Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude – Prévia

 

Nesta sexta começa a 2ª edição dos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude, em Lillehammer, Noruega. A cidade recebe anualmente competições do circuito mundial de esqui cross-country, saltos, combinado nórdico, patinação de velocidade, além de outros esportes de inverno.

Um dos principais polos de inverno da Noruega, Lillehammer foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 1994, que coroou nomes espetaculares como Manuela di Centa, Vreni Schneider, Bjorn Daehlie, Lyubov Yegorova, Oksana Baiul. Foi em Lillehammer que Nancy Kerrigan levou a prata na patinação artística após o ataque que sofreu, conspirado por Tonya Harding.

Agora, a cidade norueguesa receberá 1.100 atletas de 15 a 18 anos de 71 países disputando 70 eventos de 15 esportes. Em 2012 em Innsbruck muitos nomes que figuram entre os melhores do mundo hoje medalharam. Vamos ao resumo do que esperar dos próximos 10 dias.

Biatlo

Provas (6): Sprint e perseguição masculino e feminino. Revezamento misto com 4 atletas e com 2.

Fique de olho: no masculino, no russo Egor Tutmin, no francês Emilien Claude e no checo Jakub Stvrtecky. Entre as meninas, na francesa Lou Jeanmonnot Laurent e na cazaque Arina Pantova.

Em 2012: a alemã Franziska Preuss levou 3 ouros e uma prata em Innsbruck. Ano passado, ela foi campeã mundial adulta no revezamento feminino pela Alemanha, além de uma medalha de prata na saída em massa, ficando a 6s do título mundial.

Bobsled

Provas (2): Monobob masculino e feminino.

Fique de olho: no britânico George Johnson e no romeno Mihai Tentea, cada um com 2 vitórias no circuito juvenil este ano. No feminino, no trio britânico Kelsea Purchall, Annabel Chaffey e Aimee Davey, as 3 líderes do circuito juvenil.

Em 2012: foi disputada no tradicional trenó de duplas. O austríaco Benjamin Maier, que disputa a Copa do Mundo, foi prata.

Combinado Nórdico

Provas (2): individual masculino NH/5km e equipe nórdica mista NH/3×3,3km. Esta prova por equipe vai juntar um atleta do combinado nórdico, dois de saltos (um menino e uma menina) e dois de cross-country (um menino e uma menina).

Fique de olho: no esloveno Vid Vrhovnik, no austríaco Florian Dagn e no italiano Aaron Kostner.

Em 2012: ouro foi para o checo Tomas Portyk, presença constante na Copa do Mundo hoje.

Cross-country

Provas (6): no masculino, sprint clássico, 10km livre e cross-country cross. No feminino, sprint clássico, 5km livre e cross-country cross. O cross-country cross é uma novidade, que mistura o esqui cross com o esqui cross-country.

Fique de olho: nos noruegueses Vebjoern Hegdal e Thomas Helland-Larsen, no ucraniano Andriy Orlyk e no cazaque Ivan Lyuft. Entre as meninas, na eslovena Anja Mandeljc, na russa Maya Yakunina e na finlandesa Rebecca Immonen.

Em 2012: a Noruega levou as duas provas de sprint e a Rússia as duas de distância, mas nenhum nome se destaca hoje.

Curling

Provas (2): Equipes mistas e duplas mistas

Fique de olho: na equipe canadense, liderada por Mary Fay, campeã canadense juvenil este ano.

Em 2012: o suíço Michael Brunner foi o destaque, vencendo a prova por equipe com a equipe suíça e as duplas mistas, ao lado de atleta alemã.

Esqui Alpino

Provas (9): Slalom, slalom gigante, Super-G e combinada no masculino e feminino. Prova mista por equipe.

Fique de olho: no feminino, nas austríacas Nadine Fest e Julia Scheib, a norueguesa Kristiane Bekkestad, a americana Keely Cashman. Entre os meninos, o canadense Justin Alkier, os franceses Leo Anguenot e Ken Caillot, o americano River Radamus e o suíço Joel Oehrli.

Em 2012: Innsbruck viu um fato inédito logo em seu primeiro dia, com a primeira medalha africana em uma competição de inverno. E foi logo de ouro, com o marroquino Adam Lamhamedi no Super-G. O austríaco Marco Schwarz venceu o slalom e já subiu no pódio este ano na Copa do Mundo. A eslovaca Petra Vlhova foi ouro no slalom e já venceu uma etapa da Copa do Mundo nesta temporada, em Are em dezembro.

Esqui Freestyle

Provas (6): Ski Cross, halfpipe e slopestyle masculino e feminino.

Fique de olho: na austríaca Lara Wolf e no americano Birk Irving no slopestyle e halfpipe.

Em 2012: O campeão no halfpipe masculino foi o suíço Kai Mahler, que medalhou em Copas do Mundo.

Hóquei no Gelo

Provas (4): equipes e desafio de habilidades masculino e feminino.

Fique de olho: a disputa promete, principalmente no masculino com Canadá, EUA, Rússia, Finlândia e Noruega. No feminino, Suíça e Suécia, bronze no Mundial Sub18 este ano, saem na frente. Jogam também Noruega, República Checa e Eslováquia.

Em 2012: a Finlândia levou no masculino e a Suécia no feminino.

Luge

Provas (3): individual masculino e feminino, duplas masculinas e revezamento por equipe.

