Judô forma a equipe

A CBJ divulgou nesta quarta-feira a seleção olímpica de judô. Enquanto a seleção feminina já era certa, o masculino aguardava 3 definições.

Nos 60kg masculino, Felipe Kitadai venceu o duelo com Eric Takabatake. No último ranking mundial, a diferença era mínima com Takabatake em 13º com 1252 pontos e Kitadai em 14º com 1231. Takabatake venceu este ano 1 ouro no GP de Havana e 2 bronzes (Aberto de Oberwart e Pan-Americano), enquanto Kitadai foi prata em Oberwart e ouro no Pan. Contou a maior experiência do Kitadai e a sua medalha olímpica em Londres.

Nos 100kg, talvez a categoria do Brasil com piores resultados no masculino, Rafael Buzacarini (24º do mundo) foi o escolhido contra o experiente Luciano Correa (27º), que já foi campeão mundial no Rio de Janeiro, em 2007. Buzacarini foi prata nos GPs de Almaty e de Samsun e bronze no aberto de Buenos Aires, enquanto Luciano, que já esteve em duas Olimpíadas, foi prata no aberto de Sófia, bronze no aberto de Lima e no Pan. Pesou pro Buzacarini confrontos parelhos com os melhores da sua categoria.

E no super-pesado, a disputa era entre Rafael Silva em 9º contra David Moura em 10º. Bronze em Londres e em medalhista em 2 Mundiais, Rafael Silva ficou afastado boa parte de 2015 por conta de uma lesão, mas esse ano venceu o aberto de Lima, o aberto de Buenos Aires e o campeonato Pan-Americano, além dos bronzes no GP de Tbilisi e de Samsum. Já David foi campeão no aberto de Sófia, prata no Pan e bronze no Grand Slam de Baku. Ele vinha de vitórias melhores, mas a experiência do Rafael contou mais, assim como as 2 vitórias que obteve sobre o David em abril no circuito. Qualquer um teria chances de medalha e o Brasil estaria bem representado de qualquer maneira.

No feminino, sem surpresas, com Sarah Menezes indo defender seu título olímpico nos 48kg, Érika Miranda como grande favorita dos 52kg, Rafaela Silva podendo repetir seu título mundial em casa nos 57kg, Mariana Silva nos 63kg, Maria Portela nos 70kg, Mayra Aguiar querendo a revanche sobre a Kayla Harrison nos 78kg e Maria Suellen Altheman no acima de 78kg.

A equipe masculina fica completa com Charles Chibana nos 66kg, Alex Pombo no 73kg, Victor Penalber nos 81kg e o veterano dono de 2 medalhas olímpicas Tiago Camilo nos 90kg.

Brasil briga por medalhas em 7 categorias, sendo 5 no feminino. Judô é sempre algo muito difícil de prever, então podemos ter 3-4 ouros ou nenhum, mas o fator casa é muito importante e deve ajudar bastante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s