Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude – Dia 5

Eslovênia domina saltos, russas na dobradinha na patinação artística e a Ásia segue dominando na velocidade, contando com um fato raro na prova feminina.

Saltos

Ema Klinec. Foto: Simon Bruty/YIS/IOC

Oitava na Copa do Mundo no momento, a eslovena Ema Klinec era a favoritíssima ao ouro nos saltos feminino e confirmou a previsão. No primeiro salto, 95m e 124,5 pontos. Na segunda rodada, 96m e mais 124,8 pontos para fechar o ouro com 249,3 no total. A russa Sofia Tikhonova fez um ótimo primeiro salto com 97m, o mais longo da final, mas uma marca mais fraca na 2ª passagem a deixou com a prata com 237,6. A italiana Lara Malsiner fechou o pódio com 231,6 pontos, bem a frente da 4ª colocada.

Na prova masculina, mais um domínio esloveno, com Bor Pavlovcic. Ele abriu com o melhor salto dos Jogos, de 101m e 130,9 pontos, com o norueguês Marius Lindvik colado com 129,2. Mas na 2ª série, Pavlovcic fez 99m e 131,9 pontos, somando 262,8 para garantir o ouro. Lindvik fez apenas 94m, somando 251,0 pontos. O alemão Jonathan Siegel foi bronze com 236,0.

Short Track

Fato raro na final feminina dos 500m. Numa final com a queda da húngara Petra Jaszapati, a sul-coreana Kim Jiyoo cruzou a linha de chegada em 1ª, seguida da chinesa Zang Yize e da outra sul-coreana Lee Suyoun, mas os árbitros reviram o vídeo e as duas sul-coreanas foram penalizadas. Com isso, a chinesa subiu pro ouro e a húngara Jaszapati foi prata. Sem 3º lugar na Final A, o bronze foi pra vencedora da Final B, a búlgara Katrin Manoilova!

Embed from Getty Images

Na final dos 500m masculino, só asiáticos. Sempre uma prova muito disputada, o sul-coreano Hwang Daeheon liderava até a última curva, quando se desequilibrou, atrapalhou o chinês e foi desclassificado. Quem venceu foi outro sul-coreano, Hong Kyunghwan, com 41.885, seguido do japonês Kazuki Yoshinaga com 41.969 e do chinês Ma Wei, com 42.129.

Esqui Alpino

Embed from Getty Images

A suíça Melanie Meillard fez o segundo tempo nas duas descidas da final do slalom gigante para levar o ouro com 2:33.28, faturando sua segunda medalha em Lillehammer. Melhor na 1ª descida, a alemã Katrin Hirtl-Stanggassinger perde o ouro no detalhe, ficando a apenas 0.06 de Meillard! Campeã na combinada, a suíça Aline Danioth fechou o pódio e conquistou sua 3ª medalha nos Jogos, completando em 2:33.95.

Cross-Country

Embed from Getty Images

Nas finais do sprint classic, a sueca Johanna Hagstroem, prata no cross no 1º dia, venceu a final com 3:19.55, com a russa Yuliya Petrova e a norueguesa Martine Engebretsen logo atrás. Na final masculina, inversão do pódio do cross. Quase no photo finish, o norueguês Thomas Larsen faturou o 2º ouro dos donos da casa com 2:55.39 contra 2:55.72 do sul-coreano Magnus Kim. Outro norueguês, Vebjoern Hegdal, fechou o pódio com 2:56.49.

Combinado Nórdico

Nos saltos, o alemão Tim Kopp fez a melhor marca, com 99,5m e 131,8 pontos no total, largando com 8s de vantagem sobre o americano Ben Loomis para a prova de 5km. Os dois e o checo Ondrej Pazout disputaram o título lado a lado por metade da prova. Na chegada, Kopp abriu para vencer com 13:31.4, contra 13:36.6 do americano e 13:39.3 do checo.

Patinação Artística

Embed from Getty Images

Na final da dança artística, os russos Anastasia Shpilevaya e Grigory Smirnov confirmaram a melhor nota na prova curta, tiraram 83,95 somando 141,88 no total para levar o ouro, mesmo com uma queda. Os americanos Chloe Lewis/Logan Bye ficaram com a prata com 136,37. O bronze foi pra outra dupla russa, Anastasia Skoptcova/Kirill Aleshin com 134,62. Eles sofreram 2 punições, um ponto por queda e um ponto por um levantamento muito longo e perderam a prata por muito pouco.

Na final feminina, a reedição do resultado da final do Grand Prix juvenil. Polina Tsurskaya foi muito superior no programa longo com 127,39 e somou 186,04. Atrás dela, a outra russa, Maria Sotskova com 169,50 no total. Com uma queda e por estourar o tempo da apresentação, a cazaque Elizabet Tursynbaeva ficou com o bronze com 167,88, deixando a japonesa Yuna Shiraiwa em 4º com 166,66.

Luge

No revezamento, prova quer estreou nos Jogos de Sochi, primeiro desde a menina, depois o menino e por último a dupla. A Alemanha, maior potência mundial no esporte, foi prata nas 3 provas separadamente e, com a melhor equipe teórica, confirmou e venceu com 2:52.520. A equipe foi formada por Jessica Tiebel, Paul-Lukas Heider e pela dupla Hannes Orlamuender e Paul Gubitz. A equipe da Rússia foi prata com 2:52.708 e a boa equipe italiana ficou com o bronze com 2:53.040, graças ao excelente fechamento de Felix Schwarz e Lukas Gufler, campeões nas duplas. A equipe italiana é treinada por ninguém menos que o bicampeão olímpico Armin Zoeggeler, dono de 6 medalhas olímpicas!

Snowboard e Esqui Freestyle

Embed from Getty Images

Na prova por equipe de ski-snowboard cross, primeiro desce a menina no snowboard, depois a menina no esqui, depois o menino no snowboard e fecha com o menino no esqui. Um só pode sair depois que o anterior cruza a linha de chegada. Na grande final, a equipe da Alemanha ficou com o ouro, mas numa chegada bem apertada, Suíça e uma equipe mista foram para o photo finish, dando a prata aos suíços. O bronze ficou com uma equipe mista, que contou com dois suecos, um búlgaro e um ucraniano.

Hóquei no Gelo

Pódio da disputa de habilidades

Na final do concurso de habilidades feminino, a japonesa Sena Takenaka foi a mais regular e levou o ouro com 16 pontos. Ela venceu apenas a última etapa de 6, o controle do puck, mas ficou em 2º em outras 3: agilidade em patinação, precisão de passe e jogada mais rápida. A italiana Anita Muraro começou muito bem nas 3 primeiras provas, mas foi mal nas outras e terminou com a prata com 14 pontos enquanto a austríaca Theresa Schafzahl completou o pódio com 13 pontos.

Mais 4 jogos no hóquei no gelo. No masculino, Canadá venceu o clássico contra os EUA por 4-2 e a Rússia fez 2-1 na Finlândia. No feminino, Suíça 4-2 na Eslováquia e a Suécia venceu 2-0 a República Checa.

Curling

No playoff de tiebreak, a Turquia venceu 6-5 a Itália e se classificou para as quartas de final, onde perdeu de 10-2 para o Canadá. Suíça 7-3 Suécia, EUA 5-4 Noruega e Rússia 9-5 Grã-Bretanha completaram a rodada. Nas semifinais, Canadá passou com 7-5 pela Suíça e os EUA venceram 8-6 a Rússia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s