O caminho do vôlei

Com o fim da classificação no vôlei, tivemos a definição dos grupos no masculino nesta semana. Sem sorteio, a definição foi feita pelo ranking mundial.

No torneio qualificatório mundial e asiático, em Tóquio, a Polônia e o Irão venceram 6 das 7 partidas e ficaram em 1º lugar. A única derrota dos poloneses foi para os iranianos por 3-1, que crescem a cada torneio. Já o Irã perdeu para a França, que ficou em 3º e também se classificou. O Canadá sofreu e fez muita gente sofrer. Perdeu de 3-2 pra Polônia e pro Irã e perdeu de 3-0 para a França, mas venceu as outras 4 partidas, incluindo as definitivas para pegar a última vaga, contra a Austrália (3-2) e a China (3-2 também).

No segundo torneio, com apenas 4 equipes, uma seleção bem fraca se classificaria, assim como ocorreu com a Colômbia no feminino. Jogando em casa, o México venceu 3-0 a Argélia e 3-1 o Chile, mas mesmo perdendo na última partida de 3-2 para a Tunísia ficou com a vaga por conta desses 2 sets vencidos.

Com isso, das 12 equipes classificadas no masculino, 6 são das Américas: Brasil, EUA, Argentina, Cuba, Canadá e México. Teremos um torneio de vôlei não tão forte no masculino, com ausências sentidas da Sérvia e da Bulgária.

O Grupo do Brasil terá Itália, EUA, Canadá, França e México. Faltando ainda sair a ordem dos jogos, podemos prever Brasil em 2º ou 3º no grupo. A França é a nova sensação do vôlei masculino e deve surpreender. Assim, Brasil e EUA fazem o jogo decisivo pelo 2º lugar para fugir de Rússia e Polônia nas 4as de final. É muito importante ver como será a ordem dos jogos. Uma estreia dura pode atrapalhar, ainda mais com o fator de pressão por jogar em casa. Enfrentar os EUA na estreia seria algo duro e tenso.

No feminino, entretanto, a ordem dos jogos foi anunciada e o Brasil terá um passeio na estreia: Camarões. Bom para quebrar o nervosismo logo no 1º dia dos Jogos. O Brasil sempre fecharia o dia, fazendo o jogo final, mas nessa estreia, devido ao adversário de nível bem fraco, jogará a tarde. Isso até pode fazer com que a Fabiana Claudino seja a nossa porta-bandeira na cerimônia de abertura, já que não será tão exigida na estreia.

A sequencia do feminino é ótima para ir entrando em jogo. Enfrenta a Argentina na 2ª rodada, depois pega Japão e Coreia do Sul. Para encerrar a 1ª fase, na provável disputa pelo 1º lugar, faz o clássico com a Rússia. Passando em 1º, deve enfrentar nas 4as uma seleção europeia, como a Itália ou a Holanda.

O Grand Prix de vôlei começa nesta quinta-feira e será uma boa prévia. Logo na 1ª rodada jogando no Rio, o Brasil enfrentará Itália, Japão e Sérvia.

O feminino por enquanto tudo indo bem. Vamos esperar a ordem dos jogos do masculino.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s