Resumo Rio-2016 – Badminton

Esperava-se um grande domínio chinês no esporte, assim como em Londres-2012, onde a China levou os 5 ouros em disputa. Mas dessa vez o fracasso foi bem grande, com apenas 3 medalhas contra 8 da edição anterior.

Individual masculino

Badminton - Men's Singles Gold Medal Match

Chen Long (CHN)

Na fase de grupos, apenas um dos 13 cabeças de chave não avançou. Pelo grupo K, o irlandês Scott Evans surpreendeu o alemão Marc Zwiebler de virada, com 9-21 21-17 21-7 para avançar. Este era o grupo do brasileiro Ygor de Oliveira, que perdeu de 21-8 19-21 21-8 pro Evans e de 21-12 21-12 pro Zwiebler. Como só avançava o campeão do grupo, o alemão foi a grande decepção da primeira fase. Nos outros grupos, sem surpresas.

Nas 8as, o dinamarquês Jan Jorgensen, cabeça 5, perdeu por 21-19 21-19 pro indiano Srikanth Kidambi, na maior surpresa da rodada. Nas 4as, o favorito malaio Lee Chong Wei passeou por Chou Tien0chen, de Taipei, com 21-9 21-15. Já o chinês bicampeão olímpico Lin Dan sofreu com o indiano Kidambi, mas levou por 21-6 11-21 21-18. O dinamarquês Viktor Axelsen venceu o britânico Rajiv Ouseph por 21-12 21-16 e o chinês Chen Long passou pelo sul-coreano Son Wan-ho por 21-11 18-21 21-11.

Nas semifinais, o tão esperado confronto entre Lee Chong Wei e Lin Dan, a reedição das últimas duas finais olímpicas! E foi um jogo disputadíssimo, mas dessa vez quem venceu foi Lee, por 15-21 21-11 22-20. Na outra semi, Chen Long passou pelo Axelsen com 21-14 21-15. Na disputa do bronze, Axelsen surpreendeu Lin Dan de virada, com 15-21 21-10 21-17. Já na final, não deu novamente pro malaio. O eterno vice ficou com a prata, perdendo pro Chen Long por 21-18 21-18. Lee Chong Wei acumula 3 pratas olímpicas e 3 vices mundiais.

Duplas masculinas

646a4ab47f949270bce84dc5bd2998836d371376

Fu Haifeng e Zhang Nan (CHN)

Apesar do ouro, a dupla chinesa Fu Haifeng e Zhang Nan não fez uma campanha brilhante. Fu defendia o ouro de Londres, conquistado com outro parceiro, Cai Yun. Na ocasião, não perderam nenhum set.

Na fase de grupos, a dupla venceu tranquilamente a dupla americana e a alemã, mas num grande jogo perdeu para os malaios Goh Shem e Tan Wee Kiong de virada por 16-21 21-15 21-18, na prévia da final. Apesar da derrota, passaram para as 4as, já que avançavam duas duplas por grupo. No Grupo A, surpresa com a vitória dos russos Vladimir Ivanov e Ivan Sozonov, que derrotaram os favoritos sul-coreanos Lee Yong-dae e Yoo Yeon-seong, cabeças 1. No C, o destaque foi a vitória dos britânicos Marcus Ellis/Chris Langridge sobre os dinamarqueses Mathias Boe/Carsten Mogensen, prata em Londres, e eliminados, já que também perderam para a dupla sul-coreana.

Nas 4as, apenas uma dupla que venceu seu grupo alcançou as semifinais: os malaios Goh Shem/Tan Wee Kiong venceram os sul-coreanos Lee/Yoo, números 1 do mundo por 2-1 de virada. Fu Haifeng/Zhang Nan suaram para derrotar a outra dupla da Coreia do Sul por 11-21 21-18 24-22 e levar a vaga na semi. A outra dupla chinesa eliminou os russos e os britânicos derrotaram os japoneses.

Na semifinal, os malaios venceram Chai/Hong por 2-1 para avançar à final. Na outra, com bons 21-14 21-18, Fu/Zhang derrotam os britânicos. Pelo bronze, Chris Langridge/Marcus Ellis fizeram uma bela partida contra chineses Chai/Hong 21-18 19-21 21-10 para levar o bronze. Na final, ouro chinês com Fu/Zhang com 16-21 21-11 23-21 sobre os malaios. 2º ouro olímpico de cada chinês.

