Perfil 2016 – Linn-Kristin Riegelhuth Koren (NOR)

622_0b692c94-1c6e-34fd-9dbf-8eb57ec0ec5a

23/75

Linn-Kristin Riegelhuth Koren

Handebol

Jogos Olímpicos: 2 ouros

Mundiais: 1 ouro, 1 prata e 1 bronze

Segunda maior artilheira da história da Noruega, a ponta-direita Linn-Kristin Riegelhuth esteve presente em todas as grandes conquistas de sue país na última década.

Nascida na cidade norueguesa de Ski, Riegelhuth começou a jogar handebol ainda nova e já mostrou enorme talento. Tanto que foi contratada pelo Larvik, maior clube do país e campeão dos últimos 12 nacionais, aos 17 anos, para a temporada de 2002/03.

Na temporada de 2005/06, ela foi a artilheira com 159 gols, fato que se repetiu na temporada seguinte, com 221 gols. Foi campeã norueguesa 6 vezes seguidas, até se mudar para a equipe dinamarquesa FCK Handbold, onde jogou por duas temporadas. Em 2010, voltou ao Larvik, onde joga até hoje. O melhor resultado no clube veio na temporada de 2010/11, quando foi campeã europeia. Numa final disputadíssima com o clube espanhol Itzako Reyno de Navarro, o Larvik venceu no somatório de 2 jogos por apenas 1 gol. Foi ainda vice-campeã europeia nas temporada de 2012/13 e 2014/15. Após voltar ao Larvik venceu mais 6 títulos nacionais e mais 6 Copas da Noruega.

Já pela seleção, tem um currículo invejável. Disputou seu 1º europeu em 2004 na Hungria, onde veio o título continental com 27-25 na Dinamarca na final. Em 2006, o bicampeonato com 27-24 na Rússia. Não foi convocada para o Mundial de 2005, mas disputou o de 2007, na França, quando sofreram a revanche russa na final, ficando com a prata por 29-24.

Classificadas para os Jogos de Pequim-2008 pelo título europeu, a Noruega passou invicta na 1ª fase com 5 vitórias. Venceu a Suécia nas 4as e a Coreia do Sul na semi por 1 gol. Na final, encararam novamente a Rússia, mas dessa vez venceram por 34-27, com 9 gols de Riegelhuth. No mesmo ano, em dezembro, veio o 3º título europeu seguido, com um massacre de 34-21 na Espanha na final. Graças a um ano fantástico, ela foi escolhida a melhor jogadora do mundo pelo IHF em 2008.

No Mundial de 2009, Riegelhuth ajudou sua equipe a ficar com a medalha de bronze e foi eleita a melhor ponta-direita do Mundial. O 4º título europeu seguido veio em 2010 com 25-20 na final sobre a Suécia. Em 2011, veio seu primeiro título mundial em São Paulo, com um passeio de 32-24 na França na final. Em Londres-2012, a Noruega sofreu para passar de fase, ficando em 4º no seu grupo, com apenas 2 vitórias. Nas 4as, enfrentou o Brasil, que saiu vencendo no intervalo, mas tomou a virada. Riegelhuth foi a artilheira da sua equipe no jogo. Na semi, 31-25 na Coreia do Sul e na final 26-23 em Montenegro para faturarem o bicampeonato olímpico.

A sequencia de Europeus foi quebrada em 2012, com derrota na final para Montenegro na prorrogação por 34-31. No Mundial de 2013, a Noruega foi eliminada nas 4as para a Sérvia, mas em 2014 voltou ao topo da Europa com 28-25 na Espanha.

Em 2015, Riegelhuth engravidou e não disputou o Mundial, mas voltou às quadras em março e está voltando a sua forma. Resta aguardar a sua convocação para os Jogos do Rio, onde deve colocar a Noruega novamente no pódio. Com 268 jogos pela seleção e 965 gols, só perde para Kjersti Grini em número de gols.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s