Jogos Paralímpicos Rio-2016 – Dia 5

Melhor dia do Brasil até o momento, com 3 ouros e 11 medalhas.

Natação

daniel-dias-conquista-20a-medalha-50m-livre-classe-s5-reuters

Daniel Dias

Em uma bela apresentação, Daniel Dias sobrou para vencer os 50m livre S5 com 32.78, 1.16 de vantagem sobre o vietnamita Thanh Tung Vo, com 33.94. Liderando desde o início da prova, Daniel não foi ameaçado em nenhum momento e levou sua 20ª medalha paralímpica da carreira, sendo a 12ª de ouro!

Na prova seguinte os 50m livre S5 feminino, Joana Maria Silva vinha do melhor tempo nas eliminatórias, mas foi superada pela chinesa Zhang Li com 36.87. A brasileira fez 37.13 e conquista a 1ª medalha da natação feminina do país nessa edição.

André Brasil finalmente subiu ao pódio. Foi nos 100m borboleta S10, onde conquistou o bronze com 56.50, depois de dois quartos lugares. Os ucranianos tem dominado a categoria e não foi diferente. Denys Dubrov voou para o excelente tempo de 54.71, novo WR, e Maksym Krypak foi prata com 54.90 para fazer a sobradinha pro país.

2016rioparalympicsday6inqvu0es5wql

Talisson Glock (à direita)

Nos 200m medley SM6, Talisson Glock bateu em 4º com 2:41.39, mas contou com a desclassificação do colombiano Nelson Corzo para levar o bronze. O colombiano entrou com recurso e por isso a medalha só foi entregue no dia seguinte, após a negação do mesmo. O ouro foi pro britânico Sascha Kindred com 2:38.47, novo WR.

Outros campeões do dia:

– 50m livre S11 masc: Bradley Snyder (USA) com 25.57
– 100m livre S9 masc: Timothy Disken (AUS) com 56.23
– 400m livre S13 masc: Ihar Boki (BLR) com 3:55.62 (PR)
– 50m borboleta S7 masc: Pan Shiyun (CHN) com 28.41 (WR)
– 150m medley SM4 masc: Cameron Leslie (NZL) com 2:23.12 (WR)
– 50m livre S11 fem: Li Guizhi (CHN) com 30.73 (WR)
– 100m livre S9 fem: Michelle Konkoly (USA) com 1:00.91 (WR)
– 400m livre S13 fem: Rebecca Meyers (USA) com 4:19.59 (WR)
– 50m borboleta S7 fem: Susannah Rodgers (GBR) com 35.07
– 100m borboleta S10 fem: Sophie Pascoe (NZL) com 1:02.65 (PR)
– 150m medley SM4 fem: Cheng Jiao (CHN) com 2:49.69 (WR)
– 200m medley SM6 fem: Eleanor Simmonds (GBR) com 2:59.81 (WR)

Atletismo

lan25c325a7amentodedisco

Alessandro Silva

O Brasil seguiu dominando as provas de campo da F11. Desta vez, o único ouro do dia no atletismo veio no lançamento de disco F11 masculino, com Alessandro Rodrigo Silva, que perdeu a visão em 2009 por conta de uma toxoplasmose. Ele venceu com 43,06m, novo recorde paralímpico da prova. Márcio Leite foi 5º com 34,71m.

Numa prova incrivelmente disputada, Rodrigo Parreira da Silva foi prata no salto em distância T36. Com 5,62m, ele igualou a marca do campeão, o australiano Brayden Davidson, mas o brasileiro tinha como 2º melhor salto 5,55m contra 5,57m do australiano! Para completar, o bronze foi pro ucraniano Roman Pavlyk com 5,61m!

Nos 200m T35, Fábio Bordignon faturou sua 2ª prata nos Jogos, agora com 26.01. O campeão foi o ucraniano Ihor Tsvietov, com 25.11. No revezamento 4x100m T42-47, o Brasil havia terminado em 3º com 42.04, em prova vencida pelos Estados Unidos. Mas uma das passagens dos americanos foi problemática e eles foram desclassificados, dando o ouro para a Alemanha com 40.82, recorde paralímpico. O show foi de Petrúcio dos Santos, 3º a correr pelo Brasil, que fechou com Alan Fonteles, longe da sua melhor forma.

O polonês Maciej Lepiato deu show no salto em altura T44. Ele venceu com 2,19m, novo recorde mundial, mas tentou excepcionais 2,30m! Não conseguiu, mas já mostra que pode atingir uma altura muito considerável. Ele salta justamento com o pé da prótese.

