Resumo do fim de semana

Depois um longo e tenebroso inverno pós Pan, voltam os resumos.

Canoagem Slalom

Ana Sátila. Foto: CBCa

Na última etapa da Copa do Mundo, em Pau, França, Ana Sátila foi novamente o maior nome do Brasil! Pela primeira na história, ela disputou uma final do K1. Infelizmente perdeu uma porta na final e terminou em 10º e último lugar. No C1, ela fez a melhor performance da primeira eliminatória e se classificou pra semifinal, mas perdeu 3 portas e ficou fora da final.

Após as 5 etapas, Ana terminou na classificação geral em 7ª no C1 e em 12ª no K1.

Tiro com Arco

Foto: WA

Marcus Vinicius D’Almeida novamente obteve o melhor resultado individual do Brasil numa etapa da Copa do Mundo. Em Wroclaw, Polônia, ele ficou em 10º na qualificação, depois venceu irlandês por 6-2 e mexicano por 6-5, com 10-7 nas flechas de desempate. Nas 8as, Marcus foi derrotado por 6-2 para o americano Zach Garrett. Bernardo Oliveira, Daniel Xavier e Lugui da Cruz perderam na estreia.

No feminino, 3 brasileiras venceram na estreia, para perder na segunda rodada. Sarah Nikitin, Ane Marcelle dos Santos e Marina Gobbi perderam na 2ª, enquanto Larissa Rodrigues caiu na 1ª para a Sarah. Por equipes, o Brasil venceu na estreia no masculino a Rússia por 6-2, mas perdeu nas 4as por 6-0 para os EUA. No feminino, derrota na estreia para a Alemanha por 5-4 e nas duplas mistas por 6-2 para a China.

Jean-Charles Valladont. Foto: WA

O francês Jean-Charles Valladont e a americana Mackezie Brown foram os campeões no individual, enquanto os EUA levou nas equipes masculinas e femininas e o México levou nas mistas.

Lutas

Foto: UWW

Pela primeira vez na história, o Brasil recebeu um mundial do esporte. O Mundial Juvenil foi sediado em Salvador e o Brasil teve uma participação pífia.

Participando de todas as 24 categorias, apenas 2 atletas brasileiros venceram uma luta. Todos os outros 22 perderam na estreia e quase sempre com derrotas acachapantes, de 8-0, 10-0, 12-0… Poucos sequer pontuaram.

4 países se destacaram no Mundial. Na luta feminina, o Japão levou 4 ouros, mesma quantidade do Azerbaijão da luta livre e da Geórgia na greco-romana. O futuro da luta brasileira não está bem.

Outros Esportes

Renato Rezende foi o único brasileiro na etapa sueca da Copa do Mundo de BMX, parando nas 4as de final. Os títulos ficaram com o britânico Liam Phillips e com a americana Alise Post.

– A seleção feminina sub18 de vôlei decepcionou no Mundial da categoria, no Peru. Na primeira fase, sofreu duas derrotas, 3-0 pra Turquia e 3-0 pra Itália, passando em 3º no grupo. Nas 8as, perdeu 3-1 pros EUA. Fez ainda outras 3 jogos para terminar em um fraco 11º lugar. O ouro ficou com a Itália, com 3-0 nos EUA na final.

Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya perderam na semifinal do Masters 1.000 de Montreal para os irmãos Bryan por 67(7) 6-4 [10-6]. Eles venceram ese torneio nos 2 últimos anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s