Prévias Rio-2016: Natação – estilos

Editado em 15/07/2016 após o anúncio da liberação de Yuliya Efimova (RUS).

100m costas masculino

Pódio em Londres-2012: Ouro – Matt Grevers (USA); Prata – Nick Thoman (USA); Bronze – Ryosuke Irie (JPN)

Último Mundial (2015): Ouro – Mitch Larkin (AUS); Prata – Camille Lacourt (FRA); Bronze – Matt Grevers (USA)

David Plummer (USA)

A seletiva americana foi tão forte, que os 4 primeiros da final estão entre os 5 melhores tempo do ano! David Plummer venceu com espetaculares 52.12 e Ryan Murphy foi o 2º com 52.26. O atual campeão olímpico e bronze no Mundial Matt Grevers ficou em 3º e está fora dos Jogos, mesmo nadando para 52.64. Quem pode ameaçar o domínio dos americanos é o australiano Mitch Larkin. Campeão mundial, também vem flertando com o recorde mundial de 51.94 e venceu o campeonato australiano com 52.54.

O francês Camille Lacourt fez 52.97 no campeonato francês e fica um pouco para trás, mas pode e deve melhorar até os Jogos. Outros bons nomes da prova são o chinês Xu Jiayu, o japonês Ryosuke Irie e o russo Grigory Tarasevich.

E o Brasil? Guilherme Guido tem feito excelentes tempos e venceu o Maria Lenk com 53.10 e fez 53.09 em dezembro no Open, recorde sul-americano. Nos Jogos deve chegar na casa de 52s e briga por vaga na fortíssima final da prova, mas medalha é um pouco distante ainda.

Meu Pódio: Ouro – David Plummer (USA); Prata – Mitch Larkin (AUS); Bronze – Ryan Murphy (USA)

200m costas masculino

Pódio Londres-2012: Ouro – Tyler Clary (USA); Prata – Ryosuke Irie (JPN); Bronze – Ryan Lochte (USA)

Último Mundial (2015): Ouro – Mitch Larkin (USA); Prata – Radoslaw Kadecki (POL); Bronze – Evgeny Rylov (RUS)

A disputa entre o australiano Mitch Larkin e o americano Ryan Murphy deve ser o destaque da prova. O australiano venceu o campeonato australiano com 1:53.90 e o americano levou a seletiva com 1:53.95. Larkin venceu o mundial ano passado com 1:53.58 enquanto Murphy foi apenas o 5º na final. Bronze no mundial, o russo Evgeny Rylov tem o 3º tempo do ano com 1:54.21 obtido no campeonato russo. Rylov foi um dos destaques dos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanjing-2014, com 3 ouros e uma prata.

Um pouco atrás vem o americano Jacob Pebley, 2º na seletiva americana com 1:54.77. De olho também no polonês Radoslaw Kavecki, atual vice-campeão mundial, o chinês Xu Jiayu e o fortíssimo japonês Ryosuke Irie (2P-1B). Os dois americanos medalhistas em Londres ficarão de fora desta prova no Rio.

E o Brasil? Leonardo de Deus foi prata no Pan-Pacífico em 2014 e semifinalista em Kazan, além de vencer o Pan de Toronto com ótimos 1:55.01, o que o colocaria tranquilamente numa final olímpica.

Meu Pódio: Ouro – Mitch Larkin (AUS); Prata – Ryan Murphy (USA); Bronze – Ryosuke Irie (JPN)

100m peito masculino

Pódio em Londres-2012: Ouro – Cameron van der Burgh (RSA); Prata – Christian Sprenger (AUS); Bronze – Brendan Hansen (USA)

Último Mundial (2016): Ouro – Adam Peaty (GBR); Prata – Cameron van der Burgh (RSA); Bronze – Ross Murdoch (GBR)

Adam Peaty (GBR)

O britânico Adam Peaty tem dominado a prova nos últimos anos. Bicampeão europeu e atual campeão mundial, Peaty é o recordista mundial, já fez 58.36 este ano e dificilmente perderá o ouro. Quem tenta ameaçá-lo é o americano Kevin Cordes, que venceu a seletiva americana com 56.94 e recolocar um americano em uma final da prova, após nenhum se classificar no ano passado.

O 3º tempo do ano é do brasileiro João Gomes Jr, com 59.06 ao vencer o Maria Lenk e se coloca entre os favoritos a uma medalha em casa. Cody Miller é o outro americano na disputa ao fazer 59.09 na seletiva americana. Felipe França com 59.26 também está na disputa com 59.26 no Maria Lenk. O atual campeão olímpico, o sul-africano Cameron van der Burgh, tem como melhor tempo em 2016 apenas 59.61, mas deve melhorar para os Jogos e briga por medalha. Brigam pelo pódio também o britânico Ross Murdoch e o australiano Jake Packard.

E o Brasil? Com o 3º tempo do ano, João Gomes Jr tem reais chances de medalha e briga por uma prata. Felipe França tem o 5º tempo do ano e é outro que pode subir no pódio numa potencial dobradinha brasileira. João é o único brasileiro que aparece entre os 3 melhores tempos do mundo antes dos Jogos. Teoricamente, a melhor chance de medalha.

Meu Pódio: Ouro – Adam Peaty (GBR); Prata – Cody Miller (USA); Bronze – João Gomes Jr. (BRA)

200m peito masculino

Pódio em Londres-2012: Ouro – Daniel Gyurta (HUN); Prata – Michael Jamieson (GBR); Bronze – Ryo Tateishi (JPN)

Último Mundial (2015): Ouro – Marco Koch (GER); Prata – Kevin Cordes (USA); Bronze – Daniel Gyurta (HUN)

O atual campeão olímpico, o húngaro Daniel Gyurta (1O-1P), foi bronze no último mundial e antes disso foi tricampeão mundial! Mas aos 27 anos ainda não fez um bom tempo em 2016, aparecendo apenas em 42º na lista mundial com 2:10.84. Já o melhor tempo do ano é do americano Josh Prenot, que venceu a seletiva com 2:07.17, a apenas 0.16 do recorde mundial!

O alemão Marco Koch vem logo atrás com 2:07.69, mas é o atual campeão mundial. Apesar disso, ele perdeu o europeu este ano para o britânico Ross Murdoch, que não está classificado pros Jogos. Quem entra pela Grã-Bretanha são Andrew Willis, com 2:08.08, e Craig Benson, com 2:09.07 este ano. Atual vice mundial, o americano Kevin Cordes vem com o 3º tempo com 2:07.81. Outros bons nomes para a prova são o japonês Yasuhiro Koseki e o russo Anton Chupkov.

E o Brasil? Tales Cerdeira e Thiago Simon representarão o Brasil na prova, mas não nadaram bem este ano ainda. Thiago fez ano passado ótimos 2:09.82 para vencer o ouro no Pan de Toronto. Se repetir, faz semifinal. Tales dificilmente avança para a semi.

Meu Pódio: Ouro – Josh Prenot (USA); Prata – Marco Koch (GER); Bronze – Andrew Willis (GBR)

100m borboleta masculino

Pódio em Londres-2016: Ouro – Michael Phelps (USA); Pratas – Chad le Clos (RSA) e Yevgeny Korotyshkin (RUS); Bronze – não houve

Último Mundial (2015): Ouro – Chad le Clos (RSA); Prata – Laszlo Cseh (HUN); Bronze – Joseph Schooling (SIN)

Michael Phelps (USA)

Atual bicampeão mundial, o sul-africano Chad le Clos (1O-1P) busca vencer a prova pela primeira vez nos Jogos, após perder em Londres por 0.23, mas esse ano tem como melhor tempo apenas 51.56, o 12º do mundo. Quem lidera o ranking é o húngaro Laszlo Cseh (3P-2B) com ótimos 50.86 ao vencer o europeu em Londres e está em sua melhor forma em busca do seu 1º ouro olímpico.

Logo atrás vem o supercampeão Michael Phelps (18O-2P-2B) que venceu a seletiva americana com 51.00. Phelps busca o tetracampeonato na prova, feito inédito na história da natação mundial para uma prova individual. Tom Shields tem como melhor resultado duas pratas no mundial de piscina curta em 2012 e 2014, mas fez 51.20 esse ano na seletiva americana e aparece em 3º no ranking mundial. Logo após vem o polonês Konrad Czerniak foi prata no europeu com 51.22 e o chinês Li Zhuhao com 51.24.

E o Brasil? Marcos Macedo e Henrique Martins serão os representantes brasileiros, mas não tem bons tempos este ano e terão dificuldades de passar para a semifinal na prova mais fraca do Brasil no masculino hoje e o ponto fraco do revezamento 4x100m medley.

Meu Pódio: Ouro – Michael Phelps (USA); Prata – Laszlo Cseh (HUN); Bronze – Konrad Czerniak (POL)

200m borboleta masculino

Pódio em Londres-2016: Ouro – Chad le Clos (RSA); Prata – Michael Phelps (USA); Bronze – Takeshi Matsuda (JPN)

Último Mundial (2015): Ouro – Laszlo Cseh (HUN); Prata – Chad le Clos (HUN); Bronze – Jan Switkowski (POL)

Difícil alguém tirar a vitória de Laszlo Cseh (3P-2B). O húngaro campeão mundial venceu o europeu com 1:52.91, disparado o melhor tempo do ano e a sua melhor chances de ganhar um ouro olímpico. O atual campeão olímpico, o sul-africano Chad le Clos (1O-1P) não está tão bem quanto o húngaro e dessa vez briga apenas por um pódio. Dois japoneses entram na disputa por uma provável dobradinha prata e bronze. Daiya Seto tem 1:54.14 e Masato Sakai 1:54.21 no campeonato japonês.

Michael Phelps (18O-2P-2B) não está em seu auge e sofreu para terminar a prova na seletiva americana, vencendo com 1:54.84 e uma última piscina péssima, mas nunca duvide de Phelps em Olimpíadas. Outros nomes da prova são o americano Tom Shields, o húngaro Tamás Kenderesi e o dinamarquês Viktor Bromer.

E o Brasil? Leonardo de Deus venceu o Maria Lenk com ótimos 1:55.54 e tem o 8º tempo do mundo. Kaio Almeida fez 1:56.21 no Maria Lenk e tem o 14º tempo. Os dois devem passar para a semifinal, mas Leo tem tudo para chegar na final na prova que lhe deu a prata no Pan Pacífico.

Meu Pódio: Ouro – Laszlo Cseh (HUN); Prata – Daiya Seto (JPN); Bronze – Chad le Clos (RSA)

100m costas feminino

Pódio em Londres-2016: Ouro – Missy Franklin (USA); Prata – Emily Seebohm (AUS); Bronze – Aya Terakawa (JPN)

Último Mundial (2015): Ouro – Emily Seebohm (AUS); Prata – Madison Wilson (AUS); Bronze – Mie Nielsen (DEN)

Emily Seebohm (AUS)

Campeã mundial, a australiana Emily Seebohm (2O-2P) segue em ótima fase e é a favorita pra prova. Com 58.73 no campeonato australiano, tem o melhor tempo do ano e tudo para melhorar a sua prata de Londres. Mas a dinamarquesa Mie Nielsen venceu o europeu em Londres com o mesmo tempo de 58.73 e será uma grande ameaça à australiana.

A Dama de Ferro Katinka Hosszu é a nadadora mais completa da atualidade com um currículo invejável, mas jamais venceu uma medalha olímpica. Com 58.94, ela vem logo atrás e também briga por um ouro, mas essa não é a sua melhor chance de vitória. A americana Olivia Smoliga desbancou as favoritas e venceu a seletiva americana com 59.02. Outros bons nomes da prova são a australiana vice-campeã mundial Madison Wilson, a canadense Kylie Masse, a russa Daria Ustinova, a ucraniana Daryna Zevina e a veterana de Zimbábue Kirsty Coventry (2O-4P-1B). Atual campeã olímpica, Missy Franklin não se classificou pros Jogos nesta prova.

E o Brasil? Etiene Medeiros não baixo de 1min este ano, fazendo exatos 1:00.00 no Maria Lenk, mas venceu o ouro no Pan de Toronto com 59.61, o que poderia colocá-la próxima da final.

Meu Pódio: Ouro – Emily Seebohm (AUS); Prata – Olivia Smoliga (USA); Bronze – Katinka Hosszu (HUN)

200m costas feminino

Pódio em Londres-2016: Ouro – Missy Franklin (USA); Prata – Anastasia Zuyeva (RUS); Bronze – Elizabeth Beisel (USA)

Último Mundial (2015): Ouro – Emily Seebohm (AUS); Prata – Missy Franklin (USA); Bronze – Katinka Hosszu (HUN)

Cinco nadadoras estão muito próximas na prova, mas duas australianas lideram o ranking. Belinda Hocking venceu o campeonato australiano com 2:06.49 e a campeã mundial Emily Seebohm (2O-2P) veio logo atrás com 2:06.59. Boas chances de uma dobradinha australiana. Mas Katinka Hosszu deve atrapalhar. Ela venceu o europeu com 2:07.01 e nadou para 2:06.88 no Mare Nostrum de Canet.

Campeã da seletiva americana, Maya DiRado fez 2:06.90 em Omaha e briga por pódio também, assim como a ucraniana vice-campeã europeia Daryna Zevina e a russa Daria Ustinova. Campeã em Londres, Missy Franklin (4O-1B) ainda não convenceu. Foi vice na seletiva americana com 2:07.89, mas tem tudo para se recuperar até agosto.

E o Brasil? Nenhuma brasileira disputa a prova.

Meu Pódio: Ouro – Katinka Hosszu (HUN); Prata – Emily Seebohm (AUS); Bronze – Daria Ustinova (RUS)

100m peito feminino

Pódio em Londres-2016: Ouro – Ruta Meilutyte (LTU); Prata – Rebecca Soni (USA); Bronze – Satomi Suzuki (JPN)

Último Mundial (2015): Ouro – Yuliya Efimova (RUS); Prata – Ruta Meilutyte (LTU); Bronze – Alia Atkinson (JAM)

A lituana Ruta Meilutyte (1O) venceu tudo possível nos 100m peito. Foi uma das grandes surpresa em Londres ao vencer a prova com apenas 15 anos, quando era uma desconhecida. Foi campeã mundial em 2013, mas em 2015 foi superada pela russa Yuliya Efimova, pega no doping, mas que estará nos Jogos. Com 1:05.82, Meilutyte tem apenas o 3º tempo do ano. A melhor marca fica por conta da americana Lilly King, que venceu a seletiva americana com excelentes 1:05.20 aos 19 anos. Mas a russa Yuliya Efimova (1B) está liberada para competir e vai ameaçar a americana e a lituana novamente. Efimova tem 1:05.70 obtidos no GP de Orlando e deve ir pro pódio.

Em 4º lugar, vem a outra americana, Katie Meili, campeã da prova no Pan de Toronto. De olho na jamaicana Alia Atkinson, bronze no último mundial e a primeira de seu país a medalhar em um mundial de natação. Outras fortes candidatas a medalha são a islandesa Hrafnhildur Luthersdottir, vice europeia, a japonesa Satomi Suzuki (1P-2B) e a australiana Georgia Bohl.

E o Brasil? Nenhuma brasileira disputa a prova.

Meu Pódio: Ouro – Lilly King (USA); Prata – Ruta Milutyte (LTU); Bronze – Yulia Efimova (RUS)

200m peito feminino

Pódio em Londres-2016: Ouro – Rebecca Soni (USA); Prata – Satomi Suzuki (JPN); Bronze – Yuliya Efimova (RUS)

Último Mundial (2015): Ouro – Kanako Watanabe (JPN); Prata – Micah Lawrence (USA); Bronze – Jessica Vall (ESP), Rikke Moller Pedersen (DEN) e Shi Jinglin (CHN)

Rie Kaneto (JPN)

No último mundial, tivemos um triplo empate no bronze numa prova incrivelmente disputada. Mas a japonesa Rie Kaneto tem 2:19.65 obtidos no campeonato japonês e a coloca bem a frente das outras, a apenas 0.54 do recorde mundial. Três nadadoras estão bem próximas na disputa da prata, a russa Yuliya Efimova (1B), bronze em Londres e campeã mundial em 2013, com 2:21.41, a australiana Taylor McKeown com 2:21.45 e a dinamarquesa campeã europeia Rikke Moller Pedersen com 2:21.69.

Um pouco atrás, na casa dos 2:22, temos a britânica Chloe Tutton, a islandesa Hrafnhildur Luthersdottir, a espanhola Jessica Vall e a china Shi Jinglin. A campeã mundial Kanako Watanabe vem logo depois, com 2:23.02. Nenhuma das medalhistas de Londres estará no Rio de Janeiro.

E o Brasil? Nenhuma brasileira disputa a prova.

Meu Pódio: Ouro – Rie Kaneto (JPN); Prata – Rikke Moller Pedersen (DEN); Bronze – Yuliya Efimova (RUS)

100m borboleta feminino

Pódio em Londres-2016: Ouro – Dana Vollmer (USA); Prata – Lu Ying (CHN); Bronze – Alicia Coutts (AUS)

Último Mundial (2015): Ouro – Sarah Sjostrom (SWE); Prata – Jeanette Ottesen (DEN); Bronze – Lu Ying (CHN)

Sarah Sjostrom (SWE)

Outra excepcional nadadora que não tem medalha olímpica, a sueca Sarah Sjostrom tem tudo para dominar a prova. Tricampeã mundial dos 100m borboleta (2009, 2013 e 2015), tem como melhor tempo no ano 55.68, muito a frente das outras. Em 2º lugar, vem a americana Kelsi Worrell, ouro no Pan, com 56.48, longe da sueca. O 3º tempo é da chinesa Chen Xinyi com 56.82 no campeonato chinês.

Campeã em Londres, a americana Dana Vollmer foi 2ª na seletiva americana com 56.90, um pouco pra trás das outras. Outras boas apostas são a dinamarquesa vice-campeã mundial Jeannette Ottesen, a australiana Emma McKeon e a canadense Penny Oleksiak.

E o Brasil? Daynara de Paula e Daiene Dias são as brasileiras na prova. Daiene tem 58.04 este ano e Daynara 58.38, mas seguem com dificuldades de bater o recorde sul-americano da época dos trajes de 56.94, o que daria um lugar na final para elas ou até mesmo uma medalha. As duas devem pegar semifinal, mas dificilmente passam pra final.

Meu Pódio: Ouro – Sarah Sjostrom (SWE); Prata – Jeanette Ottesen (DEN); Bronze – Kelsi Worrell (USA)

200m borboleta feminino

Pódio em Londres-2016: Ouro – Jiao Liuyang (CHN); Prata – Mireia Belmonte Garcia (ESP); Bronze – Natsumi Hoshi (JPN)

Último Mundial (2015): Ouro – Natsumi Hoshi (JPN); Prata – Cammile Adams (USA); Bronze – Zhang Yufei (CHN)

A japonesa Natsumi Hoshi (1B) foi bronze em Londres e ouro no último Mundial. Com 2:06.32, Hoshi tem o 3º tempo do ano e briga pelo ouro. Mas o melhor tempo de 2016 é da australiana Madeline Groves com 2:05.47, obtidos no campeonato australiano. A alemã Franziska Hentke venceu o europeu com 2:07.23, mas tem como melhor marca no ano 2:05.77 no campeonato alemão em maio.

A espanhola Mireia Belmonte Garcia (2P) fez 2:06.34 no campeonato espanhol e busca melhorar sua prata de Londres. Outros nomes para ficar de olho são as chinesas Zhang Yufei e Zhou Yilin, a australiana Brianna Throssell e a americana Cammile Adams.

E o Brasil? Nenhuma brasileira disputa a prova.

Meu Pódio: Ouro – Franziska Hentke (GER); Prata – Madeline Groves (AUS); Bronze – Natsumi Hoshi (JPN)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s