Resumo olímpico da semana

Judô

48pod-1489164698-1489164698

Após uma semana repleta de medalhas, os judocas brasileiros foram mais comedidos na Europa. No esvaziado Grand Slam de Baku, apenas uma medalha, com o ouro de Stefannie Koyama (guarde esse nome) nos 48kg, na medalha mais importante de sua carreira. Ela precisou de 4 vitórias pro ouro, incluindo uma na decisão sobre a sérvia Milica Nikolic por 2 waza-aris. Eric Takabatake (60kg), Sarah Menezes (52kg), Gilmara Prudêncio (57kg) e Samanta Soares (78kg) perderam na disputa de bronze.

Na Copa Europeia Cadete em Zagreb, novamente com 34 judocas da seleção sub-18, o Brasil conquisotu 9 medalhas, sendo 2 ouros, 3 pratas e 4 bronzes. Títulos para Willian Lima (60kg) e Laura Ferreira (44kg) e vices para Marcos Santos (66kg), Gabriella Moraes (63kg) e Eduarda Rosa (70kg).

Atletismo

Em torneio realizado em São José dos Campos, 4 índices pro Mundial de Londres. Fernanda Martins venceu o disco com 62,29m, quase 1m melhor que o índice. Nos 800m, Thiago André venceu com 1:45.65, quase 5s melhor que o 2º colocado e apenas 0.25 abaixo do índice. Geisa Arcanjo, que tinha batido na trave, agora conseguiu o índice no arremesso de peso com 17,78m, 3cm acima da marca. Talles Silva levou o salto em altura com 2,30m, exatamente o índice necessário.

Em Ciudad Juaréz, no México, Érica de Sena ficou com a prata na marcha 20km em sua 1ª prova do ano. A brasileira completou a distância em 1:30:49, bem atrás da campeã Maria Guadalupe Gonzalez, prata olímpica, com 1:28:59. Já Caio Bonfim fez prova ruim, marcando 1:26:47 e obtendo o 21º lugar, muito longe do campeão, o colombiano Elder Arevalo com 1:22:29.

Badminton

No já tradicional torneio internacional de São Paulo, os jogadores brasileiros saíram com 2 ouros, 3 pratas e 4 bronzes. Os destaque foram nas chaves de simples, apesar das duas derrotas nas finais. Ygor Coelho começou bem contra Niluka Karunaratne, do Sri Lanka, mas levou a virada por 9-21 21-14 21-18. Na final feminina, Fabiana Silva mal viu a cor da peteca contra a japonesa Haruko Suzuki, perdendo por 21-9 21-6.

Em chaves bem esvaziadas de estrangeiros, Hugo Arthuso/Fabiana Silva venceram nas duplas mistas 21-11 21-19 a dupla formada pelo alemão Jonathan Persson e por Kate Foo Kune, das Ilhas Maurício. Nas duplas femininas, Jaqueline Lima/Samia Lima venceram em final brasileira 14-21 21-19 21-15 Thalita Correa/Paloma da Silva.

Hipismo

Em tour 4*na Espanha, Pedro Veniss venceu prova de 1,50m na sexta-feira. Outros 10 conjuntos zeraram a primeira passagem, mas no desempate o brasileiro foi mais rápido. Marlon Zanotelli montando Sirene de La Motte venceu prova de 1,45m em Vilamoura, Portugal. Depois de dois vices, ele fez pista limpa em 58.59 para vencer a prova. Também em Vilamoura, Cássio Rivetti (que voltou a defender o Brasil após alguns anos pela Ucrânia) e João Victor Castro fizeram dobradinha em prova 3* a 1,40m.

marcio_iberon650

Márcio Appel

Outro destaque foi João Victor Oliva em Hertogenbosch, na Holanda. Montando Lusitano Xamã dos Pinhais, João Victor fez 67,160% no Grand Prix e 70,340% no Grand Prix Special, com música, sua 1ª nota cima de 70% na carreira. No CCE, em Portugal, Márcio Appel foi 5º em prova 3*, conseguindo o índice técnico para o Mundial de 2018. Fez 54,7 no adestramento, 15,2 no cross-country apenas por excesso de tempo e duas faltas nos saltos.

Outros Esportes

– Desempenho ruim dos brasileiros na 2ª etapa da Copa do Mundo FINA de Maratonas Aquáticas 10km em Abu Dhabi. Ana Marcela Cunha terminou em 12º lugar com 1:53:14.0 e Poliana Okimoto foi 25ª com 1:54:13.7. No masculino, Allan do Carmo terminou em 16º, a 1min12s do campeão, o britânico Jack Brunell.

Adilson da Silva foi 21º no Aberto da Índia de golfe, válido pelo Tour Asiático. Eme somou 292 tacadas, 14 acima do campeão e conseguiu 1,38 ponto para o ranking mundial. Pelo PGA Latino-americano, Rafael Becker foi o melhor brasileiro em 20º em prova em Buenos Aires.

Marcus Vinícius D’Almeida e Ane Marcelle dos Santos saíram na frente na 1ª seletiva de tiro com arco em Maricá. Após 2 rounds de duplo-70m e dois combates, ela soma 24 pontos em 26 possíveis e ele 22. Esta seletiva definiu a equipe que irá para a Copa do Mundo de Antalya, na Turquia. A 2ª seletiva, em julho, definirá a equipe para o Mundial da Cidade do México em outubro.

– No qualificatório das Américas de tênis em cadeiras de rodas, o Brasil venceu tanto no masculino como no feminino e se classificou para a Copa do Mundo por equipes em maio na Itália. Na decisão feminina, 2-0 sobre a Argentina e na masculina, 2-0 sobre os EUA.

– Na 3ª etapa do circuito sul-americano de vôlei de praia, em Rosario, Argentina, as duplas brasileiras conquistaram 1 ouro e 1 bronze. Oscar/Hevaldo venceram 28-26 21-16 dupla chilena na final e Val/Ângela venceram 21-11 21-16 as argentina Gallay/Klug na disputa do 3º lugar.

– Nos dois primeiros amistosos de uma série de 4 no México, o Brasil empatou em 1-1 e depois venceu em 2-1 os donos da casa no hóquei na grama masculino. A equipe se prepara para a Copa Pan-Americana em agosto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s