, os 90kg.

Duelo entre dois azeris no bronze, o vice olímpico no Rio nesta categoria Elmar Gasimov, e o campeão mundial nesta categoria em 2013 Elkhan Mammadov. Gasimov ficou com o bronze e o outro foi para o russo Kirill Denisov, que fatura sua 5ª medalha em mundiais. Luciano Correa perdeu logo na estreia para o britânico Benjamin Fletcher.

Acima de 78kg feminino

o78reac-1504396404-1504396404

Song Yu (CHN). Foto: IJF

Bronze no Rio e campeã mundial em 2015, a chinesa Song Yu venceu no golden score a japonesa Sarah Asahina, que acabou levando um shido e perdendo a luta. Song venceu nas 8as a brasileira Maria Suelen Altheman por ippon.

As medalhas de bronze foram para a sul-coreana Kim Min-jeong e para a azeri Iryna Kindzerska. Na disputa da medalha, Kindzerska abriu 3 waza-aris sobre a holandesa Tessie Savelkous, mas praticamente não fez nada nos 2min finais e foi levando punição. Por muito pouco não levou a 3ª, que a faria perder uma luta ganha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s