Resumo Rio-2016 – Canoagem Slalom

C1 masculino

Esta prova teve basicamente 2 nomes em sua história olímpica: o francês Tony Estanguet e o eslovaco Michal Martikan. Eles venceram as últimas 5 Olimpíadas, mas ambos estão aposentados. Restou ao medalhista de prata em Londres, o alemão Sideris Tasiadis chegar como favorito.

2016-08-09t174349z_42904982_rioec891d8z9o_rtrmadp_3_olympics-rio-canoeslalom-m-c1

Denis Gargaud Chanut (FRA)

E não decepcionou na eliminatória. Tasiadis não fez uma 1ª descida tão boa, com 100,47, mas voou na 2ª com 92,23, sem cometer falta, e fechou com o melhor tempo. O francês Denis Gargaud Chanut foi o 2º melhor com 93,48, seguido do britânico David Florence, prata em Pequim, com 94,11. Felipe Borges não foi bem e ficou em 6º com 105,14, mesmo zerando sua 2ª descida. Na semifinal, Tasiadis novamente sobrou, zerando com o melhor tempo de 95,63, seguido do espanhol Ander Elosegi com 97,93 e do francês Chanut cm 98,06.

Já na final, em ordem inversa à semi, o eslovaco Matej Benus foi o 3º a descer e fez excelentes 95,02. Florence foi o seguinte, mas cometeu duas faltas e teve problema, fazendo altos 109,00 para terminar na última posição. O japonês Takuya Haneda também zerou, mas com 97,44 e aparecia na 2ª posição, faltando os 5 favoritos ainda. O checo Vitezslav Gebas fez 97,57 e aparecia em 3º. O esloveno Benjamin Savsek cometeu duas faltas e com 99,36 fica longe do pódio. Depois foi a vez do francês Chanut, que fez uma descida brilhante. Zerando novamente, sobrou com 94,17 e assumiu a liderança, já garantindo lugar no pódio. O espanhol tocou a 1ª barreira e perdeu suas chances logo no início. Ele ainda tocou mais uma porta para terminar em 8º. Fechando a final, o alemão Tasiadis. Ele não conseguia fazer a mesma linha do francês e, quando bateu na porta 9, o ouro caiu nas mãos de Denis Gargaud Chanut. Tasiadis completou com 97,90, ficando em 5º. Prata pro eslovaco Matej Benus e bronze pro japonês Takuya Haneda, a 1ª medalha da história do Japão na canoagem slalom.

K1 masculino

thumb_clarke_rio_kayak

Joe Clarke (GBR)

O único medalhista olímpico presente na prova era o alemão Hannes Aigner, bronze em Londres. Na qualificação, foi o italiano Giovanni de Gennaro que fez o melhor tempo, com 86,85 obtidos na 1ª descida. O britânico Joe Clarke fez o 2º tempo com 86,95 e Aigner o 3º com 87,31. Pedro da Silva foi muito bem, fazendo 88,48 e conquistando o ótimo 5º lugar.

Na semifinal, prova perfeita do eslovaco Jakub Grigar, melhor tempo com 88,84, bem a frente do checo Jiri Prskavec com 90,62. Mesmo com uma falta, Pedro fez 95,68 obtendo o 10º tempo e a última vaga pra final. Bronze no último Mundial, o americano Michal Smolen também fez uma falta, mas ficou fora da final, em 12º.

Na final, Pedro foi logo o 1º a descer. Numa bela descida, ele zerou com o tempo de 91,54.Os 3 seguintes fizeram tempos piores, incluindo o italiano e o brasileiro mantinha a liderança, até o alemão Aigner completar em 89,02 e assumir o 1º lugar. A situação ficou mais tensa quando os 4 últimos desceram. O esloveno Peter Kauzer, bicampeão mundial, fez 88,70 para ir pra frente, mas logo depois, Joe Clarke brilhou para 88,53, assumindo a liderança por muito pouco. Atual campeão mundial, o checo Jiri Prskavec vinha muito bem, mas bateu na porta 13. Ainda assim, ele voou em Deodoro e ficou com o 3º tempo com 88,99, deixando o alemão em 4º por apenas 0,03! Restava apenas o eslovaco Jakub Grigar. E ele ia muito bem. Na 2ª parcial, liderava com quase 1s sobre o britânico, mas um errinho no final o tirou do pódio, terminando em 5º com 89,43.

Ouro pro britânico Joe Clarke, o 1º do país na história do K1, prata pro esloveno Peter Kauzer e bronze pro campeão mundial, o checo Jiri Prskavec.

C2 masculino

icf-planet-canoe-skantar-rio-balint-vekassy

Ladislav e Peter Skantar (SVK)

Os grandes nomes dessa prova na história olímpica foram os irmãos gêmeos eslovacos Pavol e Peter Hochschorner. Tricampeões olímpicos e bronze em Londres, eles estão em fim de carreira e não foram selecionados para os Jogos. Em seus lugares, os irmãos (não gêmeos) Ladislav e Peter Skantar.

