Jogos Pan-Americanos Toronto-2015 – Dia 6

O dia começou devagar, com nenhuma final pela manhã, mas a noite pegou fogo com fatos inusitados na natação e medalhas históricas para o Brasil no ciclismo, luta e natação.

Natação

Que dia foi esse!

A primeira final do dia foi os 400m medley feminino. A canadense Emily Overholt venceu na piscina, mas acabou desclassificada por não bater ao mesmo tempo as mãos na virada dos 250m, no nado de peito. Com isso, ouro para a americana Caitlin Leverenz, bronze em Londres nos 200m medley, com 4:35.46, recorde do Pan. Joanna Maranhão finalmente baixou seu tempo e quebrou o recorde mais antigo da natação brasileira, 4:40.00 estabelecido na final olímpica de Atenas-2004! Joanna ficou em 3º com o bronze com 4:38.07, novo recorde brasileiro.

Na final masculina, tínhamos uma dobradinha brasileira! Thiago Pereira venceu, conquistando sua 22ª medalha em Pans e o tricampeonato da prova, seguido do jovem e grande nadador Brandonn de Almeida. Mas Thiago foi desclassificado pelo mesmo motivo da canadense, só que na virada dos 300m, do peito pro crawl. Com isso, Brandonn se torna campeão pan-americano com 4:14.47, recorde mundial juvenil!

Nos 100m borboleta, ouros americanos. No feminino, Kelsi Worrell com 57.78 e no masculino Giles Smith com 52.04. Daynara de Paula perdeu a medalha no finalzinho, ficando em 4º com 58.56 e Daiene Dias em 5º com 58.74.

Fechando o dia, o revezamento 4x200m feminino. Numa prova espetacular, o Brasil foi de igual pra igual com a equipe americana, chegando a liderar. Mas a Larissa Oliveira foi com muita sede ao pote e acabou cansando na última piscina. Mesmo assim, uma prata histórica com 7:56.36, pulverizando o recorde sul-americano que era de 8:03.22.

Luta

Joice Silva obteve o feito inédito e venceu o primeiro ouro brasileiro em Pans na história! Ela começou vencendo mexicana por 2-1, depois fez 5-3 em peruana. Na final, contra a cubana Yakelin Estornell, uma luta duríssima. A cubana abriu 5-0, mas a brasileira encostou para 5-4. A cubana saiu da área de luta e a brasileira empatou. Depois, com uma punição, ponto pra Joice com 6-5 e aí foi só administrar.

Mais cedo, Davi Albino conquistou o bronze na luta greco-romana nos 98kg com 5-1 sobre colombiano. Ele é o maior nome do Brasil na modalidade e único na greco-romana em Toronto. No campeonato pan-americano este ano, ele ficou com a prata.

O cubano Mijain Lopez venceu o ouro nos 130kg, levando o tetracampeonato seguido em Pans! Canadá e EUA levaram ouros nas outras categorias femininas.

Equipe do sprint por equipes masculina. Foto: CBC/Divulgação

Ciclismo em Pista – Foi quebrado um jejum de 20 anos e o Brasil levou a medalha de bronze no sprint por equipes masculino! A equipe formada por Flávio Cipriano, Kacio Fonseca e Hugo Osteti ficou em 3º na qualificação e na disputa do bronze venceu a Colômbia por 44.769 contra 45.054. Ouro para Canadá, que também levou na mesma prova no feminino. Gideoni Monteiro lidera a prova do Omnium após 3 provas. Eles ficou em 2º nas 3 disputadas no dia, scratch, perseguição e corrida de eliminação.

Hóquei na Grama – O sonho do 6º lugar e da vaga olímpica está um passo mais perto. O Brasil venceu o México por 1-0 com gol de Lucas Paixão aos 44min de jogo. Outro jogos: Canadá 1-0 Chile, Argentina 6-0 EUA e Trinidad & Tobago 2-2 Cuba.

