Mundial de Atletismo – Prévia III

Terceira prévia do Mundial, com as provas de fundo de pista, a maratona e os lançamento e arremessos.

Fundo

Mo Farah

Não dá muito pra medir favoritos pelos tempos do ano, afinal cada prova é uma prova diferente, com ritmo diferente, com ou sem coelho. Tanto que os 8 melhores tempos do ano dos 5.000m masculino foram na Diamond League de Roma, quando o etíope Yomif Kejelcha venceu com 12:58.39. Em 6 provas da Diamond League, 6 campeões diferentes. Mas de olho no etíope Hagos Gebrhiwet, na equipe queniana sempre forte e, claro, no britânico atual campeão olímpico e mundial Mo Farah.

Nos 10.000m, Mo Farah também é o favorito, onde também é o atual campeão olímpico e mundial e tem o melhor tempo do ano com 26:50.97. Claro, de olho na força etíope e queniana. Já na maratona, prova que abre o Mundial nesta sexta a noite, o vice-campeão da maratona de Londres este ano e bronze em Londres-2012 tem o melhor tempo de inscrição, com 2:04:47. Mas de olho mesmo no Stephen Kiprotich (UGA), atual campeão olímpico e mundial, que pode ser o 4º bicampeão mundial seguido de maratona.

Genzebe Dibaba

Sem ainda correr esse ano, a etíope Meseret Defar é bicampeã olímpica e bi mundial e não pode ser deixada de lado. Já Genzebe Dibaba venceu 3 etapas da Diamond League no ano e tem 14:15.41, surgindo como grande favorita. Também vem bem a queniana Mercy Cherono, prata em 2013 e vencedora de 2 etapas. Nos 10.000m, o melhor tempo é da etíope Gelete Burka co 30:49.68. Apenas ela e mais 3 etíopes em Pequim correram para abaixo de 31min este ano. Atual campeã mundial e olímpica, Tirunmesh Dibaba não estará na China. Também fortes Vivian Cheruiyot (KEN), Shalane Flanagan (USA) e Sara Moreira (POR).

Na maratona, melhor marca da etíope Mare Dibaba (sim, Dibaba é um nome bem comum na Etiópia) com 2:19:52 na maratona de Xiamen, única a baixar dos 2:20 este ano. Atual campeã mundial, a queniana Edna Kiplagat tem apenas 2:27:16 este ano, com o 11º lugar em Londres.

Arremessos e Lançamentos

David Storl

A disputa no arremesso de peso promete com o americano Joe Kovacs (22,56m e 22,35m este ano) e o alemão David Storl (22,20m) na disputa. Kovacs nunca disputou uma competição grande, mas chega forte, enquanto Storl é o atual bicampeão mundial e cada um venceu 3 vezes este ano na Diamond League. Bicampeão olímpico Tomas Majewski (POL) tem apenas 20,80m este ano. Já no disco, o nome é do polonês Piotr Malachowski, com 68,29m no ano e 4 vitórias na Diamond League. Machucado, o alemão campeão olímpico e tricampeão mundial Robert Harting não estará em Pequim, abrindo caminho também pro jamaicano Jason Morgan e pra outro alemão, seu irmão Christoph Harting.

Um ouro quase certo pra Polônia é no martelo. Atual campeão, Pawel Fajdek tem apenas as 9 melhores marcas do ano! Ele lidera o ranking com 83,93m, seguido um pouco longe pelo campeão olímpico, o húngaro Kristian Pars com 79,91m. Já o lançamento do dardo tem sido bem imprevisível ultimamente. Depois de bater na trave em 2013, o queniano Julius Yego chega como favorito, com espetaculares 91,39m em Birmingham esse ano! Também vem muito bem o campeão olímpico, o trinitino Keshorn Walcott com 90,16m, o checo atual campeão mundial Vitezslav Vesely e o finlandês Tero Pitkamaki, bronze nesse mesmo estádio em 2008.

Sandra Perkovic

No peso feminino, a alemã Christina Schwanitz tem 12 das 20 melhores marcas do ano, liderando o ranking com 20,77m e aproveita a ausência da super campeã e quase imbatível neozelandesa Valerie Adams. A chinesa Lijia Gong, bronze em Londres e em 2013, também vem muito regular e tem 20,34m no ano. A única outra atleta a arremessar acima de 20m foi a americana Michelle Carter, com 20,02m. Sandra Perkovic dominou as últimas temporadas no disco, mas a croata começa a ver seu domínio ameaçado pela cubana Denia Caballero, que fez excelentes 70,65m este ano. Perkovic tem 70,08m e prometem um duelo bem apertado.

Polônia deve fazer a dobradinha no martelo, também faturando no feminino, com a Anita Wlodarczyk. Campeã mundial em 2009 em Berlim, quando bateu o WR. Este ano, ela já bateu o recorde mundial por duas vezes e se tornou a primeira mulher a lançar acima de 80m, com 81,08m! Ex-recordista mundial e campeã mundial em 2007, a alemã Betty Heidler se firma como a segunda força no ano, com 75,73m e mais 4 acima de 75m. No dardo, a melhor marca é da sul-africana Sunette Viljoen, mas não levou nenhuma Diamond League. A checa Barbora Spotakova é bicampeã olímpica e tem 65,66m no ano. Já a atual campeã mundial, Christina Obergföll, tem apenas 64,11m em 2015 e vem por fora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s