Mundial de Tênis de Mesa por Equipes – Resumo

Não havia dúvidas sobre quem levaria os ouros, mas muita coisa interessante até as finais.

Masculino

Embed from Getty Images

Logicamente, a China ficou com o ouro. Na final contra o Japão, Xu Xin fez 1-0 com 3-0 (11-6, 11-8, 11-8) sobre Jun Mizutani, depois Ma Long 3-0 (11-3, 11-8, 11-6) em Maharu Yoshimura e o campeão olímpico Zhang Jike fechou o confronto com 3-1 (9-11, 11-8, 11-6, 11-7) no Yuya Oshima. A China não tem adversários, ainda mais em equipe. Nos 8 confrontos que tiveram, venceram todos por 3-0 e em nenhuma das 24 partidas chegaram a perder 2 sets. Na semifinal, os chineses derrotaram a Coreia do Sul por 3-0 e na outra semifinal, o Japão venceu por 3-1 a surpresa do torneio, a Inglaterra. Liam Pitchford chegou a abrir 2-0 sobre o Mizutani, o que levaria a semi para o empate, mas numa grande virada, ele fechou pro Japão.

Embed from Getty Images

Na primeira fase da 1ª Divisão, a surpresa foi a eliminação precoce da Alemanha, finalista do último mundial e bronze em Londres-2012. Sem Dimitrij Ovtcharov, lesionado, e com um Timo Boll longe do seu melhor, a Alemanha perdeu para a França e para a Inglaterra. Ficou empatada com os ingleses e com a Suécia com 8 pontos, mas nos critérios terminou em 4º no grupo e foi disputar do 13º ao 24º lugares. Acabou em 13º. Já a França foi a surpresa da 1ª fase. Invicta, venceu o seu grupo que contava com 5 europeus e a Malásia, dona da casa. Como líder do grupo, foi direto para as 4as, mas foi surpreendida pela equipe inglesa. O grande jogador francês Emmanuel Lebesson perdeu seus dois jogos.

Hugo Calderano. Foto: CBTM

O Brasil infelizmente disputou a 2ª divisão, ficando por pouco de fora. Estragou um pouco os planos de preparação pro Rio-2016, pois não enfrentou as melhores equipes, mas fez uma campanha quase perfeita. Na 1ª fase, 5 vitórias: 3-1 na Tailândia e na Holanda, 3-0 na Bélgica e no Canadá e na decisão do 1º lugar do grupo, 3-2 no Irã. Se classificou direto para as 4as, quando venceu novamente a Bélgica por 3-1 e depois na semi fez 3-1 na Sérvia. Na grande final, que valia o título da 2ª divisão e o 25º lugar, foi derrotado pela Índia em duelo muito disputado. Hugo Calderano venceu 3-0, depois Cazuo Matsumoto perdeu por 3-2 com 11-9 no 5º pro Harmeet Desai, Thiago Monteiro venceu por 3-2, também com 11-9 no 5º. Aí veio a virada indiana, com Cazuo perdendo por 3-0 e Hugo por 3-1 pro Desai. Apesar da derrota, o Brasil se garante na 1ª divisão em 2018!

Luxemburgo levou a 3ª divisão com 3-2 no Chile e o Paquistão faturou a 4ª com 3-2 no Togo. Ao todo, 87 equipes disputaram o Mundial, que foi bem menor que o anterior, que contou com mais de 100 países.

Feminino

Final feminina. Foto: ITTF

O título chinês veio novamente sobre o Japão, mas com mais dificuldade. Liu Shiwen passou com 3-0 (11-5, 11-6, 11-8) pela Ai Fukuhara, a principal jogadora japonesa. Depois, Li Xiaoxia sofreu contra Kasumi Ishikawa, 4ª em Londres-2012, mas venceu por 3-2 de virada (6-11, 7-11, 11-9, 11-3, 11-5). Na 3ª partida, Ding Ning venceu a jovem de 15 anos e maior revelação do esporte nos últimos anos Mima Ito por 3-1 (8-11, 11-7, 11-8, 11-1).

Nas semifinais, China arrasou Taiwan por 3-0, 3 jogos por 3-0, e o Japão eliminou a Coreia do Norte por 3-1 de virada. A China teve certa dificuldade nas 4as contra a Holanda, com as fortíssimas Li Jiao e Li Jie.

Embed from Getty Images

O Brasil disputou a 1ª divisão, o que se mostrou como esperado muito forte para a equipe, que perdeu todos os seus confrontos. Começou perdendo de 3-0 pra Coreia do Norte, depois 3-0 pro Japão (que jogou com a equipe B), aí levou a virada da Alemanha por 3-2 (vencia por 2-1), depois 3-0 da República Checa e 3-1 da Tailândia. Nas disputas do 13º ao 24º, perdeu logo na 1ª partida pros EUA por 3-1, repetindo a derrota da final do Pan, e terminando 21ª posição no geral. Apesar das derrotas, a equipe fez bons jogos e mostrou um ótimo nível contra grandes adversárias. Em seu primeiro Mundial, Bruna Takahashi fez ótimos jogos, assim como Gui Lin e Caroline Kumahara.

Assim como no masculino, a Índia levou a 2ª divisão com 3-1 em Luxemburgo, a equipe do Irã surpreendeu levando a 3ª divisão com 3-1 no Uzbequistão e o Turcomenistão venceu a 4ª divisão com 3-2 no Líbano. 79 equipes disputaram o mundial no feminino, contra 94 do mundial de 2014.

O próximo Mundial por equipes será em 2018 na cidade sueca de Halmstad. Em 2017 rola o mundial individual e de duplas na Alemanha, em Düsseldorf.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s