Mundial de Karatê – Dia 2

No complemento das eliminatórias individuais, dois brasileiros chegaram às disputas de medalha, mas um campeão mundial ficou pelo caminho.

Vice líder do ranking e 3 ouros na temporada no circuito mundial, Valéria Kumizaki chegou à final da categoria até 55kg. A brasileira iniciou a campanha vencendo dominicana por 1-0, depois 5-0 em eslovaca, 2-0 em uzbeque e 4-2 na italiana Sara Cardin, nada menos que a número 1 do mundo, num precoce confronto ainda nas 4as. Na semi, fez 3-2 na japonesa Sara Yamada, se classificando para sua primeira final de mundial! Valéria foi campeã mundial juvenil em 2005 e vai pegar na final a forte francesa Emilie Thouy, prata no último mundial.

Giana Lotfy (EGY-esquerda)

Giana Lotfy (EGY-esquerda)

Nos 50kg feminino, Aline de Paula venceu sua 1ª luta com 5-1 sobre marroquina, mas perdeu nas 8as para a malaia Shree Segaran por decisão dos árbitros após 0-0. Como Segaran perdeu na semi, a brasileira não foi pra repescagem. A final da categoria será entre a francesa Alexandra Recchia, campeã mundial em 2012, e a japonesa Miho Miyahara. Nos 61kg, Maike de Oliveira perdeu na estreia para iraniana por 2-0. Disputam a final da categoria a egípcia Giana Lotfy, atual campeã mundial e invicta há dois anos, e a francesa Lucie Ignace. Belo aproveitamento francês no dia com 3 finais femininas!

Douglas Brose (esquerda) contra atleta da Nicarágua na estreia

Douglas Brose (esquerda) contra atleta da Nicarágua na estreia

No masculino, a decepção veio nos 60kg. Campeão mundial em 2014, número 1 do mundo, ouro no Pan de Toronto e dono de 2 ouros no circuito mundial deste ano além do título continental, Douglas Brose começou vencendo por 2-0 atleta da Nicarágua e depois venceu por decisão atleta da Letônia após empate em 1-1. Mas nas 8as, Brose empatou com o francês Sofiane Agoudjil em 1-1 e acabou sendo eliminado por decisão dos árbitros. O francês perdeu na semi para o iraniano Amir Mehdizadeh e o brasileiro não foi pra repescagem. O iraniano enfrenta na final o holandês Geoffrey Berens.

Mas nos 67kg, Vinicius Figueira vai brigar por medalha. Campeão do circuito este ano e líder do ranking, iniciou sua campanha vencendo montenegrino por 2-0, mas perdeu logo depois por 8-0 para o inglês Jordan Thomas, que seguiu vencendo até garantir a vaga na final contra o húngaro Yves Tadissi. O brasileiro, assim, foi pra repescagem, passando por austríaco, por português e por marroquino e vai disputar o bronze contra o venezuelano Andres Madera, tentando repetir a medalha do último mundial.

Nas disputas do kata por equipe, o Brasil venceu a estreia no masculino a Índia, mas perdeu pra Croácia na 2ª rodada. No feminino, venceu Romênia e Irã, mas perdeu nas 8as para a Espanha. Na repescagem, o Brasil caiu para o Egito. Repetindo as provas individuais, o Japão está nas duas finais e enfrentará a Espanha no feminino e a França no masculino.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s