Fique de olho: o letão Kristers Aparjods foi vice na Copa do Mundo juvenil nesta temporada, vencendo uma das etapas, e o italiano Fabian Malleier é o campeão infantil. A alemã Jessica Tiebel é a campeã da Copa do Mundo e os alemães Orlamuender/Gubitz tem a tradição alemã.

Em 2012: a Alemanha medalhou nas 4 provas e é o maior país no esporte.

Patinação Artística

Provas (5): Individual masculino, feminino, pares, dança artística e equipe mista.

Fique de olho: as russas Polina Tsurskaya e Maria Sotskova vem do ouro e prata na final do Grand Prix juvenil este ano. O japonês Sota Yamamoto foi bronze no último mundial juvenil e o russo Dmitri Aliev foi prata na final do Grans Prix. Nos pares, Ekaterina Borisova e Dmitry Sopot vêm do ouro no Grand Prix.

Em 2012: Quem venceu no feminino foi ninguém menos que Elizaveta Tuktamysheva, atual campeã mundial adulta, vencendo ninguém menos que Adelina Sotnikova, atual campeã olímpica.

Patinação de Velocidade

Provas (7): 500m, 1.500m e saída em massa masculino e feminino e Sprint por equipes misto.

Fique de olho: na chinesa Li Huawei e na sul-coreana Ji-Woo Park, donas de várias medalhas na Copa do Mundo juvenil nesta temporada. No masculino, no sul-coreano Min Seok Kim e nos holandeses, sempre uma forte ameaça.

Em 2012: a holandesa Sanneke de Neeling saiu de Innsbruck com 2 ouros e uma prata e faturou mais 4 pratas no Mundial Juvenil ano passado além de vencer este ano o forte campeonato holandês de Sprint. No masculino, o chinês Yan Fang levou 3 ouros.

Patinação de Velocidade em Pista Curta

Provas (5): 500m e 1.000m masculino e feminino e revezamento misto.

Fique de olho: no chinês Ma Wei e no húngaro Liu Shaoang, medalhistas no último mundial juvenil. No feminino, na sul-coreana Lee Suyoun, 3 pratas no último mundial juvenil.

Em 2012: a Coreia do Sul levou as 4 provas individuais, com destaque para a Shim Suk-hee, com dois ouros. Ela levou 3 medalhas em Sochi, incluindo o ouro no revezamento 3.000m.

Saltos

Provas (3): individual masculino e feminino e equipe mista.

Fique de olho: no alemão Jonathan Siegel, no polonês Dawid Jarzabek e no austríaco Clemens Leitner. No feminino, na austríaca Julia Huber e na eslovena Ema Klinec, com pódios esse ano na Copa do Mundo.

Em 2012: Sara Takahashi dominou a prova feminina em Innsbruck e hoje é o maior nome do esporte no feminino. Em 2012 ela já era a maior nome mesmo aos 15 anos.

Skeleton

Provas (2): masculino e feminino.

Fique de olho: no russo Evegenii Rukosuev e na britânica Ashleigh Pittaway, que venceram 4 provas no circuito juvenil cada um.

Em 2012: a alemã Jacqueline Lölling foi ouro no feminino e hoje está na vice-liderança da Copa do Mundo.

Snowboard

Provas (7): Snowboard Cross, Halfpipe e Slopestyle masculino e feminino e Ski-Snowboard Cross por equipe, que mistura atletas de snowboard com os de esqui freestyle.

Fique de olho: entre as meninas, na australiana Emily Arthur e na finlandesa Elli Pikkujamsa no halfpipe e slopestyle e na francesa Manon Petit no snowboard cross. Entre os meninos, no holandês campeão mundial juvenil no slopestyle Erik Bastiaansen, no esloveno Tit Stante no halfpipe e no alemão Sebastian Pietrzykowski no cross.

Em 2012: com duas pratas, a americana Arielle Gold se tornou campeã mundial adulta em 2013 no halfpipe e era a favorita ao ouro em Sochi, mas uma lesão a tirou dos Jogos. O japonês Taku Hiraoka foi bronze em Innsbruck para depois ser bronze no halfpipe em Sochi.

Brasil em Lillehammer

A delegação brasileira na Noruega conta com 10 jovens atletas que podem fazer alguns resultados interessantes.

Marley Linhares, o nosso porta-bandeira, conseguiu dois bronzes no circuito de monobob, um em Calgary e um em Igls, terminando a temporada em 5º no geral. No monobob feminino, Jéssica Victoria conseguiu um bronzes em Calgary e terminou na 4ª posição geral. Na etapa de Lillehammer, entretanto, ficaram por votla do 9º-10º lugar em suas provas. Eles devem conseguir os melhores resultados brasileiros nos Jogos.

Robert Neves e Laura Amaro competem no skeleton ficaram em posições bem baixas nas etapas europeias do circuito juvenil. Ainda no gelo, a equipe mista de curling é formada pelo capitão Victor Santos, Giovanna Barros, Elian Rocha e Raissa Rodrigues. Sem bagagem internacional nenhuma, eles devem perder seus 7 jogos.

Na neve, Michel Macedo conseguiu bons resultados nas provas mais longas e pode ir bem no Super-G. ele competiu bastante esse ano, apenas nos EUA. No cross-country, Altair Firmino tem muito pouca experiência na neve ainda e deve figurar entre os últimos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s