Brasil mantém hegemonia no Pan de judô

Mesmo com uma equipe renovada com apenas uma atleta da seleção principal, o Brasil venceu o Pan de judô, disputado no Panamá. Foram 7 ouros, 2 pratas e 5 bronzes na competição.

dsc_0432_200231300417

Equipe campeã na disputa feminina

Na sexta-feira, foram 2 ouros no masculino e 1 no feminino: Eric Takabatake (60kg), Eduardo Barbosa (73kg) e Jéssica Pereira (52kg). Yanka Pascoalino perdeu na final dos 63kg para equatoriana e Daniel Cargnin caiu na decisão dos 66kg para o cubano Osnial Solis. Sensação desse início de ano no judô brasileiro, Stefannie Koyama perdeu na semifinal dos 48kg para mexicana, mas depois garantiu o bronze sobre argentina.

No sábado, mais 3 ouros: Eduardo Yudi Santos (81kg), Samanta Soares (78kg) e Beatriz Sousa (+78kg, que contou com apenas 4 judocas). A equipe ainda levou outros 3 bronzes: Rafael Macedo (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg) e Ruan Isquierdo (+100kg).

No domingo, nas disputas por equipes, as meninas ficaram com o ouro ao vencer 5-0 a Colômbia, 5-0 a Argentina e 3-2 na final sobre o Canadá. O Brasil abriu 2-0 na decisão, viu o Canadá empatar inclusive com uma derrota da campeã olímpica Rafaela Silva, e viu Beatriz Sousa vencer a decisiva. Já os homens caíram logo na estreia por 3-2 para Cuba, mas venceram a Colômbia por 4-1 para garantir o bronze. O problema é que apenas as 2 melhores equipes se classificavam para o Mundial, em agosto.

O Brasil manteve a sua hegemonia no judô continental, mesmo com uma equipe renovada e sendo testada. O Pan contou com várias ausências. Dos 8 atletas do continente que medalharam nos Jogos do Rio, apenas 3 estavam na competição: Paula Pareto, campeã nos 48kg, Rafaela Silva, que decepcionou e caiu logo na estreia, e a colombiana Yuti Alvear, campeã dos 70kg.

Ainda assim, foi um bom resultado da equipe e que já aponta para disputas interessantes pelas vagas na seleção principal para o Mundial desse ano. Eduardo Yudi Santos deve dar trabalho para o Victor Penalber, assim como Daniel Cargnin no Charles Chibana nos 66kg e Eduardo Barbosa na categoria nos 73kg, que não tem nenhum dono. Os 90kg seguem em aberto, já que Tiago Camilo está em fim de carreira. No feminino, a principal novidade será Stefannie Koyama nos 48kg, já que Sarah Menezes subiu pros 52kg e vai brigar com Érika Menezes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s