Diário de um Voluntário no Evento-Teste – Final

Foram cinco dias de trabalho (para 8 de competição), de muito sol, calor, muito tempo em pé, mas foi muito, muito legal.

IMG_8684

Marcus Vinicius D’Almeida contra indiano. Foto: acervo pessoal

Na terça-feira, dia das finais masculinas. Logo pela manhã, nas 8as de final, Marcus Vinicius D’Almeida não atirou bem e perdeu de 7-1 para o indiano Jayanta Talukdar, terminando em 9º no geral. O grande combate da rodada foi entre o sul-coreano Oh Jin Hyek, campeão olímpico individual, e o italiano Mauro Nespoli, campeão olímpico por equipes. Em altíssimo nível, Nespoli eliminou o favorito por 6-4. Lembrando que o coreano teve problemas no ranqueamento com a sua planilha e terminou em último lugar.

IMG_8703

Tieatando a equipe holandesa. Foto: acervo pessoal

Eu entrava a partir das 10 horas, então pude assistir aos combates tranquilamente. Após o almoço, mas uma vez de volta à experimentação, pois recebemos duas escolas. Então haja adolescente atirando. Às 15:00, encerramos a experimentação e pude assistir às finais. Se Oh Jin Hyek saiu, o seu compatriota Kim Woojin fazia uma campanha espetacular. Nas 8as, em 9 flechas, conseguiu oito 10s.

Nas 4as, ele venceu e marcou o encontro na semifinal com o outro coreano, Ku Bonchan. Na semi coreana, Kim fez 7-1 para levar a vaga na final, onde enfrentou o holandês Sjef van den Berg, que eliminou o indiano Talukdar por 6-4. Com altos e baixos, Ku Bonchan venceu o indiano por 6-4 e ficou com o bronze.

IMG_8716

Sjef van den Berg contra Kim Woojin na final. Foto: Acervo pessoal

Na grande final, Kim Woojin e o van den Berg fizeram um duelo espetacular. Começou com 29-29, depois o coreano fez 29-27 e abriu 3-1. Aí veio um 29-29 e um raro 30-30! O combate a favor do coreano por 5-3. Na última série, um 29-28 e mais um ouro para a Coreia do Sul, o país do tiro com arco.

Acabando o pódio, foi a hora de desmontar o campo, tirando alvos, cadeiras, birutas, bandeiras, cones e tudo mais que envolvia material da competição. Tanto que acabei perdendo a foto oficial…

IMG_8754

Um parte dos voluntário de FOP (Field of Play), a árbitra grega e o árbitro iraniano, duas figuraças. Foto: Acervo pessoal

Foi uma semana intensa, cansativa, mas muito gostosa. Conheci muita gente que também se dispôs a trabalhar como voluntário, carregar peso, ficar no sol e sempre com um sorriso no rosto. Uma experiência sensacional que culminará com o pico daqui a menos de um ano, no Rio-2016. Se tudo der certo, estarei lá novamente com boa parte dessa equipe que trabalhou muito, mas que também estar lá a cada segundo.

É muito revigorante ver pessoas que jamais tinham visto uma flecha e um arco saírem do Sambódromo conhecendo muito mais do esporte, já sabendo quem são os atletas, os técnicos, os árbitros e muito animadas para repetir a dose em 2016.

Que venham os Jogos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s