Na prova que há 4 anos vimos um Alan Fonteles surgir e derrotar o grande favorito Oscar Pistorius no Estádio Olímpico de Londres, os 200m T44, dessa vez não contou com nenhum deles na final. Alan, fora de forma, parou nas semifinais, e Pistorius está preso na África do Sul. Assim, o neozelandês Liam Malone aproveitou para vencer com 21.06, recorde paralímpico T43.

Outros campeões do dia:

– 100m T34 masc: Walid Ktila (TUN) com 15.14 (PR)
– 400m T54 masc: Kenny van Weeghel (NED) com 46.65
– Arremesso de peso F35 masc: Fu Xinhan (CHN) com 15,19m
– Arremesso de peso F42 masc: Aled Davies (GBR) com 15,97m (PR)
– Lançamento de dardo F57 masc: Mohammad Khalvandi (IRI) com 46,12m (WR)
– 200m T12 fem: Omara Durand (CUB) com 23.05 (PR)
– 400m T44 fem: Marie-Amelie le Fur (FRA) com 59.27 (WR)
– Arremesso de peso F53 fem: Fatema Nedham (BRN) com 4,76m

Bocha

O Brasil chegou a duas finais por equipes da bocha. No BC4, Eliseu dos Santos e Dirceu pinto defendiam o bicampeonato paralímpico. Enfrentando a equipe da Eslováquia, venceram o 1º end por 2-0, mas levaram a virada, perdendo por 4-2 e ficando com a prata.

Já na final do BC3, categoria com maior comprometimento físico do esporte, a equipe formada por Antonio Leme, Evani da Silva e Evelyn de Oliveira venceu a equipe da Coreia do Sul por 5-2 e faturou o ouro pela primeira vez na prova. A comemoração do Antonio com seu técnico valeu o ouro.

Nas equipes BC1-2, a Tailândia venceu por 9-4 o Japão na final e faturou o bicampeonato da prova.

Tênis de Mesa

Israel Stroh fez uma excelente campanha na classe 7 masculina. Ele começou os Jogos vencendo o número 1 do mundo, o britânico William John Bayley, por 3-1. Na final, o reencontro dos dois, mas desta vez a vitória foi do britânico pelo mesmo placar. Israel foi prata e conquistou a 1ª medalha individual da história do Brasil em Paralimpíadas.

Foram nada menos que 5 ouros chineses no dia.

Outros campeões do dia:

– Classe 5 masculina: Cao Ningning (CHN)
– Classe 10 masculina: Ge Yang (CHN)
– Classe 11 masculina: Florian van Acker (BEL)
– Classe 3 feminina: Xue Juan (CHN)
– Classe 4 feminina: Borislava Peric-Rankovic (SRB)
– Classe 5 feminina: Zhang Bian (CHN)
– Classe 8 feminina: Mao Jingdian (CHN)

Futebol de 7 – Na disputa pelo 1º lugar do grupo, o Brasil perdeu de 2-1 para a favorita Ucrânia. Nas semifinais, o Brasil vai enfrentar o Irã e a Ucrânia pega a Holanda.

Halterofilismo – Festa nigeriana no Pavilhão 2 do Riocentro com 2 ouros no dia. Nos 73kg feminino, ouro para Ndidi Nwosu com 140kg, mesma marca da francesa medalhista de prata, e nos 79kg para Bose Omolayo com 138kg, marca inferior a da categoria abaixo. Nos 80kg masculino, vitória do iraniano Majid Farzin com 240kg.

Tiro com Arco – A China venceu por 151-143 a Grã-Bretanha na final do arco composto misto por equipes. A Coreia do Sul ficou com o bronze.

Tiro – O sérvio Laslo Suranji venceu o rifle 3 posições 50m masculino SH1. Na final, fez 453,7 pontos contra 451,6 de Abdulla Sultan Alaryani, dos Emirados Árabes Unidos.

Medalhas brasileiras por dia:

1º dia: 2 – 1 – 1
2º dia: 1 – 5 – 1
3º dia: 2 – 3 – 3
4º dia: 1 – 2 – 2
5º dia: 3 – 6 – 2
Total: 9 – 17 – 9

Medalhas brasileiras por esportes:

Atletismo: 6 – 7 – 4
Natação: 2 – 4 – 5
Bocha: 1 – 1 – 0
Judô: 0 – 4 – 0
Tênis de Mesa: 0 – 1 – 0
Total: 9 – 17 – 9

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s