Tiro com Arco – Nas eliminatórias masculinas, nenhuma brasileiro chega às semifinais individuais. Bernardo Oliveira perdeu logo na estreia para cubano na flecha de desempate. Marcus Vinícius D’Almeida e Daniel Xavier venceram na estreia e se enfrentaram na 2ª rodada. Nu confronto bem disputado, vitória de Marcus na flecha de desempate com 10-9. Mas nas quartas de final, Marcus perdeu para o mexicano Luis Alvarez por 7-3 e foi eliminado. Alvarez pega na semi o american Zach Garrett e do outro lado temo Brady Ellison (USA) x Jay Lyon (CAN).

Vela – O Brasil lidera apenas em duas categorias. Bimba e Patrícia Freitas lideram após 10 regatas com folga. Robert Scheidt se recuperou e subiu para 3º após 10 regatas. Ouro é bem difícil, mas possível. Kahena e Martine também se recuperaram e estão em 2º lugar, mas vão depender de erros das argentinas para levar o ouro faltando 5 regatas. Na Laser Radial, Fernanda Decnop está em 4º. Nas outras classes: Sunfish em 4º, Hobie 16 em 6º, J-24 em 4º, Snipe em 7º e Lightning em 3º.

Badminton – O guatemalteca Kevin Cordon venceu na final o canadense Andrew D’Souza 21-13 21-14 e conquista o bicampeonato do Pan. Na final feminina, Michelle Li venceu 21-15 21-9 Rachel Honderich em duelo canadense. Nas duplas mistas, os americanos Phillip Chew/Jamie Subandhi venceram 21-9 21-23 21-12 dupla canadense pra levar o ouro.

Handebol – A equipe feminina estreou arrasando Port Rico com 38-21, deslanchando no 2º tempo com 23-11. Outros jogos: México 25-22 Canadá, Argentina 20-15 Uruguai e Cuba 28-25 Chile.

Futebol – Brasil venceu sua 2ª no masculino com 4-0 sobre o Peru. No outro jogo do grupo, Canadá 0-0 Panamá.

Golfe – Na primeira rodada, André Tourinho começou bem, com 4º lugar com 2 tacadas abaixo do par. Adilson da Silva, em 11º, com uma abaixo. No feminino, Clara Teixeira está em 21ª com 10 acima do par, enquanto Luiza Altmann, que tinha 6 acima do apr, foi desclassificada.

Tiro – Os irmãos guatemaltecas Hebert e Enrique Brol Cardenas levaram ouro e bronze na fossa doublê. Hebert venceu com 27-26 na final o dominicano Sergio Pinero. Luiz Graça foi 6º na qualificação e na semifinal ficou em 5º, empatado com Enrique e americano, mas perdendo nos desempates.

Vôlei – Na estreia feminina, o Brasil sofreu para vencer Porto Rico. Mesmo com 3 campeãs olímpicas na equipe, precisou de 5 sets, mas venceu com 23-25 28-26 25-17 24-26 15-10. Outros jogos: EUA 3-0 Peru, Argentina 3-0 Cuba e República Dominicana 3-0 Canadá.

Basquete – O Brasil perdeu na estreia feminina 75-69 para os EUA, que conta com a grande jogadora universitária Breanna Stewart, com 26 pontos no jogo. Pelo mesmo grupo do Brasil, Porto Rico 76-54 República Dominicana. No outro grupo, destaque para o passeio canadense 101-38 na Venezuela! cuba 68-55 Argentina fechando a rodada.

Vôlei de Praia – Carol/Lili venceram dupla da Costa Rica por 21-11 18-21 15-6 e fecham primeria fase com 3 vitórias.

Tênis – Ainda sem se recuperar da lesão no ombro, Bia Haddad Maia e Paula Cristina Gonçalves deram WO na disputa do bronze das duplas. O ouro nas duplas foi para as canadenses Gaby Dabrowsi/Carol Zhao com 61 46 [10-5] em dupla mexicana. No individual feminino, Mariana Duque Mariño venceu 64 64 a mexicana Victoria Rodriguez. Brasil sai sem medalha no tênis.

Baseball e Softball – No baseball masculino, República Dominicana 6-4 EUA, Cuba 11-6 Nicarágua e Canadá 11-4 Porto Rico. No softball masculino, Argentina 7-0 República Dominicana, Canadá 4-1 Venezuela e EUA 2-1 México.

Quadro de Medalhas após 6 dias

Captura de Tela 2015-07-17 às 00.22.31

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s