Canoagem agita fim de semana

Muita canoagem nessa semana e muita coisa para abordar.

Copa do Mundo

Na Copa do Mundo de Duisburg, na Alemanha, os 3 canoístas brasileiros disputaram a competição. Isaquias dos Santos começou bem, vencendo sua bateria do C1 1.000m e sua semifinal na sexta-feira. No sábado, na final, começou bem e com 750m de prova, ele liderava. Faltando 100m, diminuiu o ritmo e parou de remar, sentando no barco. Segundo a assessoria, ele se recuperava de uma gripe e sentiu o desgaste.

2877-grcopa2-21-5-2016-17-31-41

Erlon e Ronilson. Foto: CBCa

Apesar disso, ele voltou a tarde no C2 1.000m ao lado do Erlon Silva para disputar as eliminatórias, ficando em 4º. Na semifinal, eles venceram sua prova e foram para a final. No domingo, até começaram bem, mas foram ficando para trás e terminaram num decepcionante 7º lugar. O Brasil não saiu zerado, pois no sábado, no C2 200m, Erlon e Ronilson de Oliveira ficaram com o bronze.

Agora, a próxima prova dos brasileiros será apenas os Jogos Olímpicos. Será tenso.

Pré-Olímpico das Américas

Nos EUA, o Brasil brigava por vagas olímpicas no caiaque e conquistou duas delas.

2879-300-22-5-2016-13-14-53

Gilvan Ribeiro e Edson Isaias. Foto: CBCa

Edson Isaias foi prata no K1 200m, atrás de argentino, que já tinha vaga olímpica. Com isso, o Brasil levou a vaga na prova. Como já tínhamos uma vaga no K1 1000m, nada mudou, pois perdemos a vaga dos 1.000m. O destaque veio mais tarde, com Edson e Gilvan Ribeiro vencendo o K2 200m e levando a vaga olímpica. Assim, o Brasil terá 5 canoístas no Rio-2016: 2 na canoa, 2 no caiaque masculino e 1 no caiaque feminino.

Mundial de Paracanoagem

Antes da Copa do Mundo, rolou na raia de Duisburg o mundial de paracanoagem e o pré-olímpico europeu.

A equipe brasileira venceu 2 ouros, 1 prata e 1 bronze e conquistou mais 3 vagas paralímpicas. O destaque foi Luis Carlos Cardoso, com ouro no VL1 e bronze no KL1. Aline Lopes foi campeã no VL3 feminino e Debora Benevides foi vice no VL2. Medalhista em vários dos últimos mundiais, Fernando Fernandes, que dominou o KL1 por anos ficou em 5º, sem medalha desta vez.

O Brasil conquistou ainda mais 3 vagas pras Paralimpíadas, no KL3 masculino, KL2 feminino e KL3 feminino. No Mundial de 2015, já havíamos conquistado no KL1 e KL2 masculino.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s