Nas eliminatórias, que só eliminaram a dupla japonesa, os Skantar fizeram o melhor tempo com 100,89 na 1ª descida, seguidos pelos franceses Gauthier Klauss e Matthieu Péché com 102,43 e pelos britânicos David Florence e Richard Hounslow, bronze em Londres, com 103,27. A dupla brasileira Charles Correa e Anderson Oliveira ficou na ótima 7ª posição com 106,14. Já na semifinal, foi a vez dos alemães Franz Anton/Jan Benzien fazerem o melhor tempo com 107,93. A dupla brasileira cometeu 3 faltas, ficando em 11º e fora da final por apenas 0,23, sendo a única eliminada na rodada. Os franceses ficaram em 5º e os eslovacos em 6º.

Os irmãos Skantar desceram em 5º na final, zerando sua passagem e completando em 101,58. Os franceses foram os seguintes, mas não conseguiam melhor o tempo da ótima descida eslovaca e completaram em 103,24, 2º tempo até então. A dupla da Polônia também não melhorou com 104,97. Logo depois, foi a vez dos britânicos, que vinham mais rápido que os eslovacos: na 2ª parcial tinham quase 1 segundo e meio de vantagem, mas atrasaram e terminaram com 102,01, assumindo o 2º lugar. Aí vieram os checos Jonas Kaspar e Marek Sindler, que voavam e vinham mais rápidos que os Skantar, mas bateram na 22ª e na 23ª portas, perdendo 4s. Terminaram com 108,35 em 8º. Para fechar a final, os alemães que também vinham melhor, mas não superaram o excelente final de prova eslovaco. Completaram em 103,58 fora do pódio em 4º.

Com a vitórias dos irmãos Ladislav e Peter Skantar, a Eslováquia conquistaou seu 4º ouro em 8 edições olímpicas do C2. Os britânicos David Florence e Richard Hounslow repetiram a prata de Londres e Gauthier Klauss e Matthieu Péché ficam com o bronze, a primeira medalha francesa na prova desde o ouro em Atlanta-1996.

A prova foi retirada do programa olímpico e será substituída pelo C1 feminino em Tóquio.

K1 feminino

35834_g24_w01

Maialen Chourraut (ESP)

A campeã de Londres, a francesa Emilie Fer, não foi selecionada para levar a vaga francesa e se juntou à alemã Ricarda Funk entre as principais ausências da prova. Na primeira descida da qualificação, o melhor tempo ficou com a britânica Fiona Pennie com 100,52. Já na 2ª, boa parte melhorou o tempo e a melhor marca foi da italiana Stefanie Horn com 99,07. Apenas ela e a australiana Jessica Fox (2ª com 99,51) fizeram o tempo abaixo dos 100s. Ana Sátila vinha extremamente bem embalada das etapas da Copa do Mundo este ano. Na 1ª descida fez o 12º tempo (15 passariam para a semifinal) com 110,80. Na 2ª, vinha muito bem, mas cometeu um erro grave no final e não passou pela porta 20. Ela vinha para um excelente tempo, mas não melhorou a sua marca e terminou em 17º lugar, não passando para as semifinais.

Na semi, a melhor marca foi da austríaca Corinna Kuhnle com 101,54, seguida de Pennie com 101,81 e da espanhola Maialen Chourraut, bronze em Londres, com 101,83. Na grande final, a alemã Melanie Pfeifer começou já com um toque na porta 16. A final, aliás, teve um nível abaixo do esperado, já que apenas 2 das 10 tiveram uma descida limpa. 4ª a descer, a neozelandesa Luuka Jones foi a 1ª a zerar com 101,82 e assumiu a liderança. As duas seguintes tiveram uma punição: a eslovaca Jana Dukatova fez 103,86 e a australiana Jessica Fox marcou 102,49. A checa Katerina Kudejova vinha bem, mas cometeu uma falta também e ainda piorou bem seu tempo. Ela terminaria em 10º com 108,76.

Aí veio o show da espanhola. Maialen Chourraut tinha 0.31 de vantagem sobre a neozelandesa na 1ª parcial e melhorou para 1.72 na 2ª! Seguiu sem faltas e fechou com o excelente tempo de 98,65. O ouro foi confirmado para Chourraut quando a britânica Fiona Pennie e a austríaca Corinna Kuhnle cometeram duas faltas cada, sendo a 1ª logo no começo do percurso. Primeiro ouro para a Espanha na canoagem slalom, enquanto Luuka Jones faturou a 1ª medalha da história da Nova Zelândia na modalidade. Aos 22 anos, Jessica Fox garantiu sua 2ª medalha olímpica da carreira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s