Mundial de Ciclismo Pista – Dia 2

Mais 4 finais nesta quinta-feira, 4 países diferentes no alto do pódio.

Keirin masculina

182238_8-lg-hd

A bela vantagem de Azizulhasni Awang (MAS)

Sem surpresas na 1ª rodada da Keirin. Nas semifinais, vitória do australiano Matthew Glaetzer e do colombiano Fabian Zapata. Por forçar um adversário a subir na pista, dois grandes favoritos foram relegado: o alemão Joachim Eilers, campeão mundial em 2016, e o francês François Pervis, campeão mundial em 2014 e 2015. Sem os últimos campeões na decisão, a vitória ficou com o malaio Azizulhasni Awang, bronze no Rio-2016 e nos dois últimos mundiais! Ele ficou quase 0s4 na frente do colombiano Zapata e o checo Tomas Babek completou o pódio.

Perseguição por Equipes masculina

Embed from Getty Images

A Austrália dominou a prova desde a qualificação, com o melhor tempo de 3:50.577, bem perto do recorde mundial britânico de 3:50.265, dos Jogos do Rio. Nas semifinais, melhor tempo novamente com 3:54.125 marcando duelo continental na final com a Nova Zelândia, que venceu sua bateria com 3:54.363. Na decisão, a Austrália começou bem, mas a Nova Zelândia assumiu a liderança no último quilometro, para perder para os australianos, que venceram pela 6ª vez nos últimos 8 Mundiais, com 3:51.503 contra 3:53.979 dos neozelandeses. Bronze pra equipe da Itália com 3:56.935 contra 3:58.566 dos britânicos.

Perseguição por Equipes feminina

As americanas repetiram no feminino o feita da equipe australiana no masculino. A equipe americana contou com 3 das 4 atletas prata no Rio-2016 e sem a espetacular Sarah Hammer. Melhor tempo na quali de 4:17.722, nas baterias da 1ª rodada com 4:18.716 e na decisão derrotou a Austrália com 4:19.413 contra 4:19.830 das australianas. A Nova Zelândia ficou com o bronze com 4:21.778, quase 5s melhor que a Itália.

Scratch masculina

Numa prova de 60 voltas (15km) e com todos os 23 competidores na mesma volta, o polonês Adrian Teklinski venceu após 17min30s. A prata foi pro alemão Lucas Liss, campeão dessa prova em 2015, e o bronze ficou com o britânico Christopher Latham.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s