Troféu Maria Lenk – Dia 1

Última seletiva para o Mundial de Kazan, para os Jogos Pan-Americanos e para o Mundial Juvenil, o Maria Lenk é o principal campeonato de natação do Brasil. Até sábado, os melhores nadadores do país (e alguns sul-americanos) disputam vagas nas seleções, além do título nacional nas provas e pro seu clube.

200m livre

Captura de Tela 2015-04-06 às 23.32.32

Larissa Oliveira foi a melhor nas eliminatórias com 2:01.21 e parecia novamente que as mulheres ficariam longe da barreira dos 2min. Mas na final, que prova! Larissa e Manuella Lyrio disputaram braçada a braçada e não só baixaram dos 2min como fizeram tempos abaixo do recorde sul-americano! Larissa venceu com o bom tempo de 1:58.53 e Manuella fez 1:58.74. Além dos bons tempos, ambas conseguiram o índice para o Mundial de Kazan. Somando os tempos das 4 primeiras, temos 7:59.17, bem abaixo do recorde sul-americano do 4×200 de 8:05 estabelecido em 2004! Tá na hora desse recorde cair urgentemente!

Na prova masculino, Nicolas Oliveira fez 1:47.93 nas eliminatórias e conseguiu o índice pro Mundial por 0.04. Na final, ele baixou esse tempo para 1:47.45, ratificando o índice e fazendo o 9º tempo do ano. João de Lucca ficou em 2º com 1:48.17 e não fez o índice, mas deverá fazer parte do revezamento no Mundial.

100m costas

Etiene Medeiros não conseguiu o índice na prova. Ainda especialista nos 50m, segue com dificuldades de um bom tempo nos 100m. Nas eliminatórias ela fez 1:00.76 e na final melhorou para 1:00.61, ambos acima do índice de 1:00.25 e do recorde sul-americano de 1:00.07. Apesar de fazer o melhor tempo pessoal, é apenas o 15º tempo do ano no mundo.

Na prova masculina, Guilherme Guido fez 54.56 na final, acima do índice de 54.36, embora ele já esteja garantido no Mundial com índice obtido ano passado. Thiago Pereira ficou em 2º com 54.92 e não nadará a prova no Mundial.

Outras provas

Nos 1.500m livre feminino, o melhor tempo ficou com a equatoriana Samantha Salinas com 16:33.35. Logo atrás, nossas maiores chances de medalha olímpica, Poliana Okimoto com 16:39.23 e Ana Marcela Cunha com 16:51.48.

Nos revezamentos 4x50m livre, vitória no Minas no masculino com 1:27.61 e do Sesi no feminino com 1:41.03. Destaque na prova feminina para a parcial da Etiene, 2ª a nadar pela sua equipe, de 24.09, o que daria um 24.70-24.80 na prova individual.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s