Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude – Dia 4

A Coreia do Sul se aproxima do topo do quadro de medalhas no dia do cross.

Patinação Artística

O japonês Sota Yamamoto ficou com o ouro no individual masculino após somar 215,52 na programa curto e no livre. Apesar do ouro, ele fez apenas a 3ª pontuação do programa livre com 142,45. O melhor do dia foi o letão Deniss Vasiljevs com 144,27. Infelizmente, ele cometeu duas quedas e com as deduções somou 214,43 e perdeu o ouro por muito pouco! O russo Dmitri Aliev completou o pódio com 209,77.

Na final dos pares, os russos Ekaterina Borisova/Dmitry Sopot ficaram com  ouro ao somar 168,66. Os favoritos checos Anna Duskova/Martin Bidar somaram 166,13, mas perderam o ouro por conta de duas quedas. Os russos Alina Ustimkina/Nikita Volodin ficaram com o bronze com 152,77.

Luge

Depois de falhar na primeira descida, a canadense Brooke Apshkrum se redimi com uma ótima segunda descida para levar  ouro no luge feminino, com os tempos somados de 1:46.026. A alemã Jessica Tiebel, melhor na 1ª, ficou com a prata com 1:46.097 e a austríaca Madeleine Egle fechou o pódio com 1:46.267.

Nas duplas, os favoritos italianos Felix Schwarz/Lukas Gufler confirmaram com o melhor tempo nas duas descidas e vencendo com 1:44.260. Bem atrás, os alemães Hannes Orlamuender/Paul Gubitz foram prata com 1:45.114 e os russos Vsevolod Kashkin/Konstantin Korshunov completaram o pódio com 1:45.272.

Biatlo

Dia de muitos erros no tiro nas finais por perseguição. Prata no sprint, o norueguês Sivert Bakken errou um pouco menos para levar o primeiro ouro norueguês em Lillehammer. Ele completou os 10km em 28:10.7 após 4 erros, com uma enorme vantagem sobre os russos Egor Tutmin (29:21.4 e 5 erros) e Said Khalili (29:28.4 e 4 erros). Campeão do sprint, o francês Emilien Claude errou 6 tiros e terminou em 5º.

Se no masculino foi fácil, a final feminina foi extremamente apertada! Quarta no sprint, a ucraniana Khrystyna Dmytrenko errou apenas 2 tiros logo na 1ª passagem e foi se aproveitando dos erros das outras meninas para terminar na frente com 25:12.9. Já a disputa da prata foi para o photo finish, onde a norueguesa Marthe Johansen, 7.5 atrás da ucraniana, levou sua segunda prata ao vencer por 0.1 a francesa Lou Jeanmonnot Laurent. Excelente prova da americana Chloe Levins, única a zerar na final. Ela saiu do 22º lugar a 1min33 para o 4º lugar.

Snowboard

A francesa Manon Petit dominou a prova de snowboard cross. Ela fez o melhor tempo na quali e foi a melhor nas eliminatórias, vencendo suas 5 baterias, somando os 20 pontos máximos. Seguiu dominando ao vencer sua semifinal e a grande final, ficando com o ouro. A suíça Sophie Hediger foi prata e a italiana Caterina Carpano levou o bronze.

cbqnq4kweaagk4m

No masculino, a situação foi quase igual. O americano Jake Vedder foi 2º na quali atrás do alemão Sebastian Pietrzykowski. Mas o americano reinou absoluto nas eliminatórias também vencendo as 5 baterias. Ele venceu sua semi e confirmou o ouro na final. Prata pro australiano Alex Dickson e bronze pro alemão Pietrzykowski.

Esqui Freestyle

No Ski cross feminino, a vitória ficou com a suíça Talina Gantenbein seguindo a tradição do seu país na modalidade. A segunda prata australiana do dia foi para Zali Offord e a checa Klara Kasparova completou o pódio.

No masculino, vitória do canadense Reece Howden, segundo ouro do seu país no dia. A primeira medalha da Bélgica em jogos de inverno desde 1998 veio com a prata de Xander Vercammen e o australiano Louis Muhlen fechou o pódio ao conquistar a 3ª medalha do seu país no dia.

Patinação de Velocidade

Os asiáticos seguem dominando as provas de velocidade e a Coreia do Sul levou mais dois ouros nesta segunda-feira nos 1.500m.

No feminino, Park Ji Woo fechou a distância em 2:03.53, bem a frente da chinesa Han Mei, com 2:04.48, levando sua segunda prata em Lillehammer. A italiana Noemi Bonazza completou o pódio com 2:05.49, apenas 0.05 melhor que a checa 4ª colocada.

No masculino, Min Seok Kim venceu com o tempo de 1:51.35, tempo 5s pior do que ele mesmo já fez nesta temporada na Copa do Mundo. O japonês Daichi Horikawa foi prata com distantes 1:52.96 e o holandês Daan Baks fechou o pódio com 1:53.29, para levar a primeira medalha holandesa no esporte nacional holandês em Lillehammer.

Outros Esportes

O Brasil encerrou sua participação no curling com mais duas derrotas, de 11-2 para a Noruega e de 13-1 para o Canadá. O Brasil pelo jeito evoluiu durante a competição e tomara que continuem assim, para que formem uma equipe juvenil competitiva. Outros resultados do Grupo B: Suécia 5-4 República Checa, Grã-Bretanha 8-2 Estônia, Canadá 6-0 Coreia do Sul, Noruega 7-5 Coreia do Sul, Grã-Bretanha 9-3 República Checa e Suécia 83 Estônia.

No Grupo A, EUA 5-2 China, Rússia 5-3 Itália, Suíça 7-3 Turquia, Nova Zelândia 7-5 Japão, china 6-5 Nova Zelâdia, EUA 9-3 Japão, suíça 9-6 Itália e Rússia 5-3 Turquia. Com isso, formaram0-se as quartas de final. Suécia pega a Suíça, EUA enfrenta a Noruega e Rússia pega a Grã-Bretanha. O favorito Canadá vai enfrentar o vencedor do playoff entre Itália e Turquia.

A Noruega segue perdendo no hóquei no gelo. No masculino, nova goleada, agora de 13-1 da Rússia com 4 gols e 2 assistências de Andrei Svechnikov. O Canadá venceu a Finlândia por 5-1. No feminino, Suíça 3-1 Noruega e Suécia 2-1 Eslováquia.

Na prova de habilidades masculina, o eslovaco Sebastian Cederle foi o melhor na quali com 19 pontos. Estão na final atletas de ROU, GER, HUN, FIN, NOR, AUT e LTU.

Após 29 eventos, 25 países medalharam e 16 levaram ouro.

Captura de Tela 2016-02-16 às 00.36.51

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s