Mundial de Atletismo – Dia 2

4 finais no 2º dia incluindo a espetacular final dos 100m!

100m Masculino

Usain Bolt. Foto: AFP

Na primeira semifinal Usain Bolt deu um susto quase tropeçando na largada, mas se recuperou e ainda venceu sua série com 9.96. Na segunda semi, Justin Gatlin mostrou que seria o cara a ser batido e venceu com 9.77. Na 3ª, Tyson Gay venceu para 9.96.

Embed from Getty Images

Na grande final, 4 americanos, 2 jamaicanos, 1 francês, 1 canadense e 1 chinês, numa final com 9 atletas, já que houve um empate entre os que passariam por tempo. E deu novamente Bolt. Numa chegada sensacional, ele completou os 100m em 9.79 deixando o Gatlin com a prata com 9.80. Um raro empate peo bronze, para o americano Trayvon Bromell e para o canadense campeão do Pan André de Grasse, ambos com 9.92. Com isso, Bolt se torna tricampeão mundial da distância, repetindo os feitos de Carl Lewis e Maurice Greene. Com 9 ouros e 2 pratas, ele se torna o maior medalhista da história em Mundiais, o único a chegar a 9 ouros!

Arremesso de Peso Masculino

Embed from Getty Images

O americano Joe Kovacs quebrou a sequência do alemão David Storl, que busca o tricampeonato mundial. Com 21.93m na 5ª rodada, Kovacs assumiu a liderança da prova, deixando Storl em 2º com 21.74m. Na última séria, o alemão não melhorou, fazendo 21.28m e o americano pôde comemorar  ouro e se tornou o 6º americano a ser campeão mundial na prova! O jamaicano O’Dayne Richards ficou com o bronze com 21.69m, recorde nacional. Em 4º, o neozelandês Tomas Walsh com 21,58m, batendo o recorde da Oceania.

Heptatlo Feminino

Embed from Getty Images

De volta após a gravidez, a campeã olímpica Jessica Ennis-Hill confirmou que está de volta e levou o título mundial! A britânica fez 985 nos salto em distância, 716 no dardo e fechou com 963 nos 800m para vencer com 6.669 pontos, voltando a ser campeã mundial, como ocorreu em 2009 em Berlim. Canadense Brianne Thesien Eaton manteve a regularidade e levou a prata com 6.554 pontos, repetindo a prata de 2013. Com uma prova de dardo sensacional, de 53,67m e 931 pontos, Laura Ikauniece-Admidina da Letônia surpreendeu para ficar com o bronze com 6.516 pontos! Com uma prova fraquíssima, Vanessa Spinola terminou em 26º lugar com 5.647. Seria a última se duas atletas não tivessem zerado em uma prova.

Lançamento de Martelo Masculino

Embed from Getty Images

Deu o óbvio. O polonês Pawel Fajdek deu show na final e venceu o bicampeonato mundial da prova com 80,88m. Seus 3 melhores lançamento foram melhores que o que rendeu a prata pro Dilshod Nazarov, do Tadjiquistão, com 78,55m. Aliás, houve um empate. O polonês Wojciech Nowicki também fez 78,55m, mas Nazarov tinha um segundo melhor lançamento que o polonês e por isso ficou com a prata (78,06 contra 77,20). Campeã olímpico e prata nos dois últimos mundiais, o húngaro Kristian Pars ficou com em 4º com 77,32m.

Marcha 20km Masculina

Embed from Getty Images

Até a metade da prova, um pelotão grande de 18 atletas estava junto. Com 15km, o chinês Zhen Wang abriu 9s de vantagem, mas o espanhol Miguel Angel Lopez acelerou para passar o chinês e entrar no Ninho de Pássaro para vencer com 1:19:14, primeiro espanhol campeão mundial na prova desde 1993. Zhen ficou com a prata com 1:19:29 e o canadense Benjamin Thorne surpreendeu ficando com o bronze com o recorde nacional de 1:19:57. Caio Bonfim fez excelente prova e terminou numa espetacular 6ª posição, com 1:20:44, seu melhor tempo da temporada. Grande prova dele! Recordista mundial esse ano, o japonês Yusuke Suzuki abandonou a prova antes da parcial de 15km.

Outras Provas

O russo Denis Kudryavtsev fez o melhor tempo nas semifinais dos 400m com barreiras com 48.23, seguido do queniano Boniface Tumuti com 48.29. Dois quenianos na final nesta prova na qual eles nunca venceram uma medalha!

Embed from Getty Images

Surpresa do ano, o bósnio Amel Tuka saiu da semi dos 800m com o melhor tempo, de 1:44.84. Numa recuperação sensacional, ele venceu sua bateria. David Rudisha venceu a sua semi com o fraco tempo de 1:47.70. Na final, serão 3 quenianos!

Genzebe Dibaba fez o melhor tempo da semi dos 1.500m feminino, passando pra final com 4:06.74. Também na final as outras favoritas Sifan Hassan, Abeba Aregawu e Jennifer Simpson.

Embed from Getty Images

Nas eliminatórias dos 100m feminino, Rosângela Santos venceu a sua bateria com 11.14 e está na semifinal, vencendo americana na bateria. Com 10.88, a americana Tori Bowie e a jamaicana bicampeã mundial e olímpica Shelly-Ann Fraser-Pryce passaram com o melhor tempo.

Também empate nas eliminatórias dos 400m masculino de 43.93, para o saudita Yousef Ahmed Masrahi batendo o recorde asiático e para o jamaicano Rusheen McDonald batendo o recorde nacional. Brasileiros Hederson Estefani (45.36) e Hugo de Sousa (45.42) fizeram suas melhores marcas da temporada, mas não avançaram.

Na eliminatórias dos 400m com barreiras feminino, melhor tempo da americana Cassandra Tate com 54.27.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s