Mundial de Patinação de Velocidade em Pista Curta – Resumo

A britânica Elise Christie e o sul-coreano Seo Yi-ra foram os grandes nomes do Mundial de Patinação de Velocidade em pista curta (short track) em Roterdã.

3e3312cb00000578-4306530-image-a-27_1489338310441

Elise Christie (GBR)

Christie fez história no sábado ao vencer o 1º ouro britânico na história de um mundial, levando a prova de 1.500m com 2:54.369 na final, deixando a canadense Marianne St-Gelais com a prata e a coreana Shim Suk-hee com o bronze. Nos 500m, a chinesa Fan Kexin venceu a prova mais rápida pela 4ª vez, com 43.605 com St-Gelais novamente na prata e a coreana Kim Ji-yoo no bronze.

No domingo, Christie seguiu brilhante no Mundial para vencer os 1.000m em 1:30.818 enquanto St-Gelais garantia sua 3ª prata e a holandesa Suzanne Schulting ficava com o bronze. No Mundial, há uma classificação por pontos de acordo com as posições nas 3 provas e as 8 melhores se classificam para a superfinal dos 3.000m. Shim Suk-hee venceu a prova com Christie em 3º lugar, mas o suficiente para a britânica garantir o 1º lugar no geral e ser a grande campeã do Mundial com 89 pontos, seguida de St-Gelais com 68 e Suk-hee com 52. Fechando a porção feminina, a favorita Coreia do Sul ficou fora da final do revezamento 3.000m. Com o apoio de um ginásio lotado, a Holanda caminhava para o ouro, mas uma queda na antepenúltima volta acabou com o sonho holandês. Na chegada, a China garantiu a vitória seguida da surpresa Hungria e do Japão.

Captura de Tela 2017-03-15 às 00.21.13

Sjinkie Knegt (NED)

Na disputa masculina, Sin Da-woon venceu os 1.500m no sábado, com o canadense Samuel Girard em 2º e Seo Yi-ra em 3º. Nos 500m, Sjinkie Knegt fez a torcida da casa ao levar a prova mais curta, seguido do chinês Wu Dajing e se Yi-ra. No domingo, o coreano seguiu brilhando para vencer os 1.000m, com o húngaro Liu Shaoang na prata e o veterano canadense Charles Hamelin no bronze. Na superfinal dos 3.000m, Knegt e Yi-ra foram para a disputa do título geral. O holandês foi melhor, vencendo com 4:47.344 contra 4:47.594 do coreano, mas Yi-ra já garantia a vitória com 81 pontos contra 73 do holandês. No revezamento 5.000m, show de Knegt. Sem Coreia e EUA na decisão, eliminados nas semifinais, a Holanda aproveitou e levou mais um ouro. Depois de um erro com poucas voltas pro fim, Knegt fez grande recuperação e, em uma volta, já liderava. Ele fechou nas 2 voltas finais e conquistou a vitória, com China e Hungria completando o pódio.

Elise Christie se firma como o nome a ser batido nos Jogos de Pyongchang. A Coreia do Sul não fez um grande mundial e chegará pressionada em casa, principalmente no feminino, bem abaixo do esperado. E novos nomes surgem, como as equipes húngaras e o canadense Samuel Girard, que vem para tirar os irmãos Hamelin do topo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s