US Open – Dia 11

Semifinais femininas e Brasil na final de duplas!

Feminino

img_770x4332016_09_07_18_28_57_1154057

Karolina Pliskova (CZE)

O inesperado aconteceu na Arthur Ashe nesta quinta. 11ª do mundo e 10ª cabeça de chave, a checa Karolina Pliskova só havia enfrentado uma vez a grande e por muitas vezes imbatível Serena Williams. Só que a americana estava irreconhecível e não fazia boas jogadas. Era visível no seu rosto. Aproveitando a fragilidade de Serena, que tinha passeado nas 4 primeiras rodadas e sofrido nas 4as contra a Simona Halep, Pliskova jogou demais. Abriu 6-2 no 1º set e no 2º já tinha 3-2 com uma quebra. Aí Serena resolveu jogar melhor e quebrou de volta fazendo 3-3. Mas voltou pro saque e fez duas duplas faltas. Ainda assim confirmou e o jogou foi até o tiebreak. Pliskova abriu 3-0, mas bobeou e viu a americana virar para 4-3. E veio mais dupla falta da Serena. Pliskova, que mantinha um semblante sério e muito concentrado, não se abalava e fechou com 7-5. Resultado final 6-2 7-6(5) e a vaga pra uma final inédita de Grand Slam. Antes desse US Open, a checa jamais havia chegado à 4ª rodada de um Grand Slam.

499553-angelique-kerber-us-open-2016-afp

Angelique Kerber (GER)

A derrota de Serena foi ainda mais significativa pois, com ela, Angelique Kerber já se garantiu como a nova número 1 do mundo. A alemã entrou em quadra logo depois já como futura 1ª do ranking contra uma Caroline Wozniacki em constante ascensão. Mas Kerber já faturou o Australian Open, foi finalista de Wimbledon e prata olímpica no Rio, também com um ano sensacional. E Kerber se manteve superior para vencer a dinamarquesa por 6-4 6-3 e chegar pela 1ª vez à final do US Open e à 3ª final de Grand Slam do ano.

Duplas

Com certeza era o maior desafio do torneio para Bruno Soares e Jamie Murray: enfrentar a melhor dupla da atualidade, os franceses Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut. O jogo começou bem parelho, mas a dupla do brasileiro conseguiu uma quebra importante e fechou o 1º set em 7-5. Os franceses, campeões em Wimbledon e defendendo o título do US Open, voltaram pro 2º set e fecharam com 6-4. No 3º, Bruno e Murray começaram com uma quebra e já desestabilizaram os franceses, até quebrar novamente para fechar em 6-3 e garantir a vaga na final. Bruno chega pela 2ª vez à final do US Open, após perder ao lado do Alexander Peya em 2013, e Murray também está em sua 2ª, após perder no ano passado ao lado do australiano John Peers para esses mesmos franceses.

Na final no sábado, eles enfrentarão a surpresa espanhol Pablo Carreño Busta e Guillermo Garcia-López, que venceram no duelo espanhol 6-3 7-6(4) Feliciano López e Marc López. No feminino, as francesas cabeças 1 Caroline Garcia e Kristina Mladenovic venceram 6-3 6-4 Martina Hingis/Coco Vandeweghe para chegar na final, onde enfrentarão no domingo a americana Bethanie Mattek-Sands e a checa Lucie Safarova, que venceram 6-2 7-6(4) as russas campeãs olímpicas Ekaterina Makarova/Elena Vesnina.

Nas duplas juvenis, Felipe Meligeni e o boliviano Juan Carlos Aguilar venceram 6-2 6-4 o sérvio Miomir Kecmanovic e o australiano Alexei Popyrin e estão na semifinal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s