A melhor geração da canoagem slalom

Fiquei devendo um post sobre o ótimo Mundial Sub-23 e Juvenil de canoagem slalom na semana passada em Foz do Iguassu.

A equipe brasileira fez muito bonito e mostra que está no rumo certo. Praticamente toda a seleção adulta disputou este mundial e trouxe 3 medalhas nas provas olímpicas e 4 no geral.

Ana Sátila (esquerda) com sua prata no K-1 Sub-23. Foto: CBCa/Divulgação

 

Com apenas 19 anos, Ana Sátila é o maior nome da canoagem slalom brasileira na atualidade e, quiçá, de todos os tempos. Aos 16 já disputou sua primeira Olimpíada em Londres ficando em 16º. Em 2013 foi bronze no C1 juvenil, prova que n ão é olímpica no feminino. Ano passado aí veio o ouro no K1 junior. Em casa dessa vez ficou com a prata no K1 Sub-23, a 3s14 da campeã, a australiana Jessica Fox. Fox, aliás, é um monstro no esporte. Hoje com 20 anos, foi prata em Londres-2012 e ano passado se sagrou campeã mundial adulta no C-1 e no K-1 e é a mulher a ser batida.

Charles Correa e Anderson Oliveira. Foto: CBCa/Divulgação

 

Felipe da Silva levou o bronze no C-1 Sub23 a 3.56 do britânico Adam Burgess, campeão. Numa prova bem esvaziada com apenas 9 barcos (sendo 3 brasileiros e 3 argentinos), Charles Correa e Anderson Oliveira ficaram com o bronze no C-2 Sub-23, a a paneas 2.06 do ouro.

O K-1 Sub23 masculino contou com 3 brasileiros na final, com Pedro da Silva em 7º como melhor brasileiro. Ele brigava por medalha, mas cometeu 4 faltas (8s de penalidade) e ficou a 11s do campeão. Em compensação a equipe pegou o bronze na prova do K-1 Sub-23 por equipe, quando descem 3 barcos ao mesmo tempo e o tempo do 3º na chegada é que conta. No C-1 feminino Sub-23, Ana Sátila ainda ficou em 6º.

A equipe juvenil deixou a desejar, só participando da final do C-2, com um 5º lugar de Maicon de Borba e Carolis Moraes como melhor resultado.

Esta seleção é extremamente homogênea e vem mostrando melhores resultados a cada ano. Com essas medalhas masculinas inéditas, o Brasil não depende mais apenas da Ana Sátila. A temporada adulta só começará “de verdade” em junho com as Copas do Mundo e os Jogos Pan-Americanos. O Brasil já tem vaga garantida nos Jogos Olímpicos nas 4 provas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s