Mundial de Atletismo – Dia 5

Veio a primeira medalha brasileira numa final espetacular do salto com vara. Também mais dois ouros pro Quênia e resultados incríveis no dardo e nos 400m.

Salto com Vara feminino

Fabiana Murer

Há tempo não se via uma final de tão alto nível! A disputa começou muito forte com 12 atletas passando em 4,60m. Em 4,70m, 7 saltadoras passaram, incluindo Fabiana Murer, a americana campeã olímpica Jenn Suhr e a cubana campeã do Pan Yarisley Silva, que sofreu e só conseguiu passar na 3ª tentativa. No 4,80m, a grega Nikoleta Kyriakopoulou passou de 1ª e assumiu a liderança da prova. Fabiana e Yarisley passaram na 2ª e, com as outras 4 queimando, o pódio estava definido, so não se sabia que a ordem mudaria.

Em 4,85m, Yarisley jogou a pressão pra Fabiana quando passou de 1ª, mas a brasileira evoluiu muito e ignorou a pressão, também passando de primeira. Nos critérios de desempate, Fabiana liderava com a cubana em 2º. A grega errou na primeira tentativa e decidiu ir direto pro 4,90m. Nesta altura, todas foram errando. A grega errou duas vezes e foi eliminada. Quando a cubana tirou um salto espetacular da cartola e passou em 4,90m na 3ª e última chance. A cubana vinha saltando muito mal e a brasileira estava quase certa que seria ouro. Incrédula com o salto de Silva (assim como eu), Fabiana não passou em 4,90m e ficou com a prata.

Grande prova da brasileira que igualou o seu recorde sul-americano levando sua 4ª medalha em Mundiais, a 2ª em mundiais outdoor.

Lançamento de dardo masculino

Se o Quênia surpreendeu vencendo os 400m com barreiras no dia anterior, imagina pra um leigo ver o Quênia no topo do dardo? Julius Yego já havia aparecido pro mundo em 2013, quando ficou em 4º no Mundial. Desta vez chegou como favorito com um lançamento de mais 91m mais cedo no ano em Brimingham. Na final, começou queimando e depois um modesto 82,42m. Quem liderava era o egípcio Ihab Abdelrahman El Sayed com 88,99m. Aí na 3ª Yego deu um show com espetaculares 92,72m! Com essa marca, ele se torna o 3º melhor da história! El Sayed ficou com a prata e o bronze foi pro finalndês Tero Pitkamaki com 87,64m.

400m com barreiras feminino

A checa Zuzana Hejnova confirmou o favoritismo e levou o bicampeonato mundial da prova, com excelentes 53.50, melhor marca do mundo no ano. O pódio foi completado por duas americanas. Campeã mundial juvenil em 2014 e ouro no Pan, Shamier Little com 53.94 foi prata e Cassandra Tate fez 54,02m.

3.000m com obstáculos feminino

Prova bem disputada, algo um pouco fora do comum, quando em geral há uma boa distância entre as atletas. No sprint final, a queniana Hyvin Jepkemoi levou o ouro com 9:19.11, dando o 6º título pro seu país até o momento em Pequim! Numa chegada milimétrica, a prata foi pra tunisiana Habiba Ghribi com 9:19.24, apenas 1 centésimo mais rápida que a grande surpresa da prova, a alemã Gesa Krause, que tirou do pódio uma das favoritas, a etíope Sofia Assefa, 4ª com 9:20.01.

400m masculino

Na final mais forte da história, nada menos que 3 atletas correram para abaixo de 44s! Primeira vez na história que isso aconteceu! O vencedor foi uma surpresa, com o ouro pro sul-africano Wayde van Niekerk, com espetaculares 43.48, 4º melhor atleta e 6º melhor tempo da história! Logo atrás veio o americano LaShawn Merritt com 43,65, também batendo seu recorde pessoal. Logo atrás, o campeão olímpico e mundial Kirani James co o bronze com 43.78.

Outras provas

Assim como nos 100m, Justin Gatlin fez o melhor tempo na semifinal dos 200m com 19.87. Usain Bolt também venceu sua semifinal com 19.95 soltando muito no final.

Nas eliminatórias dos 200m feminino, melhor tempo da britânica Dina Asher-Smith com 22.22. Rosângela Santos ficou em 2º na sua bateria com 23.01 e avançou pra semifinal.

Campeão mundial em 2013 e do Pan, o americano David Oliver fez o melhor tempo nas eliminatórias dos 100m com barreiras. João Vitor de Oliveira fez 13.57, 5º na sua bateria, e passou para a semifinal por tempo.

Pedro Pablo Pichardo fez a melhor marca da qualificação do salto triplo, com 17,43m, seguido do seu principal adversário, o americano Christian Taylor com 17,28m.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s