Mundial de Judô – Dia 5

Mayra Aguiar dá show e se torna a 1ª brasileira a ser bicampeã mundial em uma prova olímpica!

78kg feminino

78act-1504297759-1504297759

Foto: IJF

Mayra Aguiar é uma constante na categoria. Aproveitando que a americana bicampeã olímpica Kayla Harrison vai se dedicar ao UFC, Mayra fez uma competição praticamente perfeita. Começou vencendo eslovena e austríaca por ippon. Nas 4as pegou a francesa Audrey Tcheumeo, que a derrotou na semifinal olímpica no Rio-2016. Desta vez, a brasileira passou o carro, fazendo dois waza-aris (um aos 9s de luta) e, por fim, um ippon por estrangulamento. Na semifinal, um waza-ari sobre a japonesa Ruika Sato. Na final, Mayra obteve um fato raro e derrotou mais uma japonesa, a atual campeã mundial Mami Umeki. Com 4min de luta, aproveitou uma bobeada da japonesa para derrubá-la e conseguir um waza-ari de ouro.

78pod-1504297866-1504297866

Foto: IJF

Outra brasileira na chave, Samanta Soares perdeu na estreia para Mami Umeki. Os bronzes foram para a cubana Kaliema Antomarchi e para a britânica Natalie Powell.

70kg feminino

O 6º ouro japonês veio com Chizuru Arai, que derrotou nas 4as a brasileira Maria Portela, que tinha vencido sul-coreana e a britânica Gemma Howell. Portela deu muito trabalho para a Arai e a luta estava zerada. No golden score, Portela recebeu um shido e com isso a vitória foi da japonesa. Na semifinal, Arai pegou a colombiana tricampeã mundial e vice olímpica Yuri Alvear, que estava invicta em 2017. Com um waza-ari, a colombiana perdeu e, na decisão, Arai obteve um ippon sobre a porto-riquenha Maria Perez.

Portela voltou na repescagem, mas foi dominada pela espanhola Maria Bernabeu, terminando em 7º lugar. Bernabeu ficou com um dos bronzes ao vencer marroquina e Alvear levou o outro.

90kg masculino

90act-1504297930-1504297930

Foto: IJF

Sem Brasil e sem Japão na categoria, o domínio foi europeu. Dois sérvios chegaram nas semifinais, mas apenas Nemanja Majdov venceu. Na final, ele pegou o esloveno Mihael Zgank. A luta ficou zerada até o final. No golden score, Zgank levou shido por baixar a cabeça e Majdov, aos 21 anos, venceu o 1º ouro da história para a Sérvia.

O georgiano Ushangi Margiani e o sul-coreano Gwak Dong-han ficaram com os bronzes. Gwak derrotou uma das melhores chances da Hungria, Krisztian Toth, na disputa da medalha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s