Mundial de Esportes Aquáticos – Dias 3 e 4

Mais dois dias de finais, e a China segue com 100% nos saltos e a Rússia dominando o nado sincronizado, mas os EUA venceram na estreia do dueto misto.

Plataforma Sincronizada masculina

Depois de ficar sem o ouro nesta prova em 2013, a Chia voltou ao topo do pódio com uma apresentação praticamente perfeita. Chen Aisen e Lin Yue somaram 495,72 pontos incluindo um raro salto de mais de 100 pontos no final. Foram dez notas 10 ao longo da prova. Foi o 3º ouro do Lin Yue nesta prova em Mundiais. Ivan Garcia e German Sanchez, prata em Londres, ficaram novamente em 2º com 448,89 e os russos Roman Izmailov e Victor Minibaev completaram o pódio com 441,33. Na preliminar, os brasileiros Jackson Oliveira e Isaac Souza Filho terminaram em 19º entre 20 países.

Dueto Técnico

Mais um ouro russo com Natalia Ishchenko e Svetlana Romashina. Elas somaram 95,4672 para levar o ouro e Romashina soma agora 17 títulos mundiais. A dupla da China ficou com a prata com 93,3279 e o Japão levou o bronze com 92,0079. O Canadá foi a melhor equipe americana em 6º e o México se consolida como segunda força do continente, em 10º. O dueto brasileiro de Luisa Borges e Maria Eduarda Miccuci ficou em 14º na preliminar com 81,7065 fora da final.

Dueto Misto Técnico

Dueto misto americano. Foto: AP

Na estreia da modalidade, a primeira derrota russa no nado sincronizado desde 2007! A vitória ficou com os americanos Christina Jones e Bill May com 88,5108. A dupla russa levou a prata com 88,2986 numa raríssima derrota. Bronze para a Itália numa prova com apenas 6 duplas inscritas.

Trampolim de 1m masculino

O chinês Xie Siyi e o mexicano Jahir Ocampo estavam brigando nota a nota nos 3 primeiros saltos da final, quando o mexicano fez dois saltos médios e despencou na classificação. Aí ficou fácil pro chinês levar o ouro com 485,50, seguido do ucraniano Illya Kvasha com 449,05 e do americano Mike Hixon com 428,30, 1ª medalha americana na prova desde 1998. O mexicano tentou se recuperar, mas terminou em 4º, a apenas 0,95 do americano! Decepção do outro chinês, He Chao, em 7º.

10km masculino

Com 10 vagas olímpicas em jogo, o nível foi altíssimo. É a única possibilidade de um país levar duas vagas olímpicas na prova. O húngaro Gergely Gyurta dominou a primeira metade da prova, mas não suportou o ritmo da segunda metade, quando os americanos começaram a forçar o ritmo. Num lago calmo, sem grandes correntezas, os americanos que vieram da piscina foram abrindo. Jordan Wilimovsky foi abrindo e venceu com tranquilidade, em 1:49:48.4. O holandês Ferry Weertman ficou com a prata a 12s1 e o grego Spyridon Gianniotis chegou 0s4 depois pra ficar com o bronze. Allan do Carmo ficou em 9º e se garantiu nos Jogos do Rio. As 10 vagas olímpicas foram para EUA (2), Itália (2), Holanda, Grécia, Grã-Bretanha, França, Canadá e Brasil.

Plataforma Sincronizada feminina

Em mais uma performance impecável, mais um ouro chinês. Chen Ruolin e Liu Huixia ficaram com o ouro com 359,52, o 4º seguido de Chen Ruolin nesta prova em mundiais. Numa excelente apresentação, a dupla canadense de Meaghan Benfeito e Roseline Filion bem que tentaram, mas ficaram novamente com a prata, bem perto com 339,99. Bronze surpresa para a dupla da Coreia do Norte, que conquista a primeira medalha da história do país em mundiais de esportes aquáticos. Ingrid Oliveira e Giovanna Pedroso começaram muito bem na preliminar, chegando a ficar em 8º, mas fizeram dois saltos ruins, terminando em 15º não indo pra final.

Equipe Técnica

Mais um ouro russo com mais uma bela nota. Com 95,7457 veio o quarto ouro russo em Kazan. A Rússia não perde o ouro na prova por equipes desde que venceu pela primeira vez em Perth-1998. A China está chegando perto, mas não o suficiente para vencer, tirando a nota de 94,4605. O Japão completou o pódio com 92,4133. O Brasil disputou a final, tirando 82,9372 e terminando em 11º, uma posição acima do 12º que ficou na preliminar. Mas assim como no Pan, ficou atrás de Canadá (6º), México (9º) e EUA (10º).

Pólo Aquático

Foto: Satiro Sodré/CBDA

O Brasil estreou no feminino no domingo com as favoritas americanas, perdendo de 13-2. No primeiro tempo, levou um 9-0, mas aí as americanas soltaram e o Brasil conseguiu marcar com Izabella Chiappini e Amanda Oliveira.

No masculino, o Brasil não conseguiu dominar a China e estreou com um amargo empate em 9-9, com 4 gold de Felipe Perrone.

Outros Resultados:

Feminino

Grupo A – Canadá 15-6 Nova Zelândia e Espanha 14-7 Cazaquistão
Grupo B – Austrália 8-7 Grécia e Holanda 22-1 África do Sul
Grupo C – EUA 13-2 Brasil e Itália 15-3 Japão
Grupo D – Rússia 16-5 França e China 9-8 Hungria

Masculino

Grupo A – Croácia 12-7 Canadá e Brasil 9-9 China
Grupo B – Grécia 11-10 Itália e EUA 7-6 Rússia
Grupo C – África do Sul 10-6 Argentina e Hungria 14-5 Cazaquistão
Grupo D – Sérvia 11-8 Montenegro e Austrália 10-4 Japão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s