Individual feminino

Embed from Getty Images

Depois de 4 Olimpíadas seguidas com 2 chinesas no pódio, nenhuma conseguiu uma medalha desta vez.

Duas favoritas ficaram de fora do mata-mata. No Grupo G, a indiana Saina Nehwal. 5ª do mundo e bronze em Londres, foi surpreendida pela ucraniana Marija Ulitina por 21-18 21-19 e não avançou. Assim como no masculino, a surpresa foi no grupo do brasileiro. Lohaynny Vicente perdeu para a indiana por 21-17 21-17 e para a ucraniana 21-13 21-13. Outra favorita que não passou foi a britânica Kirsty Gilmour.

Nas 8as, apenas vitórias asiáticas. A principal surpresa foi a derrota da ex-número 1 do mundo, a tailandesa Ratchanok Intanon. Ela perdeu de 21-19 21-16 para a japonesa Akane Yamaguchi. Pelas 4as, a bicampeã mundial e favorita ao ouro Carolina Marin (ESP) não decepcionou e derrotou a sul-coreana Sung Ji-hyun por 21-12 21-16. 2ª do ranking mundial, a chinesa Wang Yihan perdeu para a indiana P.V. Sindhu por 22-20 21-19.

Nas semifinais, Marin derrotou a chinesa Li Xuerui, campeã em 2012, por 21-14 21-16. Na outra semi, Sindhu venceu a japonesa Nozomi Okuhara por 21-19 21-10. Na disputa de bronze, a medalha caiu no colo da japonesa, já que Li Xuerui deu WO por conta de uma lesão ocorrida na semifinal. Na final, Carolina Marin virou sobre a indiano P.V. Sindhu com 19-21 21-12 21-15 para levar o ouro.Foi o primeiro ouro olímpico feminino da história do badminton não vencido por um país asiático e o 2º no esporte. O 1º foi do dinamarquês Poul-Erik Larsen em Atlanta-1996.

Duplas femininas

Embed from Getty Images

Assim como no individual, nenhuma chinesa subiu ao pódio, quebrando uma sequência de 5 ouros olímpicos seguidos para o país!

Na primeira fase, destaque pára a eliminação das chinesas Luo Ying/Luo Yu, que haviam sido escolhidas pela China no lugar da dupla Tian Qing/Zhao Yunlei, campeã em Londres. Ocorreu um tríplice empate no grupo e nos critérios de desempate, as chinesas ficaram de fora.

Nas 4as, vitórias das dinamarquesas Christinna Pedersen/Kamilla Juhl sobre as sul-coreanas Chang Ye-na/Lee So-hee por 2-1. Nas semifinais, as dinamarquesas novamente surpreenderam com 21-16 14-21 21-19 sobre as chinesas Tang Yuanting/Yu Yang. Na outra partida, as japonesas Misaki Matsumoto/Ayaka Takahashi venceram 21-16 21-15 as sul-coreanas Jung Kyung-eun/Shin Seung-chan. Na disputa do bronze, as coreanas ganharam tranquilamente da dupla chinesa com 21-8 21-17 pra levar a medalha. Na final, as embaladas dinamarquesas começaram bem sobre as japonesas, mas levaram a virada, perdendo por 18-21 21-9 21-19. Foi o 1º ouro japonês da história no badminton.

Duplas mistas

Embed from Getty Images

Na competição de mistas, o maior imprevisto veio com a eliminação precoce dos dinamarqueses Joachim Nielsen/Christinna Pedersen, bronze em Londres. Eles perderam 2 jogos e ficaram em último em seu grupo. Parecia que seria a redenção dos chineses, quando as duas duplas venceram tranquilamente suas quartas-de-final, mas na semi, ambas foram derrotadas.

Campeões em Londres, Zhang Nan/Zhao Yunlei caíram para os indonésios Tontowi Ahmad/Liliyana Natsir por 21-16 21-15. Na outra semi, Xu Chen/Ma Jin perderam para os malaios Chan Peng Soon/Goh Liu Ying por tranquilso 21-12 21-19. Na disputa chinesa pelo bronze, melhor para Zhang/Zhao com fáceis 21-7 21-11. Pelo ouro, a dupla da Indonésia arrasou os malaios com 21-14 21-12 para faturar o primeiro ouro do país nas duplas mistas.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Resumo Rio-2016 – Badminton

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s