Mundial de Esqui Nórdico – Dia 3

Maior mito vivo do cross-country, a norueguesa Marit Bjorgen voltou nessa temporada após gravidez e, depois de decepcionar no sprint, dominou a prova de skiathlon 7,5km/7,5km. Nesta prova, a primeira metade é no estilo clássico e a segunda no estilo livre.

99246_g08_w01

Pódio Skiathlon feminino

Bjoergen chegou em 1º para a troca de esquis com a finlandesa Krista Parmakoski, a sueca Charlotte Kalla e a norueguesa Heidi Weng quase no mesmo segundo. Aí no estilo livre não tem pra ninguém. Bjorgen fez novamente a melhor parcial com tranquilidade e conquistou seu 15º título mundial e 23ª medalha com 37:57.5! Parmakoski ficou com a prata para a festa dos torcedores em casa a 4,8 de Bjorgene e Falla completou o pódio a 32s. 10ª medalha em Mundiais da sueca.

99294_g08_w01

Sergey Ustyugov (RUS)

Na prova masculina, que tem o dobro da distância, aconteceu o esperado, com o russo Sergey Ustyugov e o norueguês Martin Johnsrud Sundby brigando metro a metro por todo o percurso. Na primeira metade, um pelotão com pelo menos 15 atletas chegou quase junto. Mas aí no estilo livre Ustyugov e Sundby foram abrindo a cada quilometro e logo já tinham uma vantagem de 39s sobre o enorme pelotão. No último quilometro, Ustyugov começou a abrir e venceu com 1:09:16.7, 6.7 de vantagem sobre Sundby. No pelotão, os noruegueses foram assumindo a liderança e Finn Haagen Krogh pegou o bronze a 31.8 do campeão. Noruega ainda no 4º e no 6º lugar.

99327_g08_w01

Stefan Kraft (AUT)

Na final dos saltos masculino, no normal hill, tivemos a vitória do austríaco Stefan Kraft. No 1º salto, Kraft fez o melhor salto da rodada com 99,5m e 135,8 pontos. O alemão Andreas Wellinger fez a 2ª marca com 131,5 e o austríaco Michael Hayböck a 3ª com 130,9. Para o 2º salto foi outro alemão que assumiu a liderança, Markus Eisenbichler com 263,6. Hayböck saltou mal, apenas com 123,5, já fora do pódio. Wellinger fez o melhor salto da 2ª passagem com 100,0m e 137,2 pontos, assumindo a liderança. Kraft foi o último a saltar fazendo 98,0m e 135,0 pontos, somando 270,8 para ficar com o ouro! Wellinger foi prata com 268,7 e Eisenbichler bronze com 263,6. Líder da Copa do Mundo, o polonês Kamil Stoch, ficou em 4º com 262,5.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s