Perfil 2016 – Julio Cesar La Cruz (CUB)

unb3o-6y

35/75

Julio César La Cruz

Boxe

Até 81kg masculino

Mundiais: 3 ouros

Tricampeão mundial, o cubano Julio Cesar La Cruz segue em busca da sua 1ª medalha olímpica.

Nascido na cidade cubana de Camaguey em 1989, La Cruz começou a aparecer em 2008, ao vencer o campeonato cubano na categoria 81kg, derrotando na final Yordanis Despaigne por 14-9. Neste ano, fracassou duas vezes no pré-olímpicos e não se classificou para os Jogos de Pequim. Cuba ficou de fora apenas nesta categoria na China, quando venceu 8 medalhas, 4 pratas e 4 bronzes.

Em 2009, venceu novamente o campeonato cubano, repetindo o feito em 2010. Neste ano, perdeu na final do campeonato pan-americano em Quito, sendo derrota por equatoriano, mas venceu torneios tradicionais, como o Golden Gong na Macedônia e o Cerro Pelado, em Cuba. Começou mal em 2011, com 2 derrotas, uma na Bulgária e uma na Hungria, ambas para russos. Na Venezuela, venceu o qualificatório para os Jogos Pan-Americanos e depois somou 4 ouros em torneios nas Américas. Chegou ao Mundial no Azerbaijão fora dos favoritos, mas venceu 6 lutas para chegar ao ouro, incluindo o russo Egor Mekhontsev, que era campeão mundial na categoria acima. Após o Mundial, foi aos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara e ficou com o ouro, derrotando Yamaguchi Falcão na final por 22-12.

Embed from Getty Images

Em 2012, venceu alguns torneios de preparação e chegou em Londres como grande favorito. Derrotou jordaniano na estreia, mas nas 4as sofreu a revanche e perdeu de 18-15 para Yamaguchi, que acabou com a medalha de bronze.

Foi novamente campeão cubano e em 2013 começou a disputar a World Series of Boxing. Levou o torneio Golden Belt na Romênia e, no Mundial, venceu 5 lutas para conquistar o bicampeonato, derrotando novamente na final o cazaque Adilbek Niyazymbetov, assim como ocorreu no Mundial anterior. Na WSB temporada 2013/14 venceu 5 das 6 lutas que disputou.

Em 2014, levou mais uma vez o campeonato cubano, foi ouro nos Jogos Centro-Americanos e do Caribe. No ano seguinte, foi ouro nos Jogos Pan-Americanos, vencendo o venezuelano Albert Ramirez na final. No campeonato pan-americano, chegou a final e perdeu de Ramirez. Foi ao Mundial de 2015 em Doha como 2º cabeça de chave, mas venceu suas 5 lutas por 3-0 e faturou seu 3º título mundial!

La Cruz, também conhecido como “A Sombra”, chega ao Rio como tricampeão mundial e favorito na categoria 81kg.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s