Mundial Masculino de Handebol – Dia 9

Seis jogo no encerramento dos Grupos A e B, confirmando metade dos jogos de oitavas de final.

Grupo A

RUS x BRA. Foto: IHF

RUS x BRA. Foto: IHF

No jogo final da 1º fase, Brasil e Rússia disputaram o 3º lugar do grupo, para fugir nas 8as do campeão do Grupo B. No início, estava difícil para os goleiros, que não seguravam nada dos dois lados e os gols saíam praticamente alternados, com o Brasil na frente desde o 3-1 até o 10-8. Com 12-12, os goleiros foram trocados dos dois lados e foram 4 minutos sem gols. O Brasil marcou 3 vezes seguidas faltando 2min pro fim do tempo, mas levou dois gols russos e o tempo terminou com o Brasil apenas 1 na frente, com 15-14. A partida seguiu disputada até o 21-21, quando a Rússia conseguiu anotar 3 vezes seguidas. Por 6min sem marcar, o Brasil tentava encostar, mas não conseguia. A defesa russa funcionava tanto que Alexander Chernoivanov até foi excluído após 3 suspensões de 2min. E com 28-24, a Rússia venceu conquistando o 3º lugar do grupo, enquanto o Brasil avançou em 4º.

Já garantida na liderança, a França pegou a eliminada Polônia num jogo surpreendentemente parelho. Graças a uma ótima performance de Guy Nyokas, com 7 gols, os donos da casa alcançaram a 5ª vitória, após um primeiro tempo muito disputado, na frente de 10.500 espectadores. Na metade do 1º tempo, a Polônia tinha 7-6, mas 3 gols de Nyokas em menos de 3min colocaram a França na frente com 10-8. Mas Tomasz Gebala marcou ainda 3 até o fim do tempo, que ficou empatado em 13-13. Na volta do intervalo, a França chegou com tudo, com 5 tentos seguidos, mas a Polônia buscou, marcando 6-2, encostando em 20-19. A torcida pediu Nikola Karabatic, mas o técnico Didier Dinart ignorou e insistiu em Nyokas que marcou mais 2, assim como Nedim Remili, com mais 3, o suficiente para a França abrir 26-22. A Polônia reagiu no final com 3 gols, mas não os suficientes, e perderam por 26-25.

Após assustar vários, mas não vencer nenhum jogo, o Japão foi facilmente superado pela forte Noruega. Com 10min, já liderava por 7-3, abrindo para 10-4, 12-5 e chegando a 19-12, até o fim do 1º tempo, onde vencia por 19-14. O início do 2º tempo foi mais disputado, com 4-4, mas veio uma espetacular sequência de 7 gols seguidos do lado europeu e a vantagem ia para 12 gols, com 30-18. O massacre seguiu até a vitória por tranquilos 38-23, com 7 gols de Bjarte Myrhol e um aproveitamento ótimo de 45% do goleiro Espen Christensen.

Classificação Final do Grupo: 1) FRA 5V-0E-0D (10; +42); 2) NOR 4-0-1 (8; +31); 3) RUS 3-0-2 (6; +3); 4) BRA 2-0-3 (4; -25); 5) POL 1-0-4 (2; -10); 6) JPN 0-0-5 (0; -41)

Grupo B

Sonhando com a classificação, a Tunísia venceu bem a fraca equipe de Angola no jogo com o maior número de gols deste Mundial: 77. A bola não parou no 1º tempo, onde a Tunísia fechou com 23-16, onde a defesa de Angola foi desastrosa, com apenas 8% de aproveitamento. Na volta, Amine Bannour seguiu marcando pro lado tunisiano, com 4 nos 10 primeiros minutos do 2º tempo, totalizando 10 gols na partida. A Tunísia ampliava aos poucos e fechou o jogo com 43-34. O angolano Gabriel Teca também marcou 10. Quando o próximo jogo terminou, com o empate islandês, veio a confirmação que a Tunísia estava eliminada.

Precisando do empate, a Islândia pegou a Macedônia em um jogo bem disputado. Os macedônios abriram logo 4-0, quando veio a virada islandesa. Apesar de ter demorado 7min para marcar, a Islândia conseguiu 5 de uma vez e, mesmo com um Kiril Lazarov inspirado, a Macedônia encostava, mas não passava. Ele marcou 5 gols, mas não suficientes e saíram perdendo no 1º tempo por 15-13. A Islândia começou melhor no 2º, chegando a abrir 23-18 com 5 tentos de Bjarki Elisson, mas sofreu um apagão nos últimos 15min e viu a Macedônia marcar 7 vezes contra 1 do lado islandês e, com o craque Lazarov, virar para 26-25. No final, a Islândia empatou e, com 27-27, se classificou em 4º lugar, enquanto a Macedônia foi 3ª no grupo.

Embed from Getty Images

Pra fechar o dia e o grupo, Espanha e Eslovênia disputaram o 1º lugar, mas com uma Espanha bem superior. Os eslovenos abriram 3-1, mas logo a Espanha virou para 5-3 e ampliou aos poucos com uma atuação de gala de David Balaguer, com 7 gols, até 18-10. Na votla, mais 3 gols no começo pra Espanha, que abrir 11 de vantagem. Com poucas chances para virar e com a Espanha mantendo o ritmo forte, a Eslovênia apenas segurou a distância e a Espanha encerrou a 1ª fase invicta com 36-26 no jogo final.

Classificação Final do Grupo: 1) ESP 5-0-0 (10; +45); 2) SLO 3-1-1 (7; +15); 3) MKD 2-1-2 (5; +2); 4) ISL 1-2-2 (4; +7); 5) TUN 1-2-2 (4; +0); 6) ANG 0-0-5 (0; -69)

Assim, ficaram definidos os primeiros 4 confrontos das 8as de final, todos neste sábado: NOR x MKD; FRA x ISL; RUS x SLO; BRA x ESP.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s