Rio-2016 – Dia 7

Fiquei uns dias sem escrever, mas vou falar sobre a sexta-feira antes, meu último dia de trabalho como voluntário.

Captura de Tela 2016-08-14 às 12.56.01

Dia de finais masculinas, a manhã estava muito chuvosa, garoando, fria e parecia que teríamos um dia horrível no Sambódromo. Pela manhã, as 8as de final, sem brasileiros. Fiquei como “walker”, levando os atletas para as disputas e trazendo-os de volta, pois havia um pedaço que passava no meio do público. Nos intervalos, o clima era de festa para os que perdiam e todo mundo aproveitava para tirar fotos e trocar pins.

Na hora do almoço, clima de despedida, com fotos da equipe no campo de combates. Na última sessão, abrindo com as quartas-de-final, onde o francês Jean-Charles Valladont venceu na flecha de morte o italiano Mauro Nespoli. No 2º combate, surpresa com o jovem holandês Sjef van den Berg eliminando o favorito sul-coreano Lee Seung-yun por 6-4. O outro sul-coreano na disputa, Ki Bonchan, foi muito ameaçado pelo australiano Taylor Worth e venceu apenas na flecha de desempate, por 10-9. No último combate da rodada, o americano Brady Ellison venceu por 6-2 o japonês Takaharu Furukawa.

Nas semifinais, em duelo europeu, onde Valladont venceu van den Berg por 7-3 e se garantiu na final. Na final antecipada, Ku Bonchan e Brady Ellison fizeram um duelo espetacular, que foi para a flecha de desempate, onde o sul-coreano venceu por 9-8, para alívio da sua equipe.

Captura de Tela 2016-08-14 às 13.02.45

Ellison voltou em seguida para a disputa de bronze, vencendo o holandês por 6-2 e ficando com um bronze. O americano chorou demais ao conquistar sua 1ª medalha olímpica individual. Já na final, muita disputa com uma final sensacional, vencido por Ku Bonchan por 7-3! Com isso, pela 1ª vez na história, a Coreia do Sul faturou os 4 ouros da modalidade em uma Olimpíada!

Captura de Tela 2016-08-14 às 13.04.28

Galera do FOP (Field of Play)

Encerrada, assim, a minha participação ativa nos Jogos Olímpicos Rio-2016! Foram 9 dias de trabalho, muito trabalho. Carregando flecha, levando atleta, carregando alvo, prancheta, trabalhando com o público na experimentação, debaixo de muito sol, de chuva, e pé e andando 8 horas por dia, mas foi tudo muito gostoso.

Alguns problemas, claro, algumas situações chatas, muitos momentos bem divertidos e, claro, se sentir parte do maior evento do planeta. Ótimo reencontrar muita gente que trabalhou no evento-teste no ano passado, que descobriu o tiro com arco há menos de um ano e já ama o esporte, que aprendeu as regras e conhece os atletas de longe. Que descobriram os coreanos e idolatram Ki Bo Bae, Ku Bonchan e Kim Woojin. Não sei se trabalharei novamente em Tóquio, mas fica o gostinho de quero mais. Obrigado a todos!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Rio-2016 – Dia